Buscar

Água Fresca lingeries aposta no luxo

Marcas francesas Chantelle e Passionata, e a italiana Twin-set Simona Barbiere ganham espaço entre as brasileiras

O mercado de moda íntima tem assistido a um retorno ao luxo, chamado nos EUA de a “corrida da seda”. Estilistas de peso, como Stella McCartney e a marca americana Victoria’s Secret, investiram em coleções dedicadas às pecas íntimas mais sofisticadas, com tecidos finos e feitas para durar mais tempo no armário feminino.

Atentas a este movimento, empresas brasileiras têm se voltado para esse nicho. Entre elas a Água Fresca Lingerie, “Temos um público cativo, que aguarda a chegada das novidades da marca francesa para adquirir novas peças”, conta Juliana Moraes, da Água Fresca. Para ela, as mulheres estão em busca de tecidos de qualidade e do caimento perfeito, que proporciona a postura adequada. “Vejo isso como um novo padrão de consumo, de pessoas cada vez mais atentas à durabilidade e que renegam o descartável”, diz a empresária.


Para o público classe A, a nova faceta do luxo é consumir em menor quantidade, mas com maior exigência de exclusividade. “O excesso de sacolas sai de cena para dar lugar a peças únicas, artesanais e de altíssimo valor agregado, por isso contamos com marcas importadas como a francesa Chantelle, e agora também com a italiana Twin-set,” diz Juliana.

A marca italiana TWIN-SET, da estilista Simona Barbieri, que há mais de 20 anos é sinônimo de inovação tecnológica aliada à tradição dos bordados e apliques feitos à mão, inicia a venda de seus produtos em Minas Gerais. A empresa mineira Água Fresca Lingerie investiu cerca de U$80 mil na importação de 10 famílias da nova coleção de lingeries da marca.

“Trata-se de uma lingerie delicada e confortável, com modelos clássicos e cores suaves, valorizando a feminilidade da mulher”, conta Juliana Moraes, da Água Fresca. A empresária destaca que o investimento na marca italiana atende as expectativas das mulheres mineiras, que se sentem particularmente atraídas por lingeries finas. “Estamos sempre em busca de novidades, a fim de proporcionar às nossas clientes comodidade de ter, aqui no Brasil, peças que antes só poderiam ser encontradas no exterior. Por isso, já trabalhamos com a francesa Chantelle, com enorme sucesso”, afirma.

A Chantelle é uma das marcas de moda íntima mais luxuosa e sofisticada. A grife foi criada em Paris, na década de 70, com a proposta de oferecer roupas íntimas e lingerie de qualidade e requinte. Presente nos Estados Unidos e em países da Europa, as roupas íntimas Chantelle são valorizadas e reconhecidas internacionalmente. Os produtos são antialérgicos, feitos com tecidos de qualidade e requinte e que se ajustam perfeitamente ao corpo feminino.

Já a TWIN-SET apareceu no mercado italiano no início dos anos 90, graças aos dons criativos de Simona Barbieri e do talento empreendedor de Tiziano Sgarbi. O elemento comum de toda coleção são as pérolas, micro ou macro, presentes em todas as peças, até mesmo nos sutiãs, com sofisticados bordados.

A marca de luxo apresenta um conceito de originalidade a um nível estilístico, com forte identidade e imagem inconfundíveis. São produtos confeccionados em microfibra especial, que se destacam pela delicadeza dos detalhes em renda, cetim e tule. “As formas sensuais e refinadas das peças se unem às cores exclusivas, o que garante conforto e feminilidade para as mulheres”, destaca Juliana Moraes.

A expectativa da empresária é de um acréscimo de 12% em seu faturamento anual com a entrada da italiana em seu portfólio, hoje formado por um variado mix de produtos de marca própria e de outras 30 nacionais e internacionais que ela representa. As peças TWINT SET estarão disponíveis nas três unidades da rede: Diamond, Pátio Savassi e Contorno.