Além de trazer dicas para os lojistas alavancarem os negócios em meio à crise, o jornalista enfatizou que os empreendedores não podem ficar parados, pois época de crise é celeiro de oportunidade.

Mesmo apresentando um diagnóstico completo do cenário econômico brasileiro, que está em crise, o jornalista, economista e âncora do programa Conta Corrente da Globo News, Dony De Nuccio, mostrou para lojistas de todo país como é possível sair fortalecido diante de um cenário desfavorável, na palestra “Conjuntura econômica: onde estamos e para onde vamos” durante a 3ª Febravar.

Segundo pesquisas citadas pelo jornalista, o Brasil é o terceiro país mais pessimista do mundo, de 33 países em que o empresariado foi questionado. Ainda ressaltou que o país está na lista dos 30 países com maior carga tributária do mundo e que recebe o menor percentual de retorno para a população.

Mas diante de todos os dados apresentados, Dony afirmou que o cenário de crise traz grandes oportunidades. “O desemprego gerado na crise oferece mão de obra qualificada com menor valor”, afirmou.

De acordo com o jornalista, os empreendedores não podem ficar parados, pois não se pode utilizar de uma mesma estratégia de negócio em um cenário econômico diferente. “O lojista não pode tomar atitudes iguais as de anos anteriores em que não enfrentou uma crise. Se mudou o cenário econômico, é necessário o lojista mudar também para crescer em tempos de crise”, afirmou.

O economista ressaltou que o brasileiro é o povo que mais tem apetite empreendedor, que gosta de ser patrão. “Temos mais empreendedores que nos EUA. 76% preferem criar seu próprio negócio, 74% enxergam no empreendedorismo a base da riqueza e 76% dos que querem investir não tem capital para tal”, explicou.

Dony lembrou que mesmo nos mercados mais saturados, como o da cerveja, o empreendedor brasileiro consegue criar novidades e fazer o setor crescer ainda mais. “Inventa-se a cerveja gourmet, e é um estouro! Em dois anos e meio o ramo cresceu 36% e 120 novas marcas foram criadas nesse período”.

O mundo digital também não deixou de ser citado na palestra e, conforme o economista, o virtual jamais pode ser esquecido. “Em 2017 a proporção é de que cheguemos a um computador por pessoa e, esse impacto alcançará também nos smartphones, que em 2014 chegaram ao número de 55 milhões de aparelhos. 31% dos brasileiros que tem smartphones acessam a internet diariamente. Não dá para ficar de fora do mundo virtual”, afirmou.

Para finalizar, o jornalista citou algumas dicas para os lojistas aplicarem em tempos de crise como ser eficiente, inovar, criar na crise, fazer networking, surpreender, encantar e seduzir o cliente. “É preciso criar uma experiência incrível para o consumidor na hora da compra. Superar a expectativa dele tanto na hora da venda quanto no pós-venda. O preço não pode ser o único ingrediente de atração. O mais importante é a fidelização do cliente”, enfatizou Dony.

E em relação às críticas recebidas por consumidores, Dony logo alertou de que devem ser consideradas para crescimento. “Quando alguém traz um feedback negativo do seu negócio, é a oportunidade para se reavaliar e mudar”, finalizou.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: