JHSF estreia em outlets e aumenta competição em SP


A incorporadora JHSF inaugura neste sábado seu primeiro outlet, na rodovia Presidente Castelo Branco, em São Roque, a 60 quilômetros de São Paulo. A companhia gastou R$ 102 milhões para construir o empreendimento, chamado Catarina Fashion Outlet.

O outlet tem 20 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL) e cerca de cem lojas. Segundo o presidente da divisão de shoppings centers da JHSF, Robert Harley, o empreendimento será aberto com 98% dos contratos assinados e 75% da área locável em funcionamento. O executivo espera que, até dezembro, o índice chegue a 90%.

A ideia é atrair tanto os moradores da capital paulista como de outras cidades da região, como Itu, Salto, Alumínio e a própria São Roque. A expectativa da JHSF é ter de 4 a 5 milhões de visitantes ao ano. O executivo espera que a companhia tenha mais outlets. "É um mercado promissor", afirmou. Atualmente há menos de dez outlets no Brasil. O Ibope Inteligência prevê que, em 2019, haja 35 empreendimentos no país.

Os contratos com os lojistas preveem descontos de 30% a 80% nos produtos vendidos no outlet. São itens de ponta de estoque e peças fabricadas especificamente para o canal. Entre as marcas vendidas no local estão Burberry, Carolina Herrera, Calvin Klein, Giorgio Armani e Hugo Boss.

A JHSF comprou a área onde está o outlet em 2007, e o projeto começou a ser desenvolvido há quatro anos. No mesmo local, serão construídas torres comerciais e um aeroporto para aviões privados, que deve ser inaugurado em 2016. O investimento total na primeira fase do aeroporto ficará em torno de R$ 395 milhões.

O outlet estava previsto para abrir no fim do ano passado. O atraso na inauguração, segundo o executivo, foi devido ao processo de licenciamento, que englobou uma área total de 7 milhões de m2, incluindo o aeroporto.

O Catarina é o segundo outlet no Estado de São Paulo. Em 2009, a General Shopping inaugurou o Outlet Premium em Itupeva. A companhia tem outras unidades perto de Brasília e de Salvador e prevê para 2015 uma unidade no Rio de Janeiro. A Iguatemi tem um empreendimento em Nova Hamburgo (RS) e dois em construção, em Florianópolis e Belo Horizonte.

A BR Malls, em parceria com a americana Simon Property Group, previa abrir no ano passado um outlet com 30 mil m2 de área bruta locável também na rodovia Castelo Branco, a 14 quilômetros do Catarina. No início do ano, a BR Malls afirmou que a Simon está reavaliando seus investimentos no Brasil.

A JHSF é dona de outros quatro shoppings: Cidade Jardim e Metrô Tucuruvi (em São Paulo), Shopping Bela Vista (em Salvador) e Shopping Ponta Negra (em Manaus). A companhia tem outro projeto de shopping em andamento, o Cidade Jardim Shops, ao lado do hotel Fasano, em São Paulo, com abertura prevista para 2017.

A receita líquida da JHSF com shoppings centers aumentou 48% no segundo trimestre do ano, na comparação anual, para R$ 49,5 milhões. Os shoppings Metrô Tucuruvi e Ponta Negra foram abertos no ano passado, o que contribuiu para o desempenho. As vendas também cresceram 46% no shopping Bela Vista, porém ficaram estáveis no shopping Cidade Jardim.

Em relação à proposta da Prefeitura de São Paulo de limitar o tamanho de construções a 10 mil metros quadrados, Harley disse que os grandes terrenos da cidade já foram tomados e que, portanto, não haveria um grande impacto para os empreendedores de shoppings centers. "São Paulo precisava de um rearranjo do Plano Diretor e eu acho que tem muito espaço para crescer dentro e fora da cidade, com todos os tamanhos e tipos de empreendimento", afirmou.

Fonte: Valor
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: