quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Mercado de vendas diretas alia o tradicional porta a porta à modernidade da internet



O mercado de vendas diretas, ou porta a porta, como também é conhecido, não para de crescer no Brasil. Dados da Associação Brasileira de Vendas Diretas (ABVED) mostram que o setor movimentou, em 2011 R$50 bilhões, e no primeiro trimestre de 2012 já faturou R$6,2 bilhões, 8% a mais que no mesmo período do ano passado.

Com 2,8 milhões de revendedores ativos, o setor de perfumaria e cosméticos é responsável por grande parte desse faturamento. E o que antes era somente um complemento de renda, tem atraído cada vez mais homens e mulheres, que estão apostando nesse caminho, e fazendo das vendas diretas, sua independência financeira.


Atentas às modernidades e sempre buscando ferramentas para auxiliar e aumentar sua equipe de revendedores, empresas agora utilizam ferramentas da internet, como loja virtual, e-mails marketing, redes sociais, conferências online e muito mais.

E a thipos foi criada com o objetivo de aliar todas essas ferramentas. Localizada em Sorocaba, interior de SP, e há 6 anos no mercado de vendas diretas, a marca teve um significativo crescimento nos últimos anos, e conta hoje, com mais de 20 mil revendedores e distribuidores em todo o país.

Em sua linha própria, a grife possui os perfumes contratipos, similares às fragrâncias famosas, além de uma linha para cuidados com a pele, como hidratantes, body splashes e sabonetes. Para completar os produtos, uma variedade de marcas consagradas no mercado também são encontradas no catálogo como maquiagens importadas, esmaltes, linha sensual, bijuterias finas, tratamento capilar e muito mais.

Fundamentais para o sucesso das vendas e para agregar valor à marca, a thipos aposta nessa tecnologia cada vez mais. Catálogo online disponível para download, envio diário de e-mails marketing com novidades, lançamentos e promoções, vídeo conferências e chat online para tirar dúvidas, além é claro de interações e atualizações nas redes sociais, com dicas, tutoriais e promoções, são algumas das ferramentas utilizadas pela empresa.

Lírio Cipriani, presidente da ABEVD comenta que o processo de venda é, na verdade, um relacionamento, e precisa de todas essas etapas. “A utilização das redes sociais é crescente entre os revendedores. E a empresa deve aproveitar essa interação para estreitar ainda mais esse relacionamento“.


Post Anterior
Próximo Post