Setor apresentou alta de 10,1% nas vendas do ano passado, em comparação a 2013

Com 25 novos empreendimentos em operação e média de 431 milhões de visitas mensais, o mercado de shopping centers brasileiro registrou, em 2014, alta de 10,1% nas vendas em relação ao ano anterior, atingindo total de R$ 142,27 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Shopping Centers – Abrasce. A expectativa do setor para 2015 é de 8,5% de crescimento.

“Tivemos um 2014 com menos dias úteis, incertezas na política e muitos desafios na economia. Apesar disso, o aumento das vendas no setor em 2014 se manteve acima do desempenho do varejo em geral e do PIB brasileiro. Outros setores da economia, como linha branca, supermercados e automóveis também apresentaram desempenho abaixo do registrado pela indústria de shopping centers. Ainda, nos últimos anos, o número de malls apontou crescimento 61,45%, saltando de 322 empreendimentos para 520. Esses e outros fatores demonstram a resiliência e força da indústria de malls no Brasil”, avalia Glauco Humai, presidente da Abrasce.

A categoria de satélites cresceu 8,22%. Além dos citados, os segmentos de telefonia (21,55%); perfumaria (18,19%) e jóias (13,69%) também tiveram desempenho favorável ao longo de 2014, todos acima de 13%.

O Natal foi a data comemorativa que, como de praxe, mais contribuiu para o crescimento do setor. No mês e no período das festas, os campeões de vendas foram: telefonia (26,83%); artigos diversos (15,71%); lazer e entretenimento (17,06%); conveniência e serviços (16,45%). Em média, as vendas no mês de dezembro cresceram 8,5% em relação ao mesmo período de 2013, performance maior que a do comércio em geral, que apresentou crescimento de 1,2% se comparado ao ano passado.

Cenário

A indústria de shopping centers recebeu 25 novos centros de compras em 2014. O número de lojas cresceu 10,4%, totalizando 9.242 estabelecimentos comerciais em malls. “Esses dados, somados às expansões pelas quais muitos shoppings estão passando, confirmam a continuidade do cenário favorável para o setor, com a redução das taxas de vacância, novos projetos em andamento e uma oferta diferenciada e mais completa de serviços e produtos aos frequentadores”, reforça Humai.

A região Sudeste foi a que ganhou a maior quantidade de novos empreendimentos – ao todo foram 12 – seguida pelas regiões Nordeste, Norte, Sul e Centro Oeste. Dos 25 shoppings inaugurados, apenas seis ocorreram nas capitais. Pela primeira vez na história da indústria, o percentual de shoppings inaugurados fora das capitais é maior que o de shoppings nas capitais. Apesar de perfis variados, 41% dos malls estão concentrados em municípios que possuem até 500 mil habitantes, o que confirma a tendência de interiorização do setor.

Para 2015, a Abrasce acredita na manutenção do ritmo de expansões e inaugurações no setor, que prevê a chegada de mais de 26 shoppings até o fim do ano, 16 deles em cidades que não são capitais. A estimativa de investimento total nesses projetos, incluindo novos shoppings e expansões é de cerca R$ 16 bilhões, sendo que 48% estarão concentrados na região Sudeste. O Nordeste ocupa o segundo lugar, com 24% desses investimentos, seguido pelas regiões Norte (16%), Sul (7%) e Centro-Oeste (5%).

Neste ano, 12 cidades receberão seu primeiro shopping, de forma que, até o fim de 2015, 58% dos empreendimentos estarão concentrados fora das capitais. Dos atuais 520 shoppings, 18% contam com projetos de expansão. “O setor de shopping centers continua em crescimento e os lançamentos previstos para este ano demonstram a confiança do empreendedor. Acreditamos que 2015 será um ano desafiador para a indústria, com juros mais altos e problemas estruturais em relação à falta de energia e água. No entanto, poderemos demonstrar toda a força do setor”, conclui o presidente da Associação.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: