terça-feira, 25 de maio de 2010

Varejistas devem abraçar novas tecnologias, mostra pesquisa da IBM

A tecnologia impacta a forma como os consumidores interagem, obtêm informações e compram produtos e serviços no varejo. Essa é a principal conclusão do estudo “Indo ao encontro das demandas do consumidor inteligente”, realizado pela divisão de consultoria da IBM. Foram pesquisados cerca de 30 mil consumidores em seis países, três economias maduras e três emergentes, sendo uma delas a do Brasil.

“O estudo mostra que o consumidor está cada vez mais informado, com acesso a diferentes tecnologias (celular, TV digital, quiosque e Internet) e, por isso, cada vez mais exigente”, afirma Alejandro Padron, líder da área de consultoria da IBM Brasil para o segmento de varejo. “O varejista precisa se preparar para esse cenário - em que o consumidor é o protagonista - investindo em múltiplos canais de venda e tecnologias que os consumidores querem usar, especialmente com foco na chamada Geração Y”, completa.

Outra tendência apontada pelo estudo é que os empresários deste setor devem considerar a tecnologia como um caminho para se diferenciar e atender às demandas e preferências dos consumidores, integrando todos os canais numa única experiência de compra. “Os consumidores querem comprar usando múltiplas tecnologias e os brasileiros, em especial, estão mais abertos às novidades. 68% dos entrevistados afirmaram que seguiriam um varejista numa rede social”, exemplifica Padron.

No Brasil a pesquisa contou com cerca de três mil entrevistados, sendo que 71% afirmaram estarem dispostos a recompensar o varejista com fidelidade e até mesmo pagar um pouco mais por serviços personalizados e promoções customizadas. “Os consumidores comunicam-se entre si e sabem o que querem. Para conquistá-los é preciso acessá-los por meio de seus canais preferenciais. Por isso, as tecnologias estão reformatando o setor”, afirma.

Os consumidores vão definir o futuro do varejo, criando oportunidades de inovação para as redes ampliarem seus canais alternativos. O estudo apontou ainda que 96% dos brasileiros acessam a Internet para pesquisar preços, 50% estão dispostos a usar duas ou mais tecnologias para realizar suas compras e mais de 80% têm o desejo de colaborar e co-criar na oferta de serviços e projetos de merchandising.

Outros números da pesquisa:
* 75% dos brasileiros entrevistados fazem compras pela internet;
* 48% estão dispostos a usar quiosques, especialmente para obter mais informações sobre o produto;
* 32% usariam a TV digital, sendo que 80% comprariam efetuando apenas um clique no controle remoto;
* 20% usariam o telefone para realizar compras, principalmente para checar e comparar preços entre lojas concorrentes.

“Os varejistas não podem esquecer que a atitude do consumidor é formatada pela experiência cumulativa de compras numa loja e também pelos hábitos futuros. Investir nos anseios deste público contribui na projeção de novos negócios”, resume Padron.

Fonte: Revista Novarejo
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?