sábado, 31 de dezembro de 2016

A importância de cuidar dos detalhes (atendimento)

Um detalhe faz toda a diferença no atendimento. Clique no player acima para ouvir esta história.

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 20-12-16
Veiculado em:

-Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações - MG
-ACAITP - Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG
-ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães - BA
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS
-Rádio 95 FM – Currais Novos - RN
-Rádio 730 - Momento Sindilojas - Goiás – GO
-Falando de Varejo

http://radiovendas.com.br
http://leandrobranquinho.com.br

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Obrigado 2016! E que venha 2017!



2016...

Foi um ano de grandes desafios para todos nós, mas também de grandes oportunidades para quem não desiste nunca!

Foi um ano para corações corajosos, dispostos a enfrentar uma tempestade que veio com uma força descomunal, e que infelizmente destruiu o caminho de muitos.

Foi um ano que foi possível investir e apostar em gente empreendedora e corajosa, com vontade de mudar o mundo.

Foi o ano que pude vibrar com as grandes vitórias de meus amigos e que pude agradecer ao ver a vibração deles com minhas vitórias! Foi um ano para fortalecer e celebrar as boas e verdadeiras amizades.

Foi um ano de muito trabalho a se fazer, mas também com muito a agradecer. Foi um ano de finalmente deixar um legado para as futuras gerações. Ano de crescimento e de resultados pessoais e profissionais.

Foi um no que passada a tempestade, estamos conseguindo enfim, ter uma certa esperança na bonança.

Que venha 2017!
E que traga sucesso aos merecidos!

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
Editor
Falando de Varejo

Simpatia e Gentileza

Clique no player acima para ouvir esta história de atendimento simpático e gentil

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 28-12-16
Veiculado em:
-Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações - MG-ACAITP - Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG-ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães - BA-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS-Rádio 95 FM – Currais Novos - RN-Rádio 730 - Momento Sindilojas - Goiás – GO-Falando de Varejo

http://radiovendas.com.br


Symphony EYC investe em realidade virtual para aprimoramento da experiência do consumidor no varejo

Multinacional apresenta a inovação na NRF em Nova York (EUA), de 13 a 15 de janeiro, que contará com a presença de seu diretor-geral no Brasil, Adriano Araújo.


A Symphony EYC aposta na realidade virtual como grande inovação para o aprimoramento da experiência do consumidor no varejo em 2017. Reforçando sua posição de vanguarda no mercado, em abril deste ano a multinacional adquiriu uma empresa britânica especializada no segmento, a Fifth Dimension; desde então vem trabalhando em soluções que permitem ao varejista testar e simular novos conceitos de loja utilizando a tecnologia em 3D.

Entre os dias 13 e 15 de janeiro de 2017, durante a NRF Big Show, em Nova York (EUA), a Symphony EYC fará demonstrações sobre o funcionamento da ferramenta em seu estande. Maior e mais importante evento de varejo do mundo, organizado pela Federação Nacional do Varejo norte-americana, a NRF reúne os principais executivos atuantes no mercado de varejo online e off-line do mundo. Entre eles estará Adriano Araújo, diretor-geral da Symphony EYC no Brasil.

As soluções em realidade virtual auxiliam varejistas e fornecedores a buscar um melhor aproveitamento do espaço e tomar melhores decisões sobre alocação dos itens, por meio de uma plataforma avançada de simulação em 3-D. Ao alcance de um clique, torna-se possível então avaliar cuidadosamente novos formatos de loja, plantas baixas e disposição de gôndolas e prateleiras.

Os impactos proporcionados pelo uso desta tecnologia têm efeitos imediatos:
- Otimização de custos, tempo e energia: a realidade virtual permite testar e medir os impactos das mudanças na loja, simulando o fluxo e a percepção dos clientes diante de cada ambiente. O processo pode ser refeito e aperfeiçoado rápida e intuitivamente, quantas vezes for necessário. Com isso, os custos e a energia gastos nas mudanças físicas diminuem, assim como o tempo entre a concepção e a execução do layout.

- Incremento das vendas: Levando-se em conta os dados oferecidos pelo Big Data, a ferramenta pode determinar as melhores alternativas de alocação baseadas em parâmetros como comportamento do cliente, tendências globais de mercado e desempenho dos produtos nas vendas.

- Mais engajamento e visibilidade: Ao explorar as possibilidades abertas pelo uso da realidade virtual, o varejista pode criar promoções mais impactantes, garantir maior engajamento dos clientes na loja, obter melhores resultados junto aos seus profissionais de marketing e valorizar seu posicionamento de mercado junto a parceiros e fornecedores.

Assista a uma simulação: https://vimeo.com/162089646


Sobre a Symphony EYC

A Symphony EYC reúne soluções de varejo centradas no consumidor em conjunto com a plataforma unificada de softwares para múltiplos canais da Symphony GOLD, com a proposta de solucionar os mais complexos problemas de negócios de 15 das 30 maiores redes de varejo do mundo, milhares de marcas e centenas de grupos que atuam em âmbito regional e nacional. Tais recursos maximizam a rentabilidade criando promoções altamente segmentadas e um sortimento de produtos personalizado em todos os canais, apoiados por operações de varejo confiáveis e ajustáveis e eficiente operacionalização da cadeia de suprimentos. Mais informações pelo site www.eyc.com.

Vendas de Natal caem 7% nos supermercados

Os supermercados registraram uma piora nas vendas neste mês de Natal na comparação com 2015. Segundo levantamento da NeoGrid/Nielsen, houve queda de 7% na quantidade de produtos vendidos, inclusive em itens típicos, como panetone, champagne e o tradicional Peru.

Segundo Robson Munhoz, diretor de relacionamento do varejo da NeoGrid, essa redução nas vendas tem relação com a economia mais retraída, o que gerou uma confiança menor do varejo e da indústria. Outro ponto importante que Munhoz destaca é o calendário de festas. “Em 2015, o dia 24 foi numa quinta-feira e tivemos um feriado prolongado de 4 dias. Este ano o Natal foi mais curto, com apenas um fim de semana, e isso provavelmente afetou as vendas nos supermercados”.

Produtos tipicamente comercializados nessa época do ano estão entre os que apresentaram queda em relação a 2015. O panetone teve redução de 4,7% nas vendas e as carnes natalinas também seguiram essa tendência: caíram 13%.

Já o frango foi o destaque da mesa dos brasileiros neste Natal. As vendas cresceram 10% frente ao ano anterior e, segundo Munhoz, substituíram as carnes natalinas. “Diante do cenário econômico, os consumidores também buscaram produtos mais baratos para substituir itens tradicionais, explica o diretor”.

O Frango foi o destaque do Natal

As bebidas alcoólicas também apresentaram queda nas vendas: 3%. A cerveja teve redução de 3,3% frente a 2015 e o champanhe, 11,7%.

Fonte: Supermercado Moderno

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

20 canais para o varejo seguir no YouTube

Olá amigos do varejo

Que o YouTube já se tornou não somente um canal de entretenimento, mas também um canal de conhecimento, já não é novidade para ninguém.

A diversidade de conteúdos gratuitos à disposição de quem busca diariamente se aprimorar é gigantesca, porém no meio de milhares de vídeos a disposição para cada novo termo a ser pesquisado, a dificuldade está em se encontrar algo que seja de fato relevante para você e seu negócio.

Esse ano resolvi apostar muito no YouTube. Após oito anos de blog, achei que era hora de migrar dos textos para os vídeos, finalmente colocar a cara em frente à câmera e interagir com um novo público.

No meio desse verdadeiro universo que é o YouTube, descobri canais realmente interessantes, de gente que realmente quer fazer algo diferente pelo mundo varejo, compartilhando conhecimento, e que eu penso que devo dividir essa experiência com vocês.

Meu critério para essa definição foi:


  • Atividade: Gente que tenha postado algo recente. Canais sem atividade há mais de seis meses foram desconsiderados.
  • Constância: Gente que tenha pelo menos "alguns" vídeos no canal, com alguma periodicidade. Uma andorinha só não faz verão, como diz o ditado.
  • Foco: Gente que tenha pelo menos parte de seu conteúdo direcionado exclusivamente para o mundo do varejo.
Inscrevam-se nesses canais abaixo.
Prestigie quem está fazendo algo pelo empreendedorismo e pelo mundo do varejo.





À moda do chef

Humildemente peço que conheçam também o meu canal, felizmente com um crescimento fantástico nesse ano, com conteúdo semanal. Vem grandes novidades por aí!

1.) Falando de Varejo

https://www.youtube.com/channel/UCmEa9PDTtUBjxhX6y1Q73Hw


Institucionais

2.) ABAD

https://www.youtube.com/user/ABADbrasil

3.) Endeavour

https://www.youtube.com/channel/UCAV97DtIfx76JzdKDnmjvcw

4.) Sebrae

https://www.youtube.com/channel/UCBqosmarVhVAKYXGVt1JvnA

5.) Universidade Martins do Varejo

https://www.youtube.com/channel/UCErKoS-jzrQt4K8I91OFJVg



Especialistas

6.) Abilio Diniz

https://www.youtube.com/user/videoAbilioDiniz

7.) Claudio Diogo

https://www.youtube.com/channel/UCxCfUwG-QFVitLTklpBMxaQ

8.) Ederson Varejo

https://www.youtube.com/channel/UCmSX7bf5UuedFKDM91GCVxw

9.) Edson Moura

https://www.youtube.com/channel/UC7yKyRpEWyK9Xgu3HJ7QJtA

10.) Fred Rocha

https://www.youtube.com/channel/UCPHu-v5dqLY-3i71mIjUmsw

11.) Fred Alecrim

https://www.youtube.com/channel/UC4I23K5dI9kQGdy49ybNPmA

12.) Geração de Valor

https://www.youtube.com/user/GeracaodeValor

13.) Gouvêa de Souza

https://www.youtube.com/channel/UCmmkSvXpXbdivuPqGfZpjWg

14.) Joao Kepler

https://www.youtube.com/channel/UCjzy68yzcUJO5fLWjjqJkCA

15.) Leandro Branquinho

https://www.youtube.com/channel/UCJCM99GNjVh4X6UBErBLosw

16.) Varejo Top

https://www.youtube.com/channel/UC8PQfuDA1daKgLQx5zLZMDQ



Portais e Revistas

17.) A Magia do Mundo dos Negócios

https://www.youtube.com/channel/UC1MzLBj0eLxYmxKE6qN-9WQ

18.) PDV Criativo

https://www.youtube.com/channel/UCRK80n9QV1yTPJ4xyqBzvJA

19.) Prevenção de Perdas Brasil

https://www.youtube.com/channel/UCju2pUFp8NzPHTL6JH0wsVg

20.) Revista Novarejo

https://www.youtube.com/channel/UCe3t5RJGC6vKaIJwJUcwi7A


Espero que gostem dessa seleção!


Um grande abraço e boas vendas!


Caio Camargo é um incansável apaixonado por tudo que possa estar ligado ao mundo do varejo e ao futuro deste. Arquiteto, blogueiro, palestrante, professor, executivo, anjo-investidor e empreendedor, criou um dos principais sites sobre o varejo brasileiro, o Falando de Varejo, no ar desde Julho de 2008. Com mais de 6 milhões de leitores e dezenas de milhares de seguidores nas principais redes sociais, é uma das principais referências do mercado quando se trata de vender mais e melhor. É Diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate e co-fundador do Hubprovarejo. É autor do livroArroz, Feijão & Varejo, disponível nas principais livrarias do país.

Mais sobre o autor:

Não é que você fala, mas como você fala

Cuidado com o que você fala para o cliente. Clique no player acima para ouvir o episódio


Esta história também foi contada no Instagram do Palestrante de Vendas Leandro Branquinho
Dizem que um rei teve um sonho que o deixou perturbado. No sonho ele tinha perdido todos os dentes. Foi então que ele chamou um guru para interpretar o sonho. -Meu rei, sinto muitíssimo! – falou o guru – Cada dente representa um parente. O sonho significa que perderá todos os seus parentes. O rei ficou enfurecido e condenou o guru a 100 chibatadas nas costas. Foi então que mandou chamar um outro guru pra qual contou mais uma vez o sonho que teve. O novo guru disse: -Vossa excelência provavelmente terá vida longa. O sonho significa que vai viver mais tempo que todos os seus parentes. O rei ficou encantado com a interpretação e mandou lhe pagar 100 moedas de ouro. Quando saiu do palácio, o guru foi abordado por um dos guardas do rei. -Não acredito! Sua interpretação foi a mesma feita pelo outro guru. Não consigo entender como é que para ele, o rei deu 100 chibatadas e para você 100 moedas de outro. O guru na sua sabedoria disse: -O que importa não é o que você diz, mas como você diz. ------- Como você pode adaptar esta história para sua empresa? Ao invés de falar que um produto não tem mais no estoque, mostre as opções que você tem. Ao invés de falar para um cliente nervoso se acalmar, ao invés de falar que ele está nervoso, diga com firmeza que juntos vocês vão resolver o problema. Não é o que você fala. Mas COMO você fala. #boravender #botapraquebrar Leandro Branquinho - Palestrante de Vendas #euamovender (Este texto foi veiculado em diversas emissoras do Brasil no programa Rádio Vendas - Ouça mais episódios no Soundcloud e no blog)
Uma foto publicada por Leandro Branquinho (@radiovendas) em


Faturamento do varejo na região do ABCD cresce 6,2% em setembro, o segundo melhor desempenho do Estado

Segundo a Entidade, na comparação com o mesmo mês de 2015, apenas o setor de farmácias e perfumarias (-16,4%) apresentou queda

Em setembro, o comércio varejista na região do ABCD atingiu faturamento real de R$ 2,7 bilhões, alta de 6,2% na comparação com o mesmo mês de 2015, o segundo melhor desempenho entre as 16 regiões do Estado de São Paulo. No acumulado dos nove meses do ano, houve recuo de 0,7%, e, nos últimos 12 meses, a retração foi de 3,9%. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

Entre as nove atividades pesquisadas, oito apresentaram crescimento nas vendas em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os destaques positivos foram os setores de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (24%), supermercados (7,8%) e outras atividades (6,6%), que juntos, colaboraram com 5,5 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral.

Por outro lado, apenas a atividade de farmácias e perfumarias (-16,4%) registrou resultado negativo no mês e contribuiu com -1,3 p.p. para o desempenho geral do varejo.



Desempenho estadual

Pelo quarto mês consecutivo, o faturamento real do comércio varejista paulista apresentou crescimento na comparação interanual. Em setembro, as vendas do setor cresceram 2,2% em relação ao mesmo mês de 2015 e alcançaram R$ 47 bilhões. Foi o quarto menor resultado para o mês de setembro desde o início da série histórica em 2008. No acumulado do ano, porém, houve retração de 0,7% e em 12 meses, a queda foi de 2,8%.

Apenas três das 16 regiões analisadas pela Federação apresentaram retração no faturamento em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os piores desempenhos foram registrados pelo varejo das regiões de Osasco (-12,3%), São José do Rio Preto (-1,9%) e Bauru (-1,2%). Já os melhores resultados foram observados nas regiões de Araraquara (8,3%), ABCD (6,2%) e Sorocaba (6,2%).

Das nove atividades pesquisadas, quatro mostraram aumento em seu faturamento real em setembro: farmácias e perfumarias (12,1%), outras atividades (5,9%), autopeças e acessórios (5,3%) e supermercados (5,2%) que, juntas, contribuíram com 3,9 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral.

Os setores de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (-14,6%), lojas de vestuário, tecidos e calçados (-4,8%), lojas de móveis e decoração (-4,6%), concessionárias de veículos (-0,3%) e materiais de construção (-0,3%) registraram retração nas vendas, resultando em uma pressão negativa de 1,7 p.p..

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, o varejo ainda enfrenta um cenário econômico bastante desafiador: a renda permanece em queda, resultado de uma taxa crescente de desemprego em meio a um ritmo muito lento da atividade econômica. O único alento em meio a essa conjuntura, para a Entidade, continua sendo a melhoria da confiança dos consumidores o que, por si só, infelizmente, não é suficiente para sustentar uma retomada significativa do nível atual de consumo.

Expectativa

De acordo com a FecomercioSP, não restam dúvidas que a atual crise econômica em que se encontra o País é de uma gravidade e complexidade profundas, o que vai exigir ações muito incisivas para seu enfrentamento e tempo prolongado para ser resolvida. A queda dos juros básicos já em curso poderá representar um estímulo relativo sobre o nível de investimentos, a variável-chave para recuperação do ritmo de crescimento. Mas, segundo a Federação, trata-se de uma variável de longo prazo de maturação. Neste sentido, a aprovação de medidas de controle dos gastos públicos é imperativa, dada a deterioração das contas do governo e o impacto que provoca sobre a credibilidade do País para os investidores internos e externos.

Essa conjuntura de grandes obstáculos não permite traçar cenários otimistas para o comércio paulista, tanto para o final de 2016 como para o próximo ano, que ainda deverá apresentar um nível de vendas muito contraído, segundo a FecomercioSP. Enquanto não houver reações claras no ritmo do emprego e da renda não se devem aguardar resultados significativos no consumo. Dessa forma, a Entidade estima que ao final de 2016 o varejo mostre crescimento zero em seu faturamento real acumulado e que esse ritmo se repita em 2017.

Nota metodológica

A Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV) utiliza dados da receita mensal informados pelas empresas varejistas ao governo paulista por meio de um convênio de cooperação técnica firmado entre a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

As informações, segmentadas em 16 Delegacias Regionais Tributárias da Secretaria, englobam todos os municípios paulistas e nove setores (autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; lojas de eletrodomésticos e eletrônicos e lojas de departamentos; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; materiais de construção; supermercados; e outras atividades).

Os dados brutos são tratados tecnicamente de forma a se apurar o valor real das vendas em cada atividade e o seu volume total em cada região. Após a consolidação dessas informações, são obtidos os resultados de desempenho de todo o Estado.

Faturamento do varejo na região de Araraquara cresce 8,3% em setembro e registra o melhor desempenho do Estado

Segundo pesquisa da FecomercioSP, comércio varejista da região faturou R$ 1,3 bilhão no mês e cresceu 0,9% no acumulado em 12 meses

Em setembro, o faturamento real do comércio varejista na região de Araraquara atingiu R$ 1,3 bilhão, alta de 8,3% em relação ao mesmo mês de 2015 - o melhor desempenho entre todas as 16 regiões do Estado de São Paulo. No acumulado dos nove meses do ano, a elevação foi de 4,6% e, nos últimos 12 meses, houve alta de 0,9%. Os dados são da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV), realizada mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), com base em informações da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP).

Seis das nove atividades analisadas apresentaram crescimento em setembro no comparativo com o mesmo mês de 2015. Os setores de lojas de vestuário, tecidos e calçados (25,3%), supermercados (16,2%) e outras atividades (8%) foram determinantes para o resultado positivo, e juntos, contribuíram com 8,4 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral.

Por outro lado, os segmentos de lojas de móveis e decoração (-58,4%), eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (-16,3%) e autopeças e acessórios (-15%) foram os únicos que registraram quedas, e em conjunto, impactaram negativamente em 2,1 p.p. nas vendas em setembro.

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, esta foi a oitava alta consecutiva nas vendas do comércio da região e a tendência continua positiva até porque a base de comparação é fraca, ou seja, em outubro e novembro do ano passado o comércio varejista da região de Araraquara recuou 10,6% e 10,3%, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2014. Além disso, o fato de seis setores exibirem alta nas vendas consolida a trajetória positiva do varejo.



Desempenho estadual

Pelo quarto mês consecutivo, o faturamento real do comércio varejista paulista apresentou crescimento na comparação interanual. Em setembro, as vendas do setor cresceram 2,2% em relação ao mesmo mês de 2015 e alcançaram R$ 47 bilhões. Foi o quarto menor resultado para o mês de setembro desde o início da série histórica em 2008. No acumulado do ano, porém, houve retração de 0,7% e em 12 meses, a queda foi de 2,8%.

Apenas três das 16 regiões analisadas pela Federação apresentaram retração no faturamento em setembro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Os piores desempenhos foram registrados pelo varejo das regiões de Osasco (-12,3%), São José do Rio Preto (-1,9%) e Bauru (-1,2%). Já os melhores resultados foram observados nas regiões de Araraquara (8,3%), ABCD (6,2%) e Sorocaba (6,2%).

Das nove atividades pesquisadas, quatro mostraram aumento em seu faturamento real em setembro: farmácias e perfumarias (12,1%), outras atividades (5,9%), autopeças e acessórios (5,3%) e supermercados (5,2%) que, juntas, contribuíram com 3,9 pontos porcentuais (p.p.) para o resultado geral.

Os setores de eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos (-14,6%), lojas de vestuário, tecidos e calçados (-4,8%), lojas de móveis e decoração (-4,6%), concessionárias de veículos (-0,3%) e materiais de construção (-0,3%) registraram retração nas vendas, resultando em uma pressão negativa de 1,7 p.p..

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, o varejo ainda enfrenta um cenário econômico bastante desafiador: a renda permanece em queda, resultado de uma taxa crescente de desemprego em meio a um ritmo muito lento da atividade econômica. O único alento em meio a essa conjuntura, para a Entidade, continua sendo a melhoria da confiança dos consumidores o que, por si só, infelizmente, não é suficiente para sustentar uma retomada significativa do nível atual de consumo.

Expectativa

De acordo com a FecomercioSP, não restam dúvidas que a atual crise econômica em que se encontra o País é de uma gravidade e complexidade profundas, o que vai exigir ações muito incisivas para seu enfrentamento e tempo prolongado para ser resolvida. A queda dos juros básicos já em curso poderá representar um estímulo relativo sobre o nível de investimentos, a variável-chave para recuperação do ritmo de crescimento. Mas, segundo a Federação, trata-se de uma variável de longo prazo de maturação. Neste sentido, a aprovação de medidas de controle dos gastos públicos é imperativa, dada a deterioração das contas do governo e o impacto que provoca sobre a credibilidade do País para os investidores internos e externos.

Essa conjuntura de grandes obstáculos não permite traçar cenários otimistas para o comércio paulista, tanto para o final de 2016 como para o próximo ano, que ainda deverá apresentar um nível de vendas muito contraído, segundo a FecomercioSP. Enquanto não houver reações claras no ritmo do emprego e da renda não se devem aguardar resultados significativos no consumo. Dessa forma, a Entidade estima que ao final de 2016 o varejo mostre crescimento zero em seu faturamento real acumulado e que esse ritmo se repita em 2017.

Nota metodológica

A Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista no Estado de São Paulo (PCCV) utiliza dados da receita mensal informados pelas empresas varejistas ao governo paulista por meio de um convênio de cooperação técnica firmado entre a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) e a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

As informações, segmentadas em 16 Delegacias Regionais Tributárias da Secretaria, englobam todos os municípios paulistas e nove setores (autopeças e acessórios; concessionárias de veículos; farmácias e perfumarias; lojas de eletrodomésticos e eletrônicos e lojas de departamentos; lojas de móveis e decoração; lojas de vestuário, tecidos e calçados; materiais de construção; supermercados; e outras atividades).

Os dados brutos são tratados tecnicamente de forma a se apurar o valor real das vendas em cada atividade e o seu volume total em cada região. Após a consolidação dessas informações, são obtidos os resultados de desempenho de todo o Estado.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Varejo apresenta aumento de fluxo na última semana antes do Natal

Última semana apresentou resultado positivo de 4,9%, no comparativo com 2015. No período sazonal, o resultado apresentado foi negativo.

O período que equivale ao momento sazonal do Natal de 2016 registrou redução de 5,2% se comparado a 2015, em relação ao fluxo de pessoas no varejo físico. O apontamento é do ICV (Índice de Consumidores no Varejo), divulgado pela Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de fluxo de clientes em pontos de venda.

A análise demonstra que apenas a última semana (Semana Natal) apresentou crescimento de fluxo, com resultado positivo de 4,9%


Os dados mostram também que a região Sul foi a que registrou o melhor desempenho em relação ao ano anterior, registrando crescimento de 7,6% na comparação entre os períodos de 2015 e 2016, sendo a única região a registrar alta. As maiores reduções de fluxo foram nas regiões Nordeste (-7,5%) e Sudeste (-5,7%).

Resultado por região:

• Centro Oeste: - 4,0%
• Nordeste: -7,5%
• Norte: -3,3%
• Sudeste: -5,7%
• Sul: +7,6%

De acordo com Samuel Macedo, gerente de indicadores pós-vendas e indicadores da Virtual Gate, o resultado do fluxo na última semana era esperado: “Já havíamos verificado comportamento similar neste ano nas demais datas como Dia das Mães e dos Namorados. Em cima da hora, o consumidor, mesmo em cenário de crise, está buscando oportunidades”.

Na opinião de Heloísa Cranchi, diretora geral da Virtual Gate, o próximo ano poderá ser desafiador para o varejo. “Tudo ainda depende dos rumos econômicos e políticos do país. A falta de algumas definições nesse sentido ainda prejudica a retomada de investimentos no setor. Mesmo assim, o consumidor ainda está buscando reais oportunidades e ofertas, e quem conseguir entender isso, poderá colher bons frutos no próximo ano”.

A base analisada conta com mais de 1200 pontos de medições (lojas) adota a Classificação Nacional de Atividades Econômicas - CNAE, na sua versão mais atual 2.0, ponto de referencia Base 100 = Janeiro de cada ano para comparativos anuais, e Base = 100 primeiro mês analisado no comparativo mês a mês.

Sobre a Virtual Gate

Fundada em 2002, a Virtual Gate, fornece soluções para o aumento de faturamento dos varejistas por meio de tecnologia que permite a gestão do fluxo do consumidor e da taxa de conversão. Atende algumas das maiores empresas do País e grandes redes varejistas, além de oferecer soluções de valor agregado para médias e pequenas empresas de todo o Brasil, com clientes em todas as regiões. Seu portifólio tem alguns cases de sucesso como: C&A, Pernambucanas, Restoque, TendTudo, Nike, Adidas, FNAC, Livraria Cultura, Lojas Americanas, Farm, Paquetá, Calvin Klein, Loungerie, L’Occitane, Sephora, entre outros.

Vendas de Natal cresceram 53% no Mercado Livre

O Mercado Livre registrou um crescimento de 53% nas vendas de Natal de 2016 na comparação com o mesmo período do ano passado. Abaixo, o ranking das cinco categorias de produtos com mais itens vendidos na página especial de Natal do Mercado Livre:


  • 1º - Calçados, Roupas e Bolsas - Sapatos (Sapatênis masculino); Vestido; Tênis (Feminino); Macacão feminino; Bolsas; Moda Praia (Biquíni)
  • 2º - Saúde e Beleza - produtos para cabelo (Modelador de cachos); cuidados de mãos (Kit unha); Maquiagem; Perfumes;
  • 3º - Acessórios para veículos - Som automotivo (Central Multimídia); acessórios de moto (capacetes); acessórios de carro (Kit sensor de estacionamento); pneus (Kit 4 pneus de carro);
  • 4º - Games - Consoles; Jogos; acessórios;
  • 5º - Informática - Acessórios para computador (Fone de ouvido Game); Componentes de computador (HD); Produtos Apple; Tablets; Roteadores Wi-fi.

Intenção de consumo atinge o maior patamar desde julho de 2015 com 75,6 pontos em dezembro

Segundo a Entidade, o destaque do mês foi o item Momento para Duráveis, que registrou alta de 12,5% na comparação mensal e atingiu 54,6 pontos

O índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) registrou em dezembro a sexta alta consecutiva, alcançando os 75,6 pontos, o maior patamar desde julho de 2015. O crescimento foi de 2,4% em relação a novembro e 14,6% no contraponto anual. O ICF é apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) e varia de zero a 200 pontos, sendo que abaixo de 100 pontos significa insatisfação e acima de 100, satisfação em relação às condições de consumo.



O destaque positivo de dezembro foi o item Momento para Duráveis, que registrou alta de 12,5% na comparação mensal e atingiu 54,6 pontos. De acordo com a assessoria econômica da FecomercioSP, apesar do aumento, a pontuação deste item ainda é muito baixa, na escala de 0 a 200, o que significa que 70% dos paulistanos ainda considera um mau momento para adquirir bens como tv, fogão, geladeira, entre outros.

Para a Entidade, o principal motivador da alta do Momento para Duráveis foram as ofertas da Black Friday, a qual também teve efeitos positivos sobre o item Nível de Consumo Atual, que passou de 42,4 pontos em novembro para 45,8 pontos este mês, alta de 7,8%. Já o item Perspectiva de Consumo ficou praticamente estável com variação de -0,3% e 68,7 pontos, mas na comparação anual foi o item que apresentou o maior ganho (48,6%).

Com relação à Renda Atual, nem o 13º salário animou os paulistanos e o item avançou apenas 0,5% em relação ao mês anterior atingindo 82,8 pontos em dezembro, enquanto o item Acesso ao Crédito apresentou uma pequena alta de 0,1% em relação a novembro e queda de 3,9% na comparação anual, atingindo 68,4 pontos. Para a FecomercioSP, o resultado mostra que com a maior seletividade dos bancos diante da crise econômica e os juros altos, o consumidor encontra mais dificuldades na obtenção de crédito para compras a prazo.

Já os itens relacionados ao emprego tiveram resultados positivos. Emprego Atual registrou crescimento de 0,4% e ficou com 99,1 pontos, próximo ao ponto de indiferença no qual o número de respostas de sentimento de segurança e insegurança no emprego é igual. O item Perspectiva Profissional exibiu elevação de 2% e é o único no patamar de satisfação com 110,2 pontos, mostrando que a maioria dos paulistanos prevê uma melhoria profissional para o responsável pelo domicílio nos próximos seis meses.

Na análise por faixa de renda, os dois grupos evoluíram em dezembro. As famílias com renda acima de dez salários mínimos passaram de 75,1 pontos para 77,7 pontos em dezembro, alta de 3,5%. O índice de Intenção de Consumo das famílias com renda inferior a dez salários mínimos cresceu 2% em relação ao mês anterior e atingiu os 74,9 pontos.

Segundo a FecomercioSP, encerrar o ano com mais uma alta do ICF e completar um segundo semestre com variações positivas é um bom resultado e mostra que os paulistanos saíram de um nível muito elevado de insatisfação. A média de pontuação dos últimos seis meses foi de 70,7 pontos, 5,1% acima da média dos primeiros seis meses de 2016, alta motivada, principalmente, pela melhora das expectativas para a economia brasileira.

Para o início do próximo ano, a tendência para o indicador é positiva tanto pelo lado da inflação menor quanto pelo reajuste do salário mínimo e do período de liquidações.

Metodologia

O Índice de Intenção de Consumo das Famílias (ICF) é apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) desde janeiro de 2010, com dados de 2,2 mil consumidores no município de São Paulo. O ICF é composto por sete itens: emprego atual; perspectiva profissional; renda atual; acesso ao crédito; nível de consumo atual; perspectiva de consumo e momento para duráveis. O índice vai de zero a 200 pontos, no qual abaixo de 100 pontos é considerado insatisfatório e acima de 100 pontos, satisfatório. O objetivo da pesquisa é ser um indicador antecedente de vendas do comércio, transformando-se, com base no ponto de vista dos consumidores e não no uso de modelos econométricos, em uma ferramenta poderosa para o varejo, fabricantes, consultorias e instituições financeiras.

Sobre a FecomercioSP

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) é a principal entidade sindical paulista dos setores de comércio e serviços. Congrega 157 sindicatos patronais e administra, no Estado, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). A Entidade representa um segmento da economia que mobiliza mais de 1,8 milhão de atividades empresariais de todos os portes. Esse universo responde por cerca de 30% do PIB paulista - e quase 10% do PIB brasileiro - gerando em torno de 10 milhões de empregos.

GrandVision by Fototica inaugura loja no Center Shopping Rio

GrandVision by Fototica inaugura loja no Center Shopping Rio
Rede chega com duas lojas ao Rio de Janeiro até o fim deste mês para atender aos exigentes consumidores da região

De acordo com dados da Associação Brasileira de Franchising – ABF –, o mercado de franquias do Rio de Janeiro faturou aproximadamente R$ 7,5 bilhões no primeiro semestre de 2015, representando 11% do faturamento do setor. De olho nesse mercado, a GrandVision by Fototica, que faz parte do maior grupo de varejo ótico do mundo, amplia sua atuação e inaugura as primeiras franquias da marca no Rio de Janeiro. Uma delas fica localizada no Center Shopping Rio, em Jacarepaguá.

Para Alvaro Vieira, presidente da companhia, o Rio de Janeiro é uma praça importante para os negócios. “O Rio apresenta grande potencial de expansão, já que é um dos mercados com maior crescimento no franchising nacional. Nosso objetivo é chegar a 20 lojas até o fim deste ano e manter o ritmo de crescimento na região Sudeste do país”, afirma o executivo.

A loja segue o conceito inovador das demais unidades da rede, que traz como principal característica o auto-atendimento, que permite ao consumidor escolher seus óculos livremente. As unidades apresentam, em um ambiente moderno e clean, amplo mix de produtos, com óculos solares, receituários e lentes de contato. São mais de 25 grifes internacionais, como Ray-Ban, Dolce&Gabanna, Prada, Tiffany&CO, Michael Kors, Guess, Lacoste, Oakley e Fendi, entre outras, além de grifes exclusivas desenvolvidas por designers na Europa, que oferecem aos consumidores qualidade aliada às principais tendências de moda a preço acessível.

Para Bruno Policarpo, administrador dessa franquia, a GrandVision by Fototica é uma das empresas mais fortes do segmento ótico e sua expertise de quase cem anos no mercado nacional e o know how do grupo foram pontos importantes para a escolha.

A GrandVision by Fototica oferece o suporte de gestão necessário aos franqueados durante todo o processo de desenvolvimento da operação, incluindo planejamento e treinamentos constantes. O investimento inicial para ter uma franquia GrandVision by Fototica é a partir de R$ 425 mil e o prazo de retorno do investimento, a partir de 24 meses. A média de faturamento mensal é de R$ 140 mil e o lucro, em torno de 8 a 12% do faturamento mensal.

A GrandVision by Fototica, que faz parte da maior rede de varejo ótico do mundo, o grupo holandês GrandVision, dedica-se à venda de óculos completos – armação com lentes –, óculos de sol e lentes de contato. Possui mais de 100 lojas próprias e franquias em sete estados brasileiros: São Paulo, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Ceará, Rio de Janeiro e Alagoas. Trabalha com grifes exclusivas comercializadas nos 44 países onde atua, como Solaris, Unofficial e Heritage, e outra grifes nacionais e internacionais, como Ray-Ban, Carrera, Gucci, Prada, Hugo Boss, Lacoste e Dior, entre outras. Presidida por Alvaro Vieira, emprega no Brasil cerca de 900 pessoas.

Sobre a AD Shopping (administradora)

A AD Shopping, maior administradora independente de shopping centers do País, está presente em todas as regiões brasileiras. Seu portfólio é composto por empreendimentos de diversos formatos, localizados tanto em capitais quanto no interior. São 25 anos de experiência em planejamento, comercialização e gestão de shopping centers. Visite: www.adshopping.com.br.

Novos tempos, novos hábitos

Por Márcio Iavelberg*

Muitas empresas que já foram consideradas potências na economia global, décadas atrás, assim como seus produtos, de extrema necessidade, acabaram se tornando obsoletos, com a modernização, com a globalização e até por mudanças nos hábitos de consumo da sociedade moderna.


Envio de fax, filmes de 24 ou 36 fotos e aparelhos de videocassete são exemplos de produtos quase extintos. As crianças de hoje nem sabem o que são eles e para que serviam. Isso porque, com um único aparelho celular, consegue-se receber e enviar qualquer tipo de documento, pode-se tirar quantas fotos desejar e assistir uma gama enorme de filmes, ouvir músicas, etc.

Essas empresas como Fujifilm, BlockBuster, Panasonic e tantas outras nem imaginavam que o mercado que tinham na década de 80 e início de 90, praticamente desapareceria num piscar de olhos.

A sociedade é diferente, os hábitos de consumo também, as crianças não conseguem entender o descuido com a natureza, o corte de árvores, a poluição dos rios, o maltrato animal, o porquê do cigarro. Falar de homossexualidade faz parte do dia a dia delas, assim como conhecem alguns idosos chegando nos 100 anos de vida.

Muitas empresas ainda não perceberam mas, em pouco tempo, os seus produtos também não responderão mais aos desejos de um novo público. Os seus velhos argumentos não mais convencerão.

Inove e busque se adaptar. Esteja muito próximo das novas tecnologias e ainda mais próximo de seus clientes e dos novos desejos.

Mude a rota enquanto ainda estiver ganhando dinheiro. Depois, será tarde demais.

Sobre a Blue Numbers

A Blue Numbers é uma consultoria empresarial especializada em PME´s com 13 anos de experiência e mais de 600 projetos realizados. Atua na construção de modelos de gestão: marketing, financeira, RH, processos e comercial, formatação de franquias, treinamentos e palestras. Conta com um quadro de profissionais multidisciplinares, altamente qualificados e com experiência em projetos nacionais.

Márcio Iavelberg é sócio fundador da Blue Numbers e autor do livro: “Como administrar seu consultório e suas finanças pessoais”

Montana Bar N' Grill entrega doações à entidades de Campinas

Centro Corsini e Lar dos Velhinhos da cidade foram beneficiados com valores arrecadados na inauguração do espaço


O Montana Bar N’ Grill, novo espaço da tradicional Churrascaria Montana Grill localizado no Shopping Iguatemi Campinas, entregou nessa quinta-feira, 22 de dezembro, R$25 mil reais em doações para duas instituições de Campinas: o Centro Corsini e o Lar dos Velhinhos. A ação foi realizada após um evento de inauguração beneficente do bar, que tinha como objetivo ajudar as entidades.

O presidente do Lar dos Velhinhos, Mauro Calais, ressalta a importância da ação do estabelecimento para a entidade. “A doação é muito importante, pois vai além da ajuda financeira, amplia também o conhecimento do público sobre o nosso trabalho. Esse valor será importante para uma manutenção na cozinha da nossa sede e também para outros reparos necessários para mantermos a estrutura em dia”, ressalta.

Já no Centro Corsini, a ação ajudará na realização de projetos e atividades fundamentais para a instituição. “O terceiro setor hoje sempre busca amigos e empresas solidárias, que valorizem o nosso trabalho e compreendem o impacto que ele tem na sociedade. A doação nos ajudará na manutenção financeira e estrutural da sede e eu agradeço em nome de todas as crianças assistidas pelo Corsini”, destaca Luís Antunes, presidente da entidade.

O sócio do Montana Bar N’ Grill, Israel Celli, explica que os outros sócios do espaço já possuem um forte trabalho com as entidades da cidade e decidiram realizar uma inauguração diferente, com o objetivo de ajudar as instituições parceiras. “Conhecemos a importância dos trabalhos do Centro Corsini e do Lar dos Velhinhos de Campinas e elaboramos um evento de inauguração beneficente para proporcionar um Natal especial às entidades. Esperamos que as doações ajudem as instituições e que elas continuem executando esse excelente trabalho à população da cidade”, finaliza.

Sobre a Churrascaria Montana Grill

Desde 1994, a Churrascaria Montana Grill oferece o melhor rodízio de carnes nobres de Campinas (SP), com atendimento de excelência, carta de vinhos e cervejas diferenciadas, um sommelier residente e um ambiente elegante e acolhedor para a família, executivos e para a realização de eventos.

A Churrascaria nasceu por iniciativa da dupla sertaneja Chitãozinho & Xororó, que queria expandir seus negócios para além da música e da pecuária e fundaram o Grupo Montana Grill. Hoje, a churrascaria Montana Grill de Campinas traz, além dos melhores cortes, como a picanha tradicional Montana, uma grande variedade de saladas e pratos frios no buffet, pratos quentes, peixes e entradas gourmet, como o famoso bolinho de feijoada.

Com a inauguração da nova ala do Shopping Iguatemi Campinas, em 2015, a Churrascaria ficou localizada em uma das áreas destinadas aos restaurantes premium do empreendimento. Em 2016, o grupo inaugurou o Montana Bar N’ Grill, espaço anexo à Churrascaria e com objetivo de oferecer um local para happy hour e entretenimento, funcionando também de segunda à sexta para almoços executivos e no período noturno como uma opção de lazer.

http://www.churrascariamontanagrill.com.br/

HotFriday reunirá grandes saldões e liquidações após as festas

Site reunirá ofertas com descontos reais em época mais propícia para saldões e liquidações de estoque.


Agora o Brasil também terá a sua sexta-feira de grandes liquidações e de acordo com seu próprio calendário de datas comemorativas. Percebendo o grande e recorrente problema que a Black Friday traz aos lojistas do Brasil, e com o desejo de se reproduzir no Brasil o mesmo sucesso que acontece com a Black Friday nos EUA, nasce a HotFriday.

A HotFriday será mais do que um momento de grande liquidação e será apoiada por um website que concentrará milhares ofertas num só lugar, criando uma concorrência saudável para atrair consumidores num momento de liquidações que promete oferecer preços realmente baixos e grandes descontos, para derreter os estoques que sobraram do Natal.

Agora os já tradicionais saldões e liquidações que acontecem depois das festas de fim de ano estarão unificados num só lugar, no site da HotFriday.

O site oficial www.hotfriday.com.br oferecerá estas ofertas apenas durante sete dias, mas como começará numa sexta-feira, sem dúvida este será o dia mais quente do período, que apresentará as melhores ofertas, por isso o nome HotFriday (sexta-feira quente).

O site abrirá sexta-feira, dia 13 de janeiro, à zero hora. Neste momento, há um detalhe importante: as primeiras 12 horas serão destinadas aos usuários cadastrados, ou seja, o site estará aberto exclusivamente para os consumidores que se cadastrarem previamente. O cadastro é gratuito e oferecerá a estes consumidores precavidos a vantagem de poder acessar, antes de todos, as melhores ofertas, que poderão até se esgotar durante as primeiras 12 horas. Após isso, o site passa a ficar aberto para todo o público até o dia 19 de janeiro.

O idealizador e principal executivo da HotFriday, Marcelo Abrileri, comenta sobre o surgimento da ideia: “Sempre quis compreender por que a Black Friday não repetia no Brasil o enorme sucesso que faz nos EUA. Por que aqui ela se comporta de modo diferente? Analisando o problema, pude perceber que aqui ela acontece em uma data nada propícia, por isso, sofre para oferecer descontos de verdade. Lá ela acontece depois do principal evento do calendário americano, o Dia de Ações de Graças (Thanksgiving Day), momento em que ocorrem muitas compras, sendo a principal noite para eles, quando as famílias se reúnem e muitos se presenteiam. Depois disso, o que sobra nas lojas é saldo, que é natural desejar liquidar. Já no Brasil, sequer temos esta data em nosso calendário, portanto, não há saldo algum para se queimar. Além disso, neste momento estamos chegando à nossa principal data comemorativa, o Natal, momento este em que todos os lojistas estão se abastecendo e começando a vender. Ou seja, a Black Friday no Brasil é totalmente descasada com nosso calendário comercial, por isso acontecem os tradicionais problemas já conhecidos por todos nós. Mas agora também teremos nossa grande liquidação, que acontecerá na data certa, após o Natal, após o grande momento de maior venda, quando os lojistas estarão realmente querendo queimar seu estoque, liquidar e zerar o que sobrou, e isso é a HotFriday. Neste momento, quando normalmente já acontecem as grandes liquidações no Brasil, a HotFriday vem para agregar essas ofertas num só lugar, num website em que todos os lojistas poderão anunciar suas ofertas e os consumidores poderão ter contato com elas. Na HotFriday os consumidores saberão das melhores ofertas e poderão se orientar sobre o que e onde comprar bem, assim como quais são as lojas que estarão oferecendo os melhores descontos. No entanto, a HotFriday não veio para competir com a Black Friday e poderá conviver normalmente com sua irmã americana, já que na data da Black Friday não haverá HotFriday”.

Quanto ao modelo de negócio, a HotFriday não pretende reinventar a roda e funcionará igualmente aos grandes e consagrados players de Internet, tais como Google e Facebook. Da mesma forma que nestes sites, os anunciantes acessarão a plataforma da HotFriday, colocarão seu orçamento, bem como o valor que desejam pagar pelo clique, incluirão seus anúncios, e pronto: os anúncios já começam a aparecer para os consumidores. Os anunciantes pagarão apenas pelos cliques recebidos. Este modelo de negócio baseado em resultados de tráfego é bastante atraente para que todo e qualquer varejista, além de lojas virtuais, possa anunciar suas ofertas no site durante este período.

Para exibir as melhores ofertas em primeiro plano, a HotFriday desenvolveu um algoritmo que privilegiará os anúncios que estiverem oferecendo os melhores descontos, de modo a levar ao público sempre as melhores ofertas que qualquer anunciante poderá divulgar no site.

Assista aos vídeos promocionais sobre a HotFriday aqui: https://vimeo.com/hotfriday

Para outras informações, acesse www.hotfriday.com.br

Saraiva inaugura loja em Fortaleza nesta quinta

Espaço no North Shopping chega com o novo conceito de layout da rede, amplo catálogo de produtos e serviços, além área de eventos multifuncional e café


A Saraiva inaugura no próximo dia 29 a sua terceira unidade em Fortaleza, no North Shopping, ampliando sua presença na cidade. Com 650m², a loja é a primeira da região com o novo conceito arquitetônico da rede. Localizada no terceiro piso - L3, o projeto arquitetônico foi planejado de forma a facilitar a trajetória pelo espaço, convidando a experimentar a Saraiva não apenas como um local de compras, mas também como uma opção de entretenimento e lazer para toda a família. A operação contará ainda com espaço de café e uma área de eventos multifuncional com estantes de livros, transformado, ora em uma extensão da livraria, ora em área para realização de sessões de autógrafos, pockets shows, palestras ou outras ações relacionadas.

A nova unidade tem layout moderno, fazendo com que o público tenha uma circulação mais fluída e acesse com mais facilidade a categoria de interesse. Mesas estrategicamente posicionadas promovem a melhor exposição dos produtos. O piso e a iluminação também foram pensados para tornar o ambiente ainda mais confortável e aconchegante. A loja traz toda a variedade do mix de produtos da rede, com literatura nacional e estrangeira, papelaria, games, telefonia, informática, música, filmes, periódico, e, claro, o LEV, o leitor de livros digitais da Saraiva.

Destaque para o espaço pensado especialmente para o público jovem, com ambiente diferenciado e identidade visual própria. A ideia é que os clientes possam se reunir neste local. Além dos livros de aventura, fantasia, horror, ficção científica e quadrinhos, há também um lugar onde é possível carregar os aparelhos celulares. E, ainda, uma área exclusivamente dedicada a games, oferecendo uma completa variedade de jogos e itens colecionáveis.

Além da comodidade de um completo portfólio de serviços: Troca Inteligente [que permite a utilização de smartphone ou tablet usados na compra de um aparelho novo]; garantia estendida [para extensão da garantia de fábrica, por mais 12 ou 24 meses]; Proteção Saraiva [seguro de roubo, furto qualificado e quebra acidental] e Saraiva Entrega [para compra de todo o mix da Saraiva em loja e entrega em casa ou na própria unidade].

A nova loja do North Shopping é 115ª loja da rede e a quinta dentro do novo conceito. A Saraiva está presente em 17 estados brasileiros e no Distrito Federal, além de atuar também de forma integrada multicanal por meio do seu site e-commerce saraiva.com.br e versão mobile.

Sobre a Saraiva
A Saraiva, empresa focada em educação, cultura e entretenimento, está presente em todas as fases da vida de seus clientes. A companhia opera por meio do conceito multicanal, que integra lojas físicas, internet e dispositivos móveis, com uma ampla gama de produtos e serviços. A empresa conduz seus negócios de comércio eletrônico pelo site saraiva.com.br, cuja operação é totalmente integrada à da rede de lojas físicas, com presença em todo o território nacional.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Bob's inaugura unidade 100% digital

Caio Camargo comenta no vídeo abaixo essa inauguração.
Olá amigos do varejo

Confiram nosso novo vídeo em nosso canal, dessa vez, sobre a inauguração da unidade 100% digital do Bob's, no BarraShopping, no Rio de Janeiro.

Uma unidade que não precisa de atendentes. Todo o atendimento é via totem ou app.
Confira!





Mais vídeos como esse em http://bit.ly/youtubevarejo

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo

Editor
Falando de Varejo

As 5 postagens que mais fizeram sucesso em 2016

Pois é amigos do varejo!

O ano chegando ao fim e também chegou a hora de lembrarmos por aqui as cinco postagens que tiveram mais visualizações no ano de 2016 aqui no Falando de Varejo

5º Lugar - Vendas Baixas? Não Grite! Foque Na ‘Lei De Pareto’


O artigo do Levi Macario, da Bome App é nosso quinto lugar com mais de 8500 visualizações e cerca de 500 compartilhamentos nas redes sociais.

4º Lugar - O Cliente Diz "Tá Caro!" - Veja O Que Esta Vendedora Responde


Mais um grande podcast do Leandro Branquinho, com mais de 14000 visualizações e quase 900 compartilhamentos nas redes sociais

3º Lugar - 5 Dicas Para Obter O Máximo Rendimento Do Seu E-Commerce Farmacêutico

Um artigo enviado pelo Marcelo Francisco da Silva, da Jet Business, alcançou incriveis 20500 visualizações. E não se esqueça, esse é um espaço para todos que querem escrever para o blog. Envie também seu artigo para nós! (contato@falandodevarejo.com.br)

2º Lugar - Novo Governo Pode Abrir Perspectiva De Reformas Necessárias Para O Ajuste Da Economia Brasileira, Aponta FecomercioSP

O fim do processo de impeachment trouxe muitas incertezas e desejos por parte do varejo, o que trouxe  mais de 21.442 pessoas à visualizarem e compartilharem esse artigo.

1º Lugar - Rede de Supermercados mineira lança carrinho inteligente.


Quase 12.000 compartilhamentos nas redes sociais e inacreditáveis 99.500 visualizações até essa matéria, colocaram o artigo sobre a inovação trazida pelo Grupo Super Nosso como não somente o artigo mais lido do blog Falando de Varejo em 2016, como também o post mais lido em toda a história do blog, em mais de oito anos de atividade. Incrível!


2017 está chegando.
Continuem conosco. Aqui no blog, e em nossos perfis nas redes sociais.

http://www.youtube.com/falandodevarejo
http://www.twitter.com/falandodevarejo
http://www.facebook.com/falandodevarejo

Um grande abraço,

Caio Camargo

Editor
Falando de Varejo

Mercadão dos Óculos mantém ritmo de expansão e inaugura 57 novas franquias em 2016


Mesmo num cenário econômico desafiador, empresas se destacaram e continuaram expandindo por meio de franquias no país. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), um dos segmentos que mais se destacou no setor no terceiro trimestre de 2016 foi o de acessórios pessoais e calçados que cresceu 9%, se comparado ao mesmo período do ano anterior.

A rede de ótica Mercadão dos Óculos é um bom exemplo de marca que prosperou e remou contra a maré neste ano. Com 105 unidades em funcionamento no país, das quais 37 foram abertas apenas nesse ano, a rede prevê um faturamento de R$ 40 milhões, 50% a mais do que o ano passado e planeja a abertura de 80 lojas em 2017. A empresa se destaca no segmento por oferecer itens até 60% mais baratos que a média do mercado.

Vendas a prazo no Natal caem 1,46%, revela indicador do SPC Brasil

Varejo tem o terceiro ano seguido de recuo nas vendas natalinas, mas com queda significativamente menor que em 2015. Com resultado negativo, comércio aposta no período de promoções para recuperar faturamento


O comércio varejista registrou mais um Natal com queda no volume de vendas. De acordo com o indicador apurado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), as consultas para vendas a prazo registraram queda de 1,46% na semana que antecedeu o Natal, entre os dias 18 e 24 de dezembro. Trata-se do terceiro ano consecutivo em que as parcelas parceladas apresentam queda no período, mas em 2015 a contração havia sido a pior em cinco anos, de -15,84%; em 2014 de -0,7%.

“O resultado negativo já era aguardado pelos lojistas e reflete a tendência de desaquecimento das vendas no varejo observado ao longo de 2016, em virtude do cenário econômico desfavorável, com crédito mais caro, inflação elevada, aumento do desemprego e baixa confiança do consumidor para se endividar”, analisa o presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro. “Ainda assim, vemos uma forte desaceleração na queda do volume de vendas, indicando que os piores momentos da crise ficaram para trás.”

2016: um ano de quedas para o comércio

As consultas para vendas a prazo no Natal repetiram o comportamento de baixa das demais datas comemorativas deste ano: a queda nas intenções de vendas parceladas também se repetiu no resultado do Dia das Mães (-16,40%), Dia dos Namorados (-15,23%), Dia dos Pais (-7,15%) e Dia das Crianças (-9,02%). O recuo no Natal foi o menor de todas as datas comemorativas.

Segundo o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, a queda no volume de vendas parceladas no comércio é consequência direta da crise econômica. “O comércio vendeu menos a prazo, mas não significa que o brasileiro deixou presentear. Os consumidores estão mais preocupados em não comprometer o próprio orçamento com compras parceladas, por isso optaram por presentes mais baratos e geralmente pagos à vista, as famosas 'lembrancinhas'. Com o acesso ao crédito mais difícil, juros, inflação e desemprego elevados, o poder de compras do brasileiro ficou muito mais limitado para compras caras”, diz Pinheiro.

Promoções podem impulsionar o comércio

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, o movimento nas lojas nos últimos dias do ano e nas primeiras semanas de janeiro dependerá da criatividade dos lojistas e da atratividade das promoções. "A expectativa é de que as promoções reaqueçam o mercado até o final de janeiro. Com os tradicionais descontos, o comerciante tem a oportunidade de emplacar novas vendas para melhorar o fraco desempenho no Natal”, afirma Kawauti.

O Natal é considerado pelos lojistas a data comemorativa mais importante em faturamento e volume de vendas.

A importância do embrulho de presente



Uma boa experiência de compra é feita por pequenos detalhes inesperados

Clique no player acima para ouvir

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas Dia em que foi ao ar 26-12-16 Veiculado em: -Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG -ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações - MG -ACAITP - Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG -ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães - BA -Rádio Cidade – Campos Gerais – MG -Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS -Rádio 95 FM – Currais Novos - RN -Rádio 730 - Momento Sindilojas - Goiás – GO -Falando de Varejo http://radiovendas.com.br http://leandrobranquinho.com.br

d
f

Como alcançar suas metas em 2017

por Marcelo Elias*

O ano de 2016 foi difícil para a maioria dos brasileiros. Sabemos que 2017 também será um ano de bastante trabalho para superar os desafios. Para alcançar os principais objetivos, por que não aproveitar este momento para planejar nossas ações? E para realizar seus projetos pessoais e profissionais em 2017, é importante seguir os 10 passos abaixo:


1. TENHA UM PROPÓSITO

Tudo começa com a definição clara do “por que” queremos realizar aquilo que desejamos. Escute sua voz interior e pense naquilo que realmente tem sentido para você e que contribui com a prática de seus valores. Visualize-se mentalmente alcançando seus objetivos. Isso ajuda muito!

2. ACREDITE

Acredite em seu potencial para realizar seus objetivos. Para isso, esqueça um pouco o passado e principalmente algumas crenças limitadoras que podem bloquear sua ação.

3. PESQUISE

Seja curioso e dedique tempo investigando mais sobre o assunto e sobre pessoas que realizaram os mesmos objetivos. Inspirar-se em bons exemplos pode contribuir bastante. Estude mais sobre os desafios, problemas e possíveis soluções, além de estudar mais sobre você mesmo, suas potencialidades e fraquezas. Capacite-se.

4. DEFINA AS METAS

Escreva suas metas de maneira bem específica e defina prazos para realizá-las. Sintetize-as para não perder o foco. Ter 3 metas é mais fácil de realizar do que ter 10. Depois, quebre-as em metas menores para facilitar o acompanhamento. Escreva “vou guardar 50 reais por semana” em vez de “Vou guardar dinheiro para trocar de carro no final do ano”.

5. PLANEJE SEU TEMPO

Organize-se para executar com excelência tudo aquilo que definiu. Para isso, defina as prioridades e tenha disciplina para não deixar as urgências afastarem você das coisas importantes. Seja realista e íntegro com seus propósitos.

6. AJA

Tenha iniciativa e coloque tudo em prática. Agora é a hora de começar a atuar em seu plano de ação. Caso algumas pessoas se posicionem como um impedimento, evite-as. As relações de apoio são essenciais nesta fase.

7. ENFRENTE OS DESAFIOS

Encare o medo com paciência e persistência. Busque ajuda com pessoas de valores e propósitos iguais aos seus e crie parcerias importantes. Coletivamente fica mais fácil de realizar os objetivos!

8. PERSISTA

Não se martirize por causa de alguma falha. Para manter-se firme na jornada, não perca o foco, mesmo que sofra um deslize. Se você escorregar, retorne imediatamente ao seu plano de ação. Se a sua motivação estiver vacilando, persista ainda assim. Visualize o seu futuro bem-sucedido e acredite!

9. ACOMPANHE

Defina indicadores para ter evidências de que está no caminho certo e acompanhe periodicamente. Assim, se algo sair fora do previsto, é mais fácil voltar para o rumo correto. Seja flexível se concluir que foi exigente demais consigo mesmo mas não afrouxe demais só para facilitar a realização.

10. COMEMORE

Não esqueça de celebrar as conquistas! Isso vai te dar mais força para os próximos desafios e objetivos. A recompensa é um grande impulsionador. Presenteie-se com algo especial, como uma pequena viagem, ao conseguir superar uma etapa. Celebre todos os sucessos.

Marcelo Elias é Professor de Gestão de Pessoas da IBE-FGV

Seu liderado deve segui-lo?


Você pode ter um discurso poderoso, de fazer sua equipe aplaudi-lo de pé. Mas se suas atitudes não condizem com suas palavras, esqueça sua liderança, pois ninguém irá segui-lo. Muitos tentam sem sucesso pregar o discurso: “Faça o que eu digo, e não o que eu faço”.

Se você pretende que sua equipe seja motivada, cheia de energia e comprometida, você deve ser um “modelo” para isso.



Um líder tem que ter essa motivação demonstrada nos olhos! Sua postura deve transmitir confiança e segurança para seus liderados. Eles devem pensar que estão na empresa certa, com o líder certo.

Você não pode determinar que sua equipe chegue mais cedo ou fique até mais tarde, se você como líder nunca faz isso.

Geralmente os vendedores não gostam de fazer ligações para prospecção. O que acha de tomar a iniciativa e ligar para alguns clientes? Não precisa fazer o trabalho para o vendedor, mas dê o exemplo, mostre como faz.

Seus liderados estão te observando. Eles precisam perceber e identificar uma grande referência para acreditarem.



Portanto seja esse “modelo”, essa “referência”. Ensine o caminho e mostre que você está com sua equipe para “o que der e vier”. Certamente sua equipe o seguirá e vocês juntos conquistarão ótimos resultados!

Bom trabalho!

Edson Moura

Edson Moura Tem mais de uma década de experiência no varejo nacional e carreira desenvolvida em grandes empresas do país. Foi vendedor, gerente e supervisor de loja. Hoje atua como palestrante ajudando as empresas a terem mais vendas e lucros. Isso com uma equipe comprometida, motivada e acima de tudo, feliz. Também possui formação Practitioner em PNL e nível Master em Coaching. É Coordenador e coautor do livro LIBERTE SEU PODER e coautor do livro PRÁTICAS DE LIDERANÇA.

Vendas da última semana antes do Natal aquecem comércio de Porto Alegre


O Papai Noel não decepcionou de todo os lojistas gaúchos neste ano. De acordo com levantamento realizado pela CDL POA e Sindilojas Porto Alegre, a data mais importante para o varejo movimentou o comércio da cidade e registrou um índice de vendas semelhante ao do ano passado. Os números ainda preliminares, entre 1% e 2% negativos em relação ao Natal de 2015, demonstram uma estabilidade que pode ser comemorada por alguns setores, diante do atual cenário econômico do país.

“O fato de termos tido em 2016 mais dias úteis antes do Natal, contribuiu para que as vendas não ficassem ainda mais negativas, uma vez que um maior número de pessoas pode realizar a compra dos presentes para seus amigos e familiares. Isso fez com que o movimento, tanto nas lojas de rua quanto nas de shopping, aumentasse na semana que antecedeu o Natal”, destaca o presidente da CDL Porto Alegre, Alcides Debus. “Os artigos que mais impulsionaram as vendas este ano foram roupas, perfumarias e brinquedos. Nota-se que os consumidores optaram por presentear mais pessoas com valores um pouco mais baixos, deixando o tíquete médio semelhante ao de 2015, em torno de R$ 50,00 por presente”, observa Debus.

Na avaliação do presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse, alguns segmentos conseguiram se destacar e conquistar bons resultados e isso dá fôlego para todo o setor varejista começar um novo ano com a certeza de que temos de continuar trabalhando bastante. “O Natal é o momento mais importante para o varejo e, resgatando a força desta data, fortalecemos o comércio local, oportunizando um incremento nas vendas e geração de empregos”, afirma o presidente do Sindilojas Porto Alegre, Paulo Kruse.

domingo, 25 de dezembro de 2016

Carrefour Express inaugura mais uma loja em São Paulo com mural exclusivo

Inaugurada em Pinheiros, unidade ganhou intervenção do Bliss Walls, que homenageia a cidade de São Paulo ao longo de três andares da fachada


O Grupo Carrefour inaugurou ontem (22) mais uma unidade do seu formato de proximidade. A nova loja do Carrefour Express, situada em São Paulo (SP), reforça o investimento da companhia neste segmento que oferece ao consumidor mais agilidade e comodidade no momento das compras, principalmente de itens voltados à reposição diária e prontos para consumo. A nova unidade, localizada no bairro de Pinheiros, na Zona Oeste da capital, conta com mural exclusivo do Bliss Walls, que homenageia a cidade por meio de ilustrações que tomam a fachada de três andares. Ao todo, o Carrefour Express opera 65 lojas na região da Grande São Paulo.

O projeto gráfico da fachada da unidade é inspirado na própria cidade, com ilustrações feitas em látex acrílico, tinta acrílica e spray que remetem ao Rio Pinheiros nos anos 20. Atualmente, 58 lojas do Carrefour Express contam com grafite em suas fachadas. Com mais de 10 anos de atuação, o Bliss Walls é reconhecido por projetos divertidos e bem-humorados. O grupo, formado por três artistas paulistanos, procura retratar em imagens que transmitam felicidade, bem-estar e que abordem temas como inclusão social, respeito e tolerância.

A bandeira Express reforça a oferta multiformato do Grupo Carrefour, permitindo atender à crescente demanda dos clientes por compras menores e em locais próximos da casa ou do trabalho. A primeira loja deste formato foi inaugurada no segundo semestre de 2014, no bairro do Tatuapé. Atualmente, além de São Bernardo do Campo, Santo André (SP), São Caetano (SP), Diadema (SP), Osasco (SP) e Barueri (SP), o formato está presente em bairros como Jardim Paulista, Saúde, Moema, Santo Amaro, Vila Mariana, República, Itaim, Mooca, Pinheiros, Vergueiro e Tucuruvi, estes na capital paulista.

“Nos aproximamos da marca de 70 unidades do nosso formato de proximidade com uma operação bem distribuída em São Paulo e região metropolitana. A bandeira se consolida como uma solução conveniente, levando a um número cada vez maior declientesuma experiência de compra ágil e agradável a um preço competitivo para o segmento”, ressalta Luis Curti, diretor do Carrefour Express no Brasil.

Para garantir a agilidade de compra, o layout das unidades Express é especialmente desenvolvido pensando no hábito de compra dos consumidores e os produtos são organizados de forma a facilitar a localização dos itens.Assim como acontece para todas as lojas, a unidade da Teodoro Sampaio foi adaptada às características e demandas da região, levando em consideração fatores como a área de vendas e o sortimento adequado.

Serviço
Carrefour Express Teodoro Sampaio
Endereço: Rua Teodoro Sampaio, 2484, Pinheiros – São Paulo/SP
Horário de funcionamento:segunda-feira a sábado, das 7h às 21h; domingos e feriados das 9h às 16h

Shopping Centers se rendem à crise e campanhas de Natal sofrem maior queda desde 2013

Pesquisa com 192 centros de compra do país mostra que 12% não realizaram promoção na principal data do ano para o varejo. As ações estão mais curtas, mais baratas e menos inovadoras

Segundo o Orange Paper, estudo que o Instituto de Inteligência do GS Group realiza com 192 shoppings, 88% estão fazendo promoção neste ano frente aos 93% em 2015. É o pior desempenho desde 2013, quando foi registrado o percentual de 80%. Em meio a um cenário de recessão econômica, o pessimismo promete marcar a data mais aguardada pelo varejo neste ano.

Como reflexo da crise, os centros de compra puxaram os custos das campanhas de Natal para baixo. Para se ter uma ideia, um a cada três shoppings optaram por ações mais curtas e econômicas. Em 2013, apenas 4% dos centros de compra diminuíram a duração das promoções de Natal para 30 dias, porém, em 2016, esse índice saltou para 30%.

Fernando Gibotti, da GS Group
Nesse período reduzido de promoção, os shoppings querem mais fluxo de clientes comprando e participando de sorteio de carro de luxo para diminuir custos com prêmios. Exatamente para atingir esse objetivo, o ticket acima de R$ 200 trabalhado na campanha de sorteio de 87% shoppings, em 2015, reduziu para 83%, em 2016.

A lógica para gerar economia aos centros de compra também se aplica à campanha compre-troque. Nesse caso, poucos clientes ganham menos brindes, como panetone e chocolates, gastando acima de R$400 em 53% dos shoppings onde houve a ampliação do ticket médio neste ano em relação a 38,%, em 2015.

Esse mecanismo explica o crescimento da oferta de campanhas de sorteios, neste ano, em 90% dos shoppings, se comparado a 86%, em 2015.

Para o Diretor de Inteligência do GS Group, Fernando Gibotti, “todos os cortes estão relacionados à mesma estratégia que o marketing adota sempre. Por medo de arriscar e empreender, as campanhas tradicionais se repetem e exigem altos investimentos com promotoras e publicidade. Embora estejamos no século 21, as mecânicas promocionais são as mesmas desde a década de 90”.