ULTIMOS POSTS

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Cinco tecnologias que mudarão nossas vidas nos próximos cinco anos

Analistas dizem que um punhado de tecnologias estão prontas para mudar nossas vidas até 2021. IoT, bots, Inteligência Artificial, Realidade Aumentada e Hybrid Wireless impactarão diretamente os negócios e o comportamento dos consumidores, segundo Forrester Research.

A Forrester Research vê 15 tecnologias emergentes importantes neste momento (veja a lista completa aí embaixo ). Na opinião de Brian Hopkins, analista de arquitetura empresarial da consultoria, cinco delas têm potencial para mudar totalmente o comportamento dos consumidores e a forma como as empresas operam: Internet das Coisas, Agentes Inteligentes , Inteligência Artificial, Realidade Aumentada e Hybrid Wireless.



“Essas cinco tecnologias terão maior impacto sobre a capacidade das empresas para ganhar, servir e reter clientes”, escreveu Hopkins no estudo da Forrester. “Elas são as tecnologias que terão o maior impacto nos negócios nos próximos cinco anos. Até 2021, vamos atravessar um período de transição entre as experiências físicas e digitais.

Segundo o analista, os agentes inteligentes, associados aos sistemas IA, estão se tornando habilidosos o suficiente para entender o comportamento dos usuários, interpretar as necessidades e tomar decisões.

“Até 2021, acreditamos que a automação, apoiada por agentes inteligentes derivados da evolução da Inteligência Artificial e das tecnologias cognitivas, eliminará cerca de 6% dos empregos norte-americanos”, escreveu Hopkins. “Mas a perda não será uniforme”, segundo a Forrester. Haverá uma perda de 11% dos postos de trabalho mais vulneráveis e criação de 5% de postos de trabalho e, segmentos específicos.

Outra tecnologia emergente chave é a tecnologia Hybrid Wireless _ interfaces e software que permitem que dispositivos usem diferentes protocolos, frequência e provedores. “Até 2021, uma infraestrutura de rede virtual surgirá de um conjunto de redes sem fio que servirão à Internet das coisas e às plataformas de engajamento com os clientes”, explica Hopkins.

Em relação à Realidade Aumentada, a Forrester acredita que, nos próximos anos, elas será mais usada por empresas do que por consumidores. O mesmo acontecerá com a Realidade Virtual. Já com a Internet das Coisas, espera-se o contrário.

Fonte: CIO (via SBVC)

Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.