Latam Retail Show- O maior evento de varejo da América Latina
  • Últimas postagens

    Franquia é a porta de entrada do empreendedor

    Frente ao atual cenário econômico, muitos profissionais tem recorrido ao franchising como alternativa de desenvolvimento ou empregabilidade

    Por suas características de maior suporte e previsibilidade, o sistema de franchising é uma porta de entrada para empreendedores que desejam criar seus primeiros negócios. Não por acaso, diversos franqueadores, consultorias e fornecedores do sistema de franchising irão participar da Feira do Empreendedor 2016, evento promovido pelo Sebrae que ocorre de 20 a 23 de fevereiro, no Pavilhão do Anhembi.

    Cristofoletti, da ABF
    O mercado de franchising vem se mostrando resiliente frente ao atual cenário brasileiro. Mesmo com quedas expressivas no varejo e no PIB, o setor de franchising registrou crescimentos nominais de 7,7% em 2014 e 8,3% em 2015. Existem mais 138 mil unidades de franquia em operação no País (uma expansão de 10,1% em relação a 2014) que empregam quase 1,2 milhão de pessoas. Apenas em 2015, foram gerados mais de 90 mil postos de trabalho diretos.

    A natureza colaborativa do franchising (a essência deste mercado é baseada na transmissão de conhecimentos do franqueador para o franqueado e o compartilhamento de recursos) cria um negócio que não parte do zero: o franqueado tem acesso a uma marca estabelecida, produtos e serviços desenvolvidos e testados, processos desenhados e uma cadeia de fornecedores e abastecimento já em funcionamento. Isso tudo faz com que a mortalidade de negócios no sistema de franquias seja muito menor (cerca de 4%) em relação a negócios isolados (cerca de 40%).

    Segundo o vice-presidente da ABF – Associação Brasileira de Franchising, Altino Cristofoletti, “o empreendedor com pouco experiência tem no franchising a oportunidade de ingressar no mundo dos negócios com um modelo pré-formatado e supervisão constante, trazendo, portanto, mais segurança. Além disso, a gama de franqueadores é vasta – são mais de 3 mil –, dando margem para que o empreendedor escolha aquele cujo modelo de negócio ele tenha mais afinidade ou conhecimento”.

    A ABF aponta ainda as seguintes vantagens do modelo de franquias para quem deseja abrir seu negócio:
    - Acesso a marcas já conhecidas
    - Adesão a modelos de negócios amplamente testados
    - Suporte e orientação do franqueador
    - Acesso de recursos compartilhados como softwares, plataformas, materiais de marketing e comunicação etc.
    - Orientação na elaboração e execução de planos de negócio
    - Produtos e serviços já desenvolvidos e, na maioria das vezes, testados e comprovados
    - Maior acesso a informações do mercado alvo (geralmente fornecidas pelo franqueador)
    - Em alguns casos, necessidade de menos capital inicial de investimento
    - Acesso a serviços e treinamentos do franqueador
    - Acesso a iniciativas de comunicação, como propaganda cooperada

    Sobre a ABF
    A ABF – Associação Brasileira de Franchising é uma entidade sem fins lucrativos, criada há 29 anos para divulgar, defender e promover o desenvolvimento sustentável, técnico e institucional do modelo de negócio denominado como Franchising/Franquia. Sendo assim, a instituição reúne todas as partes envolvidas na franquia - franqueadores, franqueados, consultores e prestadores de serviços – para garantir e disseminar as melhores práticas da indústria do franchising no Brasil.

    Entre as funções desempenhadas pela entidade estão orientar o investidor como pesquisar corretamente uma franquia, indicar leituras especializadas e fornecer dados sobre as empresas franqueadoras no Brasil e no exterior. Para as empresas interessadas em expandir seus negócios por meio do sistema de franquia, a ABF indica quais ações são necessárias para formatar o negócio, assim como relaciona profissionais de consultoria em Franchising para auxiliarem o processo.

    Mais informações: www.abf.com.br e www.portaldofranchising.com.br