sexta-feira, 1 de abril de 2011

Grifes globais disputam varejo de luxo paulistano

O luxo do luxo em oferta para brasileiros: quem poderia imaginar que a Rua Oscar Freire, na capital paulista, se tornaria a oitava via mais luxuosa do mundo em varejo de grifes, à frente inclusive da Avenue des Champs-Élysées, em Paris? A nova realidade do varejo de luxo brasileiro deve-se ao interesse crescente de marcas renomadas em atender o exigente público abonado do País, como Louis Vuitton, Chanel, Carolina Herrera, Marc Jacobs e L'Occitane.
Segundo o designer de consumo e especialista em varejo de alta renda Maurício Queiroz, atualmente São Paulo concentra 66% do varejo de luxo no Brasil. Interessada em explorar o mercado interno, a europeia Le Lis Blanc, de moda feminina, acaba de inaugurar a sua sétima loja este ano, agora em Sorocaba (SP), e chega a 64 unidades no País. A italiana de bolsas, acessórios e roupas Gucci tem uma loja no Shopping Iguatemi de São Paulo e quer uma no Shopping Cidade Jardim, mas analisa lojas também em Brasília e no Rio de Janeiro, graças à confiança em que o País se manterá forte economicamente.

Para Queiroz, "quem consome itens de luxo não se preocupa com o preço: procura bom atendimento e a segurança de poder efetuar trocas caso seja necessário", acredita. Endinheirados do interior paulista e de outras capitais do País , além de celebridades que acabam de ascender na cena nacional são os maiores clientes da região paulistana.

Na área alimentícia também há espaço para glamour, e a Petrossian, dona de 20% do mercado mundial de caviar, inaugurou ontem a sua primeira loja na América Latina, no Shopping Cidade Jardim, com os mesmos produtos disponíveis na Europa (defumados, foie gras, azeites, temperos, chocolates e geleias).

Enquanto as redes estrangeiras de luxo voltam seu foco para o Brasil, o comércio varejista turco quer o contrário: atrair mais de 10 milhões de turistas brasileiros para fazer de Istambul um forte destino de compras. A cidade criou o conceito de 40 dias e 40 noites de vendas ininterruptas "na Oscar Freire" da Istambul e tem visto cada vez mais brasileiros na disputa das ofertas das lojas de luxo turcas. Perfumes e joias estão entre os mais procurados.

Fonte: DCI
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?