Buscar

STALKER projeta abrir mais três franquias neste ano

A STALKER abre 2019 com ações voltadas a reforçar sua presença no mercado. Com 32 operações – 26 franquias e seis lojas corporativas –, a expectativa é fechar o ano com mais três unidades. A busca por investidores já começou, com ações específicas com o propósito de despertar o interesse pelo negócio. O gerente de Franchising da marca de moda masculina que pertence ao Grupo Sand Beach (Fortaleza/CE), Ruggero Davini, afirma que algumas tratativas já estão em andamento. Um delas é com investidor de Minas Gerais. A previsão é abrir uma franquia em Belo Horizonte, retomando o projeto de expansão para o Sudeste, juntamente com as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste.

O grande motivador para atrair futuros franqueados são os resultados. O canal franchising da STALKER, apesar do cenário recessivo de 2018, registrou um crescimento de 5% em relação a 2017. As franquias também apresentaram saldo positivo, no entanto, em diferentes patamares. “Algumas lojas, com base muito alta em 2017, tiveram maior dificuldade para crescer diante do cenário que vivemos no ano passado”, frisa Davini.

Para 2019, a projeção é aumentar o faturamento no mínimo em 10%. Para isso, Davini aposta em um trabalho mais próximo aos franqueados, atendendo as peculiaridades de cada praça de atuação. O empenho em desenvolver o franqueado é um dos diferenciais da STALKER reconhecido pelo mercado. No ano passado, a marca conquistou o Selo Excelência em Franchising, na categoria Pleno, pela quarta vez, um reflexo do trabalho constante da organização para o crescimento da rede como um todo.

O investimento médio em uma loja de 50 metros quadrados está na casa dos R$ 445 mil, com payback de 36 meses. O pacote oferecido aos parceiros comerciais inclui viagem para acompanhamento das vendas, treinamento de equipe e apoio promocional das lojas, logística, controle de qualidade, apoio à gestão empresarial e assessoria na compra de mercadorias. Também estão previstos dois showrooms presenciais por ano com desfile de toda a coleção, assessoria de imprensa nacional e fornecimento concentrado de produtos.

MAIS SOBRE A STALKER

A STALKER nasceu em 1998 com o desejo de oferecer ao mercado um conceito de moda masculina ousada, casual, atual e confortável . Em 2000, aderiu ao modelo franchising. Em dezembro de 2016, foi adquirida pelo Grupo Sand Beach, dirigido pelos sócios Adriano Costa Lima, diretor-presidente da organização, e Luis Henrique Feijó, o Maninho, que atua como diretor Industrial. Atualmente, conta com 32 operações, entre lojas próprias e franquias, consagrando a STALKER como uma marca cheia de personalidade com o objetivo de transmitir alegria, bem viver e, acima de tudo, posicionar-se como um conceito de roupa masculina e infantojuvenil com identidade própria a um preço justo para a satisfação do cliente.

Postar um comentário

0 Comentários