Buscar

Setor de Pet Shop deve crescer 8,1% em 2013, segundo pesquisa

Brasil faturou R$ 14,2 bilhões em 2012 e é o segundo país que mais ganha em nível mundial

Comprar mimos, agradar e dar banho nos bichinhos virou rotina para os brasileiros. Segundo pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o Brasil faturou, em 2012, R$ 14,2 bilhões no ramo e em 2013 a expectativa é que cresça em até 8,1%. Para esse ano, a previsão é chegar em 15,4 bilhões.

Com mais de 37 milhões de cães e 21 milhões de gatos no país, o Brasil ocupa o segundo lugar em mercado mundial de pet, com 8%, atrás apenas dos EUA, com 30%. Segundo o CEO do Meu Amigo Pet, rede de franquias e vendas online do segmento, Daniel Nepomuceno, o crescimento até o final do ano é bem possível. "O aumento nas vendas de nossa empresa do primeiro semestre de 2012 para 2013 foi de quase 120%. Acredito que o Brasil irá bater esses números sim. É um setor que cresce a cada dia", destacou.

Sendo a quarta maior nação do mundo em população total de animais de estimação e a segunda em relação de cães e gatos, nosso país tem mais de 106 milhões de animais em escala nacional, contando aves, peixes, cães e gatos.

O crescimento de vendas impulsionou também a geração de empregos na área. Em 2012, foram gerados 224.570 empregos diretos no ramo e a expectativa para 2013 é aumentar o número. "Só no primeiro semestre deste ano geramos mais de 100 empregos dentro da rede Meu Amigo Pet. O crescimento é diretamente atribuído a economia do país", explicou Nepomuceno.

Concretizando o crescimento do setor pet, a pesquisa realizada pela Consultoria Rizzo Fanchise, a área que mais cresceu em números de unidades, foi a área pet. Dos 4.591 no total de franquias abertas em 2013, 873 novos franqueados foram desta categoria. O Meu Amigo Pet só nesse ano abriu três novas lojas no interior de São Paulo. As franquias ficam localizadas em Presidente Prudente, Sorocaba e Itu. O projeto, para acontecer ainda esse semestre, é de abrir mais duas unidades na capital, uma em Moema e a outra em Perdizes.

Para impulsionar ainda mais as vendas do mercado, o segredo, de acordo com Nepomuceno, é atrair novos compradores e fazer com que a rede fique conhecida pelas inovações. O Meu Amigo Pet, maior Pet Shop Online da America Latina, possui mais de 1,6 milhão de fãs no Facebook e as novidades, quando postadas, fazem sucesso entre os admiradores. "Estamos com uma novidade e fizemos um investimento de R$ 20 mil em produtos pets esportivos. Com isso, os seguidores gostam e acabam comprando", contou.



Com modelos diferentes de times de futebol, os bichinhos poderão sair pela rua usando roupas do "Porcão", "Cãotista", "Cãolorado", "Atleticão", "Focão", "Cãozeirense", "Cão Rubro-Negro" e "Tricãolor". Além das roupinhas, o Meu Amigo Pet lançou também a cama, que tem o nome por fora e formato de um campo de futebol. Nepomuceno destacou que a ideia surgiu com o intuito de unir duas paixões do ser humano: Futebol e Animais. "Buscamos linhas voltadas à times de futebol para misturar paixões, Pets e seus times do coração. Foram investidos mais de R$ 20 mil para aquisição destes produtos.", finalizou.