[ListLayout]
×

Grupo Orgânica potencializa atuação flex em meio a pandemia

Modelo Orgânica Body&Spa Express oferece a oportunidade do franqueado trabalhar home office, com carrinho onde quiser ou via e-commerce

Pandemia, necessidade de higiene reforçada, desemprego. A princípio um cenário negativo vivido mundo afora no último ano, porém que abriu a oportunidade para muita gente empreender, inclusive com foco na saúde, no autocuidado e na higiene diária.

Foi pensando em alcançar aqueles que estavam em busca de abrir o próprio negócio, principalmente com a possibilidade de conduzir uma operação diretamente da própria casa, que a franquia Orgânica Body&Spa lançou, no fim do ano passado, o modelo Express e que vem fazendo muito sucesso no mercado.

A rede de marca vegana de cosméticos e acessórios para corpo e banho, disponibiliza esse modelo com alguns diferenciais em relação ao modelo tradicional. A franquia Express permite tanto a venda física com um charmoso carrinho que se destaca pela mobilidade e economia, como no universo on-line através do site da rede como também permite que o franqueado crie um site próprio.

“A Orgânica Express surgiu em meio a pandemia (outubro de 2020) para que o nosso modelo de negócio não apenas sobrevivesse ao lockdown, mas principalmente conseguisse fazer com que o fraqueado antigo e novos empreendedores franqueados conseguissem prosperar. Foi então que buscamos por um modelo enxuto e viável economicamente”, afirma João Galhardi, diretor de marketing e expansão da marca.

Com investimento inicial de R$34.400 (incluso taxa de franquia + estoque inicial + taxa de instalação), esse negócio possibilita faturamento médio mensal de até R$9.200,00, com previsão do retorno do investimento estimado entre dois a quatro meses. Esse formato Express dá ao franqueado a oportunidade de atuar home office, o que permite fazer os próprios horários de trabalho e não dispor de gastos com espaço físico.

Franquia do futuro

Galhardi acredita que o novo negócio se encaixa perfeitamente como uma franquia do futuro. “Pois além de estarmos totalmente atualizados para trabalharmos de forma híbrida, física e on-line, também somos tendência de mercado, se tratando tanto de uma marca sustentável e cruelty free. Estamos cada vez mais focados em entregar autocuidado e bem estar em nossos produtos”, avalia.

Esse modelo conta com diversos benefícios e diferenciais, entre eles é a possibilidade do franqueado levar o carrinho há alguns pontos de vendas com grande circulação de pessoas, como supermercados, salões de beleza, e até mesmo eventos corporativos e empresariais.

“Por não exigir ponto físico, isso traz facilidade na atuação do franqueado por meio de parcerias e ainda trabalha com produtos veganos aliados a sustentabilidade que é tendência de mercado”, reforça Galhardi. E para fazer com que o capital gire mais rapidamente o franqueado conta com um baixo estoque de produtos.

O poder dos negócios virtuais

Que o futuro da beleza está conectado ao digital não resta a menor dúvida. Durante os meses de maior confinamento o melhor caminho para vendas foi apoiar no mercado on-line. Analistas estimam que o e-commerce cresce, no Brasil, cerca de 43% ao mês desde o início das medidas de distanciamento. A quantia se refere ao mercado geral, mas na beleza – incluindo o segmento de luxo –, não foi diferente.

O diretor conta que para aumentar o poder de ganho do franqueado criou também mais um canal de venda totalmente on-line, mas neste caso, elas são apenas dropshipping, onde o franqueado tem o seu site produzido e customizado. O estoque dele fica coligado ao da franqueadora, como se fosse um espelhamento, portanto quando o consumidor final compra, este pedido chega para o site da rede e é ela que faz a entrega do produto.

“Utilizando as vendas pela plataforma e-commerce da empresa possibilita com que o franqueado tenha um rendimento de 35% como comissão a cada venda. Nesse formato, o seu único trabalho é fechar o negócio e entre as vantagens é que o empreendedor não precisa se preocupar com transporte, estoque e logística”, pontua o diretor de marketing e expansão.

Mercado aquecido

Com as pessoas passando mais tempo dentro de casa, esse comportamento tem gerado impacto nas vendas de produtos de skincare. É o que revela pesquisa da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), que mostra que essa tendência aumentou em 92,8% em volume de vendas das máscaras faciais; 14,7% dos cosméticos antirrugas/ sinais/ idade, e 8,3% dos hidratantes faciais, comparados os meses de janeiro a maio de 2020, com o mesmo período em 2019.

O Brasil é o quarto maior mercado consumidor de cosméticos (atrás apenas dos Estados Unidos, China e Japão), o que mostra a paixão dos brasileiros por beleza. Com forte concentração na região Sudeste, o mercado nacional de beleza movimentou U$29,6 bilhões (R$ 161 bilhões) em 2019, incluindo os salões e outros serviços associados à diversidade de produtos dessa indústria. O Brasil é o terceiro país do mundo em lançamentos no setor e também exporta artigos de higiene pessoal e beleza para 174 países.

Expansão dos negócios

É de olho nesse mercado promissor que a franquia Orgânica Body&Spa busca encerrar o ano de 2021 com 50 operações no modelo Express – atualmente a rede conta com 20 unidades. A estimativa, segundo Galhardi é alcançar faturamento de R$ 1 milhão até dezembro de 2021.

O diretor revela que a marca busca franqueados em todo Brasil, mas que para esse segundo semestre mira as regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste, principalmente pela maior facilidade de logística e custos adicionais. “Todas as regiões do Brasil têm grande potencial, nossos produtos têm aderência em todas as localidades com um maior acesso à informação, pois é geralmente é nessas que o público busca mais qualidade de vida e produtos cruelty free”, explica Galhardi.

Sobre a Orgânica Body&Spa

O Grupo Orgânica nasceu em 1989 com o desejo de um casal de agrônomos em oferecer bem estar para as pessoas transformando a natureza em acessórios de higiene e beleza, protegendo o meio ambiente com ações sustentáveis e preservando o futuro do planeta. O Grupo Orgânica iniciou suas atividades com o plantio de buchas vegetais em uma propriedade rural em Avaré́/SP. A partir de 2000 passou a fornecer produtos de higiene à grandes redes de varejo. Hoje tem o maior portfólio acessórios para banho do mercado e uma linha completa de cosméticos com base 100% vegetal. Em 2016 nasceu a Orgânica Body&Spa com quiosques nos principais shoppings de São Paulo e em 2019 a marca entrou para o franchising. Em 2020, em meio à pandemia, a marca lançou o modelo Orgânica Body&Spa Express que vai de encontro o momento que o país está vivendo, onde o negócio pode ser conduzido de forma híbrida, atuando home office e por meio de e-commerce com investimentos a partir de R$ 34.400.

Comentários