segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Com 21 lojas, Flávio's Calçados projeta crescimento com abertura de novas lojas

De uma banca de calçados no Mercado da Vila Nova, em um bairro popular de Goiânia, a 21 lojas no estado de Goiás, a Flávio's Calçados se tornou uma das grandes redes varejistas de calçados do Brasil em 40 anos. Para alcançar esta posição, a rede sempre investiu, não só em produtos de qualidade, mas principalmente no capital humano e também na visibilidade da marca. A expectativa da companhia é manter o movimento de expansão com a inauguração de novas lojas.


"Em 1978 decidi empreender, peguei minhas economias e investi em um ponto comercial. Dividia o meu tempo entre o negócio e a faculdade de engenharia. Com o sucesso da banca, decidi arriscar: tranquei a faculdade e foquei no crescimento do meu próprio negócio", conta Florêncio Rezende, fundador da Flávio's Calçados. "Apesar do sucesso, nestes 40 anos, enfrentamos muitos desafios. A instabilidade da economia brasileira é surpreendente, quando você pensa que já passou por tudo, surgem crises como a atual, somada a corrupção, que geram miséria, insegurança, e o mais alto nível de inadimplência da história. Mas, apesar de tudo isso, nunca pensamos em desistir porque acreditamos em nosso negócio e no potencial do nosso país."

Tanto que uma das ferramentas da Flávio's para fidelizar os clientes foi ter um Crediário Próprio, mantendo assim as vendas constantes. "Oferecer ao cliente crédito e a possibilidade dele ter acesso às grandes marcas e aos últimos lançamentos de moda, principalmente para quem está fazendo seu primeiro crediário de loja, gera uma gratidão e uma fidelização enorme. Isso nos ajuda a combater concorrência desleal da informalidade, e ser lembrado por eles", ressalta Flávio Rezende, Diretor da Flávio's Calçados, marca que conta com 20 prêmios consecutivos do Prêmio Pop List, realizado pelo Jornal O Popular (Goiânia), como "Marca mais Lembrada", todos em primeiro lugar.

Outro grande investimento é na gestão de pessoas, já que a rede possui 750 colaboradores, distribuídos em unidades em Anápolis, Aparecida de Goiânia, Goiânia, Rio Verde, Senador Canedo e Trindade. Para Flávio Rezende, o RH é um departamento estratégico e deve participar ativamente em todas áreas da empresa. "A qualidade e engajamento de nossa equipe é o que nos diferencia no mercado. Para isso, fazemos uma seleção rigorosa, muitos treinamentos, acompanhamos de perto cada colaborador, e contamos com a atuação do nosso departamento de recursos humanos para entender e motivar nossas equipes. Com certeza, essa é a maior razão do nosso crescimento: um atendimento de qualidade e focado", reforça.

Acompanhar e entender as necessidades dos clientes também constam nas prioridades da Flávio's, que tem investido em inovação e na modernização das lojas para criar uma nova experiência de compra. Segundo o Diretor da Flávio's, além da mudança na apresentação dos produtos, o visual merchandising e a tecnologia no ambiente de loja também estão sendo maximizados. "A ideia é valorizar a experiência no momento da compra, já que fazemos um trabalho de pesquisa e curadoria bastante focado, tanto no Brasil quanto no exterior, para buscar fornecedores e desenvolver parcerias que entreguem produtos de muita qualidade, informação de moda e os melhores preços aos nossos clientes. Sabemos o que o mercado busca, mas é preciso estar atento aos movimentos de compra. Hoje o cliente busca mais que um sapato, quer ter uma experiência diferente, algo mais personalizado."

Ainda dentro da estratégia de crescimento, a rede projeta para o médio prazo conquistar novos mercados, e abrir novos canais de venda. A expectativa é crescer 5% neste ano, mantendo o movimento de expansão com a abertura de novas lojas.

Sobre a Flávio's Calçados

Fundada em novembro de 1978, a Flávio's é uma das grandes redes varejistas de calçados do Brasil. Com 21 lojas em Goiás - unidades em Anápolis, Aparecida de Goiânia, Goiânia, Rio Verde, Senador Canedo e Trindade, a rede recebeu o maior prêmio do setor concedido pelos industriais couro-calçadistas brasileiros - Troféu Destaque 2012 – Lojista do Ano - entregue pelo Grupo Sinos e Francal, além de 19 prêmios consecutivos do Prêmio Pop List, realizado pelo Jornal O Popular (Goiânia), como "Marca mais Lembrada", todos em primeiro lugar. Para 2019, a marca terá novos projetos que trarão muito mais moda e tendências para todos os estilos com peças-desejo de cada estação. http://flavios.com.br

Vinhos da Casa Valduga ganham nova identidade visual

Vinícola gaúcha apresenta proposta de portfólio em busca pela simplificação das linhas

Estar atento ao comportamento dos consumidores brasileiros para oferecer produtos de alta qualidade que proporcionem prestígio e experiências memoráveis é uma premissa constante da Casa Valduga.

Pensando nisso, a marca realizou uma pesquisa de comportamento com consumidores nas lojas próprias do Grupo Famiglia Valduga e da loja virtual. Após esse estudo, entendeu-se que o brasileiro tem escolhido o vinho pela marca, seguida da variedade.



O portfólio antigo de Casa Valduga, que era composto por três sublinhas identificadas como Terroir Leopoldina, Terroir Raízes e Terroir Identidade, podia gerar confusão na hora da escolha. A única distinção existente era na nomenclatura das linhas, no terroir e na variedade, leitura esta, não assimilada pela maior parte da tiragem da pesquisa.

Indo ao encontro da campanha do Instituto Brasileiro do Vinho Brasileiro, intitulada “Meu vinho, minhas regras”, em que o discurso visa descomplicar o consumo do vinho nacional, a vinícola Casa Valduga revê o seu portfólio de vinhos e passa a apresentá-lo como Casa Valduga Terroir e Casa Valduga Terroir Exclusivo Casa Valduga.

Assim, os vinhos Raízes, Leopoldina e Identidade passam a se chamar Terroir, em uma única identidade de rótulos, facilitando a assimilação da marca, produto e variedade, bem como a identificação na gôndola.

A linha Terroir é composta pelos seguintes vinhos:

  • Cabernet Sauvignon;
  • Cabernet Franc;
  • Pinot Noir;
  • Gewurtztraminer;
  • Chardonnay;
  • Sauvignon Blanc;
  • Merlot;
  • Merlot Rosé.

Já a linha Terroir Exclusivo surge para proporcionar momentos de consumo diferenciados para quem vai à vinícola ou é consumidor da loja virtual. Os vinhos dessa linha possuem tiragem limitada.

“A linha Terroir Exclusivo nos permite oferecer mais uma experiência única para quem nos visita, já que o principal local de venda da linha é a nossa Enoboutique, que fica no coração da vinícola. Esta estratégia também serve como laboratório, para levarmos ao mercado nacional novas variedades”, destaca João Valduga, sócio e enólogo-chefe do Grupo Famiglia Valduga.

A linha Terroir Exclusivo é composta pelos seguintes vinhos:

  • Viogner;
  • Malbec;
  • Marselan;
  • Arinarnoa;
  • Tannat.

Ambas as linhas possuem rótulos que apresentam uma experiência sensorial ao toque, com acabamentos em relevo e pequenos dizeres dos elementos que compõem o terroir.

Sobre a Casa Valduga – Localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), a Casa Valduga é reconhecida mundialmente por seu padrão de excelência e pela tradição na elaboração de vinhos e espumantes. Posicionada entre as dez maiores vinícolas do País, também foi uma das pioneiras no desenvolvimento do enoturismo, com a criação do Complexo Enoturístico Casa Valduga. Mais informações: www.casavalduga.com.br.

Fast food de açaí abre mais de 100 vagas temporárias para o final de ano

OAKBERRY amplia as oportunidades e oferece possibilidade de efetivação aos contratados

Com a chegada das festas de final de ano, o movimento do comércio costuma aumentar e, por isso, muitas empresas abrem vagas temporárias especialmente para a época. Segundo um estudo feito pela Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) e pela Caixa Econômica Federal, 221.440 postos provisórios serão abertos nos dois últimos meses desse ano. No caso da OAKBERRY Açaí Bowls, rede de alimentação saudável, a chegada do verão faz crescer ainda mais a procura pelos produtos. Por conta disso, pretende contratar mais de 100 funcionários para trabalhar durante o período.


"Atualmente, contamos com cerca de 300 funcionários na rede de franquias e pretendemos contratar mais 100 colaboradores até o fim do ano", diz Georgios Frangulis, CEO e fundador da OAKBERRY "Além da chegada do verão e das festas, também estamos abrindo novas unidades. Nos lugares que já estamos presentes, colaboradores temporários podem se tornar permanentes."

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 13 milhões de brasileiros estão desempregados. Uma das alternativas para a população e para as empresas, que ainda enfrentam um momento de crise, são as vagas temporárias. Elas representam uma oportunidade de recolocação profissional no mercado de trabalho, além de ser uma possível porta de entrada para o emprego efetivos.

As vagas em aberto são para funções de atendente e operador de caixa, e não é exigida experiência prévia. e Os currículos podem ser levados até a unidade mais próxima da OAKBERRY.

Sobre a OAKBERRY

A OAKBERRY Açaí Bowls nasceu em 2016 para atender a um nicho de mercado ainda pouco explorado, o fast food de alimentação saudável. O portfólio da rede apresenta bowls e smoothies de açaí 100% natural em três tamanhos - 350ml, 500ml e 700ml - como acompanhamento mais de 15 toppings e algumas opções extras – desde os mais básicos como banana, granola de castanha e mel orgânico até chia, whey protein, pasta de amendoim e paçoca diet. Atualmente a rede conta com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e na Flórida, somando 66 operações. Há planos de expansão para todas as regiões do Brasil e também para o exterior. Com investimento inicial de R$300 mil, atualmente, a rede fatura em média R$25 milhões por ano e até 2019 o objetivo é que o faturamento seja superior a R$90 milhões.

Cuore di Cacao lança nova linha para conquistar o mercado nacional

Referência nacional na produção de chocolates Premium, a chocolateria curitibana passa a apostar em barras com dezenas de sabores inéditos, embalagens funcionais e preços acessíveis

Fundada há 15 anos pelas irmãs Carolina e Bibiana Schneider, a chocolateria Cuore di Cacao se transformou em uma das grandes referências nacionais quando tratamos de chocolates Premium. Com uma produção artesanal focada no conceito “bean to bar”, a marca curitibana é responsável por todas as etapas do processo de produção, passando pela seleção dos melhores cacaus brasileiros, obtendo o melhor ponto de torra para cada variedade, refinando o chocolate até se obter a textura mais delicada, elaborando receitas equilibradas e desenvolvendo combinações saborosas.

Agora, a Cuore di Cacao prepara um dos passos mais importantes de sua história para conquistar o mercado nacional. A chocolateria vai lançar oficialmente sua nova linha com 15 sabores exclusivos (5 ao leite e 10 amargos), embalagens funcionais que irão facilitar a distribuição em todo Brasil e preços acessíveis. “Após muitos estudos de mercado e várias sugestões de nossos clientes, focamos em algumas mudanças importantes para aumentar nossa abrangência nacional com produtos extremamente diferenciados e perfeitos para serem distribuídos em empórios, supermercados e empreendimentos gastronômicos”, comenta Bibiana Schneider.


Disponíveis em embalagens de 50g, os novos chocolates da Cuore, que terão preço de venda entre R$ 12 e R$ 14, poderão ser encontrados em uma variedade com a cara do Brasil: Chocolate ao leite 38% cacau, chocolate ao leite 38% cacau com crocante de nibs e melado, chocolate ao leite 38% cacau com chá mate, chocolate ao leite 60% cacau, chocolate ao leite 60% cacau com café do Paraná, chocolate meio amargo 55% cacau, chocolate meio amargo 55% cacau com laranja e coentro, chocolate meio amargo 55% cacau com morango e pimenta rosa, chocolate amargo 70% cacau NATURE, chocolate amargo 70% cacau, chocolate amargo 70% cacau com castanha de caju e flor de sal, chocolate amargo 70% cacau e especiais, chocolate amargo 70% cacau com nibs, chocolate amargo 75% cacau com açúcar de coco e chocolate amargo 85% cacau.

“Ao desenvolvermos a nova linha, procuramos valorizar ingredientes com a cara do Brasil, difundindo nossos sabores, e, logicamente, algumas iguarias típicas do Sul, como o tradicional mate e o famoso café paranaense. O trabalho resultou em produtos muito exclusivos com combinações harmoniosas que irão surpreender o nosso público”, detalha a chocolatière da marca, Carolina Schneider, formada por escolas francesas

A nova linha da Cuore di Cacao já nasceu estrelada, com três prêmios recebidos durante o período de pré-lançamento, entre eles a medalha de prata no Prêmio Bean to Bar Brasil 2018 com o chocolate NATURE, barra 70% cacau desenvolvida com apenas dois ingredientes: amêndoas de cacau e açúcar demerara orgânico. Todos os produtos seguem os conceitos defendidos pela marca há anos, sempre visando combinações criativas e harmônicas, remuneração justa para os produtores e sistema de produção sustentável. Para deixar seus chocolates mais saudáveis, a Cuore di Cacao utiliza somente açúcar demerara orgânico. Além de serem desenvolvidas somente com produtos naturais, as barras não levam aromatizantes e conservantes. Para quem tem restrição alimentar, todos os chocolates amargos da linha são veganos.

Abrangência nacional

Com a nova linha, a chocolateria curitibana pretende aumentar sua abrangência nacional, com foco principal em empórios, cafés e supermercados que apostam em produtos Premium. “Com a nova apresentação das barras e os novos sabores, acreditamos que teremos um grande alcance nacional, pois estamos tratando de chocolates exclusivíssimos, que marcam um novo momento da produção de chocolates no Brasil”, completa Carolina Schneider. Além dos pontos de venda fixos, nos próximos dias a Cuore lançará seu novo e-commerce, que permitirá que chocólatras de todo país adquiram seus produtos exclusivos.

A Cuore di Cacao conta com uma unidade própria em Curitiba, no bairro Batel (Rua Fernando Simas, 347), e com diversos pontos de venda espalhados pelo país. Mais informações pelo telefone (41) 3014-4010 ou no site www.cuoredicacao.com.br.

Pizza Hut planeja expansão no Mato Grosso

Rede de pizzarias pretende chegar a dez lojas no estado nos próximos dois anos

Rede conta atualmente com duas unidades em Cuiabá e abrirá mais nos próximos dois anos

Como parte do amplo plano de expansão em todo o Brasil, que prevê a abertura de 700 novas unidades até 2023, a Pizza Hut, maior rede de pizzarias do mundo, também planeja se expandir no estado do Mato Grosso. Atualmente com duas lojas em Cuiabá - Shopping Pantanal e na Avenida Lapa Pés -, a Pizza Hut pretende chegar a 10 lojas nos próximos dois anos com a abertura de oito novas unidades, sendo três delas em Cuiabá e outras cinco nas principais cidades do interior, entre elas Sinop.

“Tivemos uma ótima receptividade no Mato Grosso e temos uma lista de interessados no estado em franquear principalmente na capital. Temos uma meta ousada nos próximos anos e que vai movimentar a economia local”, anuncia o Gerente Geral de Pizza Hut no Brasil, Saddy Nardino.

Pizza Hut tem cerca de 180 unidades em todo do país, com previsão de alcançar 215 até o fim de 2018.

Franquia Pizza Hut – O investimento médio na implantação de uma unidade franqueada da Pizza Hut é de R$ 1 milhão, com prazo médio de retorno em 36 meses. Os interessados devem se cadastrar pelo site www.pizzahut.com.br.

Sobre a Pizza Hut

A Pizza Hut, maior rede de pizzaria do mundo, faz parte da Multi QSR, empresa do Grupo Sforza, detentor também das marcas KFC e Taco Bell no Brasil, e está presente em 100 países com mais de 16mil restaurantes distribuídos pelos cinco continentes. A marca emprega mais de 250 mil funcionários anualmente.

Por dia, 11,5 milhões de pizzas são vendidas para mais de 4 milhões de consumidores da Pizza Hut no mundo. Presente desde 1989 no Brasil, atualmente são cerca de 180 restaurantes distribuídos em 23 estados e mais de 60 cidades, atingindo o número de 1 milhão de pessoas consumindo Pizza Hut por mês.

A Definição de Objetivos para o Orçamento Empresarial

Um dos pontos fundamentais para iniciar um orçamento é a definição da visão estratégia da empresa, seus objetivos e metas.

Definir objetivos é um processo muitas vezes considerado elementar, mas que é objeto de equívocos que podem comprometer o direcionamento das ações de uma organização.


Para iniciar a elaboração do orçamento empresarial deve-se primeiramente definir sua estratégia de longo prazo, a qual, independentemente de seu porte, necessita ser baseada na compreensão sobre o que se espera atingir nos próximos anos, na imagem a ser gerada no mercado e no entendimento sobre os seus planos de maneira geral, tais como, atuação em outros mercados e desenvolvimento de novos produtos. Diversas empresas de grande porte utilizam o orçamento do planejamento estratégico em conjunto com a realização de simulações de Monte Carlo para apoiar esta atividade.

Com base no direcionamento estratégico, a empresa poderá definir os objetivos a serem atingidos nos vários aspectos de seu negócio. A ocorrência de falhas nesta etapa pode comprometer todo o desenvolvimento do planejamento a ser elaborado pelas diversas áreas da organização.

Muitas empresas respondem afirmativamente sobre terem definidos seus objetivos para a elaboração do orçamento empresarial. No entanto, quando os apresentam, pode-se perceber que não foram corretamente estabelecidos, tais como:

  • Ganhar dinheiro;
  • Crescer;
  • Aumentar o lucro no próximo ano.

Analisando sobre a perspectiva de planejamento orçamentário, percebe-se que estes três itens são mais próximos de desejos que de objetivos.

Tome-se como exemplo a definição de “aumentar o lucro no próximo ano”, o qual parece ser bastante exato em uma análise inicial.

A partir desta orientação, uma empresa poderia planejar lançar novos produtos, aumentar a sua força de vendas, abrir novos mercados ou investir em campanhas de marketing. Todos estes exemplos definirão as ações para novo período e nortearão a elaboração do orçamento empresarial.

No entanto, uma outra empresa com esta mesma definição poderia focar em reduzir seus custos. Neste caso, o plano poderia ser a modificação do processo produtivo, o desenvolvimento de novos fornecedores ou a implantação de processos de qualidade.

Por fim, uma terceira empresa poderia pensar em reduzir despesas. Neste caso, os gestores analisariam uma possível reestruturação de áreas administrativas, terceirização de processos ou informatização.

Neste exemplo, a mesma descrição permite que sejam adotados três direcionamentos totalmente distintos, ou seja, três planejamentos orçamentários diferentes.

Assim, a definição “aumentar o lucro no próximo ano” como objetivo não permite que exista direcionamento exato das ações, fazendo com que se aproxime mais de um desejo genérico.

Um objetivo orçamentário deve ser claro e específico, permitindo que os gestores saibam exatamente o que deles se espera e também que elaborem planos adequados para sua execução.

Caso a empresa queira aumentar o lucro no próximo ano, deve avaliar e discutir como gostaria que isso ocorresse, para que o resultado desta reflexão possa ser algo parecido com:

Aumentar o lucro da empresa através do aumento de vendas provenientes da abertura de novas áreas de comercialização;
Aumentar o lucro da empresa através da redução do custo de fabricação dos produtos;
Aumentar lucro da empresa através da redução de despesas administrativas e gerais.
Somente com definição clara dos objetivos, as metas podem ser corretamente estabelecidas e o planejamento orçamentário tem a possibilidade de ser adequadamente elaborado para facilitar que a estratégia da empresa seja executada, tanto em processos bottom-up quanto top-down.



Sobre o autor:

Louremir Reinaldo Jeronimo é Doutor em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getulio Vargas – FGV EAESP. Professor convidado dos cursos de MBA do FGV Educação Executiva e FGV In Company.

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Morumbi Town Shopping recebe novo espaço radical para práticas esportivas

Com mais de 1000m², espaço da OxFox Airsoft recebe cinco modalidades em área aberta para aventuras realistas

Sempre em busca de novidades para envolver o público, o Morumbi Town Shopping recebe um novo espaço da OxFox Airsoft, loja especialista em estandes para tiros de Airsoft e arco e flecha. Agora, na área externa do local, foi desenvolvido um grande campo com várias opções para estimular a adrenalina e diversão dos participantes.


Entre as atividades oferecidas pelo novo espaço estão Arvorismo, Tirolesa, Rapel, Escalada, além de uma área especial e aberta para a prática do Airsoft. Com mais de 1000m², a nova área já está disponível ao público, com uma equipe especializada e equipamentos de alta qualidade para garantir o conforto e a segurança nas competições. Também é destaque no espaço a competição de desafio Nerf, com lançadores de dardos macios para crianças a partir de 6 anos.

No Arvorismo, os competidores poderão seguir a travessia de um percurso suspenso entre plataformas montadas no alto das árvores, a partir de cabos de aço e cordas. O objetivo é superar os desafios e alcançar o outro lado da ponte. Para quem curte Tirolesa, o local conta com um espaço que fará o público sentir que está em pleno voo.

Outra modalidade oferecida no espaço é o alpinismo. O campo tem uma rampa para a prática da Escalada, com 9m de altura. O Rapel também é uma opção de pura adrenalina e emoções fortes para quem gosta de desafios pelo alto. Além dessas novas atrações, o novo campo de batalhas de Airsoft fará os competidores se sentirem nos treinamentos do exército, com obstáculos e esconderijos que darão um ar de realidade aos desafios.

“O Morumbi Town Shopping inova mais uma vez e lança um grande espaço para as práticas esportivas, tudo dentro do empreendimento. Aqui, os visitantes podem se sentir realmente imersos em um campo de batalhas e desafios de adrenalina, algo até então inimaginável em uma proposta de Shopping Center. Nosso objetivo é, cada vez mais, surpreender nosso público e oferecer uma proposta diferenciada de ambiente para lazer e diversão”, comenta Gabriel Lima, Coordenador de Marketing do Morumbi Town Shopping.

O espaço aberto da OxFox Airsoft fica no Subsolo do Morumbi Town Shopping e está ativo durante os seguintes horários de funcionamento: de terça a sexta, das 14h às 18h e sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h. O empreendimento fica na Avenida Giovanni Gronchi, 5930 – São Paulo/SP.

Sobre o Morumbi Town Shopping: uma cidade de experiências. Com um conceito diferenciado, o Morumbi Town Shopping oferece um mundo de possibilidades que envolve toda a família, integrando inovação, entretenimento, diversão, conveniência, gastronomia e compras de forma única para todos os momentos.

O empreendimento possui marcas renomadas, de diversos segmentos e conta com grandes nomes e operações importantes do País, como as flagships da segunda unidade do hipermercado Zaffari - rede do Sul e uma das maiores do país, Panvel - importante rede de farmácias -, além da Tstore Tramontina - que vende, inclusive, móveis da própria marca - loja da Tok&Stok com mais de 3.000m. Escola de Dança Anacã - com Teatro integrado, YouPlay - espaço de recreação, diversão para as crianças e tranquilidade para os pais, Urban Motion - Parque de Trampolins com mais de 300 m², Air Soft Gun Shop que possui mais de 1000m², MundoMaker, uma oficina de aprendizagem criativa que mescla tecnologias digitais com marcenaria e mão na massa, Bio Ritmo, com conceito inovador de seis academias em uma, Cinesystem - o Cinema mais moderno da América Latina que conta com tecnologia de ponta e o inovador sistema de autoatendimento, Paris 6, um dos restaurantes mais famosos do Brasil e Winners Academy, a primeira escola de futebol em um Shopping center brasileiro.

O Morumbi Town Shopping fica localizado na Av. Giovanni Gronchi, 5930 - Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo/SP.

quarta-feira, 24 de outubro de 2018

5 passos fazer para campanhas com baixo orçamento

Quando falamos em campanhas de marketing, logo nos vem à mente gastos e mais gastos. O que poucos sabem é que é possível fazer uma campanha de sucesso com um custo baixíssimo.

O ponto de partida será criar um checklist de tudo que é necessário para colocar a campanha no ar. Falando especificamente de um lançamento varejista, será necessário produto da coleção, fotos da campanha, divulgação nas mídias, convites, vitrine, decoração, coquetel, brindes, data para o lançamento e, é claro, os resultados. Tendo este planejamento em mãos, é hora de começar a aplicar o passo a passo por meio de uma única premissa: parcerias que não envolvam recursos! Vamos lá?


1. Incentive as pessoas de sua equipe - geralmente um editorial fotográfico tem alto custo, pois envolve modelos, fotógrafo, locação e requer toda uma produção. Que tal falar com seus colaboradores para checar se eles não têm essas habilidades? A colaboradora do departamento digital ou o vendedor podem ser os modelos e aquele funcionário que tem a fotografia como hobbie pode ser o fotógrafo. E, se não houver um colaborador fotógrafo, há a possibilidade de fazer parceria com um profissional e em troca ajudá-lo a se tornar mais conhecido.

2. Escolha lugares públicos ou de conhecidos para fazer as fotos - as locações costumam gerar custos altos para o orçamento das campanhas. Mas há opções de cenários gratuitos e tão adequados quanto aos ambientes pagos. Que tal pensar num parque ou lanchonete daquele seu parceiro? Assim, não é necessário dispender de recursos.

3. Explore o que há ao seu redor – para decorar a vitrine e o interior de sua loja com o tema da coleção não é necessário contratar uma empresa especialista. Proponha parcerias com as empresas de decoração próximas do seu comércio.

4. Saia da caixa - as fotos para a campanha e a vitrine já deram certo, mas e o coquetel de lançamento da coleção? Este item segue a mesma premissa: parceria! Uma empresa alimentícia que busca ter mais destaque e conhecimento de seus produtos no mercado é uma boa candidata. Convide-a para oferecer a degustação das especialidades como cortesia durante a festa de lançamento.

5. Invista o orçamento em brindes e campanhas de marketing digital - até agora só falamos em parcerias, mas onde estão os custos? Eles existem? Sim, eles existem, mas são baixos e devem envolver o deslocamento com pessoal, brindes para a festa de lançamento e o impulsionamento de publicações nas redes sociais.

Seguindo essas dicas qualquer loja pode fazer uma campanha de sucesso, mesmo com orçamento baixo. A sugestão é que você explore todos os recursos possíveis, busque novidades, conheça o comércio próximo da sua loja, conheça as habilidades das pessoas da sua equipe e aproveite ao máximo as parcerias, pois sempre há alguém querendo divulgar o seu trabalho, assim como você!

Mas lembre-se sempre: o foco no seu público é essencial para fortalecer a personalidade da sua loja. Trabalhe firme para conquistar o melhor resultado utilizando a menor quantidade de recursos possível. Parceiras são excelentes desde que sejam escolhidas e analisadas com muito cuidado.

Vanderlei Kichel é CEO da SetaDigital, software house especializada no varejo calçadista.

Taco Bell anuncia nova executiva no Brasil

Daniela Heldt assume operação da rede californiana com a missão de ampliar a rede por meio da expansão por franquias

Daniela Heldt é a nova Diretora de Operações de Taco Bell no Brasil

O Taco Bell, rede californiana de restaurantes com inspiração em comida mexicana, anuncia a contratação de Daniela Heldt como sua nova Diretora de Operações. Formada em Administração de Empresas, a executiva tem mais de 10 anos de experiência no segmento de franquias, com passagem por grandes empresas como Gol Linhas Aéreas, além de ter atuado como Diretora de Operações na rede de Drogarias Farmais e no Mundo Verde.
Daniela trabalhará diretamente com Lincoln Martins, CEO da Multi QSR, empresa gestora do Taco Bell no Brasil. Entre suas missões, está acelerar o plano de expansão da rede por meio de franquias em todo o Brasil.

Na primeira fase, a expansão do Taco Bell será prioritariamente no Sudeste do país, nas grandes cidades dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, para então partir para outras regiões. “Neste mês abrimos nossa primeira unidade no Rio e, até o fim deste ano, serão três pontos na capital fluminense. Além das atuais em shopping centers, planejamos a abertura de unidades em aeroportos e de rua até o início de 2019. O plano é chegar a 200 lojas até 2027”, afirma.

Atualmente, Taco Bell conta com 23 unidades em São Paulo, Barueri, Guarulhos, Santo André, Campinas, Praia Grande e Santos, além de uma no Rio de Janeiro. Com o crescimento nos próximos anos, o mercado brasileiro se tornará um dos principais da rede fora dos EUA. No mundo, são mais de 7 mil lojas.

Além de ampliar a presença física da rede, Taco Bell vai disponibilizar o serviço de delivery em todas as lojas do Brasil por meio de empresas parceiras. Algumas unidades já estão em processo de teste.

Sobre o Taco Bell

Fundada por Glen Bell em 1962, o Taco Bell está no mercado há 56 anos e é a maior rede californiana de restaurantes inspirada em comida mexicana do mundo. Seus principais produtos são tacos, burritos, nachos, quesadillas e uma série de outros produtos únicos que se diferenciam da concorrência.

Em 27 países, a rede serve mais de 40 milhões de clientes semanalmente em mais de 7 mil lojas, sendo 6.500 nos EUA, com receita de 9 bilhões de dólares. Em 2022, a marca planeja atingir a receita de 15 bilhões de dólares, com 9 mil restaurantes em todo o mundo.

No Brasil, Taco Bell conta com mais de 20 unidades no estado de São Paulo e é operada pela Multi QSR, que também gerencia as marcas KFC e Pizza Hut.

Hiper lança loja de aplicativos para lojistas

No evento Hiperadores os fundadores da startup anunciam o lançamento de novas soluções

A Hiper, startup de Brusque que desenvolve soluções para gestão e vendas do varejo e cresceu mais de 60% em 2017, anunciou o lançamento de um novo produto: a loja de aplicativos. A ideia é que os clientes menores que precisam de soluções específicas possam montar um produto personalizado e sob medida. O lançamento ocorreu no evento Hiperadores, realizado anualmente pela empresa e exclusivo para empreendedores de automação comercial parceiros.

“Nós atendemos diferentes empreendedores. Alguns precisam de nota de serviço, outros precisam gerenciar comissão, ou integrar com loja virtual e há aqueles que querem apenas a solução simplificada. Percebemos que criar uma solução modular seria a melhor alternativa para nossos clientes. Não seria justo acrescentar muitas funcionalidades, aumentando o preço da nossa tecnologia e não entregando valor para quem não precisa”, comenta Tiago Vailati, CEO da Hiper.

Tiago Vailati, CEO da Hiper

A solução da Hiper é pensada para atender gestão e vendas de diferentes tipos de comércio ou prestadores de serviço. Para isso, a startup desenvolve diferentes soluções: o Hiper Gestão, que permite a gestão completa da loja na nuvem; o Hiper Loja, que permite a operação da loja sem a necessidade da internet, sincronizando os dados com a nuvem de maneira transparente; o Hiper Vendas, um aplicativo capaz de gerar orçamentos e pedidos de vendas; e também o Hiper Mini, desenvolvido pensando em quem está começando seu negócio.

Além do anúncio da nova funcionalidade, o CEO compartilhou durante o evento que a Hiper planeja investir R$ 1 milhão em marketing digital e fundar a “Central de leads” para capturar possíveis clientes que serão repassados para seus parceiros. “Estamos montando um braço na Hiper que será a extensão de marketing e vendas dos Hiperadores. Vamos entregar clientes potenciais para nossos revendedores e planejamos, com isso, ajudar no crescimento dos nossos parceiros”, explica Vailati.

A Hiper já recebeu aporte do fundo CVentures Primus, em conjunto com a CRP Companhia de Participações, e a M3 Investimentos. A startup fechou 2017 com mais de 10 mil clientes, presentes em 1700 cidades do Brasil. A expectativa é dobrar de tamanho em 2019. Um grande diferencial da empresa é oferecer apoio a seus parceiros, capacitando eles em vendas, marketing e atendimento ao cliente.

Sobre a Hiper

A Hiper é uma startup que atua desde 2012 no segmento de varejo desenvolvendo soluções para gestão e vendas do comércio. Atualmente a startup conta com cinco soluções: Hiper Gestão, que controla desde o estoque das lojas até as vendas, finanças e auxilia na parte fiscal e interação com a contabilidade; o Hiper Caixa, que facilita o atendimento do caixa dos estabelecimentos; o Hiper Loja, que permite a operação da loja sem a necessidade da internet, sincronizando os dados com a nuvem de maneira transparente; o Hiper Vendas, um aplicativo capaz de gerar orçamentos e pedidos de vendas; e também o Hiper Mini, desenvolvido pensando em quem está começando seu negócio. O sistema Hiper está habilitado para atender o comércio como um todo desde lojas de roupa, alimentos, variedades até comércios mais específicos, incluindo prestadores de serviço.

Como escalar a experiência do cliente digital no varejo 4.0

A transformação digital pela qual pessoas e empresas vêm passando tem impactado diversos aspectos da relação entre ambas: a forma como trabalhamos, interagimos e, não menos importante, a forma como compramos. Se a década passada viu o surgimento e ascensão do modelo de compras online e entregas por delivery, os últimos anos e os que temos à frente apontam para outra tendência ainda mais revolucionária: o varejo 4.0.

A integração entre espaços de compras físicos e ambientes online vem ganhando cada vez mais força no varejo mundial, e o Brasil não é exceção. Um dos países que abraçou mais rapidamente o varejo online, é também um dos que caminha a passos largos para trazer soluções 4.0 para seus consumidores. O consumidor não busca mais apenas um local para comprar seus produtos preferidos, mas sim uma experiência que se adeque às suas necessidades, tornando-a mais personalizada, conectada e eficiente.

Alguns setores vêm se destacando nesse processo de integração entre o físico e o digital, criando modelos de sucesso. Os setores de moda e cosméticos são exemplos desse processo. Impulsionadas e inspirados pela forma que os consumidores usam as redes sociais para pesquisar por produtos e tendências, grandes redes têm utilizado soluções tecnológicas que levam para a loja uma experiência semelhante a que o consumidor tem em seu smartphone. Espelhos que usam realidade aumentada para projetar opções de roupas no corpo do cliente, integração constante via equipamentos mobile, serviços que notificam quando um produto favorito está em promoção ou foi reabastecido no estoque e até mesmo soluções mais simples como cupons virtuais estão ganhando popularidade.

Para que tudo isto funcione, contudo, o investimento em tecnologia não pode ser subestimado. É necessária uma infraestrutura que possa suportar e padronizar a experiência do consumidor em qualquer ponto de venda. Também é necessário aumentar o grau de automatização dos processos na jornada de investimento na modernização do varejo. O espaço do lojista é um ambiente que se torna a cada dia mais complexo e ainda é tratado com grande interação manual, ficando assim muito vulnerável a ataques e erros. Hoje, por exemplo, 95% das operações de tecnologia no espaço de uma loja são manuais, sendo elas responsáveis por 75% dos problemas relacionados à segurança de dados. Por fim, tudo isto demanda também uma maior qualificação e mudança do perfil dos profissionais de TI.

É necessário buscar soluções que integrem de forma eficiente a estabilidade e rapidez da conexão, a conversão de dados captados em soluções em prol dos clientes e por fim, a segurança destes próprios dados, a fim de proporcionar a mesma experiência de compra, como menor atrito, em qualquer ambiente. A busca por estas soluções pode sim demandar um maior investimento inicial, mas sem o qual ficaria muito difícil suportar a escalabilidade, velocidade e novos recursos no ponto de venda no longo prazo, tão importantes em um segmento tão dinâmico como o varejo. O Varejo 4.0 precisa ser conectado, personalizado e, acima de tudo, seguro.

Eduardo Frade

Artigo escrito por Eduardo Frade, Diretor de Vendas Multisector da Cisco do Brasil

Ornare inaugura Flagship Store Houston

Ornare amplia as operações da marca nos Estados Unidos. Estabelecida há 12 anos em Miami e cinco anos em Dallas, Ornare inaugurou três showrooms em apenas 17 meses, nas cidades de New York, Los Angeles e Houston


Em Houston, sob o comando de Luis Felipe Taunay, Hachem Domloj & Rasha Nasreddin, fortalece a presença no continente americano. Em Miami, Dallas ,New York , Los Angeles e agora no espaço localizado no edifício Decorative Center Houston, (Woodway Drive), que é considerada a principal área de design da cidade, Ornare oferece o padrão global de experiência "high quality of life". Este conceito é apresentado nas demais 17 unidades Ornare, em grandes centros de luxo e design nas Américas do Sul e do Norte.

No showroom, a coleção Wide Line, desenvolvida pelo diretor de arte Ricardo Bello Dias e Studio Ornare, se apresenta com infinitos materiais e acabamentos sofisticados e exclusivos. A versatilidade e luxo do Wall System geram diferentes composições para integrar cozinhas, closets, estantes, home theaters, entre outros ambientes, e determinam a harmonia em todos os espaços. O local concentra também as linhas de sucesso no Brasil e nos Estados Unidos, assinadas por grandes nomes da arquitetura e design brasileiros

"A expertise no atendimento a projetos individuais, personalizados em cada detalhe, e também na especificação, alinhada às necessidades de grandes empreendimentos imobiliários, fará da Ornare em Houston, a nova referência em móveis sob medida de luxo, na cidade, a exemplo do sucesso alcançado em outras cidades americanas", destaca Murillo Schattan, sócio diretor da Ornare.

Com 32 anos de atividades em mercado nacional, a marca de móveis de luxo sob medida já atua em solo americano há mais de 12 anos. Nesse período, conquistou o público especializado que reconhece produtos com design e alto padrão , firmando-se como uma das mais conceituadas e respeitadas empresas de Casa & Decoração também na América do Norte.

Seus móveis podem ser encontrados nos estados da Califórnia, Texas, Oklahoma, Carolina do Norte, Michigan, e em diversos empreendimentos de luxo, como o condomínio-boutique Fendi Chateau, Louver House e Glass Miami Beach.

Ornare iniciou sua internacionalização em 2006, com o primeiro showroom, no Design District, em Miami. Depois de inaugurar um novo endereço no Design Center em Dallas, a marca chegou a Nova York, no Architects & Design Building, no sofisticado quadrilátero de negócios e lojas de luxo de Midtown.

Sobre Ornare

Marca brasileira, há 32 anos no segmento de arquitetura, design e decoração, ORNARE é referência em móveis sob medida de alto padrão. Assinadas por grandes nomes da arquitetura e design do país, as coleções traduzem em cores, formatos e acabamentos o conceito de exclusividade, originalidade e sofisticação.

Especializada em móveis sob medida para cozinhas, armários, home offices e salas de banho, Ornare é marca premium no segmento. Em expansão no mercado brasileiro e internacional, conta com showrooms nas principais capitais do Brasil e em Miami, Dallas, New York, Los Angeles e Houston.

Calçados Bibi abre primeira loja na Bolívia

Marca também anuncia terceira unidade em Lima, no Peru

A Calçados Bibi, rede de franquia de calçados infantis, iniciou a expansão internacional em setembro de 2017. Agora, a marca anuncia a primeira loja Bibi na Bolívia, que será implantada no shopping Ventura Mall, em Santa Cruz de La Sierra. Além disso, a rede anuncia também a terceira unidade em Lima, no Peru, que será aberta no shopping Mall Aventura Plaza, localizado no distrito de Santa Anita. Ambas as inaugurações estão previstas para o mês de outubro. Com 106 unidades, a marca também exporta produtos para o comércio multimarcas de mais de 70 países.


“Após obtermos sucesso com as unidades implantadas no Peru, chegou a vez de dar um passo adiante e investir em outros países da América do Sul. A nova operação em terras bolivianas dará espaço para o ingresso de outros espaços físicos na região. Escolhemos Santa Cruz de La Sierra por ser considerada hoje a maior e mais populosa cidade do País”, afirma a diretora de franquias da Bibi, Andrea Kohlrausch.

Segundo ela, a nova fase da expansão internacional visa transformar a Bibi em uma marca global de desejo. “Nosso plano é ambicioso, temos todos os elementos necessários para chegarmos lá: produto de qualidade, muita inovação e um propósito claro de contribuir para o desenvolvimento feliz e natural da criança”, explica. A expansão das lojas está apoiada no modelo de franquias. Dessa forma, tanto a unidade da Bolívia quanto a do Peru serão administradas por parceiros comerciais de longa data da marca que se tornaram franqueados. Ambas, no modelo standard, serão implantadas em shopping centers localizados em pontos estratégicos. Para a rede, a inauguração de lojas cria um relacionamento emocional com o consumidor e aumenta o valor percebido da marca, refletindo assim a melhora da percepção dos produtos também nos demais pontos de venda.

A marca de calçados, com mais de 69 anos no mercado, espera fechar o ano com 130 lojas em operação, registrando um aumento no faturamento. “O intuito da marca é dar prosseguimento a atuação em outros países da América Latina, que contam com o clima e período de estações do ano semelhantes ao do Brasil para, em seguida, galgar espaços físicos nos Estados Unidos e na Europa”, finaliza a diretora de franquia da Bibi, Andrea Kohlrousch.

Ficha Técnica da Franquia:
Ano de fundação: 1949
Início da operação da franquia: 2008
Número de unidades: 106 lojas (1 e-commerce, 2 internacionais e 21 próprias)
Número de fábricas: 2 ( Parobé, no Rio Grande do Sul, e Cruz das Almas, na Bahia)
Investimento total (já incluindo taxa de franquia, showroom e capital de giro): Loja padrão R$ 580 mil / Loja fit R$ 380 mil
Taxa de Franquia: Loja padrão R$ 50 mil / Loja fit R$ 40 mil
Capital de Giro: Loja padrão R$ 130 mil / Loja fit R$ 110 mil
Faturamento médio mensal: Loja padrão de R$ 100 mil a R$ 160 mil / Loja fit de R$ 70 mil a R$ 100 mil
Lucro médio mensal: de 12% a 15%
Prazo de retorno: 36 meses
Royalties: 6%
Taxa de Publicidade: Não cobra
Tamanho da loja: de 30m² a 40m²
Número de funcionários: 5
Prazo de Contrato: 5 anos
Telefone: (51) 3512-3344
Site: www.bibi.com.br

Sobre a Calçados Bibi
Fundada em 1949, a Calçados Bibi é referência no mercado de calçados infantis. Com fábricas em Parobé (RS) e em Cruz das Almas (BA), produz cerca de 2,6 milhões de pares ao ano. Presente em mais de 70 países nos cinco continentes, no Brasil está em mais de 3.500 mil pontos de venda multimarcas, além do e-commerce e de uma rede de franquias com mais de 100 lojas. A marca de calçados infantis é pioneira e líder em desenvolver produtos a partir de pesquisas e estudos científicos. Conquistou reconhecimento do setor a partir do trabalho que desenvolve com os calçados fisiológicos e no emprego de tecnologia da palmilha Fisioflex Bibi – que proporciona a sensação de andar descalço no seu público-alvo: as crianças. A empresa é ainda a única calçadista certificada pelo Selo Ouro de Sustentabilidade, que atesta o compromisso com as iniciativas nos processos industriais, bem como o desenvolvimento de ações em sintonia com os pilares estabelecidos pelo programa de Origem Sustentável: Ambiental, Econômico e Social.

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Como a indústria pode vender direto sem conflitar com seus demais canais de venda?

Um dos pontos mais importantes que a revolução trouxe para o mercado de varejo e consumo é a redefinição dos papéis de seus agentes. Sem dúvida nenhuma, nesse contexto, a indústria foi um dos mercados que mais se transformou ao longo dos últimos anos, buscando se reinventar para conquistar um melhor posicionamento de seus produtos em seus segmentos, e ao mesmo tempo, flertando cada vez mais com uma presença mais autêntica no varejo, passando também a atuar como varejista.
Se isso até o momento deixa de cabelo em pé e suando frio o mercado de varejo, que começa a encarar seu fornecedor também como um possível concorrente, gerando conflito de canais, até hoje surgiram poucas opções para que a indústria de fato, encontrasse novos caminhos para dialogar e atender diretamente o consumidor, sem causar nenhum transtorno ou desconforto aos seus demais canais de atuação.



A participação em marketplaces surgiu como uma alternativa a ser considerada e até mesmo adotada por algumas empresas, onde em sites de terceiros, porém consolidados no mercado, inclusive de redes varejistas, realiza-se a parceria para a venda direta ao consumidor, favorecendo a indústria que conquistava seu objetivo, e o varejista, que ainda ganhava produtividade por vezes sem a necessidade de gerir estoques ou enviar produtos, ou pelo menos, otimizando esse processo. Um ganha-ganha que funcionou para as grandes marcas, mas não para os pequenos varejistas, que hoje na grande maioria dos negócios, representa a maior parte do faturamento.

O processo de ganha-ganha com o marketplace das grandes redes, somado à tática de canais próprios de venda, como o e-commerce ou mesmo as lojas físicas como em alguns casos, começa a apresentar críticas e problemas cada vez maiores com o varejo de pequeno porte e pulverizado.
Uma das formas de voltar a fortalecer esse canal, sem abrir mão das demais estratégias, é o marketplace próprio, linkado o estoque de lojistas clientes da marca.

Se um consumidor hoje busca um produto na Internet, como por exemplo uma nova marca de cerveja, ou um medicamento, tradicionalmente o Google referencia em primeiro lugar o próprio site da indústria. Entretanto, na maioria dos casos, ao se acessar o site da indústria, o consumidor tem dado de cara com um site institucional, que informa sobre o produto, até mesmo contando com material de qualidade como vídeo ou depoimentos, mas no máximo, tem entregue uma lista de lugares onde o produto está disponível hoje. Algo tão prático hoje quanto uma lista telefônica, pois até mesmo é o que o consumidor por vezes tem que fazer, tendo que anotar um telefone ou e-mail e buscar entrar em contato com o estabelecimento, sob risco de não ser atendido, ou até mesmo, mal atendido.

Tem se aí um ponto de ruptura na jornada, onde até então não havia solução.

O Munddi (www.munddi.com), uma das empresas aceleradas comercialmente pela GS&UP, potencializadora de negócios do Grupo GS& Gouvêa de Souza, vem trabalhando com marcas como Novartis, Technos, Santa Helena, Mormaii, Midea Carrier, entre outros, como um “marketplace as a service”, adicionando ao site da própria indústria, um mapa onde é possível encontrar e até mesmo comprar online o produto desejado, a partir do ponto-de-venda mais próximo ou mais conveniente para o consumidor.

Os estoques uma vez mapeados, apresentam ao consumidor somente as lojas onde há estoque disponível, e assim, se o consumidor desejar, pode realizar a compra online e decidir pela entrega ou a retirada do produto diretamente no ponto-de-venda. Tudo isso sem a necessidade de a marca operar uma plataforma de e-commerce sozinha.

É uma oportunidade para se abrir um novo diálogo e fortalecer as parcerias com seus pontos de venda, já que o momento pede que indústria e varejo trabalhem juntos para aumentar as vendas de toda a cadeia.

Segundo Thiago Malpetti, CEO e cofundador do Munddi, é um novo momento para a indústria e faz-se necessário se posicionar: “No ritmo atual do varejo e por conta da revolução pela qual esse passou nos últimos anos, onde o consumidor tem diversas maneiras e caminhos para optar entre sua marca e de seu concorrente, qualquer ruptura na jornada de consumo é um risco. O consumidor pode escolher comprar com você, ligar para a loja e até mesmo na abordagem do vendedor, ser oferecido um produto de outra marca, um concorrente. Não dá mais para ter somente o site institucional. O momento do mercado é outro e o consumidor busca mais do que apenas informações. Se decidiu comprar, quer comprar e receber o mais rápido possível, dentro do que julga conveniente. Nossa preocupação essencial é com o fluxo dessa jornada, operando com nossos clientes de ponta a ponta se necessário”.

Para saber mais sobre essas e novas soluções que estamos criteriosamente selecionando para o mercado de varejo e consumo, conheça o novo site da GS&UP (www.gseup.com.br), e agende hoje em sua empresa uma reunião conosco. Não há nada mais prioritário nos dias de hoje para um negócio do que a inovação.

Sobre a Munddi:

Munddi é uma plataforma que ajuda consumidores a encontrar e comprar online produtos de lojas da sua região, levando o estoque das lojas para a internet e abastecendo a indústria com inteligência de mercado. Fundada em 2016, a empresa já mapeou mais de 300.000 pontos de venda e atendeu mais de 5 milhões de consumidores.

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Rede de supermercado completa 64 anos com inovação e ações pioneiras no varejo

Os resultados de 2018 do mercado supermercadista prometem ser melhores em comparação ao registrado no ano anterior e a Coop - Cooperativa de Consumo segue no mesmo ritmo. Ao completar 64 anos de fundação, mantém a entrega da maioria dos investimentos planejados para o ano e lança serviços inéditos no segmento.

Além do término de obras de expansão e modernização da loja Perimetral, em Santo André, e das três novas drogarias abertas em 2018 (uma em Santo André e duas em São Caetano do Sul, no ABC Paulista), até dezembro serão inauguradas mais duas em Santo André, passando para 19 drogarias de rua e 31 internas, localizadas dentro de suas lojas.


Ainda neste ano, a Coop também colocará em prática o serviço de assistência farmacêutica, que vem sendo trabalhado pela empresa há pelo menos dois anos, tanto na estrutura das unidades quanto na capacitação dos farmacêuticos. Da equipe de 144 farmacêuticos que atua na Cooperativa, 30 deles já estão formados no curso de pós-graduação em Farmácia Clínica e Prescrição Farmacêutica, bancado integralmente pela Coop, e outros 30 receberão o diploma no próximo mês.

Com a formação acadêmica, condição essencial e requerida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) para o exercício da assistência farmacêutica, os profissionais já podem fazer o atendimento clínico, verificando sinais e sintomas do paciente, e até a prescrever medicamentos isentos de receita médica. Podem ainda aferir a pressão arterial e realizar testes de glicemia, além de outros atendimentos.

Novidades: atenta às tendências do varejo, a Coop inaugurou em setembro, na loja Industrial, em Santo André, um espaço exclusivo da marca de carnes Swift. A parceria, que será estendida neste mês para a loja Árvore Grande, em Sorocaba, chega para complementar o setor de açougue da rede, trazendo 214 itens congelados, entre eles carnes (bovinos, suínos, aves e ovinos), vegetais e pratos prontos, por exemplo. “Somos o primeiro supermercado do Grande ABC a contar com o serviço da marca Swift nesse modelo de negócio”, ressalta Marcio Valle, presidente executivo.

Outro projeto que ganhou vida no início deste mês, também na loja Industrial, foi o restaurante self service com 50 lugares e cardápio assinado pela Nestlé. O espaço de alimentação de 80 m² vem fortalecer a parceria com a multinacional suíça, já presente na rotisseria, cafeteria e linha de bolos confeitados. Uma aliança que vai render mais frutos com a expansão do serviço de cafeteria para as lojas Joaquim Nabuco, em São Bernardo, e Perimetral, em Santo André. A expectativa é que os novos serviços oferecidos em parceria com a Nestlé representem em breve 4% do faturamento total da rede.

Paralelamente aos projetos de modernização, a Coop vem adotando investimentos pontuais nas lojas. A boa aceitação dos cooperados e clientes ao serviço de autocaixa, presente em 13 unidades, levou a Cooperativa a ampliar a oferta dessa opção de pagamento assim como estender a tecnologia para outras lojas. Este serviço que dá ao usuário autonomia para o registro e o pagamento da compra, já representa média de 13% do volume total de cupons emitidos diariamente.

Sobre a Coop: atualmente, a Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina. Possui 812 mil cooperados ativos, cerca de 6,5 mil colaboradores diretos, 31 unidades de distribuição - 23 no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e duas em Tatuí –, além de três postos de combustíveis e 48 drogarias, sendo 31 internas nas lojas e 17 de rua. A Cooperativa encerrou 2017 com faturamento total de R$ 2,2 bilhões.

Por ser uma cooperativa, seu principal objetivo é oferecer os melhores serviços a preços justos, além de reverter benefícios a seus cooperados e à comunidade, a exemplo do ciclo de palestras gratuito; programa de saúde e qualidade de vida; programas educacionais voltados aos estudantes da rede pública e particular e doações para entidades beneficentes onde tem unidades de distribuição.

Rede Confiança Supermercados inova em campanha de fim de ano

Alinhada com as práticas sustentáveis já adotas há anos pela rede serão sorteados carros híbridos e bikes elétricas

Para quem está acostumado com as novidades que a rede Confiança Supermercados sempre apresenta aos seus clientes em suas ações de fim de ano, pode se preparar para uma premiação muito especial. A campanha intitulada “Vem Ganhar! Vem pro Clube!” reforça a conexão da rede com a preservação do meio ambiente e irá sortear 01 Lexus Hibrido LT 200 1.8 automático, 01 Prius Hibrido e 11 Bikes Elétricas Sense. Os dois veículos híbridos são movidos a gasolina e eletricidade, produzindo baixos níveis de gases poluentes. Além disso, a rede ainda sorteará mais 11 automóveis Citroën C4 Cactus Live 16v, 04 certificados em barras de ouro no valor de R$ 5.000,00 cada e 22 certificados em barras de ouro no valor de R$ 1.500,00 cada. Juntos, os prêmios superam o valor de 1 milhão de reais e serão distribuídos para 50 ganhadores. A campanha teve início dia 19 de outubro nas 11 lojas da rede.

Jad Zogheib, presidente da rede Confiança Supermercados, explica que os principais prêmios deste ano estão alinhados com aspectos ecológicos. “A rede Confiança Supermercados acredita que o futuro do planeta está na nossa conscientização do bom uso dos recursos naturais, tanto que, recentemente, atingimos a meta de utilização de energia 100% renovável. Ainda temos diversas práticas sustentáveis como cisternas de captação e armazenamento de águas pluviais, iluminação de led, um moderno sistema de refrigeração que utiliza os gases CO2 e Glicol, gases ecologicamente corretos, além de pontos de recolhimento de pilhas, baterias e óleo de cozinha nas lojas”, diz.

Eder Vieira, diretor de marketing da rede, destaca que a campanha vem para impulsionar ainda mais os benefícios aos participantes do Clube de Vantagens Cliente Confiança. “A partir de agora, todas as ações, promoções exclusivas, campanhas e benefícios propostos pela rede ampliam ainda mais as vantagens dos participantes do nosso Clube”. Ele ainda afirma que o consumidor que quiser se cadastrar no clube basta fazê-lo através do site www.clienteconfianca.com.br.

A mecânica de participação da campanha “Vem Ganhar! Vem pro Clube!” é muito simples e igual às últimas. A cada R$ 50,00 (cinquenta reais) em compras, o cliente tem direito a um cupom. Basta ele informar ao operador de caixa o número de seu CPF sempre que fizer as compras. Por fim, é só imprimir os cupons nos totens e depositar na urna.


A promoção se estenderá para as 11 lojas da rede nas cidades de Bauru (6), Marília (2), Jaú (1), Pederneiras (1), Botucatu (1) e para as compras feitas pelo site. Lembrando que os cupons são acumulativos e que o processo de cadastro será realizado somente uma vez. Quem tiver se cadastrado nas promoções anteriores não precisa fazê-lo novamente. Os sorteios serão realizados em duas datas, o primeiro em 06 de janeiro de 2019 e o segundo no dia 13 de janeiro de 2019. Mais informações no site institucional.confianca.com.br.

Sobre o Confiança

A rede Confiança Supermercados tem 35 anos e possui cerca de 3.700 colaboradores distribuídos em 11 lojas, sendo seis em Bauru, duas em Marília, uma em Pederneiras, uma em Jaú e uma em Botucatu, além de loja online, drive thru, um moderno centro de distribuição e centro administrativo.

Grupo Team Créatif conquista 2 Ouros com Nutty Bavarian e Ice Creamy no Prêmio ABF+RDI Design 2018

Projetos desenvolvidos pelas agências do grupo multinacional francês tiveram destaque nas categorias Projeto Arquitetônico – Quiosque e Brand Design

O grupo multinacional francês Team Créatif, através de suas agências, foi um dos mais reconhecidos na 8ª edição do Prêmio ABF+RDI Design 2018. O projeto para Nutty Bavarian, desenvolvido em conjunto pela agência especializada em design e arquitetura para varejo Market Value e pelo brand atelier Raison Pure, levou Ouro na categoria Projeto Arquitetônico – Quiosque.

Já o trabalho de reposicionamento da marca Ice Creamy, feito pela agência Team Créatif Brasil, foi o vencedor da categoria Brand Design. A Associação Brasileira de Franchising e o Retail Design Institute Brasil divulgaram os vencedores da premiação durante convenção ABF do Franchising, no Hotel Transamérica, em Comandatuba (BA), encerrada neste domingo, 21.



Com o conceito "Bavária em Festa", o projeto de rejuvenescimento da marca, que engloba mudanças na identidade visual, nas embalagens e nos pontos de venda de Nutty Bavarian concorreu na categoria Projeto Arquitetônico – Quiosque com Bubble Mix Tea (que levou Prata) e Óticas Carol (Bronze).

Premiado com Ouro na categoria Brand Design, o reposicionamento da Ice Creamy, maior rede de sorvetes na pedra do país, também foi desenvolvido em colaboração entre duas empresas do Grupo Team Créatif: a Market Value, especializada em design e arquitetura para varejo; e a Team Créatif Brasil, focada em design de marcas de consumo, branding e embalagens. Os concorrentes na categoria foram Big X Picanha (Prata) e Fast Açaí (Bronze).

Criado para homenagear e valorizar profissionais e empresas franqueadoras que utilizam o design como ferramenta estratégica de relacionamento e negócios, o Prêmio ABF+RDI Design 2018 conta com dez categorias: Projeto Arquitetônico – Loja; Projeto Arquitetônico – Quiosque; Visual Merchandising – Vitrine; Visual Merchandising – Campanha; Visual Merchandising – Promoção de PDV; Produto; Embalagem; Brand Design; Design Consciente; e Design de Inovação

A oitava edição teve mais de 90 projetos inscritos. Desse total, 21 marcas assinaram 29 projetos que alcançaram a mais alta pontuação, consagrando vencedoras as redes e profissionais de design envolvidos. O cases premiados foram selecionados por uma comissão julgadora formada por representantes da ABF, da RDI Design e do mercado.

"Os projetos desenvolvidos para Nutty Bavarian e Ice Creamy mostram a sinergia dentro do Grupo Team Créatif, com agências com expertises diferentes se unindo para oferecer soluções integradas aos clientes. Ficamos muito felizes e orgulhosos de receber o reconhecimento deste importante prêmio da área do design e franchising", destaca Mathieu Reverte, sócio-diretor do grupo Team Créatif.

Sobre o Team Créatif Group

"O Team Créatif Group é uma multinacional francesa independente que atua com design e branding através de seis empresas: Team Créatif, Raison Pure, Live Team, Shortlinks, Market Value e Diadem. A holding, liderada por Sylvia Vitalle Rotta, um dos maiores nomes do design mundial, atua há mais de 30 anos no mercado europeu e tem o posto de segundo maior grupo de design da França, com faturamento total de 32 milhões de euros. No Brasil, o grupo atua desde 2004, com quatro agências: a Team Créatif, especializada em design de marcas de consumo, branding e embalagens; a Live Team, focada em live marketing, promo, PDV, ativação e eventos; a Market Value, focada em design e arquitetura para varejo; e o brand atelier Raison Pure. A companhia atende, no Brasil, marcas importantes, como Lactalis, Sadia, Kitano, Carrefour, Klin, Obrigado, entre outras".

Mesmo com crise, brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda em alimentação fora do lar

Investimento no setor, pode ser negócio certeiro para quem busca um negócio para investir e começar a lucrar ainda em 2018

Mesmo com o país em crise, comer fora de casa ou pedir delivery está ficando cada vez mais frequente na vida do brasileiro. A diversidade de refeições como fast foods, porções e lanches agradam todos os tipos de clientes. Segundo a última pesquisa do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – o brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda com alimentação fora do lar e/ou delivery.


O setor de alimentação possui um grande potencial de mercado em todo mundo, como comprova o estudo da Associação de Bares e Restaurantes – Abrasel – que mostra um crescimento acima de 10% no mercado de gastronomia nos últimos anos. Consequência da mudança comportamento dos consumidores brasileiro, utilizando melhor seu tempo livre para diversão e lazer.

As refeições prontas estão sempre em alta entre os adeptos da alimentação fora do lar e sabendo que o setor alimentício só tende a crescer, muitas pessoas passaram a investir nele, como no caso de Elidio Biazini, que aos 35 anos resolveu investir em seu próprio negócio.

No mercado desde 1993, a Dídio Pizza nasceu da percepção de Biazini que viu que poderia criar um negócio que oferecesse mais dentro do nicho de pizzarias. “O delivery de pizzas da época era amador e considerado um modelo de negócio informal, não transmitia segurança ao consumidor e era, muitas vezes, a última opção para uma refeição” comenta Biazini.

Atualmente a rede atingiu a marca de 420 mil pizzas vendidas ao ano no estado de São Paulo. “Nosso maior diferencial, além dos sabores inusitados, nascemos artesanalmente deliciosos, porém aplicando muita tecnologia nos processos. Além disso, contamos com um serviço de entrega eficiente que fideliza o cliente”, finaliza.

Fini apresenta Fibras e Colágeno com nova fórmula na linha Bem-Estar

Versões reformuladas zero açúcares integram a linha com ativos funcionais

A Fini apresenta duas novas reformulações da Linha Bem-Estar: Colágeno e Fibras. Em embalagens de 18g, os lançamentos são zero açúcares, com aromas e corantes naturais, ausentes de adoçantes artificiais, sem glúten e indicados pela Associação Brasileira de Odontologia.


A novidade Fini Colágeno contém o VERISOL®, colágeno composto por Peptídeos Bioativos, especialmente desenvolvidos para a manutenção da beleza da pele, suavizando a formação de rugas e contribuindo para um aumento da elasticidade e da firmeza da pele. Com baixo valor calórico e dose diária de 2,5g recomendada do ativo, as balas possuem sabores de morango, maçã verde e laranja.

Já as balas Fibras são enriquecidas com ativos funcionais de 2,5g de Fibras Prebióticas, que auxiliam na saúde intestinal e ajudam a manter a sensação de saciedade mais prolongada. Podem ser encontradas nos sabores maçã verde e maçã vermelha, sendo uma ótima opção de snack entre as refeições.

As balas acabam de chegar nas gôndolas com preço sugerido de R$ 3,99.

A linha Bem-Estar da Fini é composta por balas de gelatina enriquecidas com ativos funcionais: Açaí+Vit.B, Berri-OX, Vitamina C, Cálcio + Vit.D, Colágeno, Chicle com Xilitol, Mel e limão, Ursinhos Diet e Fibras. Presente em mais de 25 mil farmácias em todo o país, os produtos também são comercializados nos quiosques da marca e na loja online www.finistore.com.br.

Sobre a Fini:

De origem espanhola, desde a década de 70 a Fini faz parte do Grupo Sánchez Cano que com presença mundial em mais de 80 países conquistou a posição como uma das principais produtoras mundiais de balas de gelatina, marshmallows, regaliz e chicles. Com um DNA que busca surpreender seus consumidores, teve origem artesanal e hoje se expande por todo o varejo do Brasil.

Por que pagamos R$ 20 em um cachorro-quente?

Vivemos épocas de angústia generalizada. Angústia por saber, conhecer, viver, usar, experimentar, possuir, consumir. Enfim, por ser e "resser". Ou seja, reinventar o "ser" o tempo todo com novos conteúdos, formatos e experiências.

Por outro lado, não é de hoje que se sabe que o consumo é um dos melhores escapes que o ser humano encontrou ao longo de sua evolução para equilibrar as sensações de perda, derrota, fracasso, medo, insegurança e tristeza, tão orgânicas de nossa natureza.

Assim, quando se diz que consumo é impulso não se exagera em momento algum. Consumo, no fundo, é uma atividade motivada por algo. Portanto, impulsionada.

A essência, o reason why deste impulso, destas motivações, pode ter inúmeras origens e inúmeros propósitos. Freud definiu as motivações humanas em dois grupos: fugir da dor, que é compra realizada por necessidade, restrição, desespero e imposição; ou busca pelo prazer, que é impulsionada por desejo, sonho, competição e satisfação. Neste caso cabe a frase "Freud explica" porque é assim que funciona mesmo. Ou consumimos para fugir da dor, comprando remédios e passagens aéreas, ou consumimos para buscar o prazer, novamente comprando remédios e passagens aéreas. Opa!

Explico: Se comprarmos um remédio para nos medicarmos contra uma infecção intestinal, compramos um produto para fugir da dor. Denomino isto de consumo defensivo. Ao contrário, se comprarmos um remédio para ajudar a definir esteticamente nosso abdômen, estaremos consumindo algo em busca do prazer. Denomino isso de consumo positivo.

Na mesma toada, se comprarmos uma passagem aérea para mudarmos de cidade, porque não aguentamos mais a violência, praticaremos o consumo defensivo. Ao passo que, se comprarmos uma passagem aérea para viajarmos por 15 dias de férias na Polinésia, é praticado o consumo positivo. Ou seja, o tipo de consumo e nossas motivações DEPENDEM. Do quê? Das circunstâncias em que nos encontramos.

Uma pesquisa realizada pela DOM Strategy Partners com mais de 200 lideranças empresariais sobre o futuro do marketing constata que 52% dos entrevistados acreditam que a obrigação do Marketing é gerir os clientes da empresa. Tal dado vai ao encontro do que defendo acima.

De fato, o marketing é - ou deveria ser - sobre gerir a relação da empresa com seus clientes da forma mais humana, justa, equilibrada e circunstancialmente qualificada quanto possível. Não tem como pensar diferente: a essência do marketing é e deve ser o ser-humano e suas motivações, comportamentos, desejos, expectativas, necessidades, percepções, impulsos. Marketing é, antes de tudo, antropomarketing.

Assim, sendo, sugiro fortemente aos estrategistas e planejadores de marketing que, ao definirem seu próximo mercado, planejarem seu próximo lançamento, construírem sua estratégia de posicionamento de marca e estrutura de alianças e distribuição, somente o façam se tiverem mapeado, em qualidade, às circunstâncias em que esse novo produto ou serviço essa nova marca estaria interagindo com o consumidor potencial, se concentrando menos em atributos (tanto do consumidor, quanto do produto/serviço em si) e mais no processo de interação (razões, momentos, valores).

Isso porque pessoas querem que tarefas sejam feitas, e os produtos e serviços, reforçados pela marca e por tudo mais que os envolve (leia-se distribuição, promoções, vantagens, embalagens, propaganda), são os meios capazes de fazer com que as tarefas sejam feitas (em suma, que as necessidades sejam supridas nas circunstâncias em que é necessário que sejam – e isto depende!).

Neste caso, a pergunta certa a se fazer não é "Quem compraria esse novo produto que queremos lançar" ou "Quanto um cliente pagaria por este serviço extra", mas sim "Em que circunstância (momento, situação) esse meu produto (qual, como) resolveria (de que forma) algum problema (qual problema) de algum tipo de pessoa (os clientes potenciais)?" ou "Quanto vale (valor de percepção traduzido em moeda) resolver (como, quando) este problema (qual) para aquela pessoa (qual) com esse produto/serviço extra (qual, como)?".

Isso é planejar marketing para circunstâncias. Responder isso é entender de consumo, pois é entender das motivações e aspirações dos consumidores. Quer testar?

Quanto você pagaria por um hot-dog em uma van na esquina da Paulista com a Brigadeiro? Cinco, sete, dez reais? Não mais que isso, certo?

E quanto você pagaria por um hot-dog em uma lanchonete da moda, dessas gourmets? De que 15 a 20 reais, confere? A marca e a experiência, que trazem consigo embutida a percepção superior de qualidade pesaram e você aceitou pagar mais por, basicamente o mesmo produto, não é?

Agora pergunto: quanto você pagaria por um hot-dog se estivesse na África do Sul, acolhido por uma tribo nômade, com diferentes costumes alimentares, "passando fome" há 3 semanas, depois de ter se perdido de seu grupo de viagem? Ah! Não tem preço, não é?!


Obrigado por comprovar minha tese de que o preço não é atributo do produto, mas fruto da percepção do cliente, derivada de sua situação circunstancial em que se encontra, somada à camada de percepções e aprendizados que teve ao longo da vida, a partir de suas experiências e processos decisórios acertados ou não!.

Ou seja, nos três exemplos acima passamos de come e se alimentar no modelo fast food (o "dogão" na esquina da Paulista X Brigadeiro), para sair, se divertir (hot-dog gourmet em alguma lanchonete da moda), para sobreviver (perdido numa tribo nômade na África do Sul). O mesmo produto para a mesma pessoa em circunstâncias diferentes, têm valores, portanto preços, diferentes.

Marketing circunstancial é menos atributos e mais circunstâncias. Sacar isso, e conseguir mapear e planejar em cima, é entender praticamente tudo! É isso que os modernosos chamam de jornada do cliente, experiência do usuário e outros termos adequados aos jantares inteligentes do Pondé. Seja como for, pratique!

Daniel Domeneghetti, é especialista em relações de consumo e estrategista corporativo.

Moip torna-se Wirecard Brasil e lança recursos de gestão financeira para milhares de empreendedores

Transferências para terceiros, pagamentos de contas, adiantamento de saldo futuro, uso de cartões pré-pagos e maquinha de cartão estarão disponíveis para todos os usuários

A Wirecard, líder global de inovação em tecnologia financeira digital, anunciou hoje o novo posicionamento de marca da empresa de soluções de pagamento Moip, adquirida no início de 2016. Com efeito imediato, a Moip adotará o nome Wirecard Brasil, unificando assim a presença mundial da marca Wirecard. Além de fortalecer sua estratégia global, a mudança também marca o lançamento da nova geração de produtos financeiros da Wirecard no país: a empresa está lançando novos recursos financeiros para todas as dezenas de milhares de clientes de pequeno porte que usam as soluções de pagamento da Wirecard Brasil. Esses novos recursos digitais permitirão que os empreendedores realizem transferências para terceiros e pagamento de boletos. Além disso, a Wirecard Brasil fornecerá soluções de cartão pré-pago, antecipação imediata de saldo futuro e maquininha de cartão para facilitar a gestão financeira.

Com as mudanças, o objetivo da empresa é oferecer uma solução financeira completa, cada vez mais simples e flexível para negócios e empreendedores, capaz de atendê-los em todos os fluxos de pagamento. As novas soluções garantem autonomia bancária e permitem que os clientes realizem toda a gestão financeira na nova conta Wirecard.

Igor Senra, da Wirecard Brasil

Igor Senra, Diretor Geral da Wirecard Brasil, afirma: "Trabalhamos com dezenas de milhares de empreendedores digitais nos últimos anos e acompanhamos os desafios que eles enfrentam que vão muito além de receber pagamentos online. Com a unificação da marca e a nova geração de produtos, ofereceremos uma solução integrada, acessível online e offline, capaz de atendê-los em todas as etapas da cadeia de valor de pagamento - tudo por uma única plataforma."

Entre os principais produtos lançados estará a solução de maquininha de cartão, que permite receber pagamentos com cartão de crédito no local. Assim como as funcionalidades que a Wirecard oferece online, a solução tem a função split que divide automaticamente os pagamentos entre agentes comissionados e lojistas, de acordo com as regras de negócios e, em muitos casos, elimina a bitributação. Outra inovação será o novo painel de finanças digitais. Com ele, é possível monitorar indicadores de desempenho, recebíveis, realizar conciliação bancária, operações de saque, boletos bancários e fornecedores, além de realizar transferências para contas bancárias. Por meio da função de conta, os clientes podem também fazer pagamentos de contas, antecipação de saldo futuro e usar o cartão.

Igor Senra, Diretor Geral da Wirecard Brasil, diz: "As novas soluções vão trazer grandes oportunidades para os nossos clientes no Brasil. Atualmente, segundo o Instituto de Pesquisa de Data Popular, cerca de 33% da população não tem contas bancárias e nossa intenção com o lançamento é oferecer uma solução completa que possibilite a inclusão financeira. "

Wagner Aguado, responsável pela estratégia de negócio da Wirecard no Brasil, acrescenta: "Isso significa que as pessoas não precisarão de um banco para receber pagamentos ou pagar contas e fornecedores. Estamos avançando com nosso principal objetivo, que é digitalizar os processos de pagamento globalmente de uma forma que permita que as pessoas e as empresas se concentrem no crescimento de seus negócios ".

Com a mudança de marca para Wirecard, a empresa reforça sua posição como líder mundial de inovação em tecnologia financeira digital, presente em cinco continentes e em mais de 26 países. Desde setembro, a Wirecard AG (com sede na Alemanha) é parte do índice DAX, o índice do blue chip da bolsa de valores consistindo pelas 30 principais empresas alemãs negociadas na Bolsa de Valores de Frankfurt.

Sobre Wirecard

Wirecard (GER:WDI) é uma das plataformas digitais que mais cresce no mundo na área de comércio financeiro. Oferecemos aos clientes corporativos e consumidores um ecossistema com valor integrado em constante expansão, construído em torno de pagamentos digitais inovadores por meio de uma abordagem B2B2C integrada. Esse ecossistema concentra-se nas áreas de pagamento e risco, serviços bancários de varejo e transações, fidelidade e cupons, análise de dados e aprimoramento da taxa de conversão em todos os canais de vendas (online, celular e ePOS). A Wirecard opera instituições financeiras regulamentadas em vários mercados importantes, alémde deter licenças de todas as principais redes de pagamentos e cartões. Além disso, a WIrecard AG está listada na Bolsa de Valores de Frankfurt (TecDAX, ISIN DE0007472060). Visite nosso site www.wirecard.com e nos siga no Twitter @wirecard e no Facebook @wirecardgroup.

Fábrica da Anjos Colchões completa 28 anos

O complexo fabril do interior do Paraná foi responsável pelo elevado faturamento da rede de colchões e estofados em 2017

Fundada em 1990 por Claudinei dos Anjos, a Anjos Colchões é hoje uma rede de franquias especializada na venda de colchões e estofados fabricados pela própria marca. Com uma história de sucesso, a fábrica que deu origem ao negócio completa este mês 28 anos e comemora sua trajetória com um faturamento de R$ 63 milhões em 2017. Inspirado pelo sogro e motivado pela ideia de estimular a economia local na cidade onde morava, Capitão Leônidas Marques, Paraná, Claudinei começou o negócio em um barracão de apenas 250m² cedido pela prefeitura, fabricando estofados para vender em feiras e eventos pela região.


A história da fábrica que hoje atende as 60 unidades em sete estados brasileiros, como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e interior de São Paulo, além de outras três no Paraguai, é marcada por altos e baixos, principalmente com o incêndio de grandes proporções que atingiu o complexo em 1999. “Estávamos aumentando nosso parque fabril quando uma solda caiu em cima de um material plástico e destruiu tudo o que tínhamos. Diante das cinzas, propus concordata branca com meus fornecedores, de forma a renegociar as dívidas e comprar mais matéria-prima. Foi um momento difícil, mas em dois anos, com muita dedicação, reerguemos a fábrica e estávamos ainda mais fortes, passando a produzir nossa própria espuma para dar conta da demanda”, lembra o presidente da Anjos Colchões, Claudinei dos Anjos.

A fábrica que impulsionou o negócio de estofados passou a ter como carro-chave os colchões no ano seguinte, em 2001, e, seis anos depois, foi o motor que sustentou a criação da Anjos Colchões Franchising, projeto que deu início a expansão da marca por meio de franquias, levando-a para outras regiões do Brasil. Sua importância ainda continua em evidência, principalmente agora, quando o plano para 2018 é abrir mais 30 lojas e, no prazo de dois anos, chegar à capital paulista e alcançar a marca de 200 unidades pelo Brasil.

Hoje, além do parque fabril de 33 mil m² em Capitão Leônidas Marques e mais dois complexos menores, em São Roque/SP e João Pessoa/PB, a Anjos Colchões conta com uma frota que atende just in time a demanda de toda a rede, gerando mais de 600 empregos diretos e 1800 indiretos. “A Anjos Colchões já passou por um momento de consolidação e, agora, vive uma nova fase, de expansão. Queremos levar nossos produtos de alta qualidade para outras regiões do Brasil por meio de parcerias que sejam benéficas para ambos os lados. Estamos confiante no sucesso da rede e contamos com uma equipe bastante ativa que lidera as lojas”, afirma Leonardo dos Anjos, diretor da franqueadora.

Certisign é a primeira Autoridade Certificadora privada a ser autorizada a comercializar Certificado Digital em nuvem

A Certisign, a Autoridade Certificadora líder da América Latina e especialista em Identificação Digital, deu mais um passo importante para consolidar ainda mais seu pioneirismo ao ser credenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI) como Prestadora de Serviço e Confiança (PSC). Isso significa que, agora, ela pode também emitir Certificado Digital ICP-Brasil em nuvem, tornando-se a única empresa privada do segmento com essa autorização.

"Recebemos a aprovação do ITI com enorme alegria. A notícia é a coroação do nosso trabalho árduo no desenvolvimento da Certificação Digital no Brasil. Estamos empolgados e honrados por ser a primeira Certificadora privada a ter essa autorização. Essa conquista é resultado da nossa credibilidade no mercado, conquistada a partir da nossa história marcada por ética e constantes investimentos em infraestrutura lógica e física", comenta Julio Cosentino, vice-presidente da Certisign.

Julio Consentino, da Certisign
Como PSC a Certisign terá a responsabilidade de emitir e armazenar as chaves privadas dos titulares de Certificados Digitais ICP-Brasil em nuvem, além de facilitar o uso e padronizar as assinaturas digitais e as respectivas verificações.

Solução pronta

Segundo Cosentino, o Certificado Digital em nuvem é uma solução, principalmente, para as empresas que possuem profissionais que atuam em diversos locais e que buscam a comodidade de não ter que carregar mídias. "Como o armazenamento é na nuvem, o titular pode acessá-lo de qualquer lugar e a qualquer momento".

A Certisign já tem um produto pronto, o RemoteID, que além de viabilizar a emissão e o armazenamento em nuvem, permite todo o gerenciamento do ciclo de vida do Certificado, incluindo o seu histórico de uso. "Estamos sempre estudando o mercado para atender as demandas das empresas. A partir daí, desenvolvemos essa solução, que atende o pedido dos titulares de Certificados, em relação à praticidade e mobilidade, por conta da facilidade para gerenciar".

Ainda de acordo com ele, o setor de saúde é dos grandes beneficiários dessa nova possibilidade de armazenamento do Certificado, já que muitas instituições possuem diversas unidades e profissionais que circulam entre elas. "Hospitais, clínicas e laboratórios estão cada vez mais adotando o conceito de indústria 4.0, no qual os processos são automatizados e informatizados. Neste contexto, a assinatura digital precisa de alta disponibilidade, e a nossa solução atende essa demanda".

Sobre a Certisign

A Certisign é a Autoridade Certificadora líder da América Latina e especialista em Identificação Digital. Com mais de 1.800 Locais de Atendimento por todo o Brasil, já emitiu mais de 10 milhões de Certificados Digitais ao longo de seus 22 anos. A empresa tem em seu portfólio de clientes as companhias mais representativas do País e está entre as empresas mais inovadoras, de acordo com as pesquisas "Inovação Brasil 2016", da Strategy & Consultoria Estratégica do Network PwC, e "50 Empresas Mais Inovadoras do País", da DOM StrategyPartners.

Casa de Bolos lança linha de bolo funcional

A rede, que já tem mais de 300 unidades em todo Brasil, apresenta novos sabores funcionais de cacau com e sem cobertura e também cenoura e milho

De olho na tendência alimentar de seus clientes e prezando constantemente pela qualidade em seus produtos, a Casa de Bolos, pioneira no segmento de bolos caseiros, anuncia o lançamento de uma linha funcional produzida com ingredientes selecionados. Quem leva uma vida mais natural agora encontra quatro versões dos bolos: cacau, cacau com cobertura funcional de chocolate, bolo de cenoura e também de milho.


“Estamos sempre atentos aos desejos dos nossos clientes. Desenvolvemos a nova linha para aqueles que possuem restrições alimentares ou que buscam opções mais saudáveis”, explica Rafael Ramos, diretor de marketing do Grupo Casa de Bolos. “Diversificamos, mais uma vez nosso cardápio investindo em um segmento que é crescente no Brasil”, completa.

Os novos bolos funcionais da Casa de Bolos dispensam o uso da farinha branca (farinha de trigo), sendo substituída pela farinha de arroz ou de linhaça dourada e o açúcar refinado por açúcar demerara. Além disso, os preparos são feitos com óleo de coco (óleo rico em gorduras boas), cacau 100% puro, e ingredientes com o mínimo de processamento e com maior valor nutritivo.

domingo, 21 de outubro de 2018

Partage Shopping São Gonçalo reforça mix e traz novidades para a região

Na contramão do mercado varejista, o Partage Shopping São Gonçalo, empreendimento da Partage Shopping localizado no Estado do Rio de Janeiro, comemora a chegada de novas operações. No primeiro semestre, marcas de peso como a Via Mia e o Clube Melissa, especializadas em bolsas e calçados; a Melli Ello e a Bentha, de moda feminina; o restaurante asiático Jin Jin, que abriu sua primeira unidade no Rio de Janeiro; o salão de beleza RBA Studio Mix e o ponto de atendimento a motoristas da Uber passaram a integrar as operações do shopping.


E o segundo semestre traz ainda mais novidades. Nos próximos meses, o Partage Shopping recebe a Caçula, atacadista e distribuidora de papelaria, informática e artesanato, dentre outros segmentos; a Vivo, especializada em telefonia; a Hiper House Colchões e Acessórios; a AD e a Polo Club, de moda masculina; a Drop Multimarcas; e a Dreah, especializadas em moda e acessórios femininos. O Boticário também voltou a comercializar seus produtos no mall. Além da loja, a marca também conta com um ponto de Venda Direta, onde as promotoras que moram a até 50 km do empreendimento poderão comprar diretamente os produtos e revendê-los. A Rede Cinemark chega ao Partage Shopping assumindo a operação de cinemas e reinaugurando, no próximo mês, salas totalmente reformadas, proporcionando maior conforto e comodidade aos clientes. Na parte gastronômica, o empreendimento terá, em breve, o restaurante Bifão Steakhouse e o Ragazzo, especializado em fast food italiano.

“Estamos muito felizes com o crescimento e com a qualificação do nosso mix de lojas e serviços. Na contramão da retração que o mercado vive, o Partage Shopping vem atraindo diversas marcas e novidades positivas para a região. Trabalhamos constantemente na captação de operações e serviços de qualidade e relevância, para que nossos clientes tenham mais opções de compras e lazer”, ressalta Julio Macedo, Diretor de Gestão e Marketing da Partage Shopping.