Barra Shopping hospeda a primeira unidade da Casa Reviva na capital carioca, que receberá ainda três novas lojas em 2020.



Com o propósito de ressignificar o consumo ao passo que histórias de vidas em comunidades, no Brasil e na África, sejam reescritas e efetivamente transformadas, a Casa Reviva se firma no país como importante ferramenta social de garantia por direitos humanos, muito além de um negócio.

Formada por uma trama de empreendimentos econômicos solidários apoiada pela ONG Reviva, a Rede Reviva busca reescrever a história de comunidades, no Brasil e na África, acometidas pela deficiência de saneamento básico, educação e fontes dignas de renda, através de iniciativas como as lojas Casa Reviva, que chega em 2020 com 4 lojas em São Paulo inaugurou em soft opening no último dia 8 de março, em homenagem às mulheres, a primeira Casa no Rio de Janeiro, no Barra Shopping.

Para a primeira loja da capital fluminense, além das cerca de 30 marcas hospedadas pela Casa - uma seleção apurada de itens segmentados em moda, decoração, design, bem-estar, cosméticos e gastronomia feitos por pequenos produtores - os clientes poderão acompanhar a jornada de voluntariado oferecido pela Reviva, e se inscrever para participar das expedições humanitárias em Jardim Gramacho (Rio de Janeiro) e Moçambique direto no espaço, para que desta forma receba contato da nossa equipe e conheçam pessoalmente os projetos e iniciativas da ONG Reviva.

Todo o aconchego e a pluralidade da Casa Reviva poderão ser encontrados no espaço, que surge para reforçar o propósito da Casa, pautado na ampliação da Rede Reviva: "abertura de uma loja é sempre um presente para nós e a certeza de avanços importantes nos locais que atuamos, e isso nos deixa cada vez mais motivados em abrir novos espaços. Atuar no Rio de Janeiro, em um shopping como o Barra, traz uma importante contribuição de construir algo maior em Jardim Gramacho. Consumir dentro do estado que abriga uma das nossas principais atuações é uma oportunidade única de revolucionar a vida de milhares de pessoas que vivem sem saneamento básico na região de Duque de Caxias. Para Jardim Gramacho a ideia é capacitação e geração de renda na prática, começando com oficina de costura e produção de sacolas recicladas para atender as demandas das lojas em RJ e SP e gerar renda para as moradoras", ressalta Bruno Silvestre, entusiasta social e um dos idealizadores da Casa.

O Barra Shopping hospeda a primeira unidade da Casa Reviva na capital carioca, que receberá ainda em 2020, três novas lojas em diferentes shopping centers da cidade em 2020, além de novas unidades também em São Paulo.



SOBRE REDE REVIVA:

Idealizada pelos entusiastas sociais Bia Marcelino (24) e Bruno Silvestre (26), a curadoria é sustentada pelo nível de impacto sociocultural e ambiental dos produtos feitos pelos artesãos brasileiros, a fim de promover novas formas de consumo e processos de produção conscientes e justos para o entorno.

Sem fins lucrativos e fundada em 2013, a ONG Reviva é amparada, além dos espaços físicos lojas, pela marca alimentícia Raiz e etiqueta de roupas Voz, com lucro de cada peça integralmente doado para a Organização. Além disso, somam-se as expedições humanitárias em comunidades do Brasil e Moçambique, onde a Reviva promove oficinas de estamparia de tecidos e capacitação de professores para ministrar aulas nas escolas, além de objetivar a criação de postos de trabalho e uma fábrica de tecidos reciclados, no Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro.