Buscar

NetQuest: Consumidores gastarão mais no Natal deste ano

Roupas, brinquedos, calçados, perfumes e livros devem ser os campeões de vendas no Natal de 2011

Roupas, brinquedos, calçados, perfumes e livros deverão ser os produtos campeões de vendas no Natal deste ano. Pelo menos é o que aponta um recente levantamento da Enfoque Pesquisa, especializada em decifrar os desejos de consumidores e tendências de consumo, e pela NetQuest, empresa dedicada a desvendar a opinião de consumidores em toda América Latina.

A vestimenta é o presente que está no topo da lista das intenções de compra, com 79% do total. Os brinquedos são os segundos da lista, com 58%, seguidos pelos calçados, com 51%; perfumes, com 47%; e pelos livros, com 43%. Os 300 homens e mulheres de 21 a 60 anos de todo o Brasil que responderam via Internet o levantamento puderam escolher mais de um artigo durante a pesquisa.

“O valor mínimo que mais da metade dos entrevistados – 53% – planeja gastar é de R$ 300, mas o tíquete médio fica na casa dos R$ 500, o que mostra que esse Natal será dos presentes mais caros”, afirma a presidente da Enfoque, Zilda Knoploch.

Para o Bruno Paro, diretor geral da NetQuest, o modelo de pesquisa utilizado é importante porque mostra o alcance das pesquisas realizadas via web. “Embora a Internet não seja representativa da população brasileira, com um bom desenho de cotas e a correta segmentação da base, os painéis online já são a principal ferramenta de campo no mundo”, comenta.

Consumidores gastarão mais no Natal deste ano

Os consumidores brasileiros vão gastar mais no Natal deste ano do que em 2010. É o que aponta um levantamento que acaba de ser divulgado pela Enfoque Pesquisa, especializada em decifrar os desejos de consumidores e tendências de consumo, e pela NetQuest, empresa dedicada a desvendar a opinião de consumidores em toda América Latina.

O estudo, realizado via Web com 300 homens e mulheres de 21 a 60 anos de todo o Brasil, apontou que cerca de 40% das pessoas pretendem gastar um valor mais alto do que no ano passado, enquanto 55% esperam gastar um montante parecido com o de 2010. “O valor mínimo que 53% planeja gastar é de R$ 300, mas o tíquete médio fica na casa dos R$ 500, o que mostra que esse Natal será dos presentes mais caros”, afirma a presidente da Enfoque, Zilda Knoploch.

Para o Bruno Paro, diretor geral da NetQuest, o modelo de pesquisa utilizado é importante porque mostra o alcance das pesquisas realizadas via web. “Embora a Internet não seja representativa da população brasileira, com um bom desenho de cotas e a correta segmentação da base, os painéis online já são a principal ferramenta de campo no mundo”, comenta.

A pesquisa revelou, também, que as pessoas com mais idade – de 51 a 60 anos –, são as que esperam gastar mais: 48% desse grupo devem desembolsar de R$ 501 a R$ 3 mil em presentes.

Maioria das pessoas planeja gastar, no mínimo, R$ 300 com as compras de Natal

Qual o valor mínimo que você pretende gastar com presentes de Natal? para 53% dos entrevistados pela Enfoque Pesquisa, especializada em decifrar os desejos de consumidores e tendências de consumo, e pela NetQuest, empresa dedicada a desvendar a opinião de consumidores em toda América Latina, no mês de setembro, é R$ 300.

O levantamento, realizado com 300 homens e mulheres de todo o Brasil via Internet, aponta que o tíquete médio das compras será em torno de R$ 500. “Se levarmos em conta que apenas 8% dos consumidores entrevistados afirmaram que pretendem gastar menos de R$ 100, os consumidores podem começar a comemorar, pois esse Natal tende a ser dos presentes mais caros”, afirma a presidente da Enfoque, Zilda Knoploch.

Para o Bruno Paro, diretor geral da NetQuest, o modelo de pesquisa utilizado é importante porque mostra o alcance das pesquisas realizadas via web. “Embora a Internet não seja representativa da população brasileira, com um bom desenho de cotas e a correta segmentação da base, os painéis online já são a principal ferramenta de campo no mundo”, comenta.

A pesquisa revelou, também, que as pessoas com mais idade – de 51 a 60 anos –, são as que esperam gastar mais: 48% desse grupo devem comprar um presente de R$ 501 a R$ 3 mil.

64% dos brasileiros usarão o 13° salário para compras de Natal

No Natal deste ano, 64% das pessoas pretendem utilizar o 13° salário para compras natalinas. Isso é o que aponta a pesquisa da Enfoque Pesquisa, especializada em decifrar os desejos de consumidores e tendências de consumo, e pela NetQuest, empresa dedicada a desvendar a opinião de consumidores em toda América Latina.

Segundo o levantamento, também foi constatado que 75% dos consumidores pretendem investir mais nas compras deste ano do que no ano passado o que, de acordo com a presidente da Enfoque, Zilda Knoploch, anima os lojistas. “O valor mínimo que 53% planeja gastar é de R$ 300, mas o tíquete médio fica na casa dos R$ 500, o que mostra que esse Natal será dos presentes mais caros”, afirma a presidente da Enfoque, Zilda Knoploch.

Para o Bruno Paro, diretor geral da NetQuest, o modelo de pesquisa utilizado é importante porque mostra o alcance das pesquisas realizadas via web. “Embora a Internet não seja representativa da população brasileira, com um bom desenho de cotas e a correta segmentação da base, os painéis online já são a principal ferramenta de campo no mundo”, comenta.