Confira a lista!

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Startup Pegaki realiza encontro com varejistas em São Paulo nesta segunda-feira

Evento reúne os principais parceiros da rede de pontos de entrega, além de apresentar o mercado e os benefícios do modelo para varejistas interessados em aderir ao negócio

Ao invés de esperar encomendas chegarem pelos Correios, os consumidores agora podem retirá-las pessoalmente em unidades de empresas como Accor Hotels e 5asec, entre outros pontos de venda, que atraem clientes para seu ponto de venda. Destes, em média 30% acabam comprando algum produto na loja no momento de buscar sua encomenda. Este é um resumo do trabalho da rede de pontos de retirada Pegaki.

João Cristofolini, da Pegaki
A empresa realiza na próxima segunda-feira, 13 de agosto, um encontro com seus principais parceiros na ponta do varejo com foco em atendimento, vendas e operação, além é claro de receber novos interessados em fazer parte da rede. O evento ocorre das 18h30 às 21h, na Avenida Paulista, 1776. O ingresso custa R$ 30 e pode ser adquirido pelo http://day.pegaki.com.br/.

Entre os temas a serem abordados no evento, estão as métricas de rede pontos de entrega pelo mundo, a expansão da rede e do conceito no país e os benefícios para o varejista, como o potencial aumento nas vendas. Estão previstos ainda o sorteio de brindes, a premiação dos melhores pontos e um Coffee Break.

"A Pegaki rentabiliza um espaço físico ocioso e leva novos potenciais clientes para dentro da loja todo mês. Em média, 30% dos clientes que passam no ponto para retirar suas encomendas, acabam comprando algum produto na loja. Certamente é uma alternativa inteligente não só para o e-commerce e o consumidor, como também para o ponto de venda", afirma o CEO e sócio-fundador da Pegaki, João Cristofolini.

Além de João, também estarão presentes os outros dois sócios-fundadores, Ismael Costa e Daniel Frantz. João destaca-se pela construção de uma rede de franquias com mais de 30 unidades pelo Brasil, pela autoria de 6 livros de negócios, além da fundação do ResumoCast, podcast de negócios mais acessado do iTunes no Brasil. Ismael Costa também é CTO e Co-fundador da ConnectMoves e profissional com experiência de dez anos em desenvolvimento de softwares e aplicativos. Frantz foi COO e Sócio da Amplio/Metta Trading por 7 anos e é fundador da Solesto, e-commerce com faturamento de mais de R$ 3,5 milhões por ano.

O encontro contará ainda com a palestra de Fred Rocha, um dos maiores especialistas em varejo do País. Entre seus prêmios, Rocha foi considerado o melhor profissional de marketing digital do Brasil pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM) e personalidade de marketing do Brasil pelo DIGITALKS, um dos maiores eventos de marketing digital do País.

Tendência

Alguns indicadores revelam o tamanho desse mercado. No Brasil, grandes redes iniciaram 2018 apostando no modelo de retirada em ponto como alternativa de entrega e diferencial para o cliente. Por aqui, 20% das empresas que contam com e-commerce e loja física já oferecem retirada na loja física. Lá fora, o mercado é ainda maior: só em 2017, Europa, EUA e China somaram cerca de 40 mil pontos de retirada, média de 300 mil pacotes por dia, o que equivale à 40% de todas as compras online. "Tratam-se de números absolutamente significativos e que revelam a tendência irreversível do modelo agora proposto no Brasil pela Pegaki", pontua Cristofolini.

Atualmente, a startup Pegaki conta mais de 300 pontos ativos e mais de mil em fase final de aprovação em diversas cidades do País, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba. Ao todo já foram mais de 10 mil produtos entregues, o equivalente a R$ 1 milhão em produtos. Além dos grandes parceiros na ponta do Varejo, e-commerces de grande porte já se atentaram ao potencial da startup e atuam com a empresa, entre eles a Dafiti, maior e-commerce de moda da América Latina, e a Futurain, uma das maiores gráficas online do Brasil.

"Mais de R$ 1 milhão em produtos já foram entregues em pontos de retirada da Pegaki em pouco mais de um ano de operação. Esse valor corresponde a retirada de mais de 3.500 pedidos. Isso porque essa é uma solução simples, bem mais eficiente e que vem agradando todos os agentes envolvidos. Estamos contentes com os resultados e cientes de que há muito trabalho pela frente. Trata-se de uma tendência irreversível", finaliza.

Serviço

Evento Pegaki
13 de agosto, segunda-feira, das 18h30 às 21h
Avenida Paulista, 1776
Ingresso: R$ 30 e pode ser adquirido pelo http://day.pegaki.com.br/.

Sobre a Pegaki

A rede de pontos de retirada da Pegaki disponibiliza a solução para o problema das entregas não realizadas, sem investimento em infraestruturas caras, como lojas próprias ou lockers. O negócio funciona da seguinte forma: o consumidor compra online em e-commerces e retira seu produto no ponto Pegaki mais conveniente, que são estabelecimentos parceiros que funcionam como pontos de retirada. Dessa forma, a Pegaki traz benefícios para todos as partes envolvidas – os consumidores, os e-commerces, as transportadoras e os estabelecimentos que operam como pontos de retirada.

A Pegaki é fundada por João Cristofolini (CEO), Ismael Costa (CTO) e Daniel Frantz (COO). Os três executivos possuem vasta experiência no mercado corporativo e de startups. João destaca-se pela construção de uma rede de franquias com mais de 30 unidades pelo Brasil, pela autoria de 6 livros de negócios, além da fundação do ResumoCast, podcast de negócios mais acessado do iTunes no Brasil. Já Ismael Costa também é CTO e Co-fundador da ConnectMoves e profissional com experiência de dez anos em desenvolvimento de softwares e aplicativos. Por fim, Daniel Frantz foi COO e Sócio da Amplio/Metta Trading por 7 anos e é fundador da Solesto, e-commerce com faturamento de mais de R$ 3,5 milhões por ano.

O perfil dos empreendedores e o potencial disruptivo do modelo de negócio da Pegaki vem despertando interesse dos investidores. A empresa foi acelerada pela Cotidiano Aceleradora, em uma primeira rodada de investimento de R$100 mil. Em 2017, a Pegaki recebeu um segundo aporte, de R$360 mil, via EqSeed, plataforma que conecta startups a investidores. O valor foi levantado em apenas 9 dias, tornando-se o case de mais veloz da fintech e um marco no mercado de equity-crowdfunding brasileiro. Mais informações: http://pegaki.com.br/

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search