• Últimas postagens

    Depois de registrar expansão em 2017, setor de street malls entra otimista em 2018

    Mudança de hábito do consumidor, possível recuperação da economia e queda dos juros são os principais motivos para o aumento da confiança

    O segmento de street malls está com expectativas positivas para 2018. É o que afirma o empresário Evandro Negrão de Lima Jr., presidente da My Mall, que atua há cerca de cinco anos na incorporação, administração e operação de empreendimentos desse segmento. Ele acredita que, com a queda dos juros –que atingiu o menor patamar da série histórica, em 7% ao ano, podendo cair ainda mais em 2018– aliada à mudança de hábito das pessoas, que cada vez mais buscam praticidade, agilidade e conveniência, em linha com a concorrência dos grandes shopping centers e o comércio eletrônico, o setor continuará a crescer e segue com otimismo em relação a 2018.

    “O ano foi bem difícil para a economia e para a maioria dos setores, porém os street (ou strip) malls performaram bem. Em termos macro, o PIB acumula uma queda de praticamente 10% nos últimos três anos, mas agora parou de cair e começou a apresentar uma leve alta depois de algumas medidas corretas do governo”, destaca o empresário, que cita a necessidade de sensibilizar os deputados e senadores para o crescimento. “A Reforma da Previdência é fator chave para sustentar esse movimento de recuperação”, acrescenta.

    My Mall

    Para a My Mall, os resultados de 2017 foram positivos. A incorporadora finalizou um empreendimento na região da Pampulha, que totaliza cerca de 1.500m² de área bruta locável (ABL), o nono da empresa. “Conseguimos manter altas taxas de ocupação e inauguramos, em dezembro, nosso quarto locatário no segmento de academia, sendo a primeira da rede Smart Fit, uma das cinco maiores redes do mundo, na nossa unidade Pampulha. Além disso, estamos desenvolvendo seis novos projetos, localizados em Betim, Ribeirão das Neves e nos bairros da capital mineira Jardim Vitória, Ouro Preto, Palmares e Buritis, dos quais três (Ribeirão das Neves, Jardim Vitória e Ouro Preto), que totalizam cerca de 10 mil m² de ABL, serão lançados em 2018”, destaca.

    Agora, a My Mall está otimista para captar investimentos externos por meio de investidores ou Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI), facilitados com a queda de juros. “Se o movimento de reformas do atual governo for mantido, com um cenário eleitoral de um candidato que compactue dessas medidas, o futuro do país será positivo. O desemprego começa a diminuir e, consequentemente, a renda sobe. Isso, obviamente, repercute favoravelmente no setor”, finaliza.

    Próximos lançamentos

    A empresa prevê lançar três empreendimentos, que demandarão aproximadamente R$ 30 milhões de investimentos: dois em Belo Horizonte e um em Ribeirão das Neves. O My Mall Power Parque Real será erguido no bairro planejado desenvolvido recentemente pela construtora Emccamp no bairro Jardim Vitória, em Belo Horizonte. Com quase 3 mil apartamentos entregues, terá aproximadamente 5 mil metros quadrados de ABL na sua primeira fase, lojas destinadas ao setor de alimentação, comércio e serviços e um grande supermercado como âncora.

    A empresa também lançará um street mall na cidade de Ribeirão das Neves e outro na avenida Fleming, no bairro Ouro Preto, em Belo Horizonte. O My Mall Street Ouro Preto terá 2.385 m² de área bruta locável, três lojas âncoras e oito lojas satélites. A previsão é de que os empreendimentos sejam inaugurados no final de 2018.