A Bodytech é a mais completa rede de academias do país e, para manter a sua missão neste momento tão difícil que o mundo atravessa devido à pandemia do Covid19, decidiu liberar gratuitamente, até 31 de março, para qualquer cidadão do país ou do exterior, o acesso ao seu aplicativo exclusivo BTFIT, criado em 2015 e eleito pela Apple um dos 15 melhores do mundo. Na região de Sorocaba, a academia da Bodytech do shopping Iguatemi Esplanada, está fechada ao público desde o dia 18 de março.


O BTFIT oferece, em português e inglês, serviços que podem ser realizados a qualquer horário e local: personal trainer, aulas coletivas e programas de treinamento para necessidades específicas e com diferentes níveis de dificuldade. São muitas as opções de aulas, como Yoga, 20 Minute Workout, Mat Pilates, Abdominal, CardioDance e Ballet Fitness, entre outras – tudo online e offline também, após baixar o app.

Eduardo Netto, que faz parte do Conselho Federal de Educação Física (Confef) e sócio diretor-técnico da rede de academias Bodytech, explica que a ação não visa atrair mais assinantes para o App. O foco é ajudar a se desligar um pouco da pandemia em casa. Lembra ainda que, por conta da quarentena, as pessoas têm maior probabilidade de ficarem sedentárias.

"A tendência é ficar no computador ou vendo TV o dia inteiro. E ainda tem o estresse diário dentro de casa. Para quem está acostumado a treinar, interromper as atividades pode ser devastador, não só mentalmente, mas também para o sistema imunológico. Neste momento as pessoas precisam de uma válvula de escape. Liberamos o acesso ao BTFIT inicialmente por 15 dias, mas pode ser que esse período se estenda”, afirma ele.

Dudu destaca ainda que fazer o download do BTFIT para treinar já é uma boa ideia para tirar as pessoas da inércia. Outra novidade é que, nos próximos dias, no perfil oficial do BTFIT no Instagram (@btfitapp), os professores mais experientes da Bodytech farão LIVES diariamente de aulas para as pessoas acompanharem em casa, com uniforme do app.

Eduardo Netto lembra que o importante é se movimentar. Pode ser até em atividades domésticas. "É brincar com os filhos os com os animais domésticos. É fazer as tarefas diárias. Qualquer intervalo na TV, a pessoa deve se levantar e se movimentar. Pode colocar uma música que gosta e dançar. As pessoas não fazem ideia da diferença que isso faz nesta nova rotina”, destaca o diretor técnico.

Ele também alerta para que pessoas com lesões ou problemas de saúde não iniciem os exercícios sozinhos, a não ser que tenham autorização médica. Para as pessoas que podem se exercitar, mas estão iniciando, Dudu aconselha moderação. "Começar com um exercício que seja de fácil execução, fazendo o básico com baixa intensidade. É importante se aquecer no início da prática, não descuidar da hidratação e, no fim do exercício, ir diminuindo a intensidade gradativamente. Se você estiver pulando corda, por exemplo, não pode de repente parar e sentar. Tem que diminuir a intensidade aos poucos para o organismo acostumar”, explica

Record de Downloads

Logo após o anúncio da disponibilidade gratuita do aplicativo foram registrados 10 mil downloads simultaneamente, obrigando a empresa contratar banda adicional na Amazon para suportar os acessos.

Nos primeiros dias de acesso gratuito liberado ao BTFIT, 37 mil novos downloads foram feitos, número 10 vezes maior do que a média. No Google Play, houve um aumento de 300% em 24h. Na Apple Store esse incremento foi de 105%. “Temos usuários conectados em 162 países”, revela Luiz Urquiza, CEO do grupo, explicando que já são mais de 3,5 milhões downloads.

“Quando criamos o aplicativo, a ideia era atender uma nova geração, que tem mais familiaridade com a tecnologia, e resolver os problemas de falta de tempo, restrição financeira ou até mesmo timidez, que impediam as pessoas de praticar atividades físicas. Agora, neste momento, foi propício para que as pessoas não interrompam seus treinos. Não é uma ferramenta que reproduz o mundo offline no online. É realmente uma solução feita para ser usada a qualquer momento, por qualquer pessoa. Eu acredito que, quando tudo isso passar, vamos entender que os treinos presenciais na academia e os feitos pelo app podem conviver em harmonia e uma nova tendência pode ser criada”, finaliza o CEO.

As operações da Bodytech estão fechadas em todo o país temporariamente por conta da pandemia do Covid19. O compromisso da BT é com a saúde e o bem-estar dos clientes e colaboradores e estamos seguindo os protocolos oficiais para que isso seja garantido. Os alunos da Bodytech terão seus planos prorrogados pelo tempo que as academias estiverem fechadas.

Serviço:
Bodytech libera aplicativo de atividades ao público
Data: até 31 de março
Endereço: Avenida Gisele Constantino, 1850 – Votorantim
Informações: (15) 3243-9450