O Grupo Ri Happy informa que o seu atual CEO, Héctor Núñez, está deixando o cargo, decisão tomada em consenso há algum tempo e que foi adiada face ao novo cenário trazido pela pandemia da Covid-19. Desde 2012 no comando da empresa, que é controlada pelo The Carlyle Group, Núnez foi responsável pela consolidação da maior marca brasileira do varejo infantil que conta hoje com 284 lojas físicas, plataformas digitais diferenciadas e integradas e uma imagem consolidada como referência no mercado infantil especializado.


Nos últimos anos, o Grupo iniciou a construção de uma plataforma focada em famílias com crianças de zero a doze anos de idade, que engloba as lojas físicas, o e-commerce e outras plataformas digitais integradas,tornando a Ri Happy um varejo omnichannel.

Com a chegada da pandemia e combate ao novo coronavírus, a empresa virou referência na reação do varejo e implantou o modelo “ship from store” com lojas funcionando como pequenos centros de distribuição em apoio ao e-commerce. Foi lançada nas redes sociais a campanha #modobrincaremcasa, um delivery inédito via whatsapp – o “disk brinquedo”,  parceria com novos aplicativos de entrega e lançamento de um programa de afiliados transformando todos os funcionários em revendedores digitais.

O novo CEO da empresa será Ronaldo Pereira,que foi CEO das Óticas Carol nos últimos 11 anos, sendo que nos últimos 3 anos, também foi responsável pelas redes Oakley, Sunglass Hut e Rayban. Ronaldo Pereira assume a partir de hoje (06/07/20) e contará com o apoio de Héctor Núñez no período de transição até o final de julho.