Loja das Torcidas realiza seu planejamento com base na expectativa de resultados


Planejamento! De acordo com o dicionário, ato de projetar um trabalho, serviço ou mais complexo empreendimento. Determinação dos objetivos, metas e coordenação de meios e recursos para atingi-los.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Sebrae, o índice de mortalidade dos negócios tradicionais é de 24,9% em dois anos. Os motivos? Variados! Mas entre eles, o item citado acima: planejamento, ou a falta dele.

Esse processo gerencial é fundamental para o mercado de negócios, principalmente diante da complexidade do cenário empresarial e de tantas turbulências e incertezas que ele apresenta.

Países de primeiro mundo tem o hábito de usar planos de estratégias desde os primeiros passos da empresa; mesmo que ela esteja, ainda, no papel. No Brasil, empresários se adaptaram a essa realidade, e cada vez mais, utilizam do método.

Em São José do Rio Preto, a rede de franquias especializada em presentes esportivos, Loja das Torcidas, utiliza a técnica para atrair o consumidor e consequentemente vender mais. De acordo com Samadhi Muller, diretor executivo da marca, o planejamento facilita definir e avaliar os objetivos comerciais. “Esse método permite alinhar as expectativas de crescimento para a loja, os ganhos para a rede, franqueados e também para o consumidor final”, relata.

Planejamento em busca de resultados

Existem vários modelos que são altamente eficazes, o ponto a ser avaliado é em qual molde melhor se adapta a sua realidade. Muller revela que realiza seu planejamento com base na expectativa de resultados. “São calculadas as metas de cada franqueado, estas, são destrinchadas por vendedor, por dia e atendimento médio. Caso este último não atenda a necessidade por ticket médio (cálculo obtido pela divisão do volume de vendas), entramos em ação com campanhas que atraiam o consumidor. Exemplo disso é a utilização da rede de gestão de relacionamento: o CRM (Customer Relationship Management) que armazena as informações de compra dos clientes junto com seu cadastro. Assim, entramos em contato direto com eles para oferecer novos produtos”, conta o empresário.

Dentro do conceito planejado, a rede cria reuniões para motivar a equipe, expor e indicar estratégias de vendas. “Mensalmente as equipes de venda recebem treinamento. No primeiro momento são apresentados os resultados alcançados na campanha de incentivo, depois promovemos uma troca de ideias, além de abrir espaço para sugestões de ação”, fala Samadhi.

Dentro do conceito de motivação, a marca inclui campanhas de incentivo onde a cada mês os maiores crescimentos são pontuados e no final a unidade vencedora ganha prêmios. “Para isso criamos metas, mas cada uma atrelads dentro de sua realidade como por exemplo, custos, despesas e número de atendimento”, conta.

O resultado final do planejamento sempre é um só; aumento real do faturamento, porém o empresário conta que a forma a se chegar nele pode variar. “Caso exista a manutenção em uma rua que impeça o acesso de clientes a alguma das nossas unidades, tentamos melhorar ainda mais a qualidade da venda, como por exemplo: aumentando o ticket médio. É claro que quanto mais utilizarmos de ferramentas e opções, melhores serão os resultados”, explica Muller.

Gerenciamento e treinamento: resultados dobrados

“Temos uma unidade em que o franqueado estava muito desmotivado, sem tempo de acompanhar o negócio já que ao mesmo tempo desenvolvia diversas atividades paralelas. Suas vendas realmente estavam desesperadoras, nesse tempo, outro franqueado se interessou e adquiriu a unidade. Só com o gerenciamento e treinamento da equipe que já trabalhava na unidade, seu faturamento e resultados dobraram”, revela.

Como avaliar se o resultado deu certo? Não existe outro jeito a não ser medindo, acompanhando e gerenciando os números. De acordo com Samadhi, o planejamento influencia tanto nos franqueados como no público. “É bastante interessante observar os resultados de vendas. Não só os franqueados se envolvem mais, como também se comprometem. Percebemos ainda que os clientes voltam e acabam criando um laço de amizade”, conta.

Mudanças são constantes e aceleradas. Especialistas dizem que empresas que não forem capazes de se planejar, serão facilmente aniquiladas pelos concorrentes. O planejamento é mais do que necessário para as empresas hoje em dia! Samadhi Muller finaliza com uma dica: Para colocá-lo em prática de forma efetiva é preciso que o gestor conheça cada um de seus elementos, suas funções e seus limites.

Sobre a Loja das Torcidas

Sob o comando dos empresários e irmãos Daniel Guimarães e Samadhi Müller, a Loja das Torcidas nasceu no final de 2012, na cidade de São José do Rio Preto/SP. A receptividade do público pelo comércio superou as expectativas em apenas seis meses e fez com que o negócio, então, começasse a atuar no mundo do franchising no primeiro semestre de 2013.

Com dois modelos de negócio – loja fixa e quiosque – a rede oferece um mix com mais de cinco mil itens voltados aos principais clubes de futebol do país, proporcionando um atendimento personalizado ao cliente final a fim de satisfazer os anseios daquele torcedor sempre em busca de novidades do time do coração. A Loja das Torcidas conta atualmente com unidades franqueadas espalhadas por todo o país. O investimento inicial para obter uma franquia da rede é a partir de R$ 109 mil e o retorno pode ser obtido de 18 a 24 meses.

Respaldo ao franqueado
Com acompanhamento sistêmico, treinamento e gestão de resultados, o franqueado encontra segurança para o desenvolvimento e posicionamento de sua unidade no ponto aprovado.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: