terça-feira, 25 de junho de 2019

Rede Confiança Supermercados dá início a 3.ª edição do “Descartar para Transformar”

Transformar as práticas diárias em ações sustentáveis é uma urgência para a preservação do meio ambiente. Pensando nisso, a rede Confiança Supermercados, por meio de seu departamento de Responsabilidade Social, deu início a 3.ª edição do projeto “Descartar para Transformar” na última quarta-feira, 12. A iniciativa conta com a parceira das empresas ADN Biodiesel, Cheiro Verde Ambiental e DescarteAQUI!.


A ação tem o objetivo de conscientizar a população sobre o descarte correto de itens como óleo de cozinha, pilhas, baterias, lâmpadas, lixo eletrônico e medicamentos em desuso ou vencidos, por meio da coleta gratuita destes materiais. Serão montados espaços próprios nas 12 unidades para esta coleta, sendo que o projeto estará em apenas uma loja por dia durante os meses de junho e julho.

Rosana Fernandes, coordenadora do departamento de Responsabilidade Social da empresa, destaca que o projeto vem ao encontro das práticas já implantadas pela rede. “A preocupação com o meio ambiente é uma das bandeiras do Confiança Supermercados, tanto que temos implantadas em todas as lojas coletores de pilhas, baterias e de medicamentos vencidos ou em desuso, além de coletarmos óleo de cozinha usado”, diz a coordenadora.

Além disso, a rede foi uma das primeiras do interior de São Paulo a obter o “Certificado de Uso de Energia Renovável”, um importante selo que garante o uso de energia 100% renovável obtida por meio de recursos naturais capazes de serem repostos pela natureza. As lojas também contam com iluminação de Led e um moderno sistema de refrigeração que utiliza gases ecologicamente corretos.

Rosana ainda lembra que no último ano em que ocorreu o “Descartar para Transformar” a adesão da população foi muito grande, com a coleta de cerca de 220 litros de óleo usado, 1.600 lâmpadas e 2 toneladas de pilhas, baterias e de lixo eletrônico. “Ficamos impressionados com o desejo das pessoas em realizar o descarte correto destes produtos. Ainda precisamos avançar muito neste processo, mas o importante é realizar ações de conscientização sempre”, diz Rosana, que completa informando que nos dias de coleta ainda serão distribuídos materiais educativos sobre o assunto.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?