sexta-feira, 28 de abril de 2017

Novo CorelDRAW chega ao Brasil e empresa espera crescimento de 20% nas vendas via Canais

Em lançamento nacional, o CorelDRAW 2017 já está disponível para as mais 800 revendas que formam a rede de comercialização da Corel Corporation no Brasil. O software, que soma atualmente 100 milhões de usuários ativos no mundo, passou por uma pequena revolução nessa nova edição, que inclui, pela primeira vez no mercado de programas profissionais para design, uma ferramenta dotada de Inteligência Artificial que divide com o usuário a tarefa de desenhar e criar ilustrações.


A novidade do uso de IA, segundo Flavio Tedesco, principal executivo da área de Canais da Corel no Brasil, já está se mostrando um diferencial para o mercado. "Pelo que temos de feedbacks de usuários corporativos e do setor acadêmico, o canal de distribuição e vendas terá bons motivos para se surpreender com a performance comercial do novo CorelDRAW", diz ele. "Muitos clientes que vinham esperando por novidades robustas para atualizar ou adquirir o produto estão tomando a decisão em razão das novas ferramentas da suíte. O cenário é muito positivo e esperamos crescimento de pelo menos 20% sobre as vendas iniciais da última versão lançada, no ano de 2016."

No Brasil, o CorelDRAW 2017 está sendo comercializado nas modalidades de Licenciamento Vitalício (para versões em licenças, caixa e ESD-download) e Assinatura Anual, na qual o usuário pode fazer upgrades gratuitos durante a duração do contrato. No caso da Licença Acadêmica, a Corel apresenta uma novidade nesta nova versão, o Programa de Upgrade oferece atualizações automáticas por um ano e, no Licenciamento Comercial, as atualizações são comercializadas de forma opcional.

Com interface e manuais em português do Brasil e outros 13 idiomas, a versão completa está sendo pré-lançada no País por R$ 2.199. Segundo Tedesco, quem tem versões anteriores da suíte - de qualquer versão, desde a primeira, lançada há quase 30 anos - tem também direito a descontos para atualização. O upgrade sai por R$ 899 - e só não vale para as versões acadêmica, OEM e de revenda proibida, ou NFR. A Assinatura está disponível também por R$ 899 por ano. Licenças educacionais e comerciais por volume também estão disponíveis por meio das revendas autorizadas Corel. Mais informações esão disponíveis no site da Corel Brasil (www.corelbrasil.com.br) ou pelo email contato@corelbrasil.com.br

Organis cria Espaço Orgânico na APAS Show


O Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (ORGANIS) monta um espaço muito bacana na APAS SHOW com 18 empresas e mais de 300 itens orgânicos diferentes, para mostrar que o varejista pode aprender como introduzir os produtos orgânicos e naturais no seu negócio e oferecer opções de bem estar aos seus clientes.

Imagem – Com um layout fácil de montar (aproveitamento de pallets e muitas cores), o Espaço Orgânico tem o objetivo de educar o varejista nacional a explorar o segmento de produtos orgânicos e de saúde, como montar uma área de 10 m² a 120 m² na loja, de forma inovadora e de baixo custo que se identifique com o consumidor.

Informações do segmento orgânico - Em 2016, o Brasil registrou o faturamento de R$ 3 bilhões no setor de orgânicos e naturais; em exportações esse valor chegou a US$ 145 milhões. A expectativa é de que o mercado continue a crescer na ordem de 15-25% no mercado interno e aumentar as exportações na ordem de 10-15%.

Rodada de Negócios das empresas exportadoras – na APAS Show haverá rodada de negócios para exportação. As empresas associadas ao ORGANIS vão participar e a perspectiva é de 10% de crescimento nas rodadas de negócios com compradores internacionais.

Localização na APAS SHOW - Espaço Orgânico – Pavilhão Branco ruas F/G/13 - estande 400

BRF cria stand interativo para APAS SHOW 2017

Pela primeira vez, espaço não será dividido por marcas, mas em quatro categorias que representam a realidade do PDV: Açougue, Padaria, Conveniência e Degustação

A BRF, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, marca presença no evento APAS SHOW 2017 com uma proposta ousada: proporcionar experiências reais de situações corriqueiras do varejo para todos que passarem no espaço da marca. O objetivo da empresa é auxiliar seus parceiros de vendas a entender qual a melhor forma de posicionar os produtos na gôndola de forma a gerar mais valor, além de dicas sobre alimentos em geral.


O stand de 348m², pela primeira vez, não será dividido por marcas, mas em quatro categorias que representam a realidade do PDV: Açougue, Padaria, Conveniência e Degustação. Além disso, o centro do espaço contará com uma praça de convivência cercada de árvores.

Veja abaixo mais detalhes das divisões:

Açougue – Nesta seção, os visitantes receberão dicas e sugestões sobre como expor os produtos da marca na área refrigerada, de modo a atrair a atenção do cliente e, potencialmente, aumentar o ticket médio da compra. A intenção é mostrar que essa área do estabelecimento comercial não precisa apenas reunir opções de carne, mas também utensílios de cozinha relacionados. O espaço trará como destaque a linha de produtos Na Brasa Perdigão, ideal para o churrasco.

Padaria –essa área segue a proposta visual do projeto Top Padarias, idealizado pela marca Sadia, que visa levar às maiores padarias do Brasil um design mais arrojado além de treinamento para fatiadores. O espaço também contará com sessões de dicas de Mestres Presunteiros, ensinando técnicas para fatiar produtos e dando dicas para melhorar a apresentação nas bandejas. A área mostrará a linha completa de margarinas Qualy e embutidos Sadia e Perdigão, destacando o lançamento da Mortadela Ouro Gran Bologna Perdigão, feita com carnes nobres, selecionadas e defumada artesanalmente em um processo de doze horas.

Festival de inverno – Área repleta de sabor e novidades, o ambiente de degustação contará com tendas para que os visitantes se inspirem e degustem receitas deliciosas de pratos típicos de festividades brasileiras e que levam os produtos da marca Perdigão como Cachorro Quente, Feijoada, entre outros pratos típicos.

Conveniência - Em conveniência, os visitantes poderão acompanhar o lançamento do novo conceito de embalagens da BRF, que substitui embalagens cartonadas por embalagens plásticas, que permitem uma otimização de espaço na cadeia: estocagem e transporte. As novas embalagens, já disponíveis nas categorias empanados e pratos prontos da Sadia, garantem mais facilidade para o varejista na reposição e distribuição dos produtos na gôndola.

Serviço:

Local: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme
Datas e Horários: de 02 a 04/05, das 14h às 22h e dia 05/05, das 13h às 19h.
Congresso: de 03 a 05/05, das 8h às 14h.
Stand BRF: Pavilhão Branco, Rua H/ 16 – Estande 440.

CDL POA Shopping representa lojistas em ação na Justiça


O Movimento CDL POA Shopping dá mais um passo com o objetivo de mediar o diálogo entre lojistas e administradores de centros comerciais. Na condição de representante de seus associados, a entidade ingressou na última semana com ação na Justiça para solicitar o acesso às contas dos condomínios e do fundo de promoção dos shoppings Iguatemi, BarraShoppingSul e Praia de Belas.

A decisão de ajuizar a ação foi decidida na mais recente reunião do grupo, que ocorreu na sede da CDL POA no último dia 21 de março. Entre os dados solicitados no processo estão a composição das receitas e despesas do fundo de promoção e do condomínio de acordo com o plano de contas utilizado pelo Shopping para suas contabilizações (exercício de 2015 e 2016), bem como disponibilização aos documentos comprobatórios das despesas realizadas.

Esta é a quinta reunião promovida pela entidade na busca de mediar as reivindicações de empresários junto aos shoppings. A primeira ocorreu em outubro do ano passado. A entidade mantém um portal sobre o assunto, que recebe críticas e sugestões de varejistas cadastrados e também de representantes da Administração dos empreendimentos (www.cdlpoashopping.com.br).

Como abrir um empório de cervejas artesanais? - Doutores do Varejo - S01E08


Novo episódio de Doutores do Varejo no ar!
Na pergunta desse episódio, como montar um empório de cervejas artesanais!

Não perca nenhum episódio! Inscreva-se no http://bit.ly/doutoresdovarejo
E mande suas dúvidas para o consulta@doutoresdovarejo.com.br



Um grande abraço,

Dr. Branquinho e Dr. Camargo
Os Doutores do Varejo

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Sobre reforma trabalhista e empregos...

Olá amigos do varejo!

Para quem reclama tanto da reforma trabalhista: já tentou empreender algo? Já tentou entender as barreiras que travam o crescimento das pequenas empresas, que travam mais contratações, que travam mais investimentos?

Temos que parar com esse pensamento absurdo de que todo patrão/empresário vive com foco em esfolar ou querer “escravizar” seus empregados. Sim, e esse é um pensamento absurdo porque "empresário", no sentido de dono do negócio também é o Seu João, pedreiro que contrata o ajudante, a dona Maria que contrata uma vendedora para sua lojinha, a dona Teresa do bar que precisa contratar um garçom e por aí vai, todos eles sendo regidos pelas mesmas leis das grandes empresas, mas com muito menos força de reação do que essas, principalmente em um mercado de crise.

Num país onde há uma crise como a nossa, é o emprego que irá fazer a roda da economia girar. Mais gente empregada, segura, é mais gente consumindo. Mais gente consumindo, é mais gente produzindo, é mais gente em fábricas, mais gente recebendo salários, e por consequência ainda mais gente consumindo e por aí vai.

No país das contradições, se trabalhar para empresas que visam grandes lucros deveria ser algo nocivo ao trabalhador, por que ainda empregos em bancos ou estatais são considerados "empregões" pela grande maioria da população?

Em minha humilde opinião, todos nós trabalhadores deveríamos nos enxergarmos como empresas, prestando serviços à outras empresas e sendo pagos de maneira correta por isso.

CLT: Liberdade ou prisão?
Do que adianta o governo levar tanto de seu salário todos os meses, se o retorno ao fim de sua vida será pífio se comparado a qualquer outro tipo de investimento que você mesmo faça? O problema do brasileiro é pensar somente no hoje. Eu sou a favor sim de que os supostos “direitos trabalhistas” sejam revistos, desde que junto com isso, haja uma menor oneração aos trabalhadores de forma geral. Até mesmo que não haja previdência, mas que não haja impostos diretos ao trabalho.

Pense: Não seria melhor você ter a real oportunidade de gerar sua riqueza? De ser pago pelo o que produz? O que te impede hoje? Ser assalariado? Temos que mudar o mindset do trabalhador brasileiro. Todo trabalhador deve se entender como um empreendedor, construindo e progredindo sua carreira e seus ganhos tal como uma empresa faz com seu negócio.

Aqueles que apostam em salários cada vez mais minguados e por isso são contra, em um mercado que tenha capacidade de se tornar novamente competitivo e de livre concorrência, quem quiser pagar pouco, terá dificuldades em contratar.
Duvida? Pense no cenário de pleno emprego que tivemos há alguns anos atrás. Estava difícil contratar talentos para as empresas, com uma economia que parecia a todo vapor. O único ponto frágil desse sistema era que se tratava de uma economia falsa, fomentada pelo governo e que causou todo esse rombo nas contas que ajudou a construir a crise que estamos vivendo, com o resultado de um Estado falido e com dificuldades para retomar o crescimento.

Se criarmos os mecanismos para crescermos, se soltarmos as amarras que nos prendem, poderemos empreender e nos empreender novamente.

Estamos falando literalmente em “tirar o gesso” da competitividade, do livre mercado e do crescimento. Lutar para deixar como tudo está, é engessar o processo e vermos resultados ainda mais amargos em um futuro próximo. É adiar o inevitável.

De fato, toda essa revolução hoje está nas mãos de políticos totalmente descreditados de ética ou confiança pela esmagadora maioria da população (inclusive eu), mas ao mesmo tempo, são revisões que precisam ser feitas hoje e agora, sem mais o que esperar. A cada dia, mais empresas não estão conseguindo segurar a situação, e demitindo.

Quem está fora do mercado está levando mais de um ano para se recolocar.

Estamos minguando o dinheiro em circulação, gerando uma espiral cada vez mais negativa, com menos consumo e produção, gerando uma força cada vez mais difícil de se combater.

Em minha humilde opinião, somos mais escravos de algumas leis que amamos do que imaginamos.

Caio Camargo | Editor | Falando de Varejo | www.falandodevarejo.com

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Morumbi Town Shopping sorteia viagem para Punta Cana no Dia das Mães

A primeira campanha de Dia das Mães do Morumbi Town Shopping irá sortear uma viagem com acompanhante para Punta Cana. O empreendimento, inaugurado em outubro de 2016, criou a campanha “Mãe, meu melhor destino”, que dará uma viagem com direito à passagem aérea, cinco diárias hotel all inclusive, e todos os traslados pagos.

“Esta viagem, a um destino paradisíaco em pleno Caribe, é uma oportunidade única para curtir momentos inesquecíveis entre mãe e filho. É um momento de união e carinho, de valor imensurável. Além de estar alinhada ao perfil do empreendimento, que busca oferecer as melhores experiências aos nossos clientes”, afirma Luiz Siqueira, Superintendente do Morumbi Town Shopping.


A cada R$ 350 em compras nas lojas aderentes, o cliente ganha um cupom para participar da promoção. Para isto, os clientes devem levar as notas fiscais de compras ao balcão de trocas, localizado no 1º piso, e retiram seu cupom. Além disso, é necessário responder, a seguinte questão: “Qual o Shopping que te oferece as melhores experiências?”. Depois disso, é só torcer!

A promoção é válida para compras realizadas entre os dias 01 a 14 de maio. O balcão de trocas ficará aberto durante todo o período da campanha, nos seguintes horários: de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, das 14h às 20h. No domingo (14/05), Dia das Mães, estará aberto até às 21h.

O Morumbi Town Shopping fica na Av. Giovanni Gronchi, 5930 - Vila Andrade, Zona Sul de São Paulo/SP. o Morumbi Town Shopping: O Shopping do futuro. Com um conceito diferenciado, o Morumbi Town Shopping foi criado para ser o lugar onde o universo de experiências envolve toda a família integrando lazer, compras, serviços, gastronomia e cultura de forma única para todos os momentos.

Possui marcas renomadas de diversos segmentos e traz pela primeira vez para SP grandes nomes e operações importantes do Sul do País, como as flagships da segunda unidade do hipermercado Zaffari – rede do Sul e uma das maiores do país, Panvel - importante rede de farmácias - e a Tstore Tramontina - que vende, inclusive, móveis da própria marca – loja da Tok&Stok com mais de 3.000m. Escola de Dança Anacã - com Teatro integrado, YouPlay - espaço de recreação, diversão para as crianças e tranquilidade para os pais, Urban Motion - Parque de Trampolins com mais de 300 m², Air Soft Gun Shop que possui mais de 1000m², e o Cinesystem – o Cinema mais moderno da América Latina que conta com tecnologia de ponta e o inovador sistema de autoatendimento.

Os desafios de se reinventar sem perder a tradição

por Aluizio de Freitas*

O mundo dos negócios vive um constante processo de mudanças e, por isso, se reinventar acaba sendo um processo natural em companhias que estão há anos atuando em determinados mercados. No entanto, embora seja algo necessário, isso também pode ser um processo desafiador e que requer bastante atenção das lideranças para que a essência da marca não se perca ao longo das mudanças.

Ainda que não haja uma fórmula mágica, é preciso, como empreendedor, questionar-se a respeito do que pode ser feito para que o seu negócio não fique esquecido na memória dos seus clientes. Podemos considerar que a fidelidade dos consumidores de serviços e produtos tem sido bastante volátil, resultado da infinita variedade de empresas que oferecem cada vez mais diferenciais para atrair público. Por isso, “inovar todos os dias” deve ser o mantra dos empreendedores. Mesmo companhias com décadas de atuação tem sempre algo novo a oferecer, basta ampliar o horizonte e se abrir para enxergar o comportamento do mercado e suas possibilidades.

O primeiro passo é fazer toda a análise do negócio e do segmento em que está inserido, feito isso, aposte na força do crowdsourcing. Existem profissionais especializados no mercado que podem contribuir positivamente para um processo eficaz de mudanças. Além disso, no atual cenário que vivemos, não podemos nos ater aos limites que criamos no início da operação. Não há barreiras para empreender! Um exemplo prático é o que realizamos em nossa atuação, passamos décadas focados em nosso core business de formação em corte e costura, mas avaliando as transformações do mercado, expandimos nosso portfólio e hoje conquistamos uma parcela muito maior de clientes por meio de especializações como moda pet, estilista e personal stylist. Tudo é uma questão de ampliar o olhar!

A essência do negócio não precisa ser esquecida para que sua marca possa se reinventar e galgar novos espaços no mercado. Pelo contrário, é preciso mudar sem esquecer os valores e a essência que te trouxeram até este momento. Uma empresa é um organismo vivo e que naturalmente passa por processos de modificações, sem deixar de lado sua base de criação, trata-se apenas de um processo de adaptação aos perfis de mercado que surgem com o passar do tempo e de acordo com eventos econômicos. Por isso, não culpe a crise, se aproveite dela. Cenários como os que atravessamos recentemente no Brasil podem servir de inspiração para novos caminhos a serem trilhados.

Vale lembrar que cada negócio se adapta de uma forma às alterações do segmento em que está inserido, por isso, não abra mão de uma boa análise e de uma equipe de suporte especializada e engajada. A tradição e reconhecimento que os anos de operação oferecem são fundamentais, mas é preciso mais do que isso para manter seu espaço em uma sociedade que está em constante evolução.

Aluizio de Freitas é diretor da Sigbol Fashion– rede de franquia especializada em cursos profissionalizantes nas áreas de confecção e moda – onde atua há 36 anos desenvolvendo sua experiência a frente dos negócios da família e expertise em franchising. O executivo conta com um importante know-how de gestão empresarial adquirido por meio de sua formação em administração de empresas com especialização em administração industrial pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini (FCAV).

terça-feira, 25 de abril de 2017

Kloster Cervejas Especiais inaugura no Shopping San Pelegrino

Loja comercializará mais de 300 rótulos da bebida, além de produtos complementares para a harmonização do produto


Promover um novo padrão de consumo de cervejas especiais tornando a experiência de saborear a bebida mais natural e responsável. Esse é o objetivo dos empresários Tiago Scherer e Fabio Cristian Rodrigues, linhas de frente da Kloster Cervejas Especiais, que abriu as portas no Shopping San Pelegrino, em Caxias do Sul. A loja, com aproximadamente 120 metros quadrados, está localizada na praça de alimentação. Com rótulos de cervejas premium em garrafas e nas torneiras e alimentos que acompanham a harmonização da bebida, a Kloster inova com a primeira estação de envase de Growler da região. O ambiente conta também com degustação de cervejas comandada pelo sommelier da empresa tornando-se, assim, uma opção para o happy hour.

A Kloster Cervejas Especiais funciona de acordo com o horário da praça de alimentação do shopping, das 10h ás 22h, todos os dias.

Super Nosso abre nova loja em Contagem

O Grupo Super Nosso acaba de inaugurar sua primeira loja na região central de Contagem (MG). Localizada no bairro Eldorado, coração da cidade, a nova unidade conta com 690 m² de área de vendas e o mesmo padrão das demais unidades da rede, incluindo vasta gama de produtos importados, adega, padaria, serviço de culinária japonesa, entre outros.


Segundo o diretor comercial e de operação do Super Nosso, Rodolfo Nejm, um elemento que impulsionou a abertura da loja foi o alto número de pedidos recebidos no e-commerce do grupo, por moradores da região. “Percebemos que o Super Nosso em Casa é muito acessado em Contagem, então enxergamos essa oportunidade de abertura da loja física. Além disso, faz parte da nossa estratégia a expansão para mais cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte, onde vislumbramos ótimas oportunidades de negócio”, afirma.

Para o início das atividades, foram contratados cerca de 100 novos funcionários. A loja Super Nosso Eldorado fica na Av. José Faria da Rocha, 2,690.

Sobre o Grupo Super Nosso

Há 18 anos no mercado, o Grupo Super Nosso possui 37 unidades em Belo Horizonte e região metropolitana. São 16 lojas Super Nosso, 13 atacarejos Apoio Mineiro e 8 Momento Super Nosso. Existe também um canal de vendas online do supermercado, o Super Nosso em Casa (www.supernossoemcasa.com.br). Ainda integram o Grupo as distribuidoras especializadas DecMinas e DaMinas, que atendem mais de 600 municípios mineiros. Ao todo, são mais de 7 mil funcionários trabalhando para atender com excelência e oferecer uma ótima experiência de compra.

Shopping ABC recebe evento Peppa Pig

Atração chega no dia 26 de abril e traz aventuras da Peppa e diversão para as famílias da região do ABC

Os fãs da sensação pré-escolar internacional da Entertainment One’s (eOne) terão uma surpresa no dia 26 de abril, quando o Shopping ABC abrir o Carrossel de Balões da Peppa Pig na Grande São Paulo. O evento tem o objetivo de ser uma experiência divertida e única para as famílias aproveitarem com seus filhos.


Localizado nas Praças de Eventos do empreendimento, o espaço terá decoração cuidadosamente desenvolvida para imergir os fãs no mundo da Peppa Pig e encorajá-los a dividir a experiência com outras crianças. Há duas áreas separadas onde as crianças poderão se divertir no mundo de Peppa.

Na primeira parte do evento, um portal de arco-íris abre a porta para as atividades, apresentando o grande Carrossel de Balões, resultando em muito entretenimento para as crianças. Com capacidade para cinco adultos e dez crianças, cada cliente pagará R$15 pelo ingresso, para dar um passeio de cinco minutos no grande Carrossel de Balões, com altura aproximada de seis metros. Já no simulador do barco do Vovô Pig, localizado em outra área do Shopping, a garotada é surpreendida com chuva, vento e movimentos do barco, o valor de é R$ 10,00. Nesta mesma área há um outro espaço com visitação gratuita; um local onde as crianças poderão tirar muitas fotos e aproveitar o cenário desenhado com características do desenho animado premiado. Os pequeninos poderão se divertir na Casa da Peppa, no balanço do Lago dos Patos e no escorregador da Casa da Árvore.

Já Carrossel de Balões da Peppa Pig estará no piso térreo do Shopping ABC. A atração permanece no local até o dia 24 de Maio, de segunda-feira a sábado das 10h às 22h e aos domingos e feriados das 12h às 20h.

Conheça pessoalmente a porquinha mais querida do universo infantil

No Shopping ABC as crianças também ficarão encantadas para conhecer a personagem oficial de Peppa Pig e aproveitar a oportunidade para tirar fotos. A Peppa e o George estarão no shopping de 05 a 21 de Maio, sempre as sextas, sábados e domingos, das 15h às 19h30. As apresentações têm duração de 25 minutos e as senhas são limitadas e distribuídas 30 minutos antes de cada sessão.

Compre e Ganhe de Cofrinhos Peppa Pig

Os clientes do empreendimento poderão também trocar suas notas fiscais por um brinde exclusivo: cada R$350,00 em compras realizadas no período do evento, ou seja, de 26 de abril a 24 de maio, dão direito a um cofrinho Peppa Pig. O balcão de trocas fica localizado no Piso L1 e são permitidos 2 (dois) brindes por CPF. Os clientes devem consultar o regulamento no local.

Serviço:
Carrossel de Balões – Peppa Pig
Data: 26/04 a 24/05
Local: Praças de Eventos
Valor: R$15,00 (para 5 minutos no Carrossel) R$10 (para o simulador do barco do Vovô Pig)
Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 10h às 22h e domingos e feriados das 12h às 20h.
Meet&Greet: 05, 06, 07, 12, 13, 14 e 19, 20 e 21 de Maio, das 15h às 19h30.

Faixa Etária: Até 12 anos

Shopping ABC

Endereço: Av. Pereira Barreto, 42 – Santo André.
Telefone: 3437-7222
www.shoppingabc.com.br

Laçador de Ofertas lança aplicativo para celular

Para o turista que viaja a Serra Gaúcha (principal foco de ofertas do Laçador), app funciona como um guia de viagem, enviando notificações de descontos nas proximidades.

O Laçador de Ofertas – e-commerce de serviços com descontos em Restaurantes, Hospedagem, Entretenimento, Saúde e Beleza – acaba de lançar um app que irá tornar ainda mais fácil e prática a compra e utilização de cupons de descontos para o consumidor local ou que pretende visitar o Rio Grande do Sul e o litoral de Santa Catarina.

A iniciativa aparece num cenário em que o e-commerce brasileiro, ao contrário de outros segmentos do varejo, vem registrando um aumento nas vendas, impulsionado pela expansão das compras feitas pelo celular.

Como afirma o CEO Vagner Wolfart: “Os acessos mobile do site hoje contabilizam mais de 50% do fluxo de nossos usuários. Esperamos com o app entregar uma experiência de qualidade para atender esta grande parcela de clientes que usam smartphones para compra, o que deve refletir também num incremento de vendas”.

Para o turista que visita a Serra Gaúcha (principal foco de ofertas do Laçador), ele funciona quase como um guia de viagem, enviando mensagens com dicas para quem está em uma das cidades que “fervem” durante a temporada de inverno.

O aplicativo permite que o cliente receba notificações inteligentes com promoções nas proximidades, que podem chegar a 75% de desconto, em alguns casos.

“Por exemplo, a pessoa está andando na rua, recebe um alerta e vê um lugar que gostaria de visitar, como um parque, ou um restaurante. Ela pode rapidamente entrar no aplicativo, encontrar a oferta, comprar o cupom e utilizar na mesma hora”, explica Vagner Wolfart.

Por meio do app, o consumidor tem acesso a uma série de vantagens, tais como: agendamento de reservas com apenas três toques, validação do cupom a partir da tela do smartphone, sem necessidade de impressão, acesso à área de usuário de maneira rápida para acompanhar os cupons comprados, entre outras, sempre com a garantia da qualidade de atendimento e o menor preço.

Atualmente o app é voltado apenas para o consumidor. Nas próximas versões, a empresa pretende colocar funcionalidades para facilitar também o trabalho dos parceiros, como encerramento de cupons e conferência de agendamentos.

O aplicativo já está disponível na Google Play Store, via links promocionais no e-mail marketing, redes sociais, ou ainda no site do Laçador: https://lacadordeofertas.com.br/

Sobre o Laçador de Ofertas

Criado em 2011, inicialmente como um site de compras coletivas, o Laçador de Ofertas evoluiu para se consolidar como o principal e-commerce de descontos do Sul do País. Contando com uma base de mais de 240 mil clientes, cerca de 2 mil empresas que já fizeram parceria, e acima de 1 milhão de cupons comercializados.

A plataforma Web conecta atualmente cerca de 250 empresas, do Rio Grande do Sul e do litoral de Santa Catarina, interessadas em oferecer descontos, em refeições, passeios, hospedagem, etc., a consumidores locais ou de todo Brasil que visitam esses Estados. Atendendo aproximadamente 25 mil clientes por mês (dos quais 3 mil são novos).

O Laçador possibilita à empresa disponibilizar sua oferta para venda online, sem a necessidade de uma quantidade mínima de compradores, e com validade dos anúncios determinada pelo prestador do serviço, podendo ficar disponíveis pelo tempo que este desejar (os contratos variam em média de 80 a 90 dias, renováveis).

Começa a Febratêxtil 2017, com a produção têxtil apresentando recuperação


Começou hoje (25) e termina dia 28 de abril, no Anhembi, na zona norte de São Paulo, a FEBRATÊXTIL – Moda & Negócios, no horário das 14 às 21 horas. No mesmo local, estarão reunidos expositores de todos os segmentos da cadeia têxtil e de confecção. É organizada pelo Comitê MjC/ Textilia e Fcem/ Febratex Group. A feira acontece num momento onde a produção industrial têxtil começa a se recuperar, como bem demonstram os resultados registrados nos dois primeiros meses deste ano, frente ao mesmo período do anterior, em cada elo da Cadeia Produtiva Têxtil e Confecção. A análise do setor foi feita pelo IEMI-Inteligência de Mercado.

• A produção de manufaturas têxteis em volumes foi de 140 mil toneladas no mês de fevereiro, com alta de 8,7% em relação ao mês anterior. No ano, entre janeiro e fevereiro, houve uma alta de 5,7% sobre o mesmo período de 2016.

• Em valores, a receita da indústria têxtil alcançou um valor estimado de R$ 2,6 bilhões em fevereiro, com alta de 9,9% frente ao mês anterior. No ano registrou uma alta de 9,3%.

• O consumo interno (aparente) de fios, linhas, tecidos e malhas foi de 169 mil toneladas no mês de fevereiro, com alta de 7,2% sobre o mês anterior. No ano, houve um aumento de 9,0%.

• A produção de vestuário em volumes totalizou 406 milhões de peças produzidas no mês de fevereiro, uma alta de 16,4% em relação ao mês anterior. No ano, houve alta de 8,4% frente a 2016.

• Em valores, a receita da indústria de vestuário alcançou o valor estimado de R$ 7,4 bilhões, uma alta de 17,5% no faturamento mensal do mês de fevereiro frente ao mês anterior. No ano, houve uma alta de 5,6%, em comparação ao mesmo período do anterior.

• O consumo interno (aparente) de vestuário foi de 469 milhões de peças no mês de janeiro, registrando uma alta de 13,9% sobre o mês anterior. No acumulado do ano, até fevereiro, houve alta de 11,3% em relação ao mesmo período de 2015.

Sobre o IEMI

O IEMI – Inteligência de Mercado foi criado em 1985 para atender a crescente demanda por dados numéricos e comportamentais relativos aos mercados das empresas e entidades de todos os tamanhos, bem como para ajudar a sustentar o planejamento de suas ações. O IEMI tornou-se a principal fonte de informações para importantes setores da economia brasileira, como o de móveis e colchões; calçados; têxteis; vestuário; e cama,mesa e banho, contribuindo para seu melhor desenvolvimento.

Site: www.iemi.com.br

Mercado pet: oportunidades para o comércio e clínicas veterinárias

Relatório do Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae destaca novos negócios para empreendedores no mercado que movimenta R$ 19,2 bi por ano no Brasil

Quando se fala em mercado pet, o Brasil desponta com grandes números: o país tem a segunda maior população de animais e o terceiro maior faturamento global. São 52 milhões de cachorros, 37,9 milhões de aves e 22,1 milhões de gatos, entre outras espécies, que movimentam o mercado de animais de estimação no país. Em 2016, o faturamento do setor foi de R$ 19,2 bilhões, superando em 6,7% o resultado do ano anterior. Para mostrar aos empreendedores do comércio pet as oportunidades geradas por este crescimento do mercado, o Sistema de Inteligência Setorial (SIS) do Sebrae/SC elaborou um relatório com as principais informações e dados do setor.


O consumidor de produtos para pets está cada vez mais exigente: pesquisa com 600 entrevistados revelou que 46% deles preferem comprar em lojas especializadas no ramo e que cerca de 15% adquiriram seus animais em Petshops e agropecuárias. Mais da metade das pessoas que responderam a pesquisa afirma não se importar em gastar grandes quantidades de dinheiro com veterinários, caso necessário. Para 63% dos entrevistados, os animais de estimação são considerados membros da família, companheiros e amigos.


O Instituto Pet Brasil divulgou um levantamento sobre o varejo pet no Brasil que mostra que a grande maioria das 28.883 lojas do ramo no Brasil é de pequeno porte e fatura até R$ 100 mil por mês. Para se diferenciar da concorrência, os empreendedores devem buscar diferenciais, como por exemplo, uma franquia de pet móvel. Outras oportunidades estão relacionadas à moda pet, segmento que também cresce ano a ano. Os eventos de moda como o New York Pet Fashion Show e o Pet Fashion Week SP mostram o quanto as roupas para os animais de estimação caíram no gosto dos consumidores.

Oportunidades para clínicas - Os consumidores, por tratarem os animais como membros da família, estão procurando serviços especializados para seus pets, como massagistas e fisioterapeutas, por exemplo. O gasto médio anual com veterinários no Brasil é de cerca de R$ 400 (US$ 129). Com a grande quantidade de profissionais - são 105 mil em atuação no país e clínicas do segmento veterinário, é comum que o consumidor não enxergue diferencial entre os concorrentes. Por isso, recomenda-se adotar uma estratégia de comunicação clara, bem como práticas de gestão sustentáveis.

Confira algumas:

· Gerenciar o estoque de produtos perecíveis, controlando a qualidade e validade dos mesmos;
· Implantar células de aquecimento solar, que têm seu investimento compensado pela diminuição do valor das contas de luz;
· Utilizar produtos ambientalmente corretos, fabricados com matéria-prima orgânica e que não agridem o meio ambiente;
· Atentar-se para o uso consciente de água e de produtos químicos

Outra oportunidade está na comida caseira para pets. Veterinários e especialistas passaram a indicar o uso da alimentação saudável para vários tipos de problemas, como alergias e disfunções no intestino. Para o empreendedor que pretende investir neste nicho de mercado, fique atento a empresas que já estão atuando com destaque, como a Cãolinária, a 4 Patas na Cozinha e o Bistrot Pet.

Sorvete Naked lança embalagem a vácuo

Inovadora desde sua criação, a marca de sorvetes feitos à base de frutas frescas, saiu na frente e traz mais uma novidade ao mercado

A Naked, conhecida por seus sorvetes feitos de frutas frescas e água de coco, acaba de lançar mais uma novidade: a embalagem a vácuo. A empresa, que sempre busca inovação desde sua criação, já que depende totalmente da sazonalidade das frutas, buscou uma nova forma de servir a ‘fruta no palito. Com a nova embalagem a vácuo, a empresa consegue levar mais sabor, pois não há mais espaço para formar “cristais de gelo”, o que melhora também na aparência, já que é possível ver os pedaços das frutas perfeitamente.


A embalagem a vácuo permite, também, que os picolés cheguem aos consumidores com mais nutrientes, porque a técnica de embalar a vácuo conserva melhor o frescor, a textura e praticamente não ocorra perda dos nutrientes das frutas. “Optamos por uma embalagem a vácuo, justamente para trazer mais benefícios aos nossos clientes, já que o material que usamos é feito de alta barreira a gases, ou seja, o ar é totalmente removido do interior, evitando assim a oxidação dos lipídios e crescimento microbiano”, comenta o sócio Rafael Cipolla. Com isso, os nutrientes responsáveis por inúmeras funções importantes para o organismo – inclusive a de oferecer energia -, ficam mantidos.

“Um dos pontos que trabalhamos há tempos e conseguimos agora é um prazo maior de validade, isso porque, com a embalagem a vácuo, o alimento não tem contato com a matéria, sendo assim, ele pode ser conservado por mais tempo, totalizando uma validade maior, agora são 180 dias”, comenta o cofundador Thiago Godoy.

Para comprar e encomendar os sorvetes Naked, além dos pontos de vendas estratégicos, é possível pedir pelo site. “Temos uma loja virtual para que o cliente da Grande São Paulo compre seus sabores ou até mesmo assine kits de sorvetes e receba onde quiser, de segunda a sábado, das 9h às 18h”, complementa Linda Godoy, outra sócia da marca.



Para saber mais acesse www.sorvetenaked.com.br



Sobre a Naked: Fundada em 2014, a empresa tem como sócios Linda Godoy, Thiago Godoy e Rafael Cipolla. A Naked surgiu com a proposta de oferecer uma alimentação simples, prática e saudável. Podendo ser adquirida em revendas como lojas de produtos naturais, academias ou restaurantes de alimentação saudável ou pelo site oficial da marca, os picolés são 100% naturais, feitos somente com pedaços de frutas frescas e água de coco, sem adição de açúcar e conservantes, glúten e lactose. Para saber mais acesse www.sorvetenaked.com.br

Simples será debatido no Senado


O Simples Nacional, regime diferenciado de tributação voltado para as micro e pequenas empresas, será o tema de audiência pública nesta terça-feira (25), às 14h30, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), do Senado. O presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, participa das discussões e irá apresentar pesquisa que mostra o impacto do sistema nos pequenos negócios. A audiência pública também terá a participação do senador José Pimentel, do secretário da Micro e Pequena Empresa, José Ricardo Veiga e do deputado Jorginho Melo. O debate é previsto pelo requerimento n° 18/2017, que propõe cronograma de trabalho para apontar os desafios legislativos do Simples.

Data: 25 de abril de 2017
Horário: 14h30
Local: Anexo II, Ala Senador Alexandre Costa, Plenário nº 19, Senado Federal

Menos mimimi e mais prospecção

Clique acima para escutar o Rádio Vendas de hoje :)

Reclamar não te traz novas vendas

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 25-04-17
Veiculado em:
-Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações - MG
-ACAITP - Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG
-ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães - BA
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS
-Rádio 95 FM – Currais Novos - RN
-Rádio 730 - Momento Sindilojas - Goiás – GO
-Falando de Varejo

http://radiovendas.com.br


Como conquistar novos clientes para minha loja? - Doutores do Varejo - S01E07



Toda terça e quinta tem episódio novo dos Doutores do Varejo no ar!
Inscreva-se em nosso canal no http://bit.ly/doutoresdovarejo
Quer participar? Mande sua dúvida para o consulta@doutoresdovarejo.com.br




Doutores do Varejo, a saúde do seu negócio está aqui
Dr.Branquinho e Dr.Camargo | Doutores do Varejo

segunda-feira, 24 de abril de 2017

O comportamento de compra dos millennials hoje será o padrão de amanhã?

Por Christopher Taine*

A chamada “geração millenial” (também conhecida como geração Y) tem causado impacto na forma como os serviços financeiros são desenvolvidos e entregues ao consumidor. Muito espaço foi dedicado a discutir como a primeira geração nascida na era digital está transformando o comércio – e pagamentos – com diferentes expectativas, preferências e comportamentos.

Christopher Taine

A maior geração da história tem se tornado uma das principais na demografia da força de trabalho global, por isso é interessante olhar como os comportamentos e preferências dos millennials irão influenciar – e eventualmente transformar – os comportamentos e preferências da população em geral.

Os millennials adotam cedo

Os millennials tem uma probabilidade 2,5 vezes maior de adotar tecnologias cedo se comparados a gerações mais velhas, mas devemos manter em mente que, apesar de serem “early-adopters”, eles não são os únicos que adotarão as novidades. Em breve, eles serão seguidos pela massa de consumidores em todos os grupos e gerações. Talvez seja hora de parar de falar sobre as expectativas dos millennials no comércio, pagamentos e bancos, e simplesmente reconhecer que, até 2020, eles definirão as expectativas básicas da maioria da população.

Basta olhar o Facebook para perceber este efeito em ação. A rede social começou dentro de um dormitório de universidade, mas levou apenas alguns anos para que o Facebook se tornasse a ferramenta de comunicação padrão para os baby boomers. Os números de 2014 mostraram que o crescimento demográfico mais rápido do Facebook nos últimos anos foi entre o grupo com mais de 55 anos de idade (80,4% entre 2011-2014).

Então, se as preferências e comportamentos dos millenials hoje serão seguidos pelas gerações mais velhas, o que isso significa para os pagamentos?

Mudança de gostos

Os Millennials – tipicamente definidos como as pessoas que nasceram entre 1980 e 1999 – são mais conscientes de dívidas do que as gerações anteriores. Quase 70% preferem débito a cartões de crédito, segundo uma pesquisa do Bankrate em parceria com o Princeton Survey Research Associates International. Um outro estudo[1] aponta, ainda, que 62% da geração Y estão confortáveis em conectar informações de pagamento a aplicativos varejistas para acelerar os pagamentos, 45% estão confortáveis com a ideia de conectar informações de pagamento com dispositivos portáteis, e 44% preferem o uso de telefones ao invés de dinheiro para pagar pequenos itens.

As implicações destes números são bastante claras e se relacionam com a necessidade de soluções omni-channel, no entanto também é notável que três quartos de todos os compradores – e 81% dos millenials – abandonam seus carrinhos de compras de sites mobile que são lentos ou propensos a falhas, de acordo com a Dynatrace. Os padrões de exigência dos consumidores sobem à medida que compras on-line crescem, e são mais elevados também entre os consumidores que detém mais poder de compra.

Além disso, os millennials já nasceram em um mundo que possui uma web 2.0 e no qual as experiências online customizadas e altamente pessoais são regra. Isso se estende aos pagamentos, com o desejo de concluir transações com os métodos de pagamento escolhidos, variando por região ou país.

Os comerciantes não precisam olhar além das demandas e expectativas dos millennials de hoje para saber como eles vão atender a todos os consumidores nos próximos 3 a 5 anos. Em 2020, a palavra "millenial" terá seguido seu curso, e todos os players do e-commerce e das Fintechs simplesmente estarão focados em permitir que os consumidores de todas as idades comprem e paguem quando quiserem, como e onde quiserem.

(*) Christopher Taine é Gerente de PR da ACI Worldwide

SuperPrix Supermercados chega à Ipanema

Localizada no coração do bairro, a nova loja oferece de iguarias artesanais a produtos importados

O SuperPrix Supermercados inaugura sua 14° loja carioca, e seu segundo endereço na Zona Sul - no bairro de Ipanema. Com mais de 500m2, entre a Vinícius de Moraes e Visconde de Pirajá, a loja oferece cerca de 7 mil itens, entre sortimentos variados, comodidades e diferenciais para os clientes, com padaria e confeitaria gourmet, sessões especiais de queijo, vinhos e produtos de bem estar, além de consultoria de especialistas e sommeliers.


Entre os destaques, a Delicatessen Delix com produção de pães artesanais, rótulos nacionais e importados de vinhos, cervejas especiais e azeites de nacionalidades diferentes. Os tradicionais doces, tortas e pães artesanais são preparados por um time de padeiros de primeira linha. Também estão previstas ações especiais na unidade como festivais, harmonizações, Workshops e degustações.

Com o slogan "Um supermercado pra chamar de seu", a marca explora o DNA e o estilo descontraído carioca, enfatizando a proposta da loja, que é convidar os clientes a um atendimento bastante personalizado.

- Estamos muito felizes com a chegada do SuperPrix em Ipanema! Cada detalhe da loja foi minuciosamente planejado, para que o cliente encontre tudo o que precisa e seja também surpreendido com muitas novidades e comodidades, além do nosso excelente atendimento - comemora Viviane Areal, CEO do SuperPrix.

O SuperPrix Supermercados também conta com e-commerce (www.superprix.com.br), que cobre toda a Zona Sul com mais de 3500 produtos, facilidades de pagamento, navegação segura e rápida, além de reproduzir fielmente os principais pilares: atendimento de qualidade com foco no cliente, inovação, mix de produtos e segurança.

Outro diferencial da marca que chega a Ipanema são os projetos sociais que os clientes podem participar. O Bolsa Solidária, consiste na venda de bolsas alimentícias no portal do SuperPrix, mensalmente entregues ao INCAvoluntário e a Casa Ronald. E a feirinha "As aparências enganam" que oferece alimentos com aspecto "incomum" - cenouras com duas pernas, legumes maiores, beterrabas, chuchus, entre outros (que normalmente são desprezados pelo consumidor), com 30% de desconto e parte da renda revertida para instituições carentes conveniadas.

A primeira unidade da rede foi inaugurada na Tijuca há 19 anos e após a abertura da nova filial Ipanema, está prevista a inauguração do primeiro endereço da marca na Barra da Tijuca - dois endereços nobres da cidade. A marca registrou o faturamento de 250 milhões em 2016.

SuperPrix Ipanema
R. Visconde de Pirajá, 270 - Ipanema
Hor. de funcionamento: Das 7h às 22h

Abertas as inscrições para a 5ª edição da FBV

Evento realizado pelo Sindilojas Porto Alegre será realizado de 12 a 14 de julho, no Centro de Eventos do BarraShoppingSul, em Porto Alegre/RS. Inscrições pelo site feirabrasileiradovarejo.com.br

Estão abertas as inscrições para a 5ª edição da Feira Brasileira do Varejo, que acontecerá de 12 a 14 de julho, no Centro de Eventos do BarraShoppingSul, em Porto Alegre/RS. O evento realizado pelo Sindilojas Porto Alegre já é tradicional para o setor varejista e está com uma expectativa de reunir mais de 6 mil pessoas entre empresários e empreendedores, fornecedores, especialistas, formadores de opinião, entre outros. A FBV reunirá em um só lugar 60 expositores trazendo para a capital gaúcha com as mais recentes soluções e inovações voltadas ao varejo.


Paralelo à Feira, será realizada mais uma edição do Congresso Brasileiro do Varejo que contará com especialistas de renome nacional e internacional em áreas como franquias, inovação, empreendedorismo, economia, marketing digital. Já estão confirmados para o evento nomes como de Ricardo Rinkevicius, presidente da Starbucks e da Managing Director; de Wesley Barbosa, global partner manager do Facebook no Vale do Silício; de Luís Artur Nogueira, jornalista, economista e editor da revista ISTOÉ Dinheiro; de Alexandre Pellaes, pesquisador do mundo do trabalho, fundador da Exboss.com e sócio da 99jobs.com; de Adriane Laste, Sócia do Clube do Zero; de Thiago Pereira, gerente geral de e-commerce da Lojas Marisa; de Tania Gomes Luz, CEO and FOUNDER da 33/34; de Caio Camargo, editor do site Falando de Varejo; e de Sergio Herz, CEO da Livraria Cultura.

Além disso, os interessados também poderão participar do Varejo Experience – programa do Sindilojas Porto Alegre que leva grupo de lojistas e empreendedores em lojas de referência na Capital. Muito mais do que uma visita técnica os participantes realizam uma verdadeira imersão no mundo do varejo, aprofundando o networking e benchmarking em temas como gestão de venda, caixa e estoque, visual merchandising e muito mais.

A visitação à área de expositores da Feira Brasileira do Varejo é gratuita e a participação no Congresso Brasileiro do Varejo acontecerá através da aquisição de passaportes, dando direito a assistir todas as palestras de um mesmo dia. Além disso, o valor do passaporte por dia diminuirá se a pessoa se inscrever em mais de um dia de Congresso. Os interessados podem se inscrever no site feirabrasileiradovarejo.com.br. Mais informações pelo e-mail fbv@feirabrasileiradovarejo.com.br ou pelo telefone (51) 3025.8321.

Serviço:

O que: 5ª edição da Feira Brasileira do Varejo e do Congresso Brasileiro do Varejo

Quando: 12 a 14 de julho de 2017

Local: Centro de Eventos do BarraShopping Sul, em Porto Alegre/RS

Inscrições: gratuitas para visitação à área de exposição da Feira e pagas para as palestras no Congresso Brasileiro do Varejo:

- 1 dia de Congresso: R$ 120,00 (associado à Entidade) e R$ 200,00 (público em geral)
- 2 dias de Congresso: R$ 180,00 (associado à Entidade) e R$ 300,00 (público em geral)
- 3 dias de Congresso: R$ 240,00 (associado à Entidade) e R$ 400,00 (público em geral)
- Varejo Experience : R$ 120,00 (associado à Entidade) e R$ 240,00 (público em geral)

Mais informações: pelo telefone (51) 3025.8300 ou pelo site feirabrasileiradovarejo.com.br.

Merci Chef lança Linha Orgânica no APAS Show 2017

Criada pelo chef francês Arnaud Gouxette há dois anos, em maio a Merci Chef, empresa de pratos food service gourmets, lançará sua nova linha de produtos orgânicos na APAS Show 2017, maior feira supermercadista da atualidade. São quatro novos pratos que chegam ao cardápio da Merci criados por chefs convidados.


Com o sucesso de suas outras cinco linhas (Fitness, Vegetariana, Gourmet, Mundi e Equilíbrio), a Linha Orgânica vem para atender o número crescente de pessoas que procuram incluir na sua alimentação diária alimentos livres de agrotóxicos, transgênicos ou fertilizantes químicos. Por isso, os pratos utilizam insumos Korin, empresa pioneira na criação do frango Antibiotic Free, e Go Green, de alimentos totalmente orgânicos.

Os pratos oferecidos pela nova linha são: Creme de Abóbora; Creme de Brócolis; Iscas de carne com cebola, arroz branco e feijão carioca; e Escondidinho de carne moída.

Para Arnaud Gouxette, “participar da feira é uma excelente oportunidade de figurar entre as principais novidades e tendências do mercado. Além disso, é o momento de ampliar perspectivas e parceria de negócios”, explica.

À venda em mercados da zona sul do Rio de Janeiro ou São Paulo, os pratos ficam prontos entre 5 e 10 minutos.

Sobre a Merci Chef

Pratos 100% naturais, assinados por chefs franco-brasileiros e, o melhor de tudo, prontos para comer em casa. Essa é a proposta da Merci Chef: oferecer pratos food service gourmets, usando a moderna tecnologia de cozimento a vácuo, método ainda novo no Brasil, que além de evitar a oxidação do alimento, conserva seu sabor e seus nutrientes.

Um dos principais objetivos da Merci Chef é oferecer uma comida saudável e simples de fazer. “A pessoa não precisa sacrificar uma boa alimentação porque não tem tempo suficiente. Nossos chefs e nutricionistas trabalham juntos para criar pratos práticos, saborosos e funcionais de uma forma prática”, afirma Arnaud. “Nós valorizamos produtores locais, produtos regionais e sazonais, e escolhemos a dedo nossos fornecedores para garantir que a comida seja a mais sustentável possível”, completa.

Todos os pratos da Merci são assinados pelos chefs Ingrid Martins e Arnaud Gouxette. A casa conta também com a experiência da nutricionista Carolina Terra Seca para garantir o valor nutricional de cada prato.

SERVIÇO:

APAs SHOW 2017
Data: 02 a 05 de maio
expocenternorte.com.br
Local: EXPO CENTER NORTE - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo - SP (11) 2089-8500

Merci Chef:
www.mercichef.com.br - (21) 2263-1840

Kings Sneakers inaugura loja com um novo conceito


Expandindo sua presença de mercado no Brasil, a Kings Sneaker, comandado por Igor Morais, inaugura sua mais nova flagship no país. O endereço não poderia ser outro. 

Localizada no Shopping Tatuapé em São Paulo, a loja, somada aos outros empreendimentos, totaliza 27 lojas, sendo 10 unidades próprias e 17 franqueadas em território brasileiro. 

Seguindo a excelência de seu atendimento e produtos de alta qualidade, a Kings Sneakers disponibiliza, exclusivamente no novo endereço, as melhores marcas de tênis, vestuário, bonës e acessórios diferenciados do mercado: adidas, puma, new balance, supra, vans, new era, e a própria marca KINGS, que se tornou um ícone de estilo no segmento.

"Somos primeiramente uma marca forte, que também trabalha com multimarcas ao mesmo tempo, por isso optamos trabalhar com um conceito de loja mais completo,  atribuindo um espaço que traduza essa linguagem", explica o CEO da marca Igor Morais.

A mentalidade que todo vendedor deveria ter

  Para ouvir, clique no botão de play que está localizado logo acima.

Apresentação do programete: Leandro Branquinho Palestrante de Vendas
Dia em que foi ao ar 24-04-17
Veiculado em: 
-Rádio Educativa 105,9FM – Três Corações – MG
-ACETC – Portal da Associação Comercial e Empresarial Três Corações - MG
-ACAITP - Portal da Associação Comercial de Três Pontas – MG
-ACELEM – Portal da Associação Comercial de Luis Eduardo Magalhães - BA
-Rádio Cidade – Campos Gerais – MG
-Rádio 98 FM – Ribas do Rio Pardo – MS
-Rádio 95 FM – Currais Novos - RN
-Rádio 730 - Momento Sindilojas - Goiás – GO
-Falando de Varejo




sábado, 22 de abril de 2017

5 dicas para ser um Líder influenciador



Liderança é mais do que apenas um cargo, um nome no crachá ou mesmo um registro na carteira de trabalho. Liderança é acima de tudo influência. Lideres que conseguem inspirar e influenciar sua equipe certamente farão a diferença na sua empresa o no seu mercado.

Agora vejamos 5 dicas para ser líder influenciador:

1.    Dê feedback positivo regularmente a sua equipe.



Existem lideres que só conversam com seus colaboradores quando é preciso chamar a atenção sobre algo que não foi feito corretamente. O colaborador pode fazer 10 coisas certas, mas só recebe feedback quando faz algo de errado.
Estes lideres estão perdendo a oportunidade de aplicar o feedback mais aguardado por todos, o feedback positivo, que reconhece um bom comportamento do colaborador. Ao reconhecer que seu colaborador fez um bom trabalho, você acaba motivando ele e também toda a equipe a ser mais eficaz e produtiva.

2.    Passe bastante tempo circulando na área trabalho e acompanhe as atividades da equipe.



Faça isso não parecendo um fiscal, que está ali procurando erros, e sim como um apoiador, que está presente para orientar, motivar e ajudar a todos.

3.    Não seja uma pessoa excessivamente controladora e centralizadora.



Muitos lideres tem dificuldade em delegar tarefas. Seja por falta de confiança na equipe, por ter medo de perder autoridade ou por se achar o único capaz de fazer o trabalho bem feito. Seja como for, este líder fica sobrecarregado de tarefas e acaba fazendo um trabalho de baixa qualidade.
O que ele deve fazer?
Primeiro treinar seus colaboradores, depois delegar e confiar que eles podem fazer um bom trabalho.
Pode ser que no inicio não façam da melhor forma, mas a médio e longo prazo certamente este líder terá uma equipe de lideres auto gerenciáveis que trarão ótimos resultados para sua empresa.

4.    Tem uma atitude positiva frente às adversidades do dia a dia.



Sempre acreditei que o líder é o termômetro que define o clima do local de trabalho. Ele é o responsável em transformar a empresa num local harmonioso e motivador para se trabalhar.
Na minha carreira conheci alguns líderes pessimistas e extremamente negativos. Estes reclamavam da empresa, dos clientes e até dos seus superiores. O resultado era um ambiente de trabalho ruim e pesado.
O líder deve fazer o possível para extrair o melhor de cada situação. Sempre mostrando para sua equipe o aprendizado e o lado positivo de tudo.

5.    Mostre-se sinceramente interessado no bem-estar de cada um da sua equipe.



Parece clichê de livro de auto-ajuda, mas o fato é que sua equipe é seu maior patrimônio. E você como líder deve mostrar interesse sincero em seus colaboradores. Escute e valorize as pessoas da sua equipe. Certamente você terá uma equipe comprometida e motivada!

Edson Moura

Edson Moura Tem mais de uma década de experiência no varejo nacional e carreira desenvolvida em grandes empresas do país. Foi vendedor, gerente e supervisor de loja. Hoje atua como palestrante ajudando as empresas a terem mais vendas e lucros. Isso com uma equipe comprometida, motivada e acima de tudo, feliz. Também possui formação Practitioner em PNL e nível Master em Coaching. É Coordenador e coautor do livro LIBERTE SEU PODER e coautor do livro PRÁTICAS DE LIDERANÇA.



sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mostra Moda: loja com conceito coletivo traz novas experiências de compra

Espaço reúne estilistas e artesãos de marcas independentes, que estão fazendo o maior sucesso em feiras e eventos do atual cenário fashion carioca

Com a proposta de trazer o melhor do food&fashion aos tijucanos este ano, o Shopping Tijuca inaugura mais um evento que promete ser sucesso entre o público fashionista que busca matar o desejo das compras. O Mostra Moda, que inaugurou esta semana, incrementa ainda mais o Corredor da Moda, no piso L2, um dos corredores do shopping que agrega as marcas mais badaladas do mix, Farm, FYI, Richards, Redley, Lacoste, Osklen, Forever 21, Reserva e Reserva Mini.


O projeto consiste em trazer diversas marcas independentes de produções locais, que incentivam o consumo mais consciente e sustentável, para dentro de uma loja pop up super estilosa, em um ambiente moderno e sofisticado. Estilistas e artesãos do atual cenário fashion carioca estarão expondo e vendendo suas peças no espaço exclusivo. Entre as confirmadas para o lançamento do Mostra Moda estão a Mig Jeans, Studio Adriana Valente, a marca de sapatos Par e a Kuhn, de bolsas em couro. A Mig Jeans recicla e reaproveita jeans inutilizados para produzir novas peças. Já Adriana Valente é formada em Design de Moda e encontrou na natureza uma forma de embelezar as mulheres. A dona do Studio Adriana Valente desenha e cria acessórios femininos utilizando madeira. São pulseiras, brincos, colares e anéis todos cuidadosamente esculpidos pelas mãos de um artesão parceiro da marca. A Par produz um modelo de sapato que leva o nome da marca. Super estiloso e customizável de acordo com o gosto da pessoa, é feito em algodão que garante maleabilidade e ventilação, possui uma palmilha em couro sintético de um cm e ainda solado em EVA, confortável e leve. Já a Kuhn Store produz acessórios artesanais com design exclusivo e minimalista.

No local haverá ainda um totem digital onde blogueiras tijucanas desfilarão looks montados e pensados por Mariana Salim, curadora do projeto, durante os sete meses de duração, de abril a novembro. A primeira it girl a posar para o Mostra Moda é a blogueira Carol Rodrigues, do Batom Vermelho, moradora da Praça Saens Peña. Um camarim temático também será projetado para divertir o público que quiser tirar fotos e fazer check in no evento.

Na programação constam ativações com outras marcas, incrementando o evento com mais opções culturais. Para levar versões estilizadas das últimas tendências do mundo da moda ao público da zona Norte durante o período, haverá a troca das diversas marcas que passarão pela loja pop up.

O Shopping Tijuca é o principal shopping da Grande Tijuca, que engloba ainda bairros como Grajaú, Vila Isabel e Usina. Em 2016, recebeu importantes marcas que reforçaram o seu mix, como Sephora, ATEEN, L’occitane e FOREVER 21; e ainda as opções que incrementaram a Alameda Gourmet, L’Entrecôte de Paris e a gelateria Bacio Di Latte. O empreendimento foi embalado como um presente em comemoração aos seus 20 anos. Os esforços continuam este ano para trazer ainda mais novidades para o público da região. As marcas Adcos e L'occitane Au Brésil já chegaram. Os tijucanos já podem conhecer a nova loja da MAC, no piso L2, a loja conceito da Reserva, prevista para inaugurar este mês, e a estilosa Shoulder.

Serviço
Mostra Moda - Shopping Tijuca
Data: de abril a novembro
Local: piso L2 – Corredor da Moda – Av. Maracanã, 987 – Tijuca.

Super Nosso promove V Festival de Cervejas Especiais

Evento terá degustação comentada, harmonizações e descontos exclusivos


Como já está virando tradição, o Super Nosso realiza, até o dia 07/05, a quinta edição do seu Festival de Cervejas Especiais. São diversos rótulos em oferta, dos quase 250 comercializados pelo grupo, com descontos e promoções do tipo “leve e pague” e “compre e ganhe”.

“Com consumidores fieis e entusiastas, a popularidade dos rótulos artesanais está em alta e, com o aumento da procura, ampliamos também nossas opções”, afirma Rodolfo Nejm, diretor comercial e de operações do Grupo Super Nosso. “Teremos condições especiais para os rótulos vencedores do Festival Brasileiro da Cerveja e outras novidades, como cervejas sem glúten, sem álcool, de baixa caloria e não pasteurizadas”.

Para os clientes que querem conhecer novas marcas ou aprender mais sobre esse universo cervejeiro, algumas lojas Super Nosso terão beer sommeliers contratados especialmente para o festival. Em todas elas, está disponível também um folheto de ofertas com algumas notas de prova feitas pela jornalista e sommelier de cerveja Fabiana Arreguy. O evento conta ainda com palestras (http://www.experienciasupernosso.com.br/) e com promoções para outros produtos que são geralmente consumidos com cerveja, como carnes de churrasco e petiscos.

Serviço

IV Festival de Cervejas Especiais Super Nosso
Data: até 07/05
Local: todas as lojas Super Nosso

Sobre o Grupo Super Nosso

Há 18 anos no mercado, o Grupo Super Nosso possui 37 unidades em Belo Horizonte e região metropolitana. São 16 lojas Super Nosso, 13 atacarejos Apoio Mineiro e 8 Momento Super Nosso. Existe também um canal de vendas online do supermercado, o Super Nosso em Casa (www.supernossoemcasa.com.br). Ainda integram o Grupo as distribuidoras especializadas DecMinas e DaMinas, que atendem mais de 600 municípios mineiros. Ao todo, são mais de 7 mil funcionários trabalhando para atender com excelência e oferecer uma ótima experiência de compra.

Cursos gratuitos da Coop abrem inscrições no ABC


Na segunda-feira (24 de abril), a Coop – Cooperativa de Consumo iniciará as inscrições para o seu Ciclo de Palestras do mês de maio, uma iniciativa pioneira no mercado varejista, que além de exercitar o 5º princípio cooperativista – Educação, Treinamento e Informação – proporcionando aos cooperados novas experiências e aprendizados. Também cumpre o 7º principio de Interesse pela Comunidade uma vez que oferece, a quem participa, a oportunidade de desenvolver novas habilidades, o que consequentemente pode complementar a renda familiar.

As inscrições são gratuitas e poderão ser realizadas por meio da Central de Relacionamentos - 0800-772-2667 e as vagas são limitadas. Os cursos acontecerão nas unidades de Santo André (Queirós, Industrial, Perimetral, Pereira Barreto e Capuava), São Bernardo do Campo (Vianas, Joaquim Nabuco e Café Filho), Mauá, Diadema e Ribeirão Pires.

Em Maio, os cooperados poderão optar pelos temas: Sopa de lentilha e sopa de palmito; Aprenda a fazer creme hidratante natural para o inverno; O envelhecimento na sociedade contemporânea; Medley apresenta – Porta-lenços de bolsa; Sopa russa e vichyssoice de maçã; Punho para bota em crochê; Caldo de brócolis com bacon e caldo de feijão branco com linguiça calabresa; Fique diva com Niely-Mega colors – tendências em cores e os segredos da coloração; Colar em feltro; Almoço para o Dia das mães – Módulo I e II; Sopa cremosa de abóbora e sopa de alho poró com croutons; Xale em crochê; Receitas saudáveis para lanches. Alimente-se bem – Módulo I e II; Geração de renda – faça e venda; Alimentação saudável – Obesidade e Rotulagem nutricional – você sabe escolher os seus alimentos?

A programação completa está disponível em www.portalcoop.com.br.

Como sobreviver na "era do apocalipse" do varejo

Há uma série de notícias especulando o “Apocalipse do Varejo”, evidenciando principalmente lá fora o fechamento de unidades de grandes redes como Macy’s, JCPenney, Sears, Kmart, Abercrombie & Fitch, Guess entre outros está alarmando como nunca o mercado.

No Brasil, além do cenário da crise, que por si só ainda traz estragos e fechamentos de lojas, também há uma presença cada vez mais forte, perigosa e presente no mercado, com players como Netshoes, Dafiti entre outros.


Será que a conta finalmente chegou? Será que de fato o varejo está passando por uma revolução, onde há necessidade de mudança, ou será que está sendo substituído por uma falta de competências necessárias ou desejáveis aos novos consumidores?

Eu não vejo como uma revolução e sim como uma evolução. Não acredito em um número menor de lojas físicas no futuro próximo. Não é algo que o consumidor de fato queira.

Ainda há um grande prazer para muita gente em andar por calçadões ou corredores de lojas, e principalmente comprar e consumir estando ou visitando fisicamente esses locais. É óbvio que questões como trânsito, segurança e qualidade de vida influem nesse comportamento, mas não de forma a extingui-lo ou forçarem uma redução drástica nesse formato.

O consumidor quer apenas comprar no canal que seja mais vantajoso ou conveniente de acordo com a compra ou seu o momento de compra. Uma compra mais urgente não demanda necessariamente de uma busca sempre pelo menor preço, assim como uma compra mais programada não necessita de uma logística tão pesada para a entrega, onde o consumidor aceita esperar um pouco mais se a compra de fato oferecer um bom custo x benefício, ou melhor ainda, uma grande oportunidade.

Será que a tecnologia, como passo evolutivo é a única responsável pela transformação na maneira de consumirmos? Eu acredito que o ponto de virada não está na tecnologia em si, mas o que ela alterou de fato, que é a possibilidade de conveniência no momento de compra. Para mim, quem manda no jogo é a logística.

Veja como exemplo: comprar um televisor ou qualquer eletroeletrônico, por exemplo, e para a maioria das pessoas, ainda é mais vantajoso no varejo físico pois você leva o produto na hora. Nos principais sites leva de 1 a 2 semanas para se receber o mesmo produto.

Alguns produtos como moda, calçados e até mesmo alimentos não industrializados, talvez haja sempre “uma primeira compra” no varejo físico pois o brasileiro é sinestésico, ou seja, quer experimentar, pegar, tocar, para saber se o produto de fato é bom ou lhe serve adequadamente.

Talvez por sorte, a indústria de moda ou calçados por exemplo, ainda não tem uma padronização de tamanhos definida. Isso poderia prejudicar mais ainda os canais físicos de vendas.

Se não fosse por conta dessa barreira, ou obstáculo nos casos acima descritos, se pensarmos em um produto industrializado ou produzido em escala, o que leva alguém a decidir entre o canal eletrônico ou físico, é a relação entre preço e logística.

Quanto o consumidor pode esperar? Esperar para receber se o desconto for bom, vale a pena. Se estiver os mesmos preços nos dois canais, o que manda na escolha do consumidor é a logística e sua conveniência e talvez o varejo físico seja mais prático.

No caso do varejo americano, como citado no começo do artigo, o mérito do crescimento de uma Amazon sobre os demais concorrentes físicos não está somente na questão produto ou preço. Há anos a empresa investe fortemente em maneiras de melhorar sua logística e entrega, seja com centros de distribuição cada vez mais automatizados, ou apostando em entregas rápidas que vão de vans exclusivas à experiências com entregas via robôs ou drones. O gap de logística entre o virtual e o físico é cada vez menor e mais vantajoso para o lado deles.

A grande vantagem do varejo físico ainda está na experiência, algo que o online de maneira geral ainda está tentando entender como pode superá-la. Nesse sentido, ainda é cedo para saber se os chatbots vão conseguir melhorar a qualidade de atendimento.

No caso do varejo físico, a experiência de ambiente/atendimento do varejo físico, na minha opinião, é o que fará com que as lojas ainda continuem a perdurar. Quem não tem uma boa entrega desses features ao consumidor, terá dificuldades no futuro.

Quando comprar algo em algum mercado for tão prático ou rápido quanto pedir uma pizza em casa, só vão sobreviver as marcas que de fato tiverem experiências relevantes.

O apocalipse está aí, mas só irá permanecer vivo em seu mercado quem estiver preparado.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo é um incansável apaixonado por tudo que possa estar ligado ao mundo do varejo e ao futuro deste. Arquiteto, blogueiro, palestrante, professor, executivo, anjo-investidor e empreendedor, criou um dos principais sites sobre o varejo brasileiro, o Falando de Varejo, no ar desde Julho de 2008. Com mais de 6 milhões de leitores e dezenas de milhares de seguidores nas principais redes sociais, é uma das principais referências do mercado quando se trata de vender mais e melhor. É Diretor de Relações Institucionais da Virtual Gate e co-fundador do Hubprovarejo. É autor do livro Arroz, Feijão & Varejo, disponível nas principais livrarias do país.

Mais sobre o autor:

YouTube: http://bit.ly/youtubevarejo
Facebook: http://www.facebook.com/falandodevarejo
Instagram: http://www.instagram.com/caiocmgo