terça-feira, 3 de abril de 2012

Crescimento do uso de sacolas retornáveis coincide com aumento de furtos no varejo

Desde a proibição do uso das sacolas plásticas nos supermercados, em várias cidades do Brasil, as sacolas retornáveis passaram a ser utilizadas como um acessório fundamental para as compras dos consumidores - especialmente as mulheres. Mas, apesar da contribuição positiva ao meio ambiente, o crescimento significativo do uso desse acessório coincide com um fato preocupante: o aumento do número de furtos no varejo, observado por várias empresas do setor.



“O crescimento do uso das sacolas retornáveis, aliado a fatores externos como o desemprego, tem impacto direto no aumento dos riscos de furtos”, afirma Carlos Eduardo Santos, diretor de Soluções e Store Performance da Plastrom Sensormatic, principal provedora de soluções para melhorar a performance do varejo. Ao analisar o novo comportamento do consumidor sob a ótica do risco para o varejista, o diretor da Plastrom observa que a utilização de sacolas retornáveis dentro do ambiente dos supermercados, durante as compras, abre uma “oportunidade” para quem pratica furtos, uma vez que a principal estratégia empregada nesse tipo de crime nas lojas é a ocultação de produtos em sacolas.

“Os furtadores se ‘misturam’ entre os clientes, aproveitando-se de eventuais fragilidades nas rotinas de segurança do varejista e, muitas vezes, agem em quadrilhas, furtando grandes quantidades de produtos e gerando perdas significativas”, diz ele. “Para reduzir esses riscos, é necessário que os varejistas reforcem a adoção de medidas e soluções preventivas, a fim de evitar que as mercadorias sejam retirados das lojas, escondidas nas sacolas retornáveis ”, afirma Santos.


Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?