Buscar

Mundo Verde prevê chegar a 500 lojas e atingir R$ 1 Bilhão de faturamento até 2018

Rede conta hoje com 244 lojas em operação

Enquanto o mercado encontrava-se estagnado no primeiro semestre deste ano, a Mundo Verde fechava contratos para abertura de franquias. O crescimento das vendas no primeiro trimestre girou em torno de 18%. Atualmente, a rede conta com 244 lojas em operação e até o final do ano chegará a 270 unidades. Para 2013, a empresa projeta aumento de 19% no faturamento, chegando a um total de R$ 305 milhões. Em apenas quatro anos, cresceu 142% nas vendas e 183% sobre a geração do ebitda.



“A estimativa é que a Mundo Verde tenha 500 unidades até 2018. O diferencial das nossas lojas é a experiência nos pontos de vendas – todas as unidades foram projetadas para aumentar o bem-estar na hora da compra - a qualidade dos produtos que comercializamos e o atendimento consultivo. Além das nutricionistas nas lojas, temos o serviço telefônico Alô Nutricionista, além de atendermos também pela web”, diz Sergio Bocayuva, diretor executivo da rede.

Para aumentar o número de unidades no Brasil e melhorar as vendas, a Mundo Verde aposta na ampliação de produtos de marca própria e em ações de mídia. Os primeiros itens da rede chegaram às lojas no final do ano passado e já somam 75 nas prateleiras, entre shakes, barras e granolas – suplementos – como o LA e o Thermo - e produtos compostos por algas desintoxicantes, como a Spirulina Pacífica Havaiana e o Detox. A expectativa é chegar aos 600 produtos da marca “Mundo Verde Seleção” em um prazo de até cinco anos. Com isso, a tendência é que o número de fornecedores caia ao menos pela metade, mantendo-se a variedade de produtos com otimização de compras, aumentando a margens de lucro para os franqueados e diminuindo o valor do produto para o consumidor.

Outra estratégia é a ampliação no investimento em marketing para divulgar a marca. O vídeo “Nosso Mundo”, parte da nova campanha, já começou a ser vinculado em 18 canais e irá ao ar até o mês de dezembro. É a maior ação publicitária da Mundo Verde nos seus 26 anos de história, com investimento de R$ 2,7 milhões.

O sucesso também se deve ao excelente momento do mercado de alimentação saudável. Os produtos naturais são cada vez mais consumidos pelos brasileiros. O segmento cresceu 136% no país, de 2005 a 2010. Até 2014, o setor ainda irá crescer cerca de 40% no Brasil, segundo dados da consultoria europeia Euromonitor. Para atender a demanda de crescimento desse mercado, a Mundo Verde tem como prioridades oferecer um grande leque de produtos exclusivos para os clientes.

Outro pivô das conquistas é a governança corporativa, implantada na empresa nos últimos quatro anos, após a venda da rede para fundo de Private Equity Axxon Group e um grupo de executivos. Alguns exemplos de ações são o fortalecimento da estrutura de disseminação de conhecimento aos mais de 1.600 profissionais da rede, por meio da Universidade Mundo Verde, e a aplicação de práticas de remuneração variável e distribuição de stock-options.

“A consolidação da rede como maior referência brasileira em alimentação saudável dependia também da qualidade da mão de obra. Por isso, investimos periodicamente na reciclagem dos profissionais. A riqueza humana para nós é muito importante. Valorizamos quem já trabalhava na empresa quando a compramos, ampliando as premissas da saudabilidade também no trabalho, oferecendo ambiente agradável, remuneração justa e uma gestão transparente. A preocupação e o respeito com o funcionário é tão importante para a Mundo Verde quanto a atenção e serviço oferecido ao cliente”, afirma Sérgio Bocayuva, diretor executivo da empresa.

Neste ano, a rede já inaugurou 24 lojas e projeta abrir mais 26 até o fim do ano. O investimento total da empresa para abertura das novas unidades será de R$ 15 milhões.