Levantamento inédito traz uma síntese de cinco pesquisas realizadas sobre a intenção de compra e o perfil do presenteador nas principais datas comemorativas do ano

Presentear as crianças é prioridade para o consumidor gaúcho quando o assunto são as principais datas comemorativas nacionais, conclui pesquisa encomendada pela CDL POA e Sindilojas Porto Alegre. Em contrapartida, os mimos para os namorados costumam ser adquiridos no próprio dia 12 de Junho e o dos papais acaba ficando para a véspera. Independentemente da ocasião, o fato é que, quase a metade dos entrevistados (45%) efetiva a compra na própria semana em que se realiza a celebração.


Mas, no que toca o bolso, as mães são as que ganham os presentes mais caros: 35,9% dos consultados afirmam gastar de R$ 100 a R$ 200 para homenagear as progenitoras, sendo que, neste caso, o aumento do preço pode ser fruto da conhecida vaquinha entre irmãos (13% apontaram adotar o método nesta data). Já os pais recebem lembranças entre R$ 50 e R$ 100. Os tickets ficam mais altos em comemorações nas quais apenas uma pessoa será presenteada. Os valoresficam menores quando há mais de um contemplado, como nos casos do Dia das Crianças e do Natal.

De acordo com o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, a pesquisa veio para instigar os lojistas, em meio à crise, a criarem e reinventarem novas táticas para venderem mais em cada uma das datas comemorativas. “Preparar o ponto de venda para atrair o perfil de cada consumidor e investir em opções diferenciadas de produtos são fundamentais para se destacar e aumentar as vendas. O lojista precisa usar essa informação a seu favor para traçar as melhores estratégias para conquistar o cliente”, afirma.

O presidente da CDL POA, Alcides Debus, observa que a pesquisa também confirmou que a mulher se destaca como tomadora de decisão na hora da compra. Ainda que a intenção fosse um equilíbrio proposital entre os gêneros durante as enquetes, a maioria das pessoas que se identificavam como presenteadores foram do sexo feminino. “Nós, lojistas, precisamos estar atentos às consumidoras, uma vez que a nossa pesquisa identificou que são mesmo elas que acabam decidindo sobre os presentes, na maioria das vezes, independente da ocasião. Além disso, já que sabemos que o Visual Merchandising também pode influenciar na venda, alertamos aos nossos lojistas que é imprescindível decorar a vitrine com um mês de antecedência e estar bem preparado para vender, especialmente, na semana que antecede às principais datas do varejo”, ponderou.

Na busca por regalos para estas datas, o shopping é a preferência para 61,2% dos consumidores, seguido das lojas de rua (29,4%) e da Internet (6,2%). Sobre a forma de pagamento, 34,4% dizem desembolsar o valor à vista em dinheiro, 26,4% à vista no cartão débito, 11,4% no cartão crédito com uma parcela, 26,2% no cartão crédito parcelado e 1,3% prazo cartão/crediário da loja. Cheque pré-datado está em desuso (0,3%).

Comportamento dos consumidores

Apesar de toda a vontade de acertar, a maioria dos entrevistados (38%) apresenta um perfil Prático de consumidor e afirma não ter maiores ressentimentos se o presente tiver de ser trocado. O perfil Planejado, que se organiza para a compra com mais antecedência, representa 25% do montante, embora a complexidade das listas de Natal recrute mais gaúchos para este tipo (nessa data, a média de Planejados sobe para um terço).

São as crianças as responsáveis por amolecer o coração dos presenteadores gaúchos: quase 30% das pessoas se dizem Afetivas (querem dar algo com significado especial) quando vão comprar o presente na data especial dos pequenos. A média geral de Afetivos é de 18%, já o espírito “confio no meu taco” do perfil denominado de Projetivo é o quarto colocado, com 14%.

Sobre a pesquisa

O relatório traz uma síntese de cinco pesquisas realizadas em 2015 pela Vitamina Pesquisas sobre a intenção de compra e o perfil do presenteador nas seguintes datas comemorativas: Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia da Criança e Natal. Foram consultados 1,5 mil consumidores, a partir dos 18 anos, das classes A, B, C e D. As saídas a campo ocorreram, em média, 60 dias antes das datas.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: