sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Rede Megamatte usa Inteligência Artificial para conhecer melhor seu consumidor

Na última década são visíveis as mudanças pelas quais o varejo passou. Especialmente com a transformação digital, lojas físicas começam a fechar as portas e perder espaço para o e-commerce. Big Data, Analytics, Inteligência Artificial, Machine Learning são tecnologias que começaram a ser empregadas em grande escala pelas empresas varejistas para entenderem os comportamentos de consumo de seus clientes, analisando dados colhidos de forma online ou nas próprias lojas. A rede Megamate aderiu à inteligência artificial em seus pontos de venda e já começa a traçar o perfil dos seus consumidores.


O interesse das marcas é antecipar a necessidade do cliente e saber oferecer o produto correto, no momento oportuno e com as opções de pagamento e negociação que mais interessa para cada cliente. Saber a preferência individual de um cliente entre milhões pareceu uma tarefa dura antes da chegada de todas essas tecnologias, mas que a partir de agora começam a ser reais e executáveis.

O principal uso da Inteligência Artificial no varejo é conhecer o comportamento dos seus consumidores para poder oferecer os produtos corretos. A partir de então, é possível gerenciar melhor o estoque, desenhar ofertas customizadas e geolocalizadas, definir formas de pagamento e políticas de preço. Além de melhorar a prevenção de fraudes e prever o volume de chamadas recebidas nas centrais de atendimento ao cliente. Outro uso da AI é oferecer experiências para os clientes, especialmente no mundo digital para que ao final, o usuário se engaje com a marca. Algumas possibilidades que já podem ser vistas em grandes varejistas mundiais, por exemplo é o cliente enviar uma foto de uma peça do vestuário que o bot sugere um acessório, dentro do estoque da loja, que combine. Ou é possível hoje encaminhar à loja o seu roteiro de viagens que a partir de análises meteorológicas dos locais que a pessoa vai visitar, o varejista sugere as melhores jaquetas que deverão estar na mala. Para comprar maquiagens, basta enviar uma foto do rosto que a AI faz todo o trabalho de sugerir as tonalidades das bases, sombras que combinam com os olhos e ainda ensina a fazer o contorno perfeito para o tipo de rosto.

A Megamatte, que conta com mais de 150 pontos no Brasil e mais de um milhão de consumidores, em suas lojas por mês já está com esse pensamento e acaba de adquirir a tecnologia em seus pontos de venda. O plano ainda está em poucas unidades funcionando como piloto mas já está dando ideia de como é o comportamento do seu cliente, do que ele mais gosta ou não e quais os colaboradores mais felizes, nas equipes.

“Sempre foi uma característica da gestão da Megamatte o olhar à frente, com o objetivo de tornar os PDVs atrativos para os mais de 1 milhão de consumidores que frequentam as nossas lojas, mensalmente. O acesso à tecnologia e principalmente à inteligência artificial nos inclinou a entendermos os valores que poderiam agregar ao nosso negócio”, declara Júlio Monteiro CEO da empresa.

Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?