Por Maurício Correa*

Já consagrado como um dos segmentos mais rentáveis do mundo, o e-commerce conquistou adeptos por todo o globo diante da comodidade, aliada à economia e à segurança. Ainda assim, as lojas virtuais procuram inovar a todo o momento, incorporando novos modelos de negócios: a sensação agora é o clube de assinaturas. A ideia central é transformar uma única decisão de compra em uma aquisição regular, levando o cliente a consumir os produtos da loja periodicamente.


Relativamente novo, esse modelo está angariando diversos consumidores e empreendedores dos mais variados segmentos. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), aproximadamente 500 lojas virtuais já haviam aderido aos clubes de assinatura até o início de 2016 e esse número deve subir para 700 até o final deste ano.

Basicamente, existem dois tipos de clubes de assinatura. Os que primam pela praticidade se assemelham a uma loja virtual tradicional, suprindo de forma automática as necessidades básicas dos usuários, oferecendo produtos de rotina como comida, produtos para higiene, produtos para pets, cosméticos etc. Já os de curadoria têm como foco possibilitar experiências únicas aos clientes, enviando itens novos e de acordo com o perfil do cliente. O tipo de produto é variável, passando por vinhos, cervejas, comidas gourmet e até livros, entre outros, geralmente indicados aos clientes por especialistas.

Conheça a seguir três vantagens aos assinantes:

Comodidade - O cliente tem a opção de receber em casa e com recorrência produtos do cotidiano, como alimentos e roupas, até itens mais sofisticados ou raros, que atendam algum hobby, como vinhos de safras específicas, cervejas importadas ou itens de colecionadores. Com isso, dispensa a necessidade de se deslocar a mercados ou shoppings para comprar, e também não precisa se preocupar em efetuar um pagamento no site todo mês, já que ele é realizado automaticamente no cartão de crédito.

Satisfação - Os clubes de assinaturas baseados em curadoria possuem a prática de mapear perfis específicos para cada cliente. Dessa forma, nos casos em que a assinatura não define exatamente o que será enviado – sabe-se que será um vinho suave, mas não de qual safra, por exemplo –, a empresa já tem conhecimento das preferências do assinante e pode identificar qual categoria de produto lhe conferirá uma experiência única.

Exclusividade – Algumas lojas oferecem itens em pré-lançamento, principalmente nos casos de bebidas, produtos gourmet, livros ou filmes. Desta forma, o cliente fica a par de novidades e também recebe produtos em primeira mão, antes de irem ao mercado tradicional. Os assinantes premium têm acesso a materiais informativos personalizados com informações do produto e dicas para aprimorar a experiência com a harmonização do vinho, por exemplo.

*Maurício Correa é diretor comercial do DCG – Digital Commerce Group, um dos principais fornecedores de tecnologia para lojas virtuais, detentora das marcas EZ Commerce, CORE, Octopus e Services.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: