Buscar

Visa e PagSeguro firmam parceria e lançam cartão para empreendedores

A partir de abril, vendedores que utilizam os serviços do PagSeguro poderão movimentar facilmente o saldo da sua conta digital com o novo Cartão PagSeguro Visa.

Muitos donos de negócios correm riscos e perdem tempo com velhos hábitos: recebem pagamentos de vendas em dinheiro, correndo o risco de roubos, ou perdem tempo para depositar sua renda ou pagar suas contas em casas lotéricas, ao invés de focar em seu empreendimento.


Mas os profissionais que utilizam os serviços do PagSeguro contam com uma solução de conta digital grátis para gerenciar seu dinheiro. E agora, graças à parceria do PagSeguro com a Visa, também terão um cartão para movimentar facilmente sua conta digital, usando o saldo para compras e saques em todo país.

Além de promover inclusão financeira, o cartão PagSeguro Visa ainda tem mais um diferencial tecnológico: funciona por aproximação. Basta aproximar o cartão da maquininha para pagar, sem digitar senha, nas compras até R$ 50, o que trará ainda mais agilidade para o dono do negócio. O produto também permite compras online (através de sites e aplicativos) de filmes e séries, música, transporte, alimentação, entre milhares de outros.

O lançamento faz parte do compromisso do PagSeguro de continuar promovendo inclusão financeira e facilitar ainda mais a rotina de pequenos e médios vendedores.

São 4 milhões de vendedores ativos do PagSeguro, que poderão utilizar seu saldo de forma mais rápida e fácil com o novo cartão. O produto começará a ser ofertado a partir de abril para uma base de empreendedores selecionada.

“Um estudo encomendado pela Visa mostra que as empresas em São Paulo perdem 3%* de sua receita mensal com o recebimento de pagamentos não digitais. Isso sem contar o risco de carregar dinheiro”, explica Eduardo Abreu, Vice-presidente de Negócios da Visa do Brasil. “A nossa parceria com o PagSeguro tem como objetivo simplificar e trazer maior segurança para milhares de pequenos empreendedores, além de eliminar esse tipo de despesa”, conclui o executivo.

Postar um comentário

0 Comentários