Últimas postagens

C&A aposta em novo mix em parceria com a La Estampa

A C&A anuncia uma parceria inédita com a La Estampa para o desenvolvimento de sua coleção de verão. A La Estampa é reconhecida no mercado de moda por ser referência há mais de uma década na criação e desenvolvimento de estampas. E a C&A, líder absoluta no varejo de moda brasileiro, convidou a empresa carioca para desenvolver a quatro mãos uma coleção com a cara do verão brasileiro, que traz as principais tendências da moda e aposta no mix & match na coordenação de estampas.

A coleção apresenta cinco histórias e dez estampas no total, sendo sempre duas complementares e coordenadas para garantir a proposta mix & match.

Na confecção os modelos must have da temporada são o vestido longo, top cropped e saia skater, que permeiam toda a coleção e aparecem em estampas variadas. A estampa Chevron - clássico zigue-zague ou espinha de peixe - aparece como objeto de desejo da temporada.

Os bodies, que chegaram com tudo e prometem ser hit no verão, também estão presentes para ser coordenados com shorts de alfaiataria ou jeans, trazendo toda a leveza fashion da estação. A linha beachwear apresenta saídas de praia e biquínis - tudo em motivos florais. Já as lingeries ganham detalhes delicados com estampas e aviamentos na cor verde, dando um toque de sensualidade.

Os acessórios também complementam este visual, com mochilas, nécessaires, e práticos marmiteiros nas estampas florais em fúcsia e laranja, no zigue-zague e na estampa de penas tropicais. E nos calçados, tanto as sandálias de salto como as plataformas ganham cores que complementam a estampa zigue-zague, com contrastes no areia e pink. As sandálias tipo Birken e espadrille prometem ser a sensação da estação e também ganham cores metalizadas.

A mais colorida coleção do ano chega à todas as lojas do o Brasil a partir de 03 de novembro.

Sobre a C&A

Líder do mercado de varejo de moda brasileiro, no qual está presente desde 1976, a C&A é uma multinacional de origem holandesa fundada em 1841 pelos irmãos Clemens e August, cujas iniciais deram origem ao nome da empresa. Atualmente a rede possui mais de 270 lojas no País, em 23 Estados e no Distrito Federal. De maneira inovadora, a C&A atua para oferecer produtos e informação de moda, por meio de um intenso processo de pesquisa e entendimento das suas clientes brasileiras. Um exemplo é a plataforma C&A Collections, que traz coleções exclusivas em parcerias com estilistas e grifes nacionais e internacionais.

A empresa é pioneira também em ações socioambientais, recentemente organizadas em torno de sua Plataforma de Sustentabilidade. É a única rede do País que publica seus indicadores de sustentabilidade segundo o padrão GRI, desde 2010; a primeira do varejo de moda a inaugurar uma Loja Eco, com operações planejadas para ecoeficiência e certificada com o selo Leed, do Conselho de Construção Sustentável dos EUA (USGBC). Além disso, por meio de uma empresa autônoma, a Organização de Serviço para Gestão de Auditorias de Conformidade (Socam), a rede tornou-se a primeira do setor a auditar a cadeia produtiva, monitorando padrões de negócios socialmente responsáveis. O compromisso com o desenvolvimento das condições de trabalho em seus fornecedores foi expresso publicamente em 2010, quando foi a primeira empresa a assinar o Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo.

Sobre a La Estampa - Referência em estamparia

Desde 2002 a La Estampa cria e produz tecidos, estampas e cartelas de cores que são o ponto de partida das coleções de diversas marcas do varejo brasileiro. A missão da empresa é inspirar quem cria moda, trazendo para o mercado nacional o que existe de melhor em tecidos planos e malhas, auxiliando clientes a construírem negócios bem sucedidos e sólidos. Com uma equipe ousada e criativa que viaja constantemente em busca de novas inspirações e experiências, a La Estampa desenvolve conceitos únicos em forma de estamparia. A empresa, que tem showrooms em suas Casas de Criação do Rio de Janeiro, São Paulo e Fortaleza, une a qualidade e excelência vindas da Europa com a criatividade do design brasileiro, em busca de soluções completas, inteligentes e diferenciadas. A sede administrativa da La Estampa abriga máquinas de impressão digital de última geração que produzem com mais agilidade, qualidade e baixo impacto ambiental. A produção em cilindro e a La Rio, maior maquinário digital do mundo, ficam instalados em Barcelona. Juntos, os maquinários da Espanha e do Brasil, formam o maior parque fabril de impressão digital do mundo.
Extra comemora 25 anos com ofertas e descontos

O Extra comemora em novembro seu aniversário de 25 anos e quem ganha o presente é o cliente. A rede convida os consumidores de todo o país para aproveitar as ofertas especiais do período e também participar do sorteio de 25 prêmios por semana. Sempre pensando em levar a melhor experiência de compra ao consumidor, o Extra ouviu os clientes nas lojas para saber quais eram os itens mais cobiçados por eles e assim definir os prêmios dessa promoção. Como resultado, o Extra vai sortear carros, eletroeletrônicos e viagens. Serão 25 prêmios por semana entre esses indicados pelos consumidores.

De 30 de outubro a 19 de novembro, a cada R$ 50 reais em compras contendo 1 produto participante, o cliente ganha um número da sorte para participar. Nas compras pagas com Cartão Extra, o cliente recebe um número a mais para participar.

A promoção é válida para todos as lojas do Extra Hiper, Extra Supermercado, Minimercado Extra, Drogarias Extra e Extra.com.br/alimentos. Para conhecer os produtos participantes e demais informações da promoção, o cliente pode acessar o site www.extra.com.br/aniversario2014

Os clientes do programa de recompensas da rede - Clube Extra -, além de diversos descontos exclusivos, poderão participar de uma promoção exclusiva concorrendo a milhares de pontos extras no programa. Serão mais de 7.500 rasgadinhas premiadas com pontos adicionais no Programa e o cliente sabe na hora se foi premiado.

Além das promoções, a rede negociou ofertas ainda mais agressivas para o período de Aniversário. As ofertas fazem parte da estratégia da rede, intensificada desde o inicio do ano, de investir em maior competitividade em preços, reforçando o slogan “Mais Barato, Mais Barato Mesmo”. A estratégia da companhia tem sido o de investir em preço mais barato como diferencial para o consumidor e a rede vem trabalhando em várias ações para garantir a execução dessa diretriz.
Sam’s Club está com mais de 150 vagas abertas no Sudeste e Centro-Oeste

O Walmart Brasil também está com vagas abertas para Pessoas Com Deficiência (PCD), Primeiro Emprego e melhor idade

O Sam’s Club, clube de compras do Walmart Brasil, está com inscrições abertas para vagas de emprego para as unidades das regiões Sudeste e Centro-Oeste. São cerca de 150 vagas nas lojas dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, Goiás e Distrito Federal. Os cargos disponíveis são para promotor, operador de caixa, repositor fiscal, prevenção de perdas, auxiliar de perecíveis, analista de estoque, encarregado de seção, auxiliar de limpeza.

Para concorrer, é preciso ter ensino médio completo. Entre os benefícios oferecidos pela empresa estão: assistência médica, assistência odontológica, seguro de vida, refeição no local, vale-transporte e participação no lucro da Empresa. Não é necessário ter experiência para concorrer aos cargos. Os candidatos aprovados no processo de seleção participarão de treinamento teórico e prático.

Os interessados devem encaminhar o currículo para o e-mail http://www.walmartbrasil.com.br/carreiras/trabalhe-conosco, ou entregar diretamente nas lojas Sam’s Club.
Rapsodia lança seu e-commerce no Brasil

País foi escolhido para receber a primeira loja online da marca em todo o mundo

Os apaixonados pelo estilo boho chic da argentina Rapsodia já podem comemorar. Nesta quarta-feira, dia 29 de outubro, a marca lança seu primeiro e-commerce. Presente no Brasil desde 2012, a Rapsodia conta com três lojas físicas em São Paulo e escolheu o país para receber sua primeira loja online por representar o maior mercado da América Latina.

No site é possível encontrar as peças da coleção Verão 2015, entre as peças desejo todas bordadas, acessórios e objetos de decoração. Destaque para as batas e vestidos bordados e com pegada étnica como casacos, saias e vestidos. Na aba Vintage, é possível encontrar peças de temporadas anteriores, todas com uma pegada super boho chic, lifestyle que é marca registada da Rapsodia.

O pagamento poderá ser parcelado em até 12x sem juros nos cartões de crédito. Para compras à vista também será possível pagamento com boleto bancário.

Acesse: www.rapsodiastore.com.br
no image

Congresso abordará principais tendências, desafios e oportunidades de mercado

Pelo segundo ano consecutivo, a América Latina receberá o único evento do setor especificamente voltado aos varejistas locais e internacionais, o Retail Congress Latin America, no WTC Sheraton São Paulo, nos 12 e 13 de novembro, com a presença dos maiores representantes do varejo na América Latina. O congresso é realizado a partir do World Retail Congress, conferência líder no varejo que, este ano, reuniu aproximadamente 1500 participantes de 74 países diferentes, com o objetivo e necessidade de promover um evento ao mercado latino-americano.

O WRC Latin America é considerado um ponto de encontro para mais de 300 varejistas e fornecedores locais, nacionais e internacionais, tendo como visão identificar oportunidades de crescimento e discutir os principais desafios em toda a cadeia de valor.

O Congresso terá apresentações de mais de 30 palestrantes, incluindo CEOs, presidentes e diretores de todas as áreas do varejo, que representam grandes marcas internacionais e regionais, compartilhando seus conhecimentos e fornecer uma análise aprofundada dos mercados regionais em um contexto global.

Entre eles, estarão Henk de Jong, CEO, Phillips - América Latina; Décio Pecin, Presidente, CNA - Inglês Definitivo; Hector Nunes, CEO, Rihappy; Artur Grynbaum, Presidente – Grupo Boticário; Paulo Kruglensky, Diretor Geral, Etna; Tomás Penido, CMO Brazil, Groupon; Paulo Correa, Vice Presidente de Vendas, C&A – Brasil; João Carlos Brega, Presidente, Whirpool – América Latina; Ricardo Sánchez, Diretor de e-commerce & Multicanais, Fnac Espanha; Brian Marino, Diretor de América Latina, Subway; Frederico Trajano, Diretor Executivo de Operações Magazine Luiza, entre outros.

“O varejo na América Latina está se transformando em uma potência mundial. Sendo assim, este evento abordará a evolução deste setor através do estudo do perfil do consumidor latino-americano emergente e seus hábitos, analisando as tendências do mercado, investigando o varejo e suas estratégias de marketing online e mobile, como também discutir caminhos para alcançar a excelência operacional”, conclui Marcos Gouvêa de Souza, mediador do evento e diretor-geral da GS&MD – Gouvêa de Souza.mediador do evento ertunidades america NA AM
no image

Inaugurado em outubro de 1994, o Shopping Center D chega aos 20 anos como um empreendimento que soube se transformar em sintonia com o aumento da concorrência e com as novas demandas geradas por um consumidor ainda mais exigente.

Em meio a um cenário de permanentes desafios, o shopping apostou num vigoroso e contínuo processo de modernização, que resultará na consolidação como um dos principais centros de compras da zona norte de São Paulo, localizado num dos pontos de maior fluxo de público da capital, próximo a referências como Terminal Rodoviário do Tietê, Complexo do Anhembi, Campo de Marte, diversos museus e estações do Metrô.

"Estamos num mercado em que a fidelização é fator chave. Para torná-la efetiva é preciso fazer com que o nosso visitante tenha uma percepção clara de valor ao se relacionar conosco", afirma o superintendente do Shopping D, Wilson Pelizaro, referindo-se a diversos investimentos em infraestrutura, fortalecimento do mix de lojas e ações de relacionamento.

Estacionamento adota sistema inédito de pagamento por smartphone

Dentro do programa de modernizações gerenciado pelo shopping, a implantação de um sistema de pagamento de estacionamento por meio de smartphone – inédito em shoppings de São Paulo – reflete o objetivo de fortalecer as relações com o público a partir da inovação.

Iniciado no final de 2013 e concluído em abril deste ano, o projeto tem gerado diversos benefícios aos clientes, como economia de tempo, mais comodidade e futuramente participação em ações promocionais e de fidelização. Sua eficiência e exclusividade resultaram, em agosto, na conquista do Prêmio Abrasce, principal reconhecimento do setor de shoppings em nível nacional.

Praças de alimentação ganham nova ambientação

Outro investimento importante foi a modernização das duas praças de alimentação, que juntas somam quase mil m² de área, reunindo mais de 18 operações entre fast food e restaurantes. Orçada em aproximadamente 1 milhão de reais, a obra agregou novo ambiente, com conceito contemporâneo, espaço mais arejado, design moderno e maior capacidade de público.

Entre as principais novidades estão o novo mobiliário, com módulos diversificados que privilegiam o conforto para diferentes gostos e situações, o paisagismo - com vegetação hidropônica em vasos alemães, que dispensam o uso de terra e utilizam um sistema inovador de abastecimento que visa a economia de água, o uso de espelhos como revestimento de colunas e o novo piso que demarca o espaço.

Carros, eletrônicos, vinhos e espumantes para presentear o público

Para valorizar e ampliar o relacionamento com o seu público neste momento marcante de sua história, o Shopping D lançou em 2014 diversas ações promocionais.

Iniciou o ano com promoção que distribuía relógios, no Dia das Mães sorteou um HB20.

para o período do Dia dos Namorados, coincidindo com a Copa do Mundo, uma nova promoção convidava os clientes a concorrer ao sorteio de televisores de 60 polegadas com função futebol, tablets de oito polegadas e smartphones. No Dia dos Pais os clientes foram presenteados com garrafas de vinho Salton.

Como forma de interagir com o público na comemoração dos 20 anos, mais recentemente, de 3 de setembro a 20 de outubro, com a mecânica de compra mínima de 300 reais, os clientes concorriam ao sorteio de dois automóveis UP! MOVE e dois carrinhos infantis motorizados. O Shopping D incrementou a promoção com a oferta de um brinde especial. O cliente que participava da promoção ganhava automaticamente um miniespumante Salton Brut, da marca Salton. E especificamente em 6 de outubro, houve distribuição de bolo, brigadeiros, bexigas e espumante para celebrar a data oficial de aniversário.

Para fechar o ano, o empreendimento prepara grandes surpresas com a proximidade do Natal. Uma das atrações será o Papai Noel, que desta vez fará um passeio pelas ciclo faixas da zona norte, a bordo de uma bike.

A decoração interna terá a inspiração do tema “Festa de Natal do Ursos”, projeto assinado pela Cipolatti, acompanhada de muitos detalhes internos. Externamente o projeto é assinado pela empresa Thematic, que iluminará a fachada com mais de 45 mil lâmpadas LED e uma árvore de Natal com 12 metros de altura irá encantar quem passa pela Avenida Cruzeiro do Sul.

Eventos priorizam cultura e diversidade

Uma das táticas para estreitar o relacionamento com o público tem sido intensificar os eventos culturais. Nesse contexto, a programação abrangeu ao longo do ano várias exposições. Um dos destaques foi a exibição, em julho, de aquarelas pintadas pelo artista plástico Israel Madeira, retratando a aura romântica de Paris.

Em agosto, a atração foi a exposição de brinquedos antigos, com mais de 100 itens da década de 90, resgatando a história de um período marcado por grandes lançamentos no mundo da tecnologia.

Em setembro, o espaço recebeu a exposição "Yamaha Play Now", ação cultural que permitiu ao visitante conhecer e experimentar gratuitamente diversos instrumentos musicais, dos clássicos violões aos tecnológicos sintetizadores, teclados, instrumentos de cordas e seus amplificadores.

Em outubro, a sensação é a exposição “Ameaçados, lugares em risco no século 21″. Gratuito, o evento reúne um acervo de fotos que mostra a atual situação de cinco importantes localidades no mundo que estariam condenadas a desaparecer da Terra durante este século. O motivo seria a ação predatória do homem. Produzido pelo fotógrafo Érico Hiller, da revista National Geographic Brasil, o projeto retrata diversas situações críticas. Entre elas, o derretimento acelerado de geleiras no Ártico e no Monte Kilimanjaro, no norte da Tanzânia; a morte do Vale do Rio Omo, na Etiópia; o aumento do nível das águas na região das Maldivas, no Oceano Índico; e o comprometimento da Mata Atlântica brasileira em decorrência da pressão exercida pelo crescimento urbano.

Novas lojas e mais diversão

Com 85 mil m² de área e 200 lojas, o Shopping D desenvolve esforço permanente para oferecer um mix de lojas atualizado e na medida das necessidades e dos desejos de seus clientes. Nesse sentido, o centro de compras tem inaugurado novas e importantes marcas do varejo, entre elas Cavalera e Areia e Mel, do segmento de moda.

Em lazer, uma das grandes novidades é a inauguração de uma sala de cinema com tecnologia XD (Extreme Digital), inovação da Cinemark. A tecnologia proporciona uma série de vantagens em relação aos padrões tradicionais. Entre os destaques estão a tela 40% maior que os formatos usados nas salas convencionais, o projetor digital de última geração, com definição superior de cor, contraste, brilho e nitidez, e o som, sete vezes mais potente. A obra para adaptação da sala à nova tecnologia durou mais de 60 dias, tendo em vista toda a adaptação necessária à nova tecnologia. A nova sala tem capacidade para 269 pessoas e faz parte do complexo de cinemas Cinemark do Shopping D que possui 10 salas de cinema.
no image

O Instituto Carrefour sedia hoje (29) o Fórum de Desenvolvimento Econômico Inclusivo - São Paulo Diverso, promovido pela Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial da Prefeitura de São Paulo (SMPIR) em conjunto com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Na ocasião, será discutido como empresas e demais organizações podem contribuir para o desenvolvimento social e econômico dos grupos historicamente excluídos do crescimento econômico do país.

O evento está organizado em painéis temáticos que abordarão temas como Comportamento Organizacional e Desenvolvimento Econômico no mundo do Trabalho e contará com a participação de empresários do setor privado, empreendedores e representantes de sindicatos, da sociedade civil, universidades e do terceiro setor. Dentre os temas apresentados, estarão as principais iniciativas do grupo Carrefour voltadas à promoção da diversidade no Brasil e ao redor do mundo.
Mercado brasileiro da moda precisa aumentar produtividade e competitividade

Fórum Negócios da Moda, promovido nesta terça-feira (28) pela FecomercioSP e pelo Estadão, teve debate sobre entraves e soluções para o setor; encontro reuniu 555 participantes

Responsável pela geração de 8 milhões de empregos, diretos e indiretos, e com uma cadeia produtiva que movimenta US$ 50 milhões por ano no País, o mercado da moda no Brasil precisa de estímulos, principalmente do governo, para aumentar a produtividade e a competitividade.

O assunto foi debatido hoje no Fórum Negócios da Moda, promovido pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo. Com apoio do Senac, Abit, Abest, Lojas Renner e Belas Artes, o evento reuniu empresários e especialistas para discutir os obstáculos, as estratégias e o futuro do setor no Brasil.

"O Estado deveria estimular novas formas de resolução de conflitos entre empregadores e trabalhadores, pois, hoje, as empresas não podem criar mecanismos de negociação coletiva", sugeriu o membro do Conselho de Relações do Trabalho da FecomercioSP, Paulo Delgado.

O presidente do Conselho de Administração da Abit, Rafael Cervone Netto, concordou que as amarras trabalhistas e tributárias são os principais entraves para alavancar o mercado nacional. "O setor está em todos os Estados da Federação, mas a Abit se preocupa porque há muito tempo não se via um momento tão hostil para os negócios", disse.

"A moda não é mais um segmento de estética e design, mas um setor da cadeia produtiva que movimenta milhares de empregos, tecnologias e fornecedores, sendo uma cadeia muito rica", destacou, na abertura, o diretor de conteúdo do Estadão, Ricardo Gandour.

Legislação ambiental e carga tributária também foram pontos debatidos no evento, que contou, ainda, com a participação do CEO da Riachuelo, Flávio Rocha. O executivo sugere otimizar regulações e normas que incidem sobre a atividade. "O atual modelo não será sustentável no longo prazo. As reformas que têm sido feitas só levam a frustrações", criticou.

A tecnologia da matéria-prima também foi citada como obstáculo para a moda brasileira se destacar ainda mais, considerando que, muitas vezes, é necessário importar material mais desenvolvido para criar peças inovadoras. O assunto foi abordado pelo presidente da Abest, Roberto Davidowickz.

Brasil no cenário internacional

Segundo pesquisa realizada em 2012 pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), para 16 mercados internacionais, o mundo vê o Brasil por meio de atributos como alegria e a beleza dos recursos naturais e da população. "São atributos sólidos e positivos, mas queremos fortalecer o nosso posicionamento por meio da imagem de um país tecnológico, sustentável, comprometido e criativo", pontuou a analista de Negócios Internacionais da Apex Brasil, Isabel Tarrisse da Fontoura.

Patricia Bonaldi, que iniciou a internacionalização em 2010, destacou que é preciso perseverança e empenho no desenvolvimento de produtos com elementos que os diferenciem do que já é ofertado. "Exportar é muito competitivo, mas é necessário algo que saia do comum para atrair o cliente", disse a estilista.

O responsável pela Paquetá The Shoe Company, Gerson Vaccari, comentou sobre a evolução das exportações da companhia, que iniciou na década de 1970 e hoje soma 35 lojas fora do Brasil - uma delas no Dubai Mall, em Dubai, o maior shopping do mundo. A marca própria Dumond faz sucesso no exterior por possuir itens ligados à imagem do Brasil, como a alegria (presente nas cores) e a sensualidade (que pode ser vista nas curvas dos produtos). Ele ainda relatou a importância de participar de feiras fora do País, pois abrem portas, apesar de ser um processo contínuo.

A competição com o mercado asiático, especialmente a China, foi comentada pelos especialistas. Segundo Isabel, da Apex, o mercado chinês deve ser visto como oportunidade para as empresas brasileiras e não apenas como concorrente porque é um mercado que também consome muito, apresentando um grande potencial de vendas para as marcas brasileiras.

Competitividade e mercado de trabalho

"Fora da legalidade não há competitividade sustentável. Não concordamos com a ilegalidade, mas também não concordamos com a rotulação de um setor inteiro". A crítica é do diretor-superintendente da Abit, Fernando Pimentel. Para ele, no entanto, a situação não é generalizada no setor e, para combatê-la, é necessário um esforço do governo.

A representante do Ministério Público, Fernanda Domingos, comentou sobre a atuação de diversos órgãos do Estado no combate às condições precárias de trabalho, que reforçaram a investigação também em grandes marcas de moda. "Há ainda uma atuação muito forte para impedir a concorrência desleal", citou, indicando a prática de reduzir custos da produção com contratação de mão de obra barata, sem direitos trabalhistas, como maneira de lucrar mais. A estratégia, no entanto, além de prejudicar os trabalhadores, cria um ambiente selvagem para os negócios.

"A inovação precisa ser relevante e ter valor para a comunidade", observou o vice-presidente da C&A no Brasil, Paulo Correa, destaque de um dos painéis. O executivo comentou sobre as estratégias para ampliar a presença da marca e proporcionar uma experiência diferenciada ao cliente: a parceria entre duas marcas - o co-branding - e a inclusão das particularidades regionais do País no desenvolvimento de coleções. Por meio da C&A Collection, a companhia ofertou peças desenvolvidas em parceria com vários estilistas. A ideia é "trazer o melhor do design com um preço que só uma grande rede varejista consegue fazer".

Outro exemplo de inovação brasileira de destaque no mercado é a marca da empresária e estilista Martha Medeiros, que usa como base de suas roupas a renda produzida no Nordeste do Brasil. Martha relatou que hoje trabalha com 400 rendeiras de três Estados. "O principal para o comércio de moda é ser fiel ao seu estilo", recomendou.

As mídias sociais são, hoje, ferramentas relevantes para ampliar o mercado de moda brasileiro. Prova disso é a plataforma FHits, desenvolvida pela empresária Alice Ferraz, que reúne diversos blogues de moda. Segundo Alice, as marcas precisam ampliar os pontos de contato com o consumidor, com o objetivo de conseguir estar sempre presente na sua vida e conquistar sua confiança.

O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira (28) e reuniu 555 participantes, entre empresários, estudantes e profissionais do setor.

Sobre a FecomercioSP

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 155 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por 11% do PIB paulista - aproximadamente 4% do PIB brasileiro - e gera cerca de cinco milhões de empregos.
Mega Moda Shopping espera aumentar vendas em 30% até o Natal

Setembro, Outubro e Novembro são meses que geram um aquecimento no mercado atacadista por causa do Natal. Para este ano, o Mega Moda Shopping, importante empreendimento do polo de moda atacadista do Centro-Oeste, espera aumentar em 30% suas vendas, já que a quantidade de ônibus de 2013 quando comparado a 2104 já teve um aumento de 20%.

“No ano passado, de outubro a dezembro (até o dia 22/12), recebemos ônibus de quase todos os Estados, sendo que a maioria é do interior de Minas Gerais e São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Nossa expectativa é que estes compradores movimentem um volume pelo menos 30% maior neste ano”, afirma Chrystiano Camara, Superintendente do Mega Moda Shopping.

Desde a inauguração, em 2011, o Mega Moda Shopping já recebeu mais de 126 mil compradores de 117 cidades.

Sobre Mega Moda Shopping

Inaugurado em dezembro de 2011, o Mega Moda Shopping é um dos principais empreendimentos do polo de moda atacadista do país. Localizado na região da Rua 44 em Goiânia, o shopping possui 22 mil m² e inicia agora seu projeto de expansão até 2016, que incluirá a inauguração de um hotel próprio, o Mega Moda Soft In. O Mega Moda também possui o espaço Mini Moda, especializado no segmento infanto-juvenil, que também atrai compradores atacadistas de vários Estados do Brasil como: São Paulo, Acre, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Maranhão, Tocantins, Pará, Bahia, Sergipe, Rondônia, Alagoas, Paraná e Distrito Federal. O Mega Moda faz parte da holding do Grupo Novo Mundo, que ainda atua em outros segmentos, demonstrando solidez e predominância no Centro-No rte brasileiro. http://www.megamodashopping.com.br
Grupo Boticário realiza oficina com fornecedores

Empresa busca disseminar atitudes sustentáveis e compartilhar experiências positivas


O Grupo Boticário, empresa que controla as unidades de negócio O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box, realiza, entre os dias 29 e 30 de outubro, em São Paulo, um evento para os fornecedores da empresa. O objetivo do encontro é compartilhar as melhores práticas do grupo em sustentabilidade com seus parceiros de negócio, para que eles também prosperem levando em conta a melhoria de impactos sociais e ambientais. “O Grupo Boticário compartilha com seus fornecedores as melhores práticas e também conduz projetos em parceria, visando benefícios mútuos”, explica Malu Nunes, gerente de Sustentabilidade do Grupo Boticário.

Ao todo serão três encontros com temas e atividades distintas. No primeiro dia acontecerá o Fórum de Sustentabilidade para Fornecedores – Matérias Primas. “Os participantes terão oportunidade de conhecer o caminho percorrido pelo Grupo Boticário em sustentabilidade e também entender o jeito da empresa de fazer negócios, que possui diversas formas de expressão da beleza como referência e a sustentabilidade como prática, quesitos essenciais para alcançar os resultados positivos que a empresa vem conquistando”, afirma Malu.

Já no dia 30 acontecerão mais dois encontros. O primeiro será a palestra Introdução à Gestão de Ciclo de Vida, com Cassia Ugaya, professora da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, que tratará de temas como avaliação do ciclo de vida dos produtos e mensuração da sustentabilidade. A segunda atividade do dia será o Fórum de Sustentabilidade para Fornecedores – Ecoeficiência, que abordará os cenários, tendências e riscos que podem impactar os negócios, cases de empresas que viram na ecoeficiência uma oportunidade de geração de valor, além de outras questões. “Hoje, conduzimos projetos em parceria com alguns fornecedores, usando nossas instalações ou por meio de uma consultoria em indicadores e ferramentas. Essas oficinas contribuem para ampliar o conhecimento sobre os temas de ecoeficiência e sustentabilidade, facilitando o levantamento de oportunidades de evoluirmos juntos”, afirma Malu. Fernando Malta, do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável e Gustavo Pimentel, da Sitawi estão entre os palestrantes do Fórum. Os encontros acontecerão em São Paulo, no hotel Caesar Park, Vila Olímpia.

Sobre o Grupo Boticário

Constituído em 2010, o Grupo Boticário é uma referência internacional no varejo de beleza. Controla quatro unidades de negócio (O Boticário, Eudora, quem disse, berenice? e The Beauty Box), e é mantenedor da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Está presente em nove países e conta com uma força de trabalho composta por quase 7 mil colaboradores diretos que acreditam que beleza não é o que a gente sonha, imagina ou quer. Beleza é o que a gente faz.
Dia Market: mais duas unidades na capital paulista

Nos próximos dias, a Rede DIA inaugura mais dois DIA MARKET na capital paulista. Trata-se de um formato com sortimento superior a dois mil itens, que permitirá ao cliente fazer suas compras mais rapidamente.

O conceito é de loja de conveniência, onde os clientes fazem suas compras no caminho para casa ou adquirindo produtos que necessitam para seu dia a dia. Por isso, dedicou-se maior atenção aos setores de perecíveis (frutas, verduras, padaria e sorvetes) assim como bebidas geladas.

Na próxima 5ª feira (30 de outubro), inaugura a loja que está localizada na Alameda Nhambiquaras, 1161 – Indianópolis. Ela oferece 304 m² de área de vendas, 5 caixas e estacionamento para 14 veículos.

No dia seguinte (31 de outubro) abre as portas a loja do Brooklin, que fica na Avenida Santo Amaro, 2310. Os clientes poderão contar com 424 m² de área de vendas, 6 caixas, sendo 3 normais e 3 rápidos, e estacionamento com vagas para 28 veículos.

O funcionamento será de segunda a sábado das 8 às 21 horas e aos domingos e feriados das 8 às 14 horas.

Nas prateleiras os clientes encontrarão, também, produtos da marca DIA, nacionais e importados. São quase mil itens, com preços de 10% a 40% mais baixos do que os líderes de mercado. A rede vende mais barato porque trabalha no formato hard discount, negocia com fornecedores, mantém controle rígido de custos e otimiza seus processos.

As novas unidades, assim como as demais lojas DIA, contam com sortimento adaptado aos interesses dos clientes da região onde estão instaladas. Seguindo o conceito da Rede, as lojas têm design moderno e estrutura enxuta para permitir que o cliente encontre os produtos que deseja o mais rápido possível.
no image

A Coop – Cooperativa de Consumo acaba de destinar R$ 60.223,77 para a Federação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais do Estado de São Paulo.

Parte desse valor - R$ 29.101,71 – refere-se à Revista Coop, que repassa trimestralmente metade do valor da venda de cada exemplar, já descontados os impostos. Nos meses de julho, agosto e setembro foram vendidos 32.068 exemplares. Outra parte da doação da verba - R$ 31.122,06 - refere-se ao Programa Troco do Bem, uma campanha de arrecadação de pequenas quantias de troco dirigida aos cooperados que fazem o pagamento de suas compras em dinheiro.

Até hoje, os dois programas já propiciaram a doação de R$ 732.573,00 para a Federação das APAEs, que repassa esses recursos às suas instituições localizadas nas cidades onde a cooperativa atua. Atualmente, a Federação reúne 305 unidades no Estado de São Paulo e juntas atendem 75 mil pessoas com deficiência.

Criada há 60 anos, a Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina; figura na 13ª posição do ranking da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados), possui mais de 5,8 mil colaboradores diretos, 21 unidades no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e uma em Tatuí, além de três postos de combustíveis e quatro drogarias externas. Em 2013 a Cooperativa fechou o exercício com fornecimento bruto de R$ 1,967 bilhão.