quinta-feira, 1 de agosto de 2019

10 benefícios do B.I. para supermercados

Ajudar a diminuir o índice de perdas é um dos benefícios do uso de Business Intelligence em Supermercados

Coleta, análise e compartilhamento de dados sobre o negócio são os pilares do Business Intelligence, ou em sua abreviação: B.I. Importante para entender o negócio e traçar as melhores estratégias dentro do varejo, o B.I. vem se popularizando e fomentando todo um mercado de soluções criadas com o intuito de facilitar a captação e interpretação dos dados por parte dos varejistas que buscam melhores resultados e maior qualidade em seus negócios.


Exemplo disso, um dos segmentos que tem usado com bastante competência o B.I são os supermercados. Com um vasto mix de produtos e grande fluxo de clientes, conhecer melhor o que de fato acontece dentro de cada unidade é essencial para melhorar a performance do negócio, inclusive reduzindo o percentual de perdas. Conforme uma pesquisa recente divulgada pela Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas), em 2018 o índice foi de 1,38% sobre o faturamento líquido dos varejistas. Já o setor de supermercadista é o campeão em perdas e apresentou índice de 2,05% no ano passado.

Experiente no assunto, a Bluesoft (https://bluesoft.com.br/), especialista e pioneira no Brasil em ERP em nuvem, elencou dez benefícios do B.I. para supermercados.

1- Análise dos dados de compra nas lojas

Contar com a análise dos dados de compra do seu Supermercado é essencial. Afinal, dessa forma você consegue identificar quais são os produtos com maior saída, ver o desempenho de cada loja de forma isolada, não correndo o risco de cruzar os dados e de analisar a loja de forma errada, tendo mais segurança em suas decisões.

2- Decisões de compra ancoradas em dados

Antigamente, as decisões de compra dos supermercados não eram ancoradas pela quantidade de dados que o B.I. nos dava. Era muito mais pelo feeling do responsável, por exemplo, o que é uma estratégia nada assertiva. Além disso, com a ferramenta de Business Intelligence, é possível prever quando determinados produtos irão acabar, realizando a compra de forma antecipada.

3- Gestão precisa do estoque

Com uma ferramenta de B.I., a gestão do seu estoque fica cada vez mais assertiva e produtiva. Afinal, com ela é possível descobrir o que os seus clientes buscam e entender quando é a maior saída desses produtos, preparando-se para evitar rupturas.

Além disso, com a gestão eficiente do seu estoque, o seu índice de estoque parado irá, cada vez mais, abaixar. Isso acontece por conta da gestão eficiente que a ferramenta de B.I. lhe permite ter, prevendo as faltas de produtos e evitando as compras em excesso.

4- Gestão dos melhores fornecedores

Com o B.I., é possível identificar quais são seus melhores fornecedores com base no histórico de entregas deles. Dessa forma, é possível ver quais fornecedores não atrasam, quais possuem os melhores produtos para a entrega, entre outros benefícios.

5- Capacidade de negociação

Como temos uma gestão dos fornecedores, conseguimos ter uma melhor capacidade de negociação com eles. Além disso, com a ferramenta de B.I. para supermercados, por exemplo, é possível ter o controle dos “fornecedores ruins”, ou seja, daqueles que estão te devendo algum produto, alguma devolução ou outra coisa. Como resultado, com esse controle é possível barrar a negociação com determinado fornecedor até ele realizar o pagamento do que ele lhe deve.

6- Prevenção de ruptura

Como a ferramenta de B.I. mapeia toda a sua loja, realizar a auditoria de presença é cada vez mais fácil. Com o Bluesoft Intelligence, essa tarefa é executada de forma simples. O colaborador percorre toda a loja com um coletor e escaneia um produto de cada gôndola. Depois disso, o próprio ERP já mostra informações como: quanto há de estoque do produto; a data de validade e, se é necessário realizar a reposição para o dia ou não.

7- Prevenção de perdas

Como falamos acima, o percentual de perdas no varejo é de 1,38% do faturamento. Esse número é muito alto e, com a ferramenta de B.I. para supermercados, você conta com as melhores práticas para diminuir suas perdas. Algumas práticas que podemos dar como exemplo são: Antecipar-se às datas de validade dos produtos; Verificar os motivos de perdas em cada loja. Essas ações possibilitam realizar um planejamento para realizar a queima dos produtos a vencer e, criar ações para diminuir suas perdas nesses locais.

8- Sistema para calcular o shelf-life da mercadoria

Shelf life, ou vida útil, é o tempo que um alimento preparado permanece fresco, saudável. Ou seja, é o período de tempo que alimentos, bebidas e outros produtos perecíveis possuem antes do seu vencimento. O shelf life de um produto começa a partir da sua data de fabricação. Ele depende de diversos fatores como: os ingredientes utilizados; seu processo de produção; condições de higiene; armazenamento; e até mesmo o tipo de embalagem utilizada. O ERP, por exemplo, possibilita que se realize o mapeamento de todos os produtos de sua operação, otimizando o trabalho dos seus colaboradores. Com o sistema, é possível monitorar a sua vida útil já no recebimento da mercadoria. Dessa forma, o setor de compras, ou profissionais da área de prevenção perdas definem um tempo mínimo de validade para os produtos em seu recebimento. Evitando por exemplo, que um produto seja recebido na loja com menos de 30% do seu shelf-life total. O colaborador responsável pelo recebimento das mercadorias consegue barrar uma entrega, caso esteja com o shelf-life baixo. Isso evita o recebimento de produtos com um tempo de vida pequeno, diminuindo suas perdas antes do recebimento das mercadorias.

9- Assertividade em suas campanhas de marketing

Como temos cada vez mais informações sobre os consumidores com o B.I., conseguimos criar ações de marketing mais assertivas. Isso acontece porque com esses dados, você consegue saber quais produtos vendem mais, quais estão com uma menor saída, entre outros diversos dados. Assim, é possível criar melhores campanhas e até mesmo descontinuar certos produtos de sua loja, uma vez que a saída deles esteja muito baixa.

10- Antecipação de movimentos futuros

Esse é um ponto importantíssimo para se destacar, uma vez que essa é uma das melhores maneiras de fidelizá-lo. Como a ferramenta de B.I. permite que você tenha todos os dados do seu consumidor, é possível conseguir antecipar-se às suas demandas. Dessa forma, geramos cada vez mais valor para ele. Isso nos ajuda a suprir suas necessidades, aumentar as vendas e oferecer uma melhor experiência de compra para eles.

SOBRE A BLUESOFT (https://bluesoft.com.br/)

Fundada em 2000, a Bluesoft foi pioneira em trazer para o mercado brasileiro o software como serviço (SaaS) e hoje é uma das principais referências no desenvolvimento de soluções de tecnologia para os setores varejista (especialmente supermercados, farmácias, restaurantes e franquias), atacadista e distribuidor, além de postos de gasolina e operadores logísticos, de médio e grande porte do país. Entre seus principais sistemas estão o Bluesoft ERP, Bluesoft e-Commerce, Bluesoft Intelligence, Cosmos, Acelerato e aplicativos para dispositivos móveis.

A Bluesoft é destaque entre as melhores empresas de tecnologia da informação para se trabalhar no país, segundo a Great Place to Work, e considerada uma das melhores Pequenas Empresas em São Paulo de 2019. Além disso, está entre as empresas mais amadas segundo a Love Mondays pelo terceiro ano consecutivo. Quem está no comando da companhia é o CEO André Faria.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?