Buscar

Livro Sugerido: Por que elas compram - Bridget Brennan

Por que elas compram é o estudo mais atual e completo sobre o papel do sexo feminino no ato da compra.

O livro, da Campus-Elsevier, oferece um roteiro altamente legível destinado a ajudar profissionais de marketing e de vendas a entender as crenças, os valores e a sensibilidade feminina.

A obra oferece insights preciosos e incomuns, tanto a respeito da maquiagem psicológica das mulheres consumidoras, quanto dos dados demográficos que qualquer pessoa que trabalhe no mercado precisa saber para ter condições de executar estratégias de marketing nesse desafiador ambiente econômico.

A mulher é responsável pela maioria das compras em uma grande parte do mundo. Justamente no momento em que os executivos conseguiram compreender a tecnologia, descobrem que há ainda outra habilidade de que irão precisar: compreender as mulheres. Isso nem sempre é fácil, como muitos viram no filme “Do que as mulheres gostam”, estrelado por Mel Gibson. O sexo é o determinante mais poderoso de como a pessoa vê o mundo e tudo que ele contém. É mais forte que idade, renda ou raça.

Embora existam montanhas de pesquisas feitas a cada ano para segmentar os consumidores e analisar seu comportamento e compra, é raro encontrar uma que isole a mais importante informação específica, que prevalece sobre todas as demais: o sexo do comprador. É impressionante a psicologia do sexo do consumidor, quando é de conhecimento de todos que homens e mulheres têm visões completamente diferentes do mundo.

“No mundo inteiro, são as mulheres que compram virtualmente tudo o que existe à venda. As mulheres fazem a compra diretamente ou são influenciadoras-chave em cerca de 80% da todas as vendas de bens de consumo efetuadas somente nos EUA. Contudo, quem será que comercializa e vende esses produtos para as mulheres? A resposta: homens, em sua maioria absoluta. Eles ocupam 85% das posições gerenciais das 500 maiores empresas listadas pela revista Fortune, a maioria (quase 70%) dos postos corporativos de diretor de marketing e de gerente executivo de vendas, e mais de 90% dos postos mais altos da diretoria de criação nas maiores agências de propaganda”, afirma a autora Bridget Brennan.

O livro foi concebido para ensinar aquilo que as escolas de negócios não ensinam: como modelar produtos, argumentos de venda e campanhas de marketing que tenham apelo para compradores do sexo feminino. Mulheres são fêmeas em primeiro lugar e consumidoras em segundo. A capacidade de entender sua estrutura cerebral, prioridades, visões de mundo e padrões demográficos poderá dar à empresa uma das mais genuínas vantagens competitivas que jamais poderia obter. E a recompensa por ter apelo para compradores do sexo feminino é que, quando isso for bem feito, os compradores do sexo masculino também ficarão satisfeitos – e eles não perceberão que não faziam parte do público-alvo principal.

Postar um comentário

0 Comentários