quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Evento em São Paulo discute o papel das classes C e D no mercado nacional.

Classes C e D reúnem empresários no 1º Congresso Nacional sobre Mercados Emergentes

• A base da pirâmide no Brasil responde por pouco mais de 60% da renda total (R$ 834 bilhões)
• 167 milhões de pessoas (90% dos brasileiros) têm uma renda familiar mensal de até 10 salários mínimos.
• Classes C,D e E possuem a maior quantidade de DVDs (87%), TVs (78%), microcomputadores (78%), e cartões de crédito (61%)
• Tendência para os próximos anos: aumento do poder de compra dos mais pobres.

Importantes especialistas em comportamento social, desejos de compra e consumo popular no Brasil confirmaram presença no 1º Congresso Nacional sobre Mercados Emergentes, que acontece dias 9 e 10 de novembro, no hotel Renaissance, em São Paulo. O evento, uma parceria entre o instituto Data Popular e a Siq Marketing, contará também com a participação de profissionais de grandes companhias, entre elas, McDonald’s, Magazine Luiza, TAM, AmBev e Kimberly-Clark.

Os dados estatísticos, as previsões para cenários socioeconômicos na próxima década e os mais recentes estudos de caso serão analisados por nomes de destaque:

• RENATO MEIRELLES (sócio-diretor do Data Popular)
• CARLOS FERREIRINHA (presidente da consultoria MCF)
• LUIZA HELENA TRAJANO (presidente do Magazine Luiza)
• ANA PAULA PADRÃO (apresentadora da TV Record)

Voltado ao profissional que busca pelo entendimento do cotidiano das pessoas que vivem com renda restrita, o congresso visa contribuir para que as empresas consigam desenvolver estratégias de marketing focadas na comunicação com esse público, possibilitando a ampliação das vendas. “Entender que essas classes são formadas por consumidores de comportamentos tão distintos é crucial para as empresas. Enquanto o consumidor tradicional quer produtos e serviços que ofereçam exclusividade, o emergente busca aceitação e pertencimento, tornando-se mais fiel a marcas que o acolhem com atenção”, ressalta Renato Meirelles. “O congresso vai ajudar os profissionais do mercado a enxergar essa nova classe média de outra maneira.”

Nas palestras e mesas redondas que acontecerão ao longo dos dois dias de evento serão abordados:

• protagonismo das mulheres na classe média
• democratização da cultura
• comunicação: o desafio da linguagem
• influência das crianças nas decisões de compra
• contribuição do crédito na ampliação do mercado

Consumidores da Base da Pirâmide Orientam Empresários em Talk Show

Além de acompanhar as discussões sobre temas específicos, o participante do congresso terá contato direto com legítimos representantes das classes C e D, selecionados entre os milhares de entrevistados ouvidos em pesquisas coordenadas pelo Data Popular recentemente. Em uma espécie de “talk show”, haverá a possibilidade de interação entre o público do evento e os consumidores convidados. Será a oportunidade de desvendar mistérios de percepção pessoal como do significado de se ter, com uma certa frequência na geladeira de casa, iogurte, sucos e frutas; da realização da primeira viagem de avião; ou ainda a forma como cada um absorve as informações divulgadas por meio das campanhas publicitárias.

Mais informações podem ser obtidas no endereço eletrônico: http://www.mercadosemergentes.com.br/. Os interessados em participar do congresso também podem se inscrever pela internet (http://www.mercadosemergentes.com.br/evento-inscricoes.asp) até o dia 4 de novembro. Existem opções de inscrição para os dois dias de evento ou para apenas um deles. Estudantes, grupos de pessoas e associados de entidades apoiadoras contam com desconto.

Fonte: Divulgação
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?