O volume de vendas no varejo registrou o pior desempenho desde 2003, de acordo com dados divulgados, recentemente, pelo IBGE. Observando essa queda na atuação do setor, podemos vislumbrar a análise de dados como uma saída crucial para a recuperação do varejo.

Paulo Ferezin, da KPMG
Ela permitirá a captação e fidelização de novos clientes, redução de custos, entre outras possibilidades. Quando estudados de forma adequada, os dados se transformam em informações que podem ajudar a diagnosticar as reais diferenças no funcionamento das lojas, assim como suas origens, permitindo a conversão desse conhecimento em novas oportunidades de receita e em reduções de custos.

“Muito tem sido dito nos últimos dois anos sobre o fenômeno “Big Data” e seu poder de transformar o cenário de negócios. Ferramentas de análise e suporte a gestão do “Big Data” podem ser apontadas como uma das soluções para o restabelecimento do setor”, analisa o diretor e líder para o setor de varejo da KPMG, Paulo Ferezin.

De acordo com ele, uma análise de dados coerente e estruturada pode ser a chave para identificar a origem de qualquer deficiência no desempenho das empresas, assim como, as possíveis medidas e soluções para contornar esses problemas. A partir desse diagnóstico, é possível detectar lojas para fins de iniciativas de melhorias, desenvolver programas e estratégias para reprojetar um estabelecimento comercial, escolher novos locais e mercados para atuação e, até mesmo, decidir encerrar permanentemente as atividades de uma loja ou negócio.

Sobre a KPMG

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 155 países, com mais de 162.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. As firmas-membro da rede KPMG são independentes entre si e afiliadas à KPMG International Cooperative (“KPMG International”), uma entidade suíça. Cada firma-membro é uma entidade legal independente e separada e descreve-se como tal.

No Brasil, somos aproximadamente 4.000 profissionais distribuídos em 13 Estados e Distrito Federal, 22 cidades e escritórios situados em São Paulo (sede), Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Joinville, Londrina, Manaus, Osasco, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São José dos Campos e Uberlândia.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: