sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Coop apresenta crescimento superior aos mercados paulista e nacional

Prestes a completar 59 anos no próximo dia 20, a Coop – Cooperativa de Consumo apresentou nos sete primeiros meses de 2013 crescimento expressivo de 12,46% em comparação ao mesmo período do ano passado, um índice superior à média registrada pelos mercados paulista e brasileiro. As categorias que mais contribuíram para a performance positiva foram a de móveis, drogaria, hortifrútis, padaria e petshop. Ritmo vigoroso que se manteve em agosto, com 15,8% de aumento no fornecimento em relação ao mesmo mês de 2012.



De acordo com o diretor presidente Marcio Francisco Blanco do Valle, uma série de fatores impulsionou o fornecimento, mas todos eles ligados diretamente às melhorias de gestão interna implementadas na empresa. Ele explica que os colaboradores usaram a criatividade e a capacidade de trabalho para promover melhorias em suas áreas e o somatório de tais esforços gerou o crescimento acima do mercado. “A Coop não só está crescendo como ganhando maior participação no mercado das cidades onde atua”, explica Valle.

Também otimista com os números apresentados até agora, o diretor financeiro Antonio Carlos Cattai adianta que a diretoria está com forte campanha para incrementar ainda mais a eficiência operacional e, quem sabe, superar o fornecimento bruto de R$ 1,952 bilhão previsto para este ano.

Além do bom fornecimento das 28 unidades de distribuição, a Cooperativa começa a colher o retorno dos recursos aplicados na inauguração das duas drogarias externas, do início das operações do comércio eletrônico (e-commerce) e da abertura do terceiro posto de combustível da rede. Três novos negócios concretizados no primeiro trimestre deste ano e que, apesar de estarem em fase de amadurecimento, mostram-se bastante promissores em curto prazo. O posto de combustível inaugurado em julho último – anexo à unidade Joaquim Nabuco, em São Bernardo do Campo - por exemplo, está batendo recorde de fornecimento, devendo atingir seu patamar antes do prazo previsto.

Além disso, o setor de drogarias, que ganhou o reforço das unidades externas, tem registrado aumento contínuo no fornecimento ao longo dos últimos anos. Não só com a venda de medicamentos. Do crescimento apurado pelo setor entre janeiro a agosto deste ano, grande parte resultou da venda de dermocosméticos. A expansão dessa linha de produtos está ligada aos investimentos realizados no ano passado na modernização de todas as drogarias da rede, além de melhor exposição dos produtos.

A Coop só deixou de crescer neste ano em número de unidades de distribuição, não por falta de vontade ou recursos financeiros, mas devido a dificuldades em encontrar espaços viáveis para construção de novas lojas no Grande ABC e Interior de São Paulo. Um problema enfrentado por todas as redes de supermercados em função da alta de preços dos terrenos e imóveis registradas no mercado imobiliário.

Considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina, a Coop fechou 2012 com fornecimento bruto de R$ 1,768 bilhão e figura na 14ª posição do ranking da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados).

A Coop também disponibiliza aos cooperados o cartão Private Label Coop Fácil, administrado pelo Banco Bradesco; uma linha de produtos de fabricação própria Delícias da Coop, de marcas próprias Coop Plus e Marcas Exclusivas por fazer parte da COOPBRASIL – Cooperativa Central de Consumo e da Rede Brasil de Supermercados.
Post Anterior
Próximo Post