ULTIMOS POSTS

Artigos & Editoriais

Vendas & Atendimento

Gestão & Liderança

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

CCP lança primeiro e-commerce brasileiro dedicado exclusivamente a lojistas e shopping centers

Inédito no setor e previsto para entrar em operação a partir de novembro, marketplace “ON Stores” chega para ampliar conveniência a clientes e gerar mais oportunidades de venda aos varejistas

A CCP (Cyrela Commercial Properties), uma das empresas líderes em desenvolvimento, comercialização e administração de imóveis comerciais no mercado brasileiro, vai lançar em novembro o “ON Stores”, plataforma e-commerce projetada especialmente para os lojistas que operam nos seis complexos de compras e lazer administrados pela companhia nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás.


Primeiro marketplace do gênero na indústria brasileira de shoppings, o “ON Stores” vai permitir que centenas de varejistas, de diferentes segmentos, possam usufruir de um canal exclusivo de vendas online, com relevante tráfego de usuários, estrutura simplificada e um diferencial na forma de operação: todos os itens adquiridos pela internet deverão ser retirados pelo cliente na respectiva loja física.

Segundo o diretor-presidente da CCP, Pedro Daltro, o objetivo do projeto é oferecer ainda mais conveniência aos clientes e, ao mesmo tempo, promover novas oportunidades de negócio para os lojistas. Daltro estima que o “ON Stores” comece a operar com uma base equivalente a 50% do total de locatários dos shoppings da CCP. “Considerando a funcionalidade, os benefícios e o potencial deste canal, o ON Stores deve gerar um aumento inicial de 5% sobre as vendas totais ”, calcula o executivo.

O e-commerce dos shoppings da CCP vai funcionar dentro do conceito omnichannel, que converge os canais online e offline. Outra facilidade é que o portal de compras poderá ser acessado em dispositivos desktop ou mobile, eliminando eventuais barreiras. Uma de suas vantagens competitivas é o fato de estar totalmente integrado a uma inteligência tecnológica derivada de um projeto anterior, o ON, lançado em janeiro deste ano para atuar nos shoppings da rede como uma espécie de concierge digital. Em apenas oito meses de operação, essa plataforma já registrou mais de três milhões de visualizações, contabilizando aproximadamente meio milhão de usuários ativos.

Se para os clientes a proposta é ampliar alternativas e conveniências, para os lojistas, o foco está na oferta de uma série de vantagens, entre elas: possibilidade de vendas adicionais devido à retirada obrigatória dos produtos nas lojas físicas; baixo investimento; custos da operação substancialmente menores se comparados às médias praticadas por outros marketplaces; maior visibilidade e relevância na internet; e novo canal de venda para divulgação e diversificação de público e portfólio.

Cada um dos seis shoppings da rede terá a sua própria loja virtual, integrada ao ON, mas customizada conforme seu mix de lojas e de produtos. O “ON Stores” será implantado simultaneamente no Grand Plaza Shopping, Shopping Cerrado, Shopping Cidade São Paulo, Shopping D, Shopping Metropolitano Barra e Tietê Plaza Shopping.

Exclusividade no Brasil - O modelo de e-commerce desenvolvido pela CCP e aplicado exclusivamente aos seus shoppings não existe no Brasil. Nos Estados Unidos, onde o comércio eletrônico se encontra em estágio mais avançado, os marketplaces que oferecem plataformas similares atraem os clientes, mas os redirecionam para as lojas virtuais de seus varejistas. “No ON Stores, o usuário permanece no mesmo ambiente digital até a finalização da compra, sendo que o lojista tem acesso a um painel de controle online, onde pode acompanhar toda a movimentação, incluindo volume de vendas, pagamentos autorizados, estoque de produtos, entre outras informações gerenciais”, explica Daltro. “Somos a primeira administradora a testar esse novo modelo de comercialização numa plataforma eletrônica especifica e única”, afirma, justificando que o investimento resulta do compromisso da companhia de intensificar o lançamento de projetos inovadores no mercado, sempre com foco na satisfação dos clientes.

Ação da Drogaria Onofre oferece aferição de pressão e teste de glicemia gratuitos

Serviços fazem parte do programa “Saúde em Dia”, que será realizado na próxima segunda-feira, dia 23 de outubro

A Drogaria Onofre, pertencente à CVS Health, maior empresa de saúde do mundo, realizará na próxima segunda-feira, dia 23/10, a ação “Saúde em Dia”, que tem por objetivo oferecer ao público serviços gratuitos de aferição de pressão e teste de glicemia. Os testes são feitos durante o horário comercial e são conduzidos pelos farmacêuticos das próprias lojas. 26 unidades participam da iniciativa no Rio de Janeiro e em São Paulo


“Criamos o programa para mostrar aos nossos clientes e à população como podemos ajudá-los em seu caminho por uma saúde melhor. Além dos testes, oferecemos ainda um serviço de informação sobre doenças como hipertensão e diabetes”, afirma Mathias Adorno, Diretor de Expansão e Operações da Drogaria Onofre. “De março a agosto deste ano, foram realizados cerca de 3 mil atendimentos. A tendência é que o volume de pessoas e a procura pelos testes aumente conforme a ação ganhar mais visibilidade”, completa.

Ao participar da ação, as pessoas recebem uma carteirinha para fazer o acompanhamento mensal de seus resultados.

Confira abaixo as lojas participantes em São Paulo (capital, interior e Grande SP) e Rio de Janeiro

São Paulo – capital

Angélica
Avenida Angélica, 1868

Augusta
Rua Augusta, 2450 - Cerqueira César

Brigadeiro
Avenida Brigadeiro Luís Antônio, 2183 - Bela Vista

Brooklin
Av. Padre Antônio José dos Santos, 281 - Brooklin Novo

Cachoeirinha
Praça Manuel da Costa Negreiros, 50 - Vila Nova Cachoeirinha

Campo Belo
Rua Demóstenes, 775

Granja Viana
Rua Ushima Kira, 485

Guaianazes
Rua Otelo Augusto Ribeiro, 164

Ipiranga
Rua Silva Bueno, 2106

Moema
Alameda dos Arapanés, 1179 - Moema

Nhambiquaras
Alameda dos Nhambiquaras, 393 - Indianópolis

Paulista
Avenida Paulista, 1257 - Bela Vista

Pedroso
Avenida Pedroso de Moraes, 1193

Portal do Morumbi
Rua Doutor Luiz Migliano, 977

Santana
Rua Voluntários da Pátria, 1876

Santo Amaro
Rua 13 de Maio, 170 - Cantinho do Céu

Vila Mariana
Avenida Conselheiro Rodrigues Alves, 48

Grande São Paulo

Alphaville
Alameda Rio Negro, 967 - Alphaville Industrial

Bosque Maia
Avenida Paulo Faccini, 1411 - Macedo

Guarulhos
Rua João Gonçalves, 75 - Centro

São Bernardo do Campo
Av. Professor Francisco Prestes Maia, 947 - Centro

Diadema
Avenida São José, 67 - Centro

Momento zen no Golden Square Shopping

Clientes terão aulas de ioga, meditação e alongamento neste sábado

Pensando no bem-estar e saúde dos clientes, o Golden Square Shopping promove mais edição do Golden Fit by Formula Academia neste sábado (21), das 11 às 12h30, na Praça de Alimentação.


Males da vida moderna, a ansiedade e o estresse têm sido oponentes difíceis de combater, mas, como usual, a sabedoria oriental tem sido boa fonte de ajuda. Pensando na saúde física e mental dos clientes, o Golden e a Formula vão oferecer aulas gratuitas de ioga, meditação e alongamento. Tudo para deixar corpo e espírito em equilíbrio.

Para as próximas edições e pensando democraticamente em todos os estilos de clientes, o Golden e a Formula organizaram uma programação diversificada que inclui ainda Fit Dance e aula de bicicleta no Estacionamento G7.

Programação Golden Fit

21/10
Dia zen: ioga, pilates e alongamento
Horário: 11 às 12h30 no 1º Piso

11/11
Fit Dance
Horário: das 14 às 15h30 na Praça de Alimentação

16/12
Aula de bike
Horário: 11 às 12h30 no Estacionamento G7

Sobre o Golden Square Shopping

Localizado em São Bernardo do Campo, o shopping está em uma região estratégica, de fácil acesso à rodovia Anchieta, 30 minutos da capital paulista e a uma hora do litoral sul. Muito mais do que um centro de compras completo, o Golden Square Shopping possui um mix de lojas diversificado, que contempla todos os gostos e estilos e oferece opções de lazer e entretenimento.

Em seus 31 mil m² de ABL (Área Bruta Locável), o centro de compras administrado pela Ancar Ivanhoe, uma das cinco maiores empreendedoras de shopping do País, conta com o serviço Pet Friendly, onde é permitida a entrada de animais e com 200 lojas com as melhores marcas do varejo nacional e internacional, restaurantes, eventos e a primeira unidade da Fórmula Academia do ABC.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Burn Energy Drink de cara nova

Estratégia inclui mudança na identidade visual e fortalece presença na música eletrônica e na cena urbana.

BURN Energy Drink, marca de energéticos da americana Monster Energy, apresenta seu novo VIS (visual identity system), revelando uma mistura de energia única com sabor marcante. O novo BURN celebra as manifestações em volta do fogo, presente na história desde a Idade da Pedra. A marca busca cada vez mais reforçar a conexão com os jovens, consumidores autênticos e cheios de atitude, para vivenciar experiências únicas conectadas à música eletrônica e a cultura das ruas.


Disponível em embalagens de lata 260ml e de 1 litro, o novo BURN apresenta mudanças marcantes na identidade visual. O fogo, símbolo da marca, está ainda mais expressivo. A embalagem, que antes tinha o preto como cor predominante, ficou mais intensa e passa a ter imagens de lavas de vulcão. Com a mudança a marca vai ascender as gôndolas em todo o país.

Marca referência em importantes territórios de música eletrônica como Ibiza, BURN vai colocar em prática um plano amplo de ativação, fortalecendo a presença nas principais festas e festivais de música eletrônica no Brasil e co-criando com assets das plataformas de música eletrônica e da cena urbana. Entre as apostas está o carioca Alexandre Adriano, mais conhecido como Alexiz BcX, que participou do BURN Residency 2017, considerado o principal evento da música eletrônica global que busca novos talentos da cena.

Completa a estratégia de comunicação do novo BURN uma forte presença online com conteúdos relevantes de música eletrônica e noite, além da co-criação em parceria com embaixadores para reforçar a conexão com os jovens.

Sobre BURN energy drink - Lançada em 2002, BURN é a marca de energéticos da empresa americana Monster Energy e está presente em diversos países, tendo sua distribuição realizada pelo Sistema Coca-Cola. A bebida faz parte da estratégia global da Monster em ampliar seu portfolio no Brasil a fim de satisfazer às diversas necessidades e desejos dos brasileiros. BURN já fidelizou os consumidores que gostam de agitar e curtir a noite, sendo o combustível perfeito para acelerar o ritmo e esquentar o clima da balada.

O Patinho feio, a Netflix, a Gisele Bündchen e as startups.

Olá amigos do varejo!

Acredito que todo mundo conhece a história do patinho feio, que desprezado no início da história por ser um patinho feio entre os demais, no final da história se torna um lindo cisne, ok, mais bonito que os patos.

Todo mundo já ouviu também a história de alguém que na época de colégio não era muito popular ou atraente, e depois do colégio, digamos assim, superou todas as expectativas. Gisele Bündchen, por exemplo, era chamada de magrela demais.

Magrela demais? 

Nesse contexto, é engraçado como já está até repetitiva a história de empresas que não foram compradas por gigantes do mercado em seu início de trabalho, e que hoje não somente se tornaram as maiores de seu mercado, como também quebraram de alguma forma as empresas que no passado tiveram a oportunidade de compra-las. Quase como uma vingança não planejada, mas com um gosto incrível de vitória.

E não há um só evento que alguém não fale que a Blockbuster teve a oportunidade de comprar a Netflix, que a Kodak poderia ter lançado muito antes as câmeras digitais e por aí vai.
Agora, vamos lá. Vamos brincar de ser o dono da Blockbuster em meados dos anos 2000 quando lhe bateu à porta uma empresa como a Netflix., oferecendo um negócio praticamente igual ao seu, ainda no ramo de locação de vídeos e com uma chance mínima de crescimento, dada as questões de acesso e internet da época.

Mesmo se analisássemos com os olhos de hoje, com mente um pouco mais aberta, acredito que poucos se arriscariam na compra. Embora a própria Netflix já tenha dito que sempre imaginou que a locação se tornaria um negócio de streaming, não há fatos que comprovem isso, e mesmo assim, o mundo precisou girar, e a internet melhorar, para que o negócio de fato pudesse ter chance de vingar. Foi um timing perfeito, entre oportunidade e disponibilidade.

No mundo de negócios de verdade, onde olhamos e valorizamos mais o Excel do que o PowerPoint é certo que todos terão seus dias de Blockbuster em algum momento. Apostar será sempre risco.

Aposta que não há risco é decisão simples.

É difícil olhar para “a magrela” do colégio e apostar logo de cara que ela será uma über model no futuro. É difícil olhar para um patinho feio e acreditar que ele será um cisne no meio dos patos. É difícil olhar uma proposta que ainda está na fase do PowerPoint e acreditar que ela será uma superempresa global um dia.

Para entender isso, talvez seja necessário mais do que uma simples visão apurada. Um acompanhamento mais de perto, dando uma chance para a empresa mostrar seu trabalho pode ser uma alternativa, antes de um aporte ou aquisição. Usando a metáfora da modelo, um olheiro em algum momento “descobriu” a Gisele Bündchen, mas quantas outras “Giseles” dele não vingaram? Alguém um dia viu potencial no Neymar, mas foi acompanhando-o e dando oportunidade para ele mostrar o que sabia fazer, que chegou onde chegou.

Ainda complementando a questão. Será que se a Netflix tivesse sido comprada hoje teríamos o serviço qual temos hoje, ou estaríamos ainda alugando “fitas” na Blockbuster?

Tal como os sins, os nãos também constroem as empresas. As vezes os nãos levam para caminhos diferentes e poucos explorados, onde é necessário mais esforço e criatividade, mas que é onde mora o sucesso.

Feeling é importante, principalmente quando se tem expertise do negócio, mas no mundo de hoje, para se ter sucesso, a mente pode estar nas nuvens, mas os pés sempre devem estar no chão.

A inovação vai (e deve) sempre bater à sua porta, mas cuidado com as apostas.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
Editor | Falando de Varejo

Loja de moda Blog_Spot, de Portugal, adota solução de pagamentos self-service

Loja que vende coleções de estação de diversas marcas adota self checkout fabricado no Brasil

Uma loja de moda multimarcas que vende coleções de estação que ficaram populares online, e na qual o próprio cliente registra e paga pelas compras num equipamento de autoatendimento fabricado no Brasil. Esse é o conceito por trás da loja Blog_Spot, localizada no Shopping Center Alegro Alfragide, em Lisboa, Portugal, que adotou uma solução completa composta por hardware, software e serviços.


A primeira coisa que chama atenção na loja é que ela inova ao dar presença física a marcas que ganharam notoriedade online naquele país e também por ser a primeira adoção do conceito de autosserviço no segmento de moda naquele mercado, uma vez que os self checkouts são populares em segmentos de varejo como em supermercados em Portugal. A Blog_Spot optou por oferecer apenas a modalidade de autosserviço para os pagamentos.

Conveniência – os self checktous da OKI Brasil são bem conhecidos no mercado português, encontrados em supermercados e hipermercados e em lojas do varejo não-alimentar, mas é a primeira vez em que o conceito de autosserviço chega a uma loja de moda. O modelo adotado é o Self Checkout Paytower, que confere agilidade e modernidade no atendimento e que pode atender simultaneamente a dois clientes ao mesmo tempo. Projetado e produzido pela OKI Brasil na fábrica operada pela empresa em Jundiaí, em São Paulo, o self checkout aceita pagamentos em dinheiro (notas e moedas), cartões de crédito e débito e pelo app MB Way, que realiza pagamentos móveis para diversas bandeiras de bancos por meio de smartphones.

Sobre a OKI Brasil

A OKI Brasil é provedora de soluções tecnológicas em automação bancária, automação comercial e serviços de TI. Empresa do grupo japonês OKI, é resultado da parceria estratégica entre a OKI Electric com a Itautec e conta com mais de 2500 colaboradores e extensa rede de serviços, cobrindo mais de 5000 municípios brasileiros, com mais de 1000 técnicos de campo. É líder tecnológica em automação comercial, com presença relevante nos maiores players dos segmentos magazines, supermercados, drogarias e varejo de eletroeletrônicos. Considerando as bases originárias de Itautec e OKI Electric, o grupo OKI tem a 4ª maior base instalada de ATMs no mundo. Além disto, a OKI Electric é líder no mercado asiático de ATMs recicladores, com destacada presença no Japão e China. As soluções da OKI Brasil oferecem alto grau de produtividade, agilidade e segurança nos processos de nossos clientes e contribuem para a realização de seus objetivos e para o crescimento de seus negócios.

Comércio caxiense é impactado pela reforma trabalhista

Com aprovação da lei, empresário precisa estar preparado para mudanças

A aprovação da Lei nº 13.467/2017, que trata da alteração de dezenas de artigos da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), impactou todo o país. Com o comércio, não poderia ser diferente: a reforma trabalhista atinge diretamente o empresário deste setor.

A lei foi publicada no dia 14 de julho deste ano, e entra em vigor 120 dias depois desta data, ou seja, a partir do dia 11 de novembro - daqui menos de um mês. Ainda há tempo, portanto, de se preparar para as mudanças que está nova lei irá trazer. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul (CDL Caxias) promove na próxima quinta-feira (16/10) a palestra Reforma Trabalhista - impactos, desafios e oportunidades, visando justamente discutir quais mudanças e possíveis adaptações o empresário precisa adotar em sua empresa após a reforma.


Dois especialistas na Justiça do Trabalho, os advogados Roberto Pierri Bersch e Maurício de Carvalho Góes, projetam um cenário futuro para o ramo do comércio com base nas interpretações da Justiça Trabalhista. Góes é doutor em Direito, mestre em Direitos Fundamentais e especialista em Direito do Trabalho. Bersch é especialista em Direito Processual Civil, em Direito do Trabalho e em Direito Político.

O evento gratuito e exclusivo para associados acontece no Personal Royal Hotel, em Caxias do Sul, com café às 7h30min e palestra às 8h. As vagas são limitadas.

Inscrições
As inscrições são gratuitas, limitadas e podem ser feitas até o dia 18/10 ao meio-dia.
Telefone: (54) 3209.9977
E-mail: marketing@cdlcaxias.com.br

Morumbi Town Shopping recebe YouTubers do canal Cenoritas em aula de culinária aberta ao público

Ivana e Sofia, ex-participantes do MasterChef Junior, vão ensinar a preparar uma deliciosa sobremesa, em evento totalmente gratuito

Prepare-se para uma tarde de culinária com duas ilustres cozinheiras-mirins! O Morumbi Town Shopping recebe Ivana Coelho e Sofia Bresser, ex-participantes do reality show gastronômico MasterChef Junior e responsáveis pelas receitas deliciosas do canal “Cenoritas” da Snack, rede multiplataforma de canais.


No evento Ivana e Sofia darão uma verdadeira aula de gastronomia e vão ensinar os participantes a preparar uma deliciosa sobremesa inspirada no Halloween, com toda a habilidade e simpatia das cozinheiras. O workshop acontece no dia 20 de outubro, a partir das 17h30, no piso térreo do Morumbi Town Shopping e é totalmente gratuito. Para participar, é necessária a inscrição pelo telefone (11) 3740-6946 ou e-mail sac.morumbitown@gazitbrasil.com.

“Para nós é um prazer receber essas duas chefs que, apesar da pouca idade, têm um talento enorme e com certeza farão ainda mais sucesso nessa profissão no futuro. Como nosso evento é aberto ao público, com certeza será uma troca de experiências muito interessante, tanto para os pequenos como para os pais. Neste mês em que celebramos as crianças, nada mais interessante que incentivá-las a mostrarem o potencial de cada uma, como o que é feito pelas nossas convidadas especiais”, afirma Luiz Siqueira, Superintendente do Morumbi Town Shopping.

As chefs mirins Ivana Coelho e Sofia Bresser se conheceram durante o reality show de gastronomia e, desde então, se tornaram grandes amigas. À frente do canal “Cenoritas”, as duas já conquistaram mais de 10 milhões de visualizações no YouTube, sendo um sucesso entre crianças e adultos.

SERVIÇO:
“Cenoritas In Town”
Data: 20 de outubro (sexta-feira)
Horário: 17h30
Local: Morumbi Town Shopping – Piso Térreo (ao lado do Hipermercado Záffari)
Entrada: Gratuita. Necessária inscrição pelo telefone (11) 3740-6946 ou e-mail sac.morumbitown@gazitbrasil.com.

Sobre o Morumbi Town Shopping: uma cidade de experiências. Com um conceito diferenciado, o Morumbi Town Shopping oferece um mundo de possibilidades que envolve toda a família, integrando inovação, entretenimento, diversão, conveniência, gastronomia e compras de forma única para todos os momentos.

O empreendimento possui marcas renomadas, de diversos segmentos e conta com grandes nomes e operações importantes do País, como as flagships da segunda unidade do hipermercado Zaffari – rede do Sul e uma das maiores do país, Panvel - importante rede de farmácias -, além da Tstore Tramontina - que vende, inclusive, móveis da própria marca – loja da Tok&Stok com mais de 3.000m. Escola de Dança Anacã - com Teatro integrado, YouPlay - espaço de recreação, diversão para as crianças e tranquilidade para os pais, Urban Motion - Parque de Trampolins com mais de 300 m², Air Soft Gun Shop que possui mais de 1000m², MundoMaker, uma oficina de aprendizagem criativa que mescla tecnologias digitais com marcenaria e mão na massa, Bio Ritmo, com conceito inovador de seis academias em uma e o Cinesystem – o Cinema mais moderno da América Latina que conta com tecnologia de ponta e o inovador sistema de autoatendimento.

O Morumbi Town Shopping fica localizado na Av. Giovanni Gronchi, 5930 - Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo/SP.

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Black Friday Experience traz dicas preciosas para consumidores e lojistas de e-commerce

Evento realizado pela FBITS trouxe entre as palestrantes a diretora do Procon-PR, Cláudia Silvano, que listou os principais pontos de atenção na data

A Black Friday, sexta-feira tão esperada tanto no comércio eletrônico quanto no varejo físico, já superou as vendas do Natal e no ano passado movimentou R$ 1,9 bilhão. Dados da FBITS, empresa especializada no segmento de plataformas de e-commerce, mostram que de 2015 para 2016, as lojas credenciadas pela empresa registraram um aumento de 82% de receita, além de acréscimo de 80% de pageviews durante o período da Black Friday.


Em outubro, a empresa realizou a primeira edição da Black Friday Experience, evento voltado para varejistas eletrônico que buscam se fortalecer no meio virtual. “Estamos nos preparando desde abril para a Black Friday e entre os dias 24 e 27 de novembro vamos trabalhar em esquema de plantão 24 horas, com uma equipe de 70 pessoas, dando suporte de infraestrutura para todos os nossos clientes na jornada de compras”, afirma Tiago Girelli, Diretor da FBITS. A companhia atende mais de 500 clientes no mercado corporativo e dentro do grupo Locaweb são 8 mil lojas virtuais, que no ano passado transacionou 8% da movimentação gerada.

Uma das palestrantes do evento foi a diretora do Procon-PR, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Cláudia Silvano, que listou os principais cuidados que devem ser tomados tanto pelos lojistas quanto pelos consumidores na data. Veja a seguir:

Informação é a chave

No ambiente virtual, o varejista deve dar suporte ao usuário, cadastrando o máximo de informações possíveis sobre cada produto. Um exemplo: se o celular tem uma memória de 32 giga, é preciso deixar claro quanto deste espaço será ocupado pelo sistema operacional do aparelho. Outro exemplo é se o cliente colocar um item de uma oferta por tempo limitado no carrinho, é preciso constar que esta oferta será encerrada neste tempo determinado. Apenas dessa forma o cliente escolherá a melhor opção. Mostrar de forma clara os pontos de atenção que o usuário deve ter em caso de dúvidas e especificar canais de atendimento, são estratégias fundamentais, afinal o cliente merece toda a atenção.

Produtos ofertados

Na página do site, é importante mostrar quais itens farão parte da Black Friday. O ideal é criar um hotsite apenas com os produtos para a data, evitando sanções por propaganda enganosa e facilitando a busca pelos produtos com desconto. Prestar atenção nas ofertas oferecidas também é importante, pois muitas vezes os buscadores de preços podem mostrar valores diferentes do valor real ofertado no produto. Caso isso ocorra, o consumidor terá direito a adquirir o item pelo menor preço exibido nos buscadores, gerando prejuízo para os lojistas.

Preços diferenciados e marketplace

De acordo com a Lei 13.455/17, o e-commerce tem total direito de oferecer um preço diferenciado dependendo da forma de pagamento. Por exemplo: é possível dar um desconto maior caso cliente decida pagar no cartão de crédito à vista sem parcelamento. Do ponto de vista da loja virtual a melhor forma é comunicar o valor do desconto em cada caso. Em situações em que o produto é vendido pelo marketplace, é importante ressaltar que se houver um problema de entrega ou indisponibilidade do artigo, ambos serão responsabilizados.

Devolução do bem

Segundo o artigo 49 do Código do Consumidor, o cliente tem o direito de desistir da compra no prazo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação ocorrer fora do ambiente físico. Do ponto de vista do e-commerce, é comum que a loja virtual coloque os produtos devolvidos à venda novamente. No entanto, é importante constar a informação de que o item é recuperado ou seminovo. Investir em boas práticas é primordial.

O que os consumidores devem fazer

Os consumidores devem ter em mente a real necessidade do produto e se possui condições para adquiri-lo, evitando, desta forma, dívidas principalmente no cartão de crédito...sites fraudulentos. A Fundação Procon-SP disponibiliza uma lista com os endereços eletrônicos que não são confiáveis para compra.

Sobre a FBITS

Especializada no segmento de plataforma de e-commerce corporativa, a FBITS, parte integrante da Tray - unidade de comércio eletrônico da Locaweb - oferece soluções que se adequam ao perfil e modelo de negócio de cada lojista com produto constantemente atualizado, e com alto grau de customização e escalabilidade. Para saber mais, acesse: www.fbits.com.br

Quantum inaugura novo quiosque para venda de smartphones

A marca de dispositivos móveis Quantum passa a contar com mais um quiosque de vendas de smartphones e acessórios na capital do Paraná. O ponto de vendas, no qual os consumidores podem conhecer de perto os produtos da marca, fica no Shopping Palladium, localizado no bairro Portão. Com este novo ponto de vendas, Curitiba passa a ter dois quiosques; o outro ponto está localizado no Shopping Mueller, no bairro Centro Cívico.

No novo quiosque, os consumidores podem manusear os aparelhos recém-lançados pela marca e também outros que já fazem sucesso e caíram no gosto do público. São os modelos Quantum SKY, Quantum YOU, Quantum GO2, Quantum MUV, Quantum MUV PRO, Quantum MUV UP e Quantum FLY, além do novíssimo Quantum SKY. “Assim como ampliamos cada vez mais o nosso portfólio, nossa intenção é também estar mais e mais perto do consumidor com pontos de venda físicos. Abrir quiosques representa uma forma do nosso cliente, que se interessa pelos produtos que conhece pelo nosso site, poder definir qual é a melhor opção para ele dentro do nosso portfólio”, afirma Thiago Miashiro, gerente de Negócios da Quantum.


Com ambiente mais agradável e atraente ao consumidor, o novo quiosque conta com um layout diferenciado, especialmente porque a Quantum divide espaço com a internacionalmente reconhecida fabricante de notebooks VAIO, ambas marcas ligadas à Positivo Tecnologia. Quem quiser conhecer o local, pode comparecer ao Piso L3 do Shopping Palladium, que fica aberto das 10h às 23h, de segunda a sexta-feira, das 10h às 22h no sábado e das 14h às 20h no domingo. Além dos dois pontos de vendas em Curitiba, a Quantum conta com outros oito quiosques espalhados pelo Brasil, sendo quatro em São Paulo (nos shoppings Mauá, na cidade de Mauá, Grand Plaza, em Santo André, e Metrô Tatuapé e Eldorado, na capital paulista), um no Rio de Janeiro (no Shopping Nova América, na capital carioca), em Brasília (no Shopping Conjunto Nacional), em Pernambuco (no Shopping Recife, na capital) e no Rio Grande do Norte (no Natal Shopping, na capital potiguar).

PARCERIA COM A TROCAFONE

A Quantum firmou uma parceria com a Trocafone que proporciona descontos aos clientes que derem como entrada o seu smartphone usado. Para isso, basta que a pessoa vá até qualquer um quiosque da marca no Brasil e apresente o aparelho que está em uso para avaliação do vendedor da Quantum. “Nossos vendedores recebem um treinamento da empresa com a qual fizemos parceria para avaliarem o estado dos produtos. Dependendo de como os smartphones estão, podem gerar bons descontos da compra de um aparelho da Quantum”, explica Thiago Miashiro. Quanto melhor o estado do smartphone usado, maior é o desconto na compra do aparelho da marca. Além disso, não há restrição de aparelho ou marca para ser apresentado no quiosque. Todos os smartphones usados como parte do pagamento são enviados para a Trocafone que, após avaliação, comercializa-os em seus pontos de venda.

SOBRE A QUANTUM

A Quantum é uma marca de dispositivos móveis voltada para os usuários que gostam de alta tecnologia e buscam uma compra inteligente. Seu modelo de negócios inovador – com foco principal no meio digital – diminui os elos na cadeia de fornecimento e leva o usuário a outro nível de experiência. Por isso, a escolha do nome Quantum: na física, o mínimo de energia necessária para que um átomo passe de um nível para outro. A proposta de valor da marca é entregar mais por menos. Mais informações em www.meuquantum.com.br.

Consuper investe no estreitamento das relações comerciais

Entre os dias 23 e 25 de outubro, no Centro de Convenções de João Pessoa, acontece a 13ª edição da Consuper (Convenção Paraibana de Supermercados), um dos mais importantes eventos do setor varejista no país, promovida pela Associação Supermercados da Paraíba (ASPB) em parceria com a Associação Paraibana de Distribuidores (Aspad). O evento reúne cerca de oito mil empresários do setor, entre supermercadista de pequeno, médio e grande porte, donos de padarias, bares e restaurantes, fornecedores de diversos estados e representantes da indústria, além de contar com 60 expositores, representando mais de 200 indústrias que apresentam as últimas tendências em produtos, serviços e tecnologias.


Além do relacionamento e troca de informações sobre novidades do setor, o que os participantes mais buscam num encontro como a Consuper é a possibilidade de realizar negócios e estreitar parcerias entre varejo e setor produtivo. Continuando a tendência do ano passado, a maioria dos estandes da convenção deste ano é de indústrias, que buscam apresentar seus produtos diretamente aos varejistas. "O que atrai o interesse de varejistas de todas as regiões para o evento e permite um relacionamento mais estreito entre eles, trazendo assim vantagens para o consumidor", explica o presidente da Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB), José Willame de Araújo .

O tema central do encontro é a gestão do negócio para evitar a ruptura, ou falta dos produtos no ponto de venda. "É importante traçar estratégias para evitar rupturas e um dos grandes problemas que o setor supermercadista enfrenta é o setor logístico. Vivemos num país muito grande e é natural que cargas de outros estados demorem a chegar. Logística ruim prejudica o atendimento ao cliente pela falta de produtos e faz o lojista perder vendas. É preciso trabalhar para otimizar a cadeia de abastecimento", comenta Araújo. Ao abordar esse tema, a ASPB espera sensibilizar também os fornecedores, para que trabalhem juntos com o varejista de forma que todos saiam ganhando.

Expectativa cresce - Mesmo com o assunto crise ainda presente no dia a dia dos empresários, o setor varejista já tem uma expectativa pela retomada do crescimento. Levantamento da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) mostra que as vendas em valores reais do setor apresentaram alta de 0,95% no primeiro semestre de 2017 na comparação com o mesmo período do ano passado.
"Estamos fazendo vários esforços para garantir a competitividade das empresas do nosso setor. Durante todo o ano trabalhamos para realização de uma Convenção focada no relacionamento", analisa Araújo, que reforça a importância de parceria com as indústrias. "É a prova clara que o público da convenção busca, prioritariamente, a concretização de negócios. Isso é bom para a cadeia varejista, os supermercadistas e principalmente para os consumidores, que em breve vão encontrar novas opções de produtos e preços nos supermercados".

Histórico - A primeira edição da Consuper foi realizada na cidade de Campina Grande, na Paraíba, no ano de 2005, com 360 metros quadrados de área de exposição. Atualmente, ela acontece numa área de cinco mil metros quadrados, sendo 2.700 m2 de área de estande. "A Feira está consolidada. Nós temos no Nordeste, hoje, basicamente três feiras de grande importância para o setor supermercadista, uma na Bahia, outra no pernambuco e a nossa aqui da Paraíba", comenta Damião Evangelista, superintendente da ASPB e responsável pela montagem da convenção.

A Consuper tem uma visita diária de aproximadamente três mil pessoas e a expectativa desse ano é um crescimento considerável. Damião diz que a feira vem buscando muito a presença de donos de lojas e compradores das empresas, pois é o público que negocia as compras das empresas. "Precisamos muito da presença de quem tem o poder de decisão, de quem pode junto com o fornecedor construir alternativas de negócios".

A Consuper 2017 é uma realização da Associação de Supermercados da Paraiba (ASPB) em pareria com a Associação Paraibana de Distribuidores (Aspad), com patrocínio do Banco do Nordeste, GS1 Brasil, Isis Laticínios, Mais Descartáveis, São Braz, e apoio da Abras, Abad, Fecomércio/PB, Sebrae/PB, Sindipan/PB e Gráfica JB.

Golden Square Shopping promove encontro de veículos clássicos

Estacionamento será palco da reunião de carros e motos antigas e modernas

O 4º Encontro dos Clássicos já tem dia e hora marcada para acontecer: neste sábado, dia 21 de outubro, os apaixonados por automobilismo poderão se reunir no Golden Square Shopping. O Encontro dos Clássicos será realizado das 14 às 18 horas no estacionamento G6. A expectativa é que mais de 300 carros e motos de modelos clássicos, multimarcas, fora de linha e modernos participem do evento.


Com cunho social, os organizadores do evento farão doações para a Associação São Luiz – Órgão Auxiliar de Apoio de Amparo a Criança, por isso, o ingresso será 2 kg de alimento não perecível (exceto sal) ou 2 litros de leite longa vida ou 2 itens de higiene pessoal infantil.

Realizado em parceria com o Fusca Club ABC, o evento contará com amantes de veículos Volkswagen, Ford, GM, Fiat, Mustang, Honda, além de importados, modelos conversíveis e motos clássicas.

No encontro, será possível admirar carros que já saíram de circulação, mas que são xodós que grandes colecionadores, trocar experiências e histórias a bordo dos possantes. Para fortalecer ainda mais esse hobby, o evento será realizado todo terceiro sábado do mês no Golden.

Fundado em 1998, o Fusca Club ABC começou de encontros esporádicos entre amigos e amantes de veículos VW. Edivaldo Fernandes (Edi) e Luciano Brandolim reuniram proprietários de Fuscas, Brasílias, Kombis, Karmann Ghias, Variant, TL, entre outros modelos e a partir daí criaram o clube. Até hoje realizam reuniões mensais com os associados e tornaram-se uma referência no segmento em todo o País e no exterior.

Serviço
4º Encontro dos Clássicos
Data: Sábado, 21 de outubro
Horário: das 14 às 18 horas

Local: Estacionamento G6 do Golden Square Shopping – Avenida Kennedy, 700, São Bernardo do Campo, São Paulo

Walmart Brasil escolhe a RDS para implantar rádio indoor

Recurso multifuncional estará nas lojas Walmart, Big, Hiper Bom Preço, Bom Preço, Maxxi Atacado, Nacional e Mercadorama

O Walmart Brasil, um dos maiores players do varejo no País, assinou contrato com a RDS – Sell Out Expert, líder brasileira na oferta de soluções de Sell Out, para a implantação da rádio indoor em suas lojas. O movimento abrange as bandeiras Walmart, Big, Hiper Bom Preço, Bompreço, Maxxi Atacado, Nacional e Mercadorama, que contarão com tecnologia de última geração para a produção e transmissão de conteúdos que ajudarão a potencializar as vendas, bem como reforçarão os benefícios e promoções de cada unidade.


Segundo André Ranschburg, CEO da RDS, essa ferramenta trará incremento significativo à comunicação, permitindo trabalhar de forma específica cada bandeira. "Temos toda a estrutura de transmissão via satélite, possibilitando a segmentação máxima do serviço com conteúdos pensados para cada loja. Além disso, a ambientação sonora torna a jornada de compra diferenciada para os clientes", explica.

Street malls: Investimentos promissores no varejo

Street malls crescem cada vez mais em Minas Gerais com a proposta de aliar o que há de melhor no varejo de rua com os benefícios e o conforto de um shopping tradicional

Você está na rua, dirigindo, e lembra que deveria ter passado na padaria, comprado um remédio ou aquele presente para a festa de um amigo. Você não tem ou não quer gastar o tempo necessário para ir há um shopping center tradicional, parar o carro, andar muito, escada rolante, pagar estacionamento, etc... É de olho nessas questões cotidianas que um modelo de negócio tem crescido no país, o de street malls. Assim como os empreendimentos dos Estados Unidos e da Europa, eles são abertos, têm mix de lojas reduzido, estacionamento amplo e, na sua maioria, gratuito para clientes. Acima de tudo isso, a ideia é estar no meio do caminho do cliente e ser visto.


De acordo com Evandro Veiga de Lima Jr., presidente da My Mall, que atua há cerca de cinco anos na incorporação, administração e operação de street malls, essa tendência comprova a necessidade de regionalização, fazendo com que os bairros se tornem cada vez mais independentes. “O produto deste século é a conveniência; assim, esses centros comerciais locais surgem para suprir as necessidades do mundo moderno, com comodidade, praticidade, segurança e conforto. Como resultado, atraem cada mais lojistas e consumidores”, avalia.

Em relação aos centros de compras em funcionamento, desenvolvidos pela My Mall, Lima Jr. garante que eles vivem um momento de estabilidade. "Temos um alto índice de ocupação, os lojistas que temos hoje já estão há algum tempo no local, todos os empreendimentos são ancorados, e, por isso, têm uma clientela que se expande gradualmente devido à qualidade do produto ou serviço oferecido. Assim, eles conseguem enfrentar com mais facilidade os momentos de crise. Buscamos oferecer boa visibilidade para nossos lojistas, vagas de garagem, estética/status, iluminação abundante e segurança, fazendo com que o investimento seja atrativo para ambas as partes. Hoje, 94,1% das nossas lojas estão locadas", pontua.

A My Mall continua prospectando terrenos capazes de abrigar empreendimentos desse tipo. A empresa está investindo R$ 35 milhões na construção de dois street malls em Belo Horizonte e um em Ribeirão das Neves. O My Mall Power Parque Real será erguido no bairro planejado desenvolvido recentemente pela construtora Emccamp no bairro Jardim Vitória, em Belo Horizonte. Com cerca de 3 mil apartamentos entregues, terá aproximadamente 8,5 mil metros quadrados de Área Bruta Locável (ABL), oito lojas destinadas ao setor de alimentação e dez lojas satélites. Haverá ainda três megalojas e 311 vagas de garagem.

A empresa está construindo um street mall na cidade de Ribeirão das Neves e outro na avenida Fleming, no bairro Ouro Preto, em Belo Horizonte. O My Mall Street Ouro Preto terá 2.385 m² de área bruta locável, 3lojas âncoras e 8 lojas satélites. A previsão é de que os empreendimentos sejam inaugurados no final de 2018.

terça-feira, 17 de outubro de 2017

4 dicas para aumentar o checkout nas lojas online e diminuir o abandono de carrinho

Realizar compras online é um hábito cada vez mais comum entre os brasileiros. Comodidade em adquirir um produto sem sair de casa, redução do tempo gasto com locomoção e procura do produto, maior facilidade em encontrar descontos e fazer comparação de preços com outros varejistas são alguns dos principais motivos que fazem os consumidores optarem pelas lojas virtuais em detrimento às físicas.


De acordo com estudo divulgado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 89% das pessoas que tem acesso à internet já realizaram ao menos uma compra online no último ano. Apenas 4% dos internautas nunca fizeram aquisições em e-commerces.

Neste cenário, Douglas Carvalho, diretor de operações da Mandaê, empresa especializada em logística para e-commerce, dá dicas para que os varejistas aumentem o poder de conversão na página de checkout e, consequentemente, diminuam a incidência de abando de carrinho em suas lojas virtuais.

Confira:

1. Design do e-commerce

Investir em design é um dos pontos fundamentais para alavancar as taxas de conversão. Contar com uma página em que os formulários de dados do cliente e as opções de pagamento apareçam em uma única tela, por exemplo, incentiva a compra por mostrar que o processo promete ser rápido e simples. Permitir que o comprador grave esses dados para uma compra futura, realizar o famoso “1 click-buy”, potencializa ainda mais essa dica.

Mais um ponto importante nesse quesito é substituir o cabeçalho da página por links que reforcem a confiabilidade do comprador, como: informações de entrega, gateway de pagamento seguro e certificado de segurança do site. Além disso, deixar em evidência os meios de pagamento disponíveis, opções de frete, valor total da compra e, ainda, ter um espaço com a foto do produto e informações sobre o pedido (volume, cor ou tamanho) pode evitar que o consumidor deixe a página antes da hora.

2. Certificado Digital

Cadastrar nas lojas virtuais as informações pessoais (nome, endereço e telefone) e financeiras (número do cartão de crédito) ainda é um dos principais receios dos consumidores. Por isso, o varejista precisa garantir que a sua loja é realmente confiável e segura. Nesse cenário, o Certificado Digital é um grande aliado, pois reforça a segurança da página em relação à proteção de dados do cartão de crédito, às informações pessoais do usuário, às senhas e ao processo de troca de dados entre servidores distintos.

3. Melhores preços

Com a facilidade que os internautas têm em comparar preços, oferecer produtos com custos competitivos reduz, certamente, o abandono dos carrinhos. Porém, para conseguir chegar às melhores ofertas, o varejista precisa, necessariamente, rever as suas margens de lucro e negociar com fornecedores, repassando, assim, os descontos obtidos aos clientes.

4. Fretes

A maior parte das pessoas enxerga o pagamento de frete como um ponto de atenção nas compras online, sendo ele um dos principais fatores de abandono de carrinho no momento do checkout. Portanto, negociar tabelas vantajosas com o parceiro logístico é essencial para que o frete não se torne um empecilho para a conclusão da operação. Nesse quesito, também é importante garantir a qualidade do envio e um tempo de entrega inferior ao da concorrência, diferenciais que agradam em cheio aos consumidores.

Sobre a Mandaê

Fundada em 2014, a Mandaê é uma empresa especializada em logística que tem como principal objetivo oferecer aos e-commerces a tranquilidade de enviarem os seus produtos de forma rápida, segura e com menor custo. Com apenas três anos de existência, a empresa já atendeu mais de sete mil clientes, consolidando-se como uma das principais referências para o mercado logístico. Liderada pelos executivos Marcelo Fujimoto e Karim Hardane, a Mandaê atende e-commerces da Grande São Paulo, Guarulhos, Santo André e São Bernardo do Campo para entregas em todo o Brasil. Para saber mais sobre a Mandaê basta acessar o site www.mandae.com.br.
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.