Buscar

Quais as maiores dificuldades dos supermercados catarinenses com a tecnologia?

Em evento realizado em Florianópolis, Associação Catarinense de Supermercados (ACATS) e Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) apresentaram resultados de pesquisa qualitativa no setor

Os resultados da etapa qualitativa da pesquisa Cenário Tecnológico do Setor Supermercadista de Santa Catarina, foram apresentados na manhã desta terça-feira (29) durante evento realizado pela Associação Catarinense de Supermercados (ACATS) no Centro Sul, em Florianópolis. O estudo foi possibilitado por meio de um acordo de cooperação estabelecido entre a ACATS e a Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE). Segundo João Stringhini, coordenador da pesquisa e Key Account Manager na Involves, o objetivo foi mapear as visões e sentimentos dos executivos que trabalham em supermercados de pequeno, médio e grande porte para entender as dores e necessidades de cada um, e como a tecnologia pode ser inserida em cada contexto.


Segundo a pesquisa, o setor supermercadista catarinense ainda carece de um pensamento voltado à implementação de tecnologias em seu dia a dia. “Para os empresários do setor as principais referências de tecnologia são, em nível estadual, a opção de self checkout — que é o autoatendimento em supermercados, onde você mesmo passa o código de barras dos produtos e dá sequência ao pagamento; em nível nacional, o aplicativo para relacionamento com clientes do Pão de Açúcar e a Loja Zaitt, totalmente automatizada; e na esfera mundial, a loja Amazon Go e as tecnologias chinesas de modo geral”, contou João.

A pesquisa foi realizada com uma amostra formada por públicos diversos. Desde líderes empresariais (que dão identidade ao negócio ou são responsáveis pela operação em si), passando por líderes tecnológicos (gerentes ou diretores de tecnologia dos supermercados); por empresários de lojas únicas e de redes; e até formadores de opinião.

“A partir das entrevistas, traçamos quatro perfis das empresas do setor supermercadista quanto à tecnologia, divididos em duas categorias definidas por características em comum: Jogador profissional ou Atualizado e Craque ou Conectado, as empresas que possuem estrutura de tecnologia compatível com o seu tamanho, equipe estruturada e entendimento claro da importância da tecnologia para o seu futuro; e Reserva ou Informatizado e Amador ou Automatizado que, ao contrário dos grupos anteriores, não têm a dimensão do que a tecnologia pode fazer por eles, adquirindo soluções pontualmente e sem planejamento”, explicou João.


Organização do ecossistema de tecnologia para o varejo em Santa Catarina


Após a apresentação dos resultados da pesquisa, foi realizado um painel de tecnologia com mediação de João Stringhini e apresentações de André Krummenauer, diretor da Vertical Varejo da ACATE e CEO da Involves, empresa de tecnologia que desenvolve soluções para gestão de trade marketing; Douglas Nicolau, CEO da startup Incentiv.me, que facilita investimentos incentivados em inovação tecnológica e social; e José Cirilo Teixeira, diretor de marketing da gigante de alimentos Seara. O painel teve como objetivo discutir a relação dos supermercadistas com a adoção de novas tecnologias e o relacionamento com os ecossistemas para levar ao supermercadista as melhores e mais inovadoras soluções.

Em sua fala, André apresentou a iniciativa Vertical Varejo e mostrou como vem funcionando o acordo de cooperação estabelecido entre as entidades. “As atividades estão sendo executadas na prática por meio da Vertical Varejo da ACATE, e o processo está dividido em etapas. Primeiro, a pesquisa qualitativa que já foi realizada, seguida pela análise quantitativa dos resultados e pela curadoria de soluções que podem auxiliar nas principais dores identificadas entre os supermercadistas”, afirmou André. O empresário ainda compartilhou uma lista de startups catarinenses que todo supermercadista deve conhecer: Indikatore, Beepay, WiFeed, Reviewr, Teltec Solutions, Smarket, Payface, Involves, Way2, Beon e Figueira Costa.

Com o objetivo de complementar a oferta de soluções para o varejo e o setor supermercadista, a Involves, apresentou, na Arena Pitch do Inova ACATS, uma nova solução que está trazendo para o mercado: o Involves Doors. Product Manager na Involves, Otávio Senna fez a apresentação relatando que o objetivo da nova solução, que ainda está em fase de desenvolvimento, é avançar para o próximo nível de conexão entre varejo e indústria. “A Involves entende que sem a parceria da indústria com o varejo a execução do trade marketing fica comprometida. Por isso, estamos lançando esta ferramenta para registro, controle e compartilhamento inteligente das informações de interações entre indústria e varejo, buscando maior agilidade e mais vendas. Vamos começar pelo módulo voltado aos promotores e demonstradoras, dizendo adeus às cartas de apresentação e criando um aplicativo para conexão de todos os envolvidos”, disse Otávio.

Postar um comentário

0 Comentários