[ListLayout]
×

Água de Cheiro dribla crise econômica e cresce 17% em número de operações

Prestes a cumprir meta de expansão para 2020, rede de beleza e perfumaria pretende triplicar presença nacional nos próximos cinco anos

Em 2020, todo o mercado de trabalho e econômico foi impactado devido à crise ocasionada pela pandemia da Covid-19. Porém, mesmo em meio ao cenário delicado, a Água de Cheiro , pioneira no mercado de franquias de beleza e perfumaria, trabalhou com estratégias que auxiliaram a marca a driblar a instabilidade econômica e, inclusive, continuar crescendo. A previsão era de inaugurar 40 novas operações ainda este ano e, até o momento, 32 novas unidades já foram implantadas em todo o país, o que aponta o sucesso da rede em seu plano de franca expansão que teve início há três anos, com a compra da marca pelo Grupo Narsana.


Quando comparada a 2019, a Água de Cheiro já cresceu cerca de 17%, alcançando o marco de 140 operações rodando nacionalmente. Segundo Olindo Caverzan Júnior, diretor da Água de Cheiro, isso se deu graças às minuciosas estratégias de expansão da marca e uma possível mudança no comportamento do consumidor brasileiro. "A pandemia nos mostrou que apesar do mercado de beleza não ser considerado como essencial, mesmo em meio à crise as pessoas continuaram interessadas e consumindo produtos do segmento, o que gerou maior interesse nos empresários que buscavam por empreendimentos seguros e, consequentemente, encontraram na Água de Cheiro o negócio perfeito para apostar suas fichas", pontua.

Ainda de acordo com o diretor, foi necessário estar mais próximo de potenciais empresários, alimentando-os com informações que comprovem as chances de retorno do empreendimento, além de investir em campanhas de incentivo mais agressivas. "Notamos que os empreendedores ainda estavam por aí, procurando oportunidades, porém mais cautelosos e precavidos. Por isso, desde o início, cercamos nossos leads com dados e resultados relevantes, como o nosso ticket médio que, atualmente, é de R$95, comprovando o crescimento de 22% em relação ao ano passado", completa Caverzan.

Estratégias regionais

Ao longo do ano, o foco da Água de Cheiro esteve voltado para a abertura de unidades na região Sudeste, principalmente em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, cidade de origem da marca, além de Fortaleza, na região Nordeste, por se tratarem de áreas estratégias de visibilidade para a rede de beleza e perfumaria. Em média, entre as 32 operações inauguradas em 2020, 14 delas estão presentes nas quatro cidades.

Além disso, a busca por multifranqueados, ou seja, com interesse na abertura de mais de três operações, continua como parte essencial na estratégia de expansão da rede. "Hoje, cerca de 25% dos franqueados da Água de Cheiro detêm mais de um ponto comercial, e nós trabalharemos para que esse número cresça de maneira saudável dentro da marca, pois entendemos que é um caminho sustentável e eficiente para a rede expandir", comenta o diretor. A expectativa é que, em cinco anos, a rede triplique suas operações. Os valores de investimento para uma franquia variam entre R$ 84 mil a R$ 197 mil.

Sobre a Água de Cheiro

Fundada em 1976, em Belo Horizonte, a Água de Cheiro é pioneira no mercado de franquias de beleza e perfumaria. Responsável pela criação de grandes clássicos da perfumaria brasileira, como Absinto e Água Fresca, a marca é reconhecida pela qualidade de seus cosméticos e fragrâncias. Com cerca de 140 unidades e mais de 400 produtos em seu portfólio, Água de Cheiro trabalha com linhas próprias e produtos fashion brands mundialmente conhecidas. Ao longo de toda a trajetória, a marca trabalha para desenvolver produtos de qualidade que atendam aos mais diversos perfis de consumidor, tendo pluralidade e multiculturalidade como valores essenciais de sua história. https://www.aguadecheiro.com.br/ .

Comentários