quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Alshop prevê 130 mil trabalhadores temporários no varejo para o fim do ano

Com o otimismo nas vendas esperadas para o Natal, setor varejista prepara incremento no número de funcionários para atender a maior demanda de clientes

Com cenário positivo e a indústria de shoppings crescendo a passos largos, a partir da chegada de novos empreendimentos por todo o Brasil, o setor varejista espera incrementar suas lojas com a contratação de aproximadamente 130 mil trabalhadores temporários que irão atuar nos períodos que antecedem à data natalina de 2010.

Este é o número constatado segundo pesquisa realizada pela Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) junto a dezenas de marcas do setor de todo o País, um crescimento de 10% sobre o mesmo período do ano anterior, diante do efetivo de 119 mil profissionais contratados pelo setor no ano passado. Conforme comportamentos anteriores, cerca de 75 mil destas vagas serão preenchidas por pessoas com idade entre 18 e 40 anos.

Quanto melhor a formação do candidato, mais rápida deverá ser a sua seleção, e sua remuneração deverá oscilar entre R$ 700 e R$ 2 mil, conforme a função e o volume de vendas da loja. Normalmente 25% dos temporários são efetivados para ocupar novos postos em novas lojas prestes a serem inauguradas, ou mesmo em substituição a funcionários que apresentam desempenhos insatisfatórios.

Dentre as funções mais procuradas estão: balconistas, caixas, empacotadores, fiscais de lojas, repositores, estoquistas, além dos Papais Noeis, atrações especiais dos centros de compra durante esta época.

“O Natal é a data mais esperada do comércio varejista, e 2010 tem tudo para apresentar o melhor Natal dos últimos anos, pois nossa economia e a indústria de shoppings estão à todo vapor. Já para quem está em busca de uma oportunidade no mercado de trabalho, os trabalhos temporários podem ser o início de uma grande carreira no varejo, e para se destacarem nos pontos de venda os candidatos devem se empenhar ao máximo em prol da loja, com espírito de colaboração e coletividade, além de possuir boa apresentação e disponibilidade de horários”, relata o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?