quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Fecomércio MG apresenta projeto de inovação para o varejo

O Movimento Empresarial de Inovação e Competitividade (MEIC), apoiado pela ABDI, será lançado oficialmente na próxima terça-feira (23/10), na sede da entidade, em Belo Horizonte

Com a finalidade de promover ações de inovação nos setores de comércio e serviços de Minas Gerais, a Fecomércio MG firmou um acordo de cooperação técnica com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), em meados de 2017. A partir dessa parceria, surgiu o Movimento Empresarial de Inovação e Competitividade (MEIC), cujo lançamento oficial acontece na próxima terça-feira (23/10), com a apresentação do projeto e do resultado da pesquisa sobre o perfil do empresário mineiro e seu grau de maturidade em relação ao tema inovação.



O evento, exclusivo para empresários, será na sede da Federação, em Belo Horizonte, às 17h. Além de detalhar as atividades do MEIC até o momento, bem como as ações para o futuro, o encontro se propõe a promover uma votação entre os participantes sobre um dos desafios levantados ao longo do trabalho, que não encontre solução no mercado. O objetivo é estimular, para a próxima etapa do projeto, a criação de iniciativas inovadoras que possam resolver a questão. Já o encerramento ficará a cargo do co-founder do Órbi Conecta, Pedro Menezes, um dos empreendedores mais atuantes no ecossistema das startups. Ele ministrará a palestra “O poder das conexões na era exponencial”.

O MEIC contará ainda com a presença dos 12 colaboradores de diversos setores da Federação, que foram capacitados pelo Laboratório de Inovação do Varejo (ProVa), da ABDI, para serem multiplicadores da metodologia a ser utilizada pelo movimento: o design thinking. Desenvolvido com o intuito de ser implantado no estado, o MEIC aplica pesquisa de mercado e faz uso dessa metodologia, com grupos de foco definidos, para discutir desafios e oportunidades para o varejo. A finalidade é identificar as principais “dores” no varejo (vontades e motivos que levam o cliente a adquirir um produto ou serviço) e como a inovação pode auxiliar os empresários.

A ABDI fica em Brasília e está vinculada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Apesar da atuação voltada à área industrial, a entidade atende, desde meados de 2016, o setor terciário. O trabalho em conjunto com a Fecomércio MG tem fortalecido essa conexão. De acordo com a analista de Negócios Internacionais da Fecomércio MG, Juliana Peixoto, a criação do ProVa, uma iniciativa da ABDI, serviu de inspiração para o MEIC. “As mudanças de hábitos de consumo, a concorrência internacional e a necessidade de que o varejo se inove para acompanhar a indústria 4.0 foram alguns dos fatores que contribuíram para desenvolvermos o projeto”, explica.

Segundo Juliana, a meta do MEIC é proporcionar um espaço de discussão, com os empresários, sobre o tema inovação, e fortalecer a conexão entre a comunidade empresarial e os diversos agentes de inovação para o comércio e serviços, como empreendedores, investidores, aceleradoras, usuários, universidades e governo. “Com isso, visamos contribuir para potencializar a cultura empreendedora e de inovação no setor terciário em nosso estado”, completa.

Serviço:
Lançamento do projeto Movimento Empresarial de Inovação e Competitividade (MEIC)
Data: 23 de outubro (terça-feira) *
Horário: das 17h às 19h30
Local: Fecomércio MG (Rua Curitiba, 561 – 14º andar – Centro – Belo Horizonte/MG)
Inscrições: http://www.fecomerciomg.org.br/2018/10/movimento-empresarial-de-inovacao-e-competitividade/
* Evento restrito a empresários

Palestra: O poder das conexões na era exponencial
Palestrante: Pedro Menezes
Minibio: formado em Ciência da Computação (UFMG), co-fundador do Cotak (hoje Segfy, após a fusão com duas startups do Paraná) e co-founder do Órbi Conecta, espaço de conexão entre startups e grandes empresas, criado por empreendedores do San Pedro Valley, comunidade de startups de Belo Horizonte, em conjunto a três grandes empresas mineiras: Banco Inter, MRV e Localiza. Comunicador nato, ele acredita no poder das conexões e da colaboração, sendo um dos empreendedores mais atuantes no ecossistema das startups e um dos profissionais que proporcionou uma nova roupagem às aulas de Empreendedorismo do Departamento de Ciências da Computação (DCC) da UFMG, ministrada por ex-alunos do curso e empreendedores do SPV. Está sempre disposto a ajudar a comunidade, oferecendo novas oportunidades, conexões e ideias.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:

Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?