Abiesv apresenta em evento as tendências do varejo 2020, no pós-NRF e pós-Euroshop

Abiesv apresenta em evento as tendências do varejo 2020, no pós-NRF e pós-Euroshop

Tecnologia, sustentabilidade, visual merchandising, iluminação, store design, equipamentos e relacionamento, entre outros segmentos do varejo, serão abordados no 33º Backstage do Varejo, nesta terça-feira, dia 17/3


O evento, que sempre foi presencial, desta vez, será online com transmissão ao vivo, em função das recomendações de prevenção das organizações de saúde para contenção ao Coronavírus

Para atualizar fornecedores e varejistas sobre as novidades e tendências do varejo para 2020 e nos próximos anos, é que a Abiesv – Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo realiza evento nesta terça-feira (17/3), com um compilado do que foi visto nas maiores feiras de varejo do mundo, realizadas no começo do ano: NRF (Nova Iorque/EUA) e Euroshop (Düsseldorf/Alemanha). “Além de abordar os vários segmentos, o interessante é que cada um que esteve na feira tem um olhar e poderá transmitir as suas percepções”, afirma Ana Costa, diretora de Acadêmico e Conteúdo de Abiesv e curadora do evento. “Os participantes terão uma boa noção do que vai acontecer no setor nos próximos anos. As informações serão fundamentais para que as pessoas sigam bem com seu negócio”, diz Marcos Andrade, presidente da Abiesv. O 33º Backstage do Varejo será online, das 9h00 às 12h00, e as inscrições gratuitas: https://event.webinarjam.com/register/1/xyop9cm.

A experiência, o designer como centro de tudo, como se deve pensar o ambiente, o sustentável minimalismo, o branding ancorado no diálogo, e o humano que controla tudo -- a tecnologia é bastidor. Estes são os pilares que estarão na fala de Ana Costa, que palestrará às 9h00, abrindo o evento com o tema ‘Comportamento de consumo/propósito de marca’. “Todos esses pilares que vou apresentar se entrelaçam e deixam claro que a forma de se pensar no negócio tem que ser circular”, explica Ana. Outra questão, segundo a especialista, é que finalmente perceberam que o protagonista continua sendo o humano, a tecnologia ajuda a viabilizar o negócio, mas é a coadjuvante da festa. “Agora, se o varejo não assume a tecnologia para todos os processos, não é possível implantar esses pilares importantes para o negócio”. A especialista conta que tudo o que via nas feiras – NRF e Euroshop – conferia no comércio das ruas. “Alguns casos foram fascinantes. Mostrarei vários cases, de cada pilar que apresentar”.

A curadora também explica que a NRF é uma feira estratégica e a Euroshop é uma feira de execução. Marcos Andrade acrescenta dizendo que a Euroshop tem pouco conteúdo e muita autopropaganda de expositores: “É baseada em produtos e serviços para venda imediata. A feira acontece a cada três anos e os fornecedores fazem altos investimentos nos estandes para marcar presença”. Em sua palestra, às 11h00, Andrade falará sobre ‘NRF x Euroshop - Os cinco drivers do varejo europeu’, que são: sustentabilidade, tecnologia, personalização, relacionamento e pensamento de startup.

Outra palestrante será Solange Renault, sócia-proprietária da A6 Arquitetura + Design, que às 9h30 palestrará sobre ‘Tendências e Equipamentos’. “Este ano na Euroshop notei uma preocupação maior com a questão ambiental: material reciclável e reaproveitamento, quer dizer, empresas preparadas para readequar mobiliário. A indústria está bem adiantada, customiza, pormenoriza e não quer mais jogar nada fora”, explica Solange.

Outro fator percebido pela arquiteta é a diminuição do tamanho das lojas, e lojas dividindo espaços. “Por exemplo, lojas de carros com tamanhos bem menores e digitalizadas, o que permite experimentar o veículo digitalmente”. A arquiteta também presenciou na feira mobiliários múltiplos usos e designer mobiliário não estático (como uma estante que vira mesa), prático para mudanças de layout. “Percebi, ainda, o uso de recursos para uma maior humanização, visando o bem-estar das pessoas no ambiente, como o maior uso do da madeira, de cores mais quentes, materiais ecologicamente corretos, de muita arte, como painéis tridimensionais”.

Transparência, conveniência e entretenimento

‘Apostas em arquitetura para o varejo físico em 2020’ é o tema da fala de Juliana Neves, sócia-diretora da Kube Arquitetura, às 10h30, na qual transparência, conveniência e entretenimento são alguns tópicos abordados, que mostram soluções, que a arquiteta conheceu na Euroshop, que possibilitam boas aplicações no PDV. “Temos várias apostas para o varejo físico para 2020 e os próximos anos. Não são apenas tendências, são caminhos sem volta”, afirma Juliana. “Um deles é a transparência de processos produtivos, em relacionamentos, em atendimento, em contratação, com a comunidade, enfim em todas as esferas”.

Segundo a arquiteta, hoje estão entendendo a loja como uma mídia imersiva, com o papel de contar uma história de como os produtos são fabricados, quais são os principais valores da marca, entre outros. “A loja tem, neste sentido, o papel de educar o cliente, ensinar a comprar o produto, a usá-lo e a tirar o melhor proveito dele”. Já com relação à conveniência, a especialista diz que muitos clientes hoje querem comprar no site e pegar na loja, que tem que estar perto, a empresa tem que ter pequenos centros de coleta e distribuição de produtos, próximos ao cliente para que seja conveniente.

“Outra questão interessante é a de integrar a venda do produto, ao serviço e a experiência – um modelo de negócio bem promissor. E experiência no PDV é entretenimento: a loja como um lugar que se quer ir e não onde se precisa ir. Quando se precisa ir a gente está falando de conveniência. O entretenimento é a loja como um palco desta experiência, propiciando no ambiente coisas que não se vê no online”, finaliza a arquiteta.

Realizada de 16 a 20 de fevereiro, na cidade de Düsseldorf, na Alemanha, a Euroshop acontece a cada três anos, com mais de 2.000 expositores, de mais de 60 países e cerca de 115 mil visitantes. Já a NRF 2020, que contou com a presença de lideranças do setor, aconteceu de 11 a 14 de janeiro, em Nova York. Chamada de Big Show do Retail nos Estados Unidos, a feira teve 38 mil participantes de 99 países, 800 expositores e 16 mil varejistas.

Palestrantes

Marcos Andrade – Presidente da Abiesv, CEO da Expor Manequins (maior empresa de manequins da América Latina e “Pequena Notável” da Forbes 2016), onde atua desde 1992. É palestrante sobre várias áreas do varejo, de visual merchandising até manufatura 4.0 (área que atua na empresa). Eleito personalidade do Ano 2015 pelo Retail Design Institute - Capítulo Brasil e entre as suas demais atribuições estão vice-presidente da Asociación Latinoamericana de Visual Merchandising; conselheiro da SBVC - Sociedade Brasileira do Varejo de Consumo; membro da Diretoria Executiva Estadual do CIESP - Centro das Indústrias do Estado de São Paulo; diretor do Departamentos da micro, pequena, média indústria e StartUps e de Competitividade da FIESP - Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

Ana Claudia Costa – Graduada em Gestão Estratégica de Moda, MBA em branding, pós em trade mkt, pós em Neromkt, especialista em tecnologia têxtil, visual merchandising e comportamento de consumo, Master em Pool hunting. Ministra aulas e palestras em Comportamento do consumidor, gestão de PDV, trade e shopper mkt, tendências de varejo e environment design e construtora em estratégia de varejo e branding,

Juliana Neves – Arquiteta, professora IED Rio/PUC-Rio, autora, graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFRJ e mestre em Design pela PUC-RJ, com pesquisa em Design e Emoção e ênfase em Design para todos os sentidos. Foi pesquisadora na Brown University e tem especialização em Branding e em Experience Design pela escola dinamarquesa Kaospilot. Hoje, é professora convidada do curso de Retail Design & Branding da PUC-Rio, de Projetos Comerciais, no curso Saperfare de Interiores IED Rio, além de ministrar palestras e workshops pelo Sebrae e pela Azov Consultoria, com Luiz Antônio Secco. Está à frente da Kube Arquitetura, escritório especializado em arquitetura comercial e sensorial, que tem em seu portfólio marcas como Outer. Shoes, Hugo Boss, AquaRio, Paineiras-Corcovado, Casa do Médico, Vivire, FOM e Telecine. Em 2017, conquistou três prêmios no A’ Design Award (Itália), uma das maiores premiações internacionais da categoria, com a Loja do AquaRio (ouro), Restaurante Mirante Paineiras (prata) e Outer.Shoes Nova América.

Solange Ranault – sócia-proprietária da A6 Arquitetura e Design, primeiro escritório especializado em arquitetura de varejo no Brasil. A6 tem sua origem em 1982 e, desde então, vem executando soluções integradas, objetivando o sucesso de seus clientes, para mais de 400 empresas em diversos segmentos de varejo. Sócia-fundadora da Abiesv e da RDI – Retail Design Institute Brasil e foi vice-presidente da arquitetura da Popai Brasil.
Anterior
Próximo

post written by:

0 Comentários: