quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Dia da Criança indica Natal forte

Vendas crescem 12% no País em relação à mesma data de 2009 e superam as taxas atingidas no Dia das Mães, dos Namorados e dos Pais

O bom desempenho de vendas alcançado no Dia da Criança, que superou as expectativas dos empresários e atingiu a maior taxa de crescimento entre as datas comemorativas do ano, deve garantir alta de dois dígitos no Natal de 2010. Duas pesquisas divulgadas ontem indicam que o comércio varejista faturou entre 11% e 12% mais na semana do Dia da Criança deste ano na comparação com o mesmo período de 2009.

Pesquisa nacional da Serasa Experian revela que o faturamento do comércio entre os dias 5 e 11 deste mês aumentou 12% em relação à semana que antecedeu a data em 2009. Esse resultado superou a previsão inicial dos empresários do varejo que esperavam uma alta de 10,3% na comparação anual.

Levantamento feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que se refere às vendas só da capital paulista, confirma os resultados nacionais da Serasa Experian. De 1º a 12 de outubro, a média de consultas para vendas com cheque à vista ou pré-datado e para o crediário aumentou 11,1% em relação aos mesmos dias de 2009. Essa taxa de crescimento foi a maior registrada neste ano entre as datas comemorativas. No Dia das Mães o aumento foi de 10,3%, no Dia dos Namorados, de 6,7% e de 10,7% no Dia dos Pais.

"O resultado do Dia da Criança provavelmente vai garantir crescimento de vendas de dois dígitos neste Natal sobre o do ano anterior, de 10% ou mais. O comércio está embalado", afirma o economista da ACSP, Emílio Alfieri. A previsão inicial da entidade era de um acréscimo de 7% a 8% para o Natal de 2010.

Brinquedos. O Grupo Pão de Açúcar, por exemplo, ampliou em 25% as vendas de brinquedos no Dia da Criança deste ano comparado com a mesma data de 2009. "Vamos ter um Natal muito bom, com grandes presentes e ceia farta", prevê o vice-presidente de Relações Corporativas, Hugo Bethlem.

Ontem, o grupo divulgou o desempenho do terceiro trimestre e registrou crescimento real de vendas brutas de 7,6% na comparação com igual período de 2009, levando em conta as mesmas lojas que estavam em funcionamento no ano passado. Para o quarto trimestre, no qual o Natal responde pela metade das vendas do período, a companhia projeta crescimento de 14% a 15% no faturamento bruto de todas as lojas em relação ao último trimestre de 2009.

"O movimento do Dia da Criança sinaliza que o Natal vai ser bom", afirma Miguel Giorgi Jr., lojista da rua 25 de março, dono da rede A Gaivota. Segundo ele, o maior reduto de comércio popular do País recebeu na última segunda-feira entre 700 mil e 800 mil pessoas, movimento semelhante à véspera do Natal. A expectativa dos lojistas era ampliar entre 7% e 10% as vendas e, provavelmente, essa marca foi superada, diz o comerciante.

A Alshop, associação que reúne os lojistas de shopping, registrou crescimento de 20% a 22% no fluxo de pessoas nos dias que antecederam o Dia da Criança, informa o diretor da Alshop, Luís Ildefonso da Silva, que projeta alta de 16,5% nas vendas.

Dia da Criança

25% foi o aumento das vendas de brinquedos no Grupo Pão de Açúcar neste Dia da Criança, ante 2009
800 mil pessoas circularam na região da 25 de Março na segunda-feira

Fonte: Estadão

Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?