Expectativa é de “leve” crescimento em relação a 2014

Apesar de um contexto econômico com fraca atividade econômica aliada a uma desaceleração no consumo e na tomada de crédito, o Dia das Mães continuará sendo a segunda melhor data em termos de faturamento para o comércio, superada apenas pelo Natal. A constatação é da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) que prevê um “leve” crescimento nas vendas (0,21%) em relação ao mesmo período de 2014. A data deve movimentar R$ 2,145 bilhões no varejo da capital mineira. No último ano o comércio cresceu 0,47% em maio quando comparado com o mesmo período de 2013.

Com a pressão inflacionária e os juros maiores, o presidente da CDL/BH, Bruno Falci, explica que mesmo com o forte apelo emocional que o Dia das Mães representa, as vendas não devem ter um crescimento significativo. “As pessoas não deixarão de presentear. Mas este ano deve aumentar a procura por produtos de menor valor”, disse. “Diante de um cenário macroeconômico difícil, o empresário tem como desafio atrair os clientes para sua loja, melhorar a experiência de compra do consumidor, oferecer conforto e comodidade no momento das compras, além de produtos diferenciados”, completou.

Nesta data alguns setores podem apresentar um desempenho melhor, como produtos de utilidade para o lar, eletroeletrônicos, eletrodomésticos, perfumaria, moda feminina, acessórios, calçados e livraria. “Para incrementar as vendas, o comerciante pode apostar na comercialização de kits, estratégia que atrai a atenção dos consumidores por seu custo/benefício, além de auxiliar os homens na escolha dos presentes”, finalizou o presidente da CDL/BH.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: