[ListLayout]
×

Carrefour está entre as 50 empresas pioneiras no uso de blockchain na lista da Forbes

Companhia usa tecnologia para rastrear fornecedores e garantir origem de produtos em seis países, incluindo Brasil

A revista Forbes elegeu o Carrefour como um dos destaques da lista Blockchain 50, que destaca empresas que fazem uso pioneiro dessa tecnologia.



A rede monitora mais de 30 linhas de produtos na cadeia de compra, o que representa mais de 200 produtos ao consumidor. Os produtos são marcados com um código QR que os clientes podem ler para saber mais sobre a origem de seus alimentos. A inovação está presente em ovos criados em fazendas, salmão norueguês e queijo Rocamadour, por exemplo.

No Brasil, a linha de produtos suínos in-natura da sua marca própria Sabor & Qualidade é um exemplo de uso do blockchain. A linha exige que os fornecedores adotem padrões de bem-estar animal a partir de critérios de ONGs internacionais especializadas como a Proteção Animal Mundial (www.worldanimalprotection.org.br), o que envolve respeito ao comportamento natural, manejo adequado, qualidade de vida com condições físicas e psicológicas adequadas. O consumidor final tem um QR Code disponível na embalagem para o rastreio de origem.

A iniciativa está alinhada ao Act For Food, estratégia global do Carrefour cujo propósito é promover a transição alimentar, democratizando o acesso do consumidor a alimentos saudáveis, com preços acessíveis, produzidos com responsabilidade socioambiental e controle de qualidade desde a sua origem.

O Carrefour vem trabalhando para expandir o projeto de blockchain para mais de 100 linhas de produtos até o final de 2022.

Forbes Blockchain 50

O blockchain é um sistema que permite rastrear o envio e recebimento de alguns tipos de informação pela internet e investir em tecnologia de dados é reconhecer a importância do caminho do consumidor, entregando um ecossistema forte para uma experiência cada vez mais positiva.

A publicação Forbes Blockchain 50 reúne as 50 empresas com valor de mercado acima de 1 bilhão de dólares que, segundo a publicação, "lideraram o movimento de adoção da tecnologia blockchain no mundo ao longo do último ano".

Comentários