Buscar

Startup de gerenciamento de obras é a campeã de 2019 do Founder Institute Ribeirão Preto e representa a cidade no Vale do Silício, nos EUA

ConstruConnect foi selecionada entre 547 projetos para integrar o programa e foi a vencedora de 2019; idealizador fará capacitação de três meses na Califórnia

O Founder Institute Ribeirão Preto é um programa global em lançamento de startups e capacitação de empreendedores talentosos. Todos os anos, prepara dezenas de empreendedores para aperfeiçoarem seus projetos e seleciona um deles para representar Ribeirão Preto no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Em sua quarta edição, a ConstruConnect, de Rafael Kevin, que é engenheiro mecânico foi a vencedora.


Em 2019, o Founder Institute Ribeirão Preto contou com 547 inscritos em seu programa. Setenta e três foram aprovados, 26 iniciaram o aprendizado e sete apresentaram seus projetos a um júri especializado formado por empresários de fundos de investimentos e a escolhida foi a ConstruConnect. O idealizador Rafael Kevin irá participar do Founder Labs e durante três meses terá mentorias com especialistas do Founder Institute do Vale Do Silício. Após o treinamento, apresentará o projeto da ConstruConnect no Founder X – evento que reúne as principais ideias do mundo inteiro, em Palo Alto, na Califórnia (EUA), em maio de 2020.

“Na ConstruConnect entregamos os dados de obras para que empresas especializadas possam participar de concorrências e alavancar faturamento. Para as construtoras, fornecemos orçamentos de empresas qualificadas para que elas possam fazer escolhas assertivas e obterem um maior poder de negociação. Nosso objetivo é levar oportunidades de trabalho para empresas e profissionais que tenham capacidade de efetuarem os serviços e com isso possibilita a atuação das empreiteiras para que elas possam promover contratações mais assertivas e reduzir custos”, comenta Kevin.

Segundo Kevin, o projeto surgiu com a crise que afetou o Brasil em 2015. “A instabilidade econômica fez com que as empresas do setor da construção otimizassem sua forma de trabalho, buscando maneiras de reduzir os custos de contratação. Com isso, a empresa na qual eu trabalhava teve uma forte queda de vendas, o que me levou a buscar maneiras de prospectar serviços de uma forma eficiente e que tivesse resultados. Após testar diversas formas de fazer esse trabalho, em 2017, encontrei um modelo que desse resultado, então surgiu a primeira ideia da ConstruConnect”, explica.

“Meu objetivo ao entrar no Founder Institute Ribeirão Preto foi o de passar por um processo intenso de mentorias para corrigir os pontos falhos e otimizar a maneira de trabalhar. Minha expectativa foi 100% atendida e além disso tive acesso a uma rede de mentores excepcionais, que me ajudaram a trabalhar especificamente os pontos que eu precisava corrigir”, observa Kevin sobre o treinamento.

De acordo com Kevin, os próximos passos da ConstruConnect é testar o modelo de entrega aos usuários. “Precisamos errar e corrigir rápido, além disso, estamos estruturando o time para conseguir ampliar a carteira de clientes e continuar atendendo com excelência. É a primeira versão do produto”, diz.

"A região de Ribeirão Preto abriga pessoas altamente capacitadas para desenvolverem projetos inovadores e benéficos à sociedade e o Founder oferece condições para que elas possam se estruturar. Todos os anos, conseguimos enviar uma ideia de destaque ao Vale do Silício. Tenho certeza que a ConstruConnect irá se destacar entre as startups selecionadas no mundo inteiro", finaliza Clayton Guimarães, diretor do Founder Institute Ribeirão Preto.

Postar um comentário

0 Comentários