terça-feira, 15 de setembro de 2009

Grupo Carvalho avança com adoção do modelo 'atacarejo'

Depois de crescer no Estado do Piauí com atuação dividida entre o varejo e atacado, o Grupo Carvalho encontrou no atacado de autosserviço, popularmente conhecido como "atacarejo", o próximo alvo de expansão. Em novembro, o casal Reginaldo e Evangelita (Van) Carvalho, que conduz a rede há 23 anos, inaugura a primeira unidade da bandeira Carvalho Master. O grupo prevê faturamento de R$ 1,3 bilhão para este ano.

A loja será uma das cinco que a companhia abrirá durante o ano, com aporte de R$ 88 milhões, sendo uma parte financiada pelo Banco do Nordeste. "Estudamos o formato atacarejo por algum tempo e percebemos que ele será preponderante no País nos próximos anos", disse Reginaldo Carvalho, superintendente do grupo.

Hoje, a rede controla a operação de 20 atacados que funcionam nas modalidades balcão e porta a porta, com uma equipe de representantes de vendas. O Carvalho Master será aberto em Teresina, depois da reformulação de um centro de distribuição que atendia seus 44 supermercados.

A estratégia é fortalecer o Grupo Carvalho e deixá-lo competitivo na disputa pelo mercado piauiense com Grupo Pão de Açúcar, Walmart e Makro. A empresa nasceu como atacadista, mas foi durante uma crise de abastecimento na década de 1980 que passou a atender a vizinhança com vendas ao varejo.

Sobre o desempenho no primeiro semestre do ano, Van, diretora financeira, o avalia como ótimo. "Fechamos o período com 17% de crescimento, que está dentro da média dos últimos anos. No ano, este percentual será de 15% a 20%." Receosa em relação ao cenário de crise, a cadeia fechou seu plano orçamentário de 2009 apenas em março, mas definiu metas bem mais otimistas para o ano.

Empolgada com os resultados, a executiva conta que a expansão para 2010 está garantida com mais cinco lojas. "Será reforçada a presença na capital e no interior do Piauí e no interior maranhense. Temos uma marca muito forte no estado, por isso não é o momento de irmos para outras localidades", ressaltou Van.

Logística

Responsável por sua estrutura logística composta por mais de 300 caminhões, a companhia finalizou na semana passada a compra de 17 veículos da Volkswagen e até o final deste ano vai adquirir mais 50 com o objetivo de reforçar a frota e atender a demanda da época mais aquecida do ano. Também estão em funcionamento quatro centros distribuição no estado.

Para a diretora financeira, agilizar o procedimento de entrega é um fator decisivo para fidelizar o cliente e enfrentar os demais players. Ano passado foi dobrada a área do depósito central da empresa, agora com 18 mil metros quadrados. Também no ano passado, o formato Carvalho Atacado faturou aproximadamente R$ 500 milhões.VerticalizaçãoO segundo maior empregador e arrecadador de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) do Piauí tem como estratégia desenvolver internamente os serviços essenciais para o negócio para agilizar os trabalhos e economizar. A holding Grupo Carvalho possui construtora, imobiliária, agência de publicidade, financeira e restaurante.

De acordo com Van, a Construtora Carvalho ergue um estabelecimento em no máximo três meses, e com custo até 10% inferior em relação às demais empresas do setor. Futuramente, este braço poderá prestar serviços a outras empresas. No mesmo setor, a divisão imobiliária é responsável pela locação de imóveis a terceiros, e aos próprios funcionários, por preços mais acessíveis.

"Como sempre temos urgência em diversos serviços, achamos melhor sermos responsáveis por todas as etapas da companhia", explicou a diretora. A agência de comunicação cria os comerciais veiculados três vezes por semana nas redes de TV, as campanhas institucionais e promocionais. Assim são poupados os 20% de comissão que a rede teria de pagar, por lei, a outra agência.

Por fim, além de comercializar joias, relógios e óculos, o Carvalho administra a Valor Factoring, que atende fornecedores e pequenas empresas com operações de desconto de cheques e duplicatas.O próximo alvo do piauiense Grupo Carvalho para ampliar os negócios será o ingresso no atacado de autosserviço, conhecido popularmente como "atacarejo". A meta da rede, que prevê faturar até R$ 1,3 bilhão este ano, é continuar na liderança do setor no estado, onde Pão de Açúcar, Makro e Walmart estão presentes.

A diretora financeira, Evangelita Carvalho, que comanda a companhia ao lado do marido, Reginaldo, explica que a loja será erguida onde antes funcionava um centro de distribuição da rede. "Este formato oferece boas oportunidades no mercado." Formada por 64 lojas, a rede aplicará R$ 88 milhões para abrir cinco lojas e reformar outras. Para 2010, foram comprados cinco terrenos entre o Piauí e o Maranhão.

Para atender no período natalino, Evangelita comprou na semana passada 17 caminhões da Volkswagen para atender os 44 supermercados e os 20 atacados que funcionam nas modalidades balcão e porta a porta. Até dezembro serão adquiridos mais 50, que incrementarão a frota composta por mais de 300 veículos.

Fonte: DCI
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?