terça-feira, 30 de novembro de 2010

Grupo Pão de Açucar e Dunnhumby fazem parceria

Grupo Pão de Açucar e Dunnhumby fazem parceria
J&V prevê exclusividade da operação no Brasil e tem inicio com programa Mais

Grupo Pão de Açúcar e a dunnhumby firmaram um acordo de associação (joint-venture). A partir desse acordo, a dunnhumby, empresa reconhecida como fornecedora de soluções de marketing relacionado a bens de consumo nos principais mercados varejistas globais, passa a atuar no Brasil, com exclusividade para o Grupo, trazendo o que há de mais moderno em conceito de inteligência de gestão de varejo mundial.

O projeto, que tem início no Programa de Relacionamento Mais da rede Pão de Açúcar, tem o objetivo de promover análises relacionadas ao conhecimento do consumidor e desenvolver ações e projetos em parceria com fornecedores, que tragam benefícios aos clientes, em formato de sortimento, preços e promoções e, por conseqüência, ampliação das vendas. “Esta é uma parceria de longo prazo, onde GPA e dunnhumby se propõem a construir um negócio com benefícios em toda cadeia, em especial para os clientes que poderão contar com lojas ainda mais adequadas ao seu perfil”, avalia Ramatis Rodrigues, Vice Presidente Comercial do Grupo Pão de Açúcar.

O projeto tem como foco a análise das vendas e sua relação com o comportamento dos clientes no ponto de venda. Esse diagnóstico parte de uma ferramenta desenvolvida pela dunnhumby que considera uma série de variáveis analisadas a partir da demanda e comportamento dos consumidores, incluindo a relação entre freqüência de compra e tíquete médio, que permite melhor assertividade nas decisões de oferta, preço e sortimento. As informações utilizadas não incluem dados cadastrais dos clientes, garantindo total confidencialidade e privacidade das informações pessoais.

A parceria é considerada uma evolução do conceito de relacionamento iniciado com o programa Mais. Para Cristina Serra, diretora de marketing do Grupo, “a rede Pão de Açúcar foi a primeira varejista a criar um programa de relacionamento no varejo brasileiro, com o Mais. Agora, buscamos avançar com ferramentas inovadoras e comprovadamente eficazes para melhor identificarmos as necessidades e expectativas dos nossos clientes. O resultado desse conhecimento é a adequação do mix de produtos, promoções e comunicação de acordo com as necessidades dos consumidores”.

Com presença em mais de 25 países a dunnhumby chega ao Brasil num cenário extremamente favorável. Segundo Serra, “vivemos um grande momento econômico em boa parte estimulado pelo consumo interno. Queremos preparar nossas lojas para que possam ajudar os clientes a comprarem melhor e continuamente oferecer uma experiência de compra diferenciada que possibilite sua fidelização”.

Para a dunnhumby, o conhecimento acumulado em outros mercados facilitará sua atuação. “Vamos aplicar a experiência das parcerias com grandes empresas como Groupe Casino, Tesco e Kroger, nos adequando às necessidades e realidade do mercado brasileiro e aplicar nossas metodologias da forma mais positiva no negócio do Grupo Pão de Açúcar”, Stuart Appleby, Diretor Geral da dunnhumby Brasil e Colômbia

Fonte: Portal Moveleiro

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Espanhola Adolfo Dominguez inaugura primeira loja no Brasil

A marca espanhola de vestuário feminino Adolfo Dominguez abriu no final da semana passada sua primeira loja no Brasil. Com 89 metros quadrados, a unidade está localizada no Shopping Villa Lobos, demandou um investimento de R$ 1,5 milhão e oferece quatro linhas de vestidos, calças, blusas e blazers: Classic-Chic, mais tradicional e sofisticada; Poètique, com influência delicada e romântica; Essential, com peças práticas e básicas; e Tendance, com referencias fashion e cortes ousados. A marca espanhola está presente em 27 países de cinco continentes. No Brasil, pretende abrir 25 lojas próprias e 50 franquias até 2015, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Belo Horizonte (MG) e Salvador (BA).


Fonte: Mercado &  Consumo

Griletto comemora crescimento recorde e sorteia carro zero para clientes

Os clientes do Griletto, restaurante especializado em grelhados e parmegianas, poderão ganhar de presente de Natal um “Novo Uno” 0KM. Para concorrer ao sorteio basta visitar uma das mais de 60 lojas espalhadas pelas praças de alimentação dos principais shoppings do País e adquirir qualquer prato do cardápio.

 
Será entregue um cupom para cada prato adquirido. Basta preenchê-lo, responder à pergunda “Qual a marca de grelhados e parmegianas mais gostosa do Brasil?” e depositá-lo em uma urna.

Os cupons serão recebidos até às 18h do dia 24/01/11 e o sorteio será realizado no dia 29/01/11.

O regulamento da promoção “Você de carro novo com o Griletto” e a relação de lojas participantes está disponível no site www.griletto.com.br.

Fundado em 2004, na cidade de Itu, interior de São Paulo, o Griletto tem apresentado forte crescimento. Somente neste ano, a rede avançou 78% na comparação com 2009.

Fast Shop prepara plano de expansão

Fast Shop prepara plano de expansão
Para garantir a liderança no segmento, a Fast Shop - rede de varejo especializada em eletroeletrônicos - planeja aumentar o número de lojas com espaços dedicados à produtos e acessório da Apple com 22 novos pontos de venda. Assim, o grupo passa a ter maior rede Apple Shop em São Paulo e no interior capital paulista, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba e Brasília. O volume financeiro destinado ao investimento não foi divulgado pela empresa.

A rede, que atua com o foco no público da classe B, possui atualmente 62 lojas de eletroeletrônicos distribuídas nas Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste, e em Salvador (BA). Além disso, conta com vendas de seus produtos pela internet (e-commerce).

Com a perda da exclusividade na venda de produtos para o Ponto Frio, a Fast Shop ganha novos concorrentes. A rede controlada pelo Grupo Pão de Açúcar (GPA) começou, neste mês, a conversão de 44 unidades das lojas Extra Eletro localizadas no Estado de São Paulo para a bandeira Ponto Frio. Com isso, a Fast ganha um rival não são no formato, mas também em público-alvo.

A expectativa do Ponto Frio é a de que as conversões se encerrem até o final deste ano, quando a bandeira Ponto Frio passará a contar com 506 filiais.

Na busca de um diferencial para manter a liderança no segmento, a Fast Shop trouxe os Apple Shops como forma de garantir alguma exclusividade no mercado. "Será a maior abertura de pontos de venda ao mesmo tempo em um só país, levando a Fast Shop a ter maior rede Apple Shop do Brasil", afirma Luiz Pimentel, diretor de Marketing da rede de varejo de eletroeletrônicos.

A Fast Shop também aposta em novos formatos. No Shopping da Boa Vista, o grupo atua com um ponto de venda menor do que as lojas convencionais. Lá, vende apenas televisores de alta tecnologia como os de LED e com 3D, notebooks, netbooks e celulares de última geração para um público ainda mais selecionado.

Pimentel ainda explicou que, com o novo conceito e com a Apple Shop, a empresa deve continuar sua expansão. "E vamos continuar crescendo", complementa o executivo.

Está na moda

Seguindo o conceito de vendas de serviços que nasceu no Estados Unidos, a marca inspirada nos modelos norte-americanos inicia a venda de serviços de configuração dos equipamentos Apple, tanto na loja quanto em domicílio. O sistema inclui atendimento em hora marcada.

Para familiarizar os brasileiros com as novas tecnologias, as lojas criaram o Dia de Soluções Mac, evento que acontece um sábado por mês. Nesse dia, os consumidores presentes participam de um bate-papo/aula com um especialista. A ideia é que o cliente aprofunde seus conhecimentos sobre os produtos. O evento é gratuito.

Na semana passada, mais uma tradição americana chegou ao País: o Black Friday (Sexta-feira Negra). Neste dia, os grandes varejistas dos EUA acabam com seus estoques e oferecem aos consumidores descontos elevados. Para aproveitar o momento, empresas de varejo como Ponto Frio, Submarino, Extra e sites como o da Apple e Busca Descontos adaptaram a tradição ao e-commerce e oferecem descontos de até 70% em produtos como eletrodomésticos e vestuário.

Classe B

Segundo o assessor da Federação do Comércio de São Paulo (Fecomércio-SP), nos últimos quatro anos o crescimento de todas as classes foi de 20% a 30% ao ano, mas apesar de ter menos volume para gastar do que as classes C e D, os novos consumidores classe B têm duas vezes mais dinheiro do a classe A no Brasil. Prova disso é que segundo a Pesquisa Familiar do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) do ano passado, enquanto a classe A tinha renda de R$ 421 bilhões para gastar, a B tinha R$ 862 bilhões.

O levantamento do IBGE aponta ainda que o potencial de consumo das classes B2 e B1 soma, neste ano, R$ 970 bilhões, 30% mais do que em 2009.

Segundo Fábio Pina, assessor econômico da Fecomércio, a classe B está cada vez mais sofisticada. "Os produtos que eles compram para casa já são diferentes, têm outros valores agregados".

Para garantir a liderança no segmento, a Fast Shop - rede de varejo especializada em eletroeletrônicos - planeja aumentar o número de lojas com espaços dedicados a produtos e acessórios da Apple, com 22 novos pontos-de-venda. Assim, o grupo passa a ter a maior rede Apple Shop em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Curitiba e Brasília. O volume financeiro destinado ao investimento não foi divulgado. Com a perda da exclusividade na venda de produtos ao Ponto Frio, a Fast Shop ganha concorrentes. A rede controlada pelo Grupo Pão de Açúcar começou, neste mês, a conversão de 44 unidades de lojas Extra Eletro no Estado de São Paulo para a bandeira Ponto Frio. Com isso, a Fast ganha um rival não apenas no formato, mas também em público-alvo.

Fonte: DCI

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Megalojas virtuais aderem a tradicional promoção americana

Ponto Frio, Submarino e Extra se inspiram no Black Friday, o dia das grandes promoções nos EUA, para oferecer descontos de até 70%
Nesta sexta-feira, mais uma tradição americana chega ao País: o Black Friday (Sexta-feira Negra). É neste dia que os grandes varejistas dos EUA acabam com seus estoques e oferecem aos consumidores descontos elevados. Para aproveitar o momento, empresas de varejo como Ponto Frio, Submarino, Extra e sites como o da Apple e Busca Descontos adaptam a tradição ao e-commerce e oferecem descontos de até 70% em seus sites em produtos como eletrodomésticos e peças de vestuário.

Até a meia-noite de hoje, mais de 50 produtos como televisores, DVDs, celulares, livros, tênis e camisetas estarão com descontos entre 10% e 70% no site Busca Descontos, que reunirá as ofertas das grandes redes de comércio eletrônico. “Queremos oferecer as promoções mais interessantes e vantajosas. Ainda estamos na negociação para colocar bons descontos o dia inteiro”, diz Pedro Eugenio, fundador do site. A campanha, disponível 24 horas, baseia-se no tradicional dia de descontos americano que acontece na sexta-feira após o feriado do Dia de Ação de Graças.

No Brasil, o site negociou as promoções por duas semanas com as principais lojas de varejo como Extra, Walmart, Ponto Frio e Compra Fácil. A rede Walmart, que busca uma interação maior com o público por meio das redes sociais, está com boas expectativas para o Black Friday. “Já fizemos campanhas de descontos em nossas lojas virtuais, mas nada se compara às vantagens que conseguimos para hoje no site do Busca Descontos”, diz Roberto Wajnsztok, diretor de e-commerce do Walmart Brasil. “Com a boa repercussão do evento, estamos otimistas e com a expectativa de um aumento nas vendas totais de até 20%.”

Para ter acesso às promoções no Busca Descontos não é necessário fazer cadastro; basta acessar ao site e efetuar a compra. São mais de 200 lojas do varejo parceiras e as promoções atualizadas sempre que há novas ofertas ou quando os estoques dos produtos acabam. Com grande expectativa, Eugenio acredita no sucesso da campanha promocional. “Já conseguimos mais de um milhão de usuários desde o início do site e acredito que esse número aumentará bastante com o Black Friday”, diz o empresário. “A repercussão é muito grande também nas redes sociais, já que os usuários do Twitter estão muito empolgados.”
Além das promoções no Busca Descontos, os varejistas vão aproveitar a oportunidade e manter as ofertas em suas páginas na internet. O “dia especial de compras” da Apple também acontece hoje em sua loja virtual com descontos de 10% em alguns produtos. O Ponto Frio é outra rede de varejo que busca hoje turbinar as vendas antecipadas do Natal e aproveitar o momento americano, oferecendo descontos por meio de seu perfil no Twitter e site.

Mercado eletrônico em alta

Segundo a Camara-e.net (Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico), o faturamento do comércio eletrônico brasileiro deve atingir R$ 15 bilhões até o fim de 2010, um aumento de 39% em relação ao ano anterior. “Com a economia aquecida, o e-commerce irá se expandir rapidamente. O Black Friday é mais uma oportunidade de os comerciantes ampliarem suas vendas”, diz Claudio Felisoni de Angelo, presidente do Conselho da Programa de Administração do Varejo (Provar). “Acredito que o evento trará uma reação em cadeia no comércio e que o Dia de Descontos acontecerá também nas lojas físicas do varejo já no ano que vem”. Hoje, o País conta com 70 milhões de usuários de internet e há perspectiva de que os e-consumidores cheguem a 23 milhões ao final deste ano.

Fonte: IG Economia

Sugar Free inaugura loja em São Paulo

Sugar Free inaugura loja em São Paulo
Sugar Free inaugurará, no dia 27 de novembro, na Vila Madalena, em São Paulo, um espaço dedicado a moda beachwear, lançando na ocasião, os mais de 50 modelos de sua coleção Alto Verão 2011. O projeto de decoração da loja ficou a cargo de Ale Jordão e o de sustentabilidade foi assinado por Alessandro Terracini.
No sábado, além de comprovar a coleção da marca, as clientes degustarão um coquetel, a partir das 14 horas.

Sugar Free está presente em São Paulo e em Nova York em lojas da Vitoria Secret, W Hotel e principais boutiques nova-iorquinas, como a Pesca que fica na 5ª Avenida com a 59. A empresária Vanessa Abreu, que já circula no ramo há mais de 10 anos, espera que o espaço seja um reduto de tendências e encontro das amantes de moda de São Paulo, pois além de sua coleção, poderão encontrar as marcas Senhorita Galante e Justine.

Serviço
Data- 27/11/2010
Horário- 14h às 20h
Local- Rua Aspicuelta, 245

Vídeo: Rumo Certo - Arquitetura - Gad'

Vídeo: Rumo Certo - Arquitetura - Gad'
Ola a todos !

Pessoal, hoje vou postar um video bem bacana que saiu sobre o Gad', para o programa Rumo Certo, que explica um pouco sobre a profissão do arquiteto e o contexto da arquitetura no mercado de trabalho de hoje.

De quebra, você conhece um pouquinho de nossa base no Sul...espero que gostem !




Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
http://www.falandodevarejo.com.br/

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

POPAI Brasil empossa Romano Pansera como novo presidente em evento do Prêmio POPAI Brasil 2010

POPAI Brasil empossa Romano Pansera como novo presidente em evento do Prêmio POPAI Brasil 2010
As empresas AZ4 Group, Dinap e Escala 7 foram as mais premiadas no evento

Na noite da última terça-feira, 23 de novembro, o POPAI Brasil realizou a 10ª edição do Prêmio POPAI Brasil, no espaço Rosa Rosarum, em São Paulo. Juntamente com a premiação, a associação empossou o novo presidente da entidade, Romano Pansera, que deverá atuar a partir de janeiro de 2011.
No evento de posse, Chan Wook Min, presidente do POPAI Brasil entre 2006 e 2010, despediu-se da presidência da associação e assumiu o cargo de presidente do conselho da entidade. Em seu discurso de posse, Pansera, que já respondia pela vice-presidência da associação, apresentou os planos para a nova gestão, que terá como objetivo consolidar a entidade como referência em quatro pilares principais.

Em Retail Marketing, o objetivo será estabelecer padrões de qualidade e estimular a inovação no ponto de venda. Em Merchandising/Trade Marketing, a finalidade será alinhar estratégias do varejo e da indústria. Na área de Visual Merchandising e Sinalização, o objetivo da nova gestão será o de aprimorar a ambientação de ponto de venda e a experiência do shopper a fim de facilitar a compra.

"Vamos consolidar também a atuação do POPAI Brasil como referência em Shopper Marketing, no entendimento do comportamento do shopper no ponto de venda, oferecendo informações para melhorar a experiência e a decisão de compra. Paralelamente, vamos trabalhar para transformar o ponto de venda em ponto de entretenimento e solução", afirmou o novo presidente.

Romano Pansera é formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Unisinos (Universidade Vale dosa Sinos) e possui MBA em Estratégia e Gestão de Supermercados pela EAESP/FGV. É também especialista em Marketing pela Madia Marketing School e tem cursos de extensão em Negociação, Administração e Serviços pelo GVpec, e em Marketing pela FAAP. O executivo é presidente da agência Promovisão e conselheiro da ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil.

Cerca de 450 convidados, entre agências, anunciantes, varejistas e fornecedores de materiais de ponto de venda assistiram à premiação, composta por 27 categorias. Cerca de 38 empresas foram premiadas com o tradicional troféu Índio, nas categorias Ouro, Prata e Bronze. A AZ4 Group, a Dinap e a Escala 7 foram as empresas com maior número de troféus recebidos, com 24, 18 e 10 prêmios, respectivamente.

Também foram premiadas as empresas BIC, Boticário, Cadbury, Droga Raia, Eucatex, New Style, CDA Design, Dezenho, Neo Pack, Pointh Display, DIA Comunicação, Promovisão, Art 3, Pro Market, Art Office, Brainbox, By Side, Display Flash, DSMB, Dw Design, Esgrigma, Fabre, G1, ICB, Innova Group, Laborgraf, Laborprint, Tátil Design, Micro Pack, Outlook, Nono Brands, Questro, Roxxane, RTM e The Marketing Store.

Veja os vencedores em cada categoria:

Alimentos - Temporário
Neo Pack - Ambientação Caminhão Toddynho - Ouro
Escala 7 - Display de Chão Knnor Vitalies - Prata
Micro Pack - Portal Páscoa Lacta - Bronze

Alimentos - Semipermanente
AZ4 Group - Display de Balcão 100 Calorias - Ouro
AZ4 Group - Display Cross 3 Módulos 100 Calorias - Prata

Alimentos - Permanente
Outlook - Display Trakinas Gela Boka - Ouro
Dezenho - Expositor Balcão Trident Global Connection - Prata
Pointh Display - Display Chão Ades Fruits - Bronze

Alta tiragem - Temporário
Escala 7 - Display de Balcão Bis - Ouro
Dinap - Últimas Novidades Que Viraram Cartaz - Prata
Escala 7 - Display de Balcão Fresh - Bronze

Alta tiragem - Semipermanente
Desenho - Display Gravitacional Trident Splash - Ouro

Alta tiragem - Permanente
AZ4 Group - Boullion Caldo Knorr - Ouro

Automotivos e acessórios - Temporário
Laborprint - Display Honda City - Ouro

Automotivos e acessórios - Semipermanente
CDA Design - Display Selènia Motorider - Ouro

Automotivos e acessórios - Permanente
Dw Design -Display Multiair - Ouro
Pointh Display - Rack Pirelli - Prata
CDA Design - Display Selènia Floorstand - Bronze

Bebidas Alcoólicas e Tabaco - Semipermanente
Neo Pack - Display de Chão Devassa - Paris Hilton - Ouro
New Style - Caixa da Excelência Bohemia - Prata

Bebidas Alcoólicas e Tabaco - Permanente
AZ4 Group - Display de Chão Sagatiba - Ouro
We Shape - Pontas de Gôndolas e Rack Antártica Sub-zero - Prata
AZ4 Group - Display de chão Skyy - Bronze

Bebidas não Alcoólicas - Temporários
Escala 7 - Display de Chão Frappuccino Starbucks - Ouro
Escala 7 - Display de Chão Addes Food Lunch - Prata
Micro Pack - Portal Tang - Bronze

Bebidas não Alcoólicas - Permanente
Dezenho - Display Pote Toddy - Ouro
Dia Comunicação - Display Gravitacional Kuat Eko - Prata
Dia Comunicação - Rack Combina - Bronze

Calçados, Vestuário, Esporte e Acessórios - Permanente
Nono Brands - Display de Balcão Mondaine - Ouro
Nono Brands - Display de Balcão Seculus - Prata
Nono Brands - Display de Chão Seculus - Bronze

Campanha promocional - Ação Promocional
The Marketing Store - Casa da Barbie - Ouro
Brainbox - Vitrine 3D Dia Das Crianças - Prata
Outlook - Compre e Aplique Koleston - Bronze

Campanha promocional - Material para PDV
GL Comunicação -Porta Folheto com Vitrine de Brindes - Ouro
Questro - Campanha Promocional - Materiais P/ PDV Adivil - Prata
Dinap - Campanha Revista Máxima - Bronze

Casa e Jardim - Temporário
Laborgraf - Display Ajaxoxy Plus - Ouro
Escala 7 - Display de Chão Ilha Ecobril - Prata
Escala 7 - Display de Chão Ecobril Tubolar - Bronze

Casa e Jardim - Semipermanente
Dinap - Display Jardinagem Livro Jardinagem Casa Claudia - Ouro
Innova - Display Flutuante Skil Ferramentas Elétricas - Prata

Casa e Jardim - Permanente
Dezenho - Febreeze Sm - Ouro
AZ4 Group - Display de Chão 3 Bandejas Confort Concentrado - Prata
Dezenho - Display Ariel Liquid Center - Bronze

Comunicação Visual/Sign - Temporário
New Style - Chopeira Brahma Vestiu a Camisa da Seleção - Ouro
Dinap - Moldura de Destaque Revista Máxima - Prata

Comunicação Visual/Sign - Semipermanente
CDA Design - Maxxi - Sinalização de Varejo - Ouro
GL Comunicação - Display de Preço - Prata
Dinap - Placas de Visibilidade Elle - Prata

Cosméticos e Fragrâncias - Semipermanente
AZ4 Group - Display de Balcão Duplo Episol - Ouro
AZ4 Group - Display Cross Merchandising Dove Kenzo - Prata
AZ4 Group - Display de Balcão Anti-Furto Episol - Bronze

Cosméticos e Fragrâncias - Permanente
AZ4 Group - Display de Chão Coloríssimos - Ouro
AZ4 Group - Display de Chão Episol - Prata
AZ4 Group - Display de Chão Ilha Nave Rexona Robô - Bronze

Display Ecológico
Escala 7 - Display de Chão Ilha Ecobril - Ouro

Drugstore - Temporário
Neo Pack - Display de Chão Olla - Dia do Sexo Ouro
Escala 7 - Display de Produto Sanof - Prata

Drugstore - Semipermente
AZ4 Group - Display Check Out Epidrat - Ouro
AZ4 Group - Display de Gôndola Redoxon - Prata
AZ4 Group - Display de Balcão Farmácia Rexona Rollon - Bronze

Drugstore - Permente
AZ4 Group - Display de Chão Drug Bi-O Invisible - Ouro
AZ4 Group - Ponta de Gôndola Farma Rexona - Prata
AZ4 Group - Gigantografia Plax - Bronze

Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos - Temporário
Pointh Display - Display de Chão Duracell X-Mais - Ouro
Neo Pack - Display de Chão Celular Samsung - Prata

Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos - Semipermanente
Esgrima - Bluray - Ouro

Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos - Temporário
Roxanne Displays - Digital Solution Fast Shop - Ouro
Roxanne Displays - Rack Bravia 2010 - Prata

Entretenimento, Diversão, Brinquedos - Temporário
The Marketing Store Shrek - Vivendo o Outro Lado do Reino -Ouro
Laborgraf - Display Polly Pets - Prata
GL Comunicação - Bancada Para Vitrine Planeta Criança - Bronze

Entretenimento, Diversão, Brinquedos - Permanente
Fabre Comunicação- Revestimento de Gôndolas Mattel PBKids - Ouro
Fabre Comunicação - Display Interativo Hot Weels - Prata
ICB - Bancada Para Vitrine Planeta - Bronze

Equipamentos e Fixtruring - Semipermanente
New Style - Bike Cooler Propel - Ouro
Dinap - Megasapateira Para Revistas Populares - RJ - Prata
AZ4 Group - 4 Way Farma - Bronze

Equipamentos e Fixtruring - Permanente
New Style - Carrinho Poços de Caldas- Ouro
PróMarket -Terminal de Gôndolas Para Produtos Orientais - Prata
BIC - Bic Truck - Bronze

Higiene Pessoal - Temporário
Neo Pack - Display Ilha Reach Eco - Ouro
Neo Pack - Display de Chão Colgate Plax - Prata
Escala 7 - Display de Chão Rexona Nitro - Bronze

Higiene Pessoal - Semipermanente
New Style - Geladeira Gillete Presto 3 Ice - Ouro
AZ4 Group - Display de Chão Elseve Nutrição 10x - Prata
AZ4 Group - Display Glorifier Nutrição 10X Elseve - Bronze

Higiene Pessoal - Permanente
Dezenho - Display Pantene Ort - Ouro
AZ4 Group - Display de Chão Lux - Prata
Dezenho - Oral B Oral Care Center (Centro de Higiene Bucal) - Bronze

Ilhas Promocionais - Temporário
Micro Pack - Quiosque Shrek - Ouro
The Marketing Store - Ilha Shrek Nutella / Kinder Ovo - Prata
Art 3 Elma - Chips Festa Junina - Bronze

Ilhas Promocionais - Semipermanente
Display Flash - Ação Promocional Pilão Verão - Ouro
BIC - Display Ilhas Volta às Aulas Bic - Prata
Micro Pack - Ilha Club Social - Bronze

Informática e Telefonia - Semipermanente
Art 3 - Samsung Star - Ouro
Esgrima - Online - Prata
Art 3 - Samsung Rolling Stones - Bronze

Informática e Telefonia - Permanente
DSMB - Ponta de Gôndola Intel - Ouro

Interativo
The Marketing Store- Quiosque Realidade Aumentada Avatar - Ouro
By Side - Estande Tech Deck - Prata
Dinap - Touchscreen Col. Copa do Mundo Fifa - Bronze

Livraria, Papelaria e Afins - Temporário
Dinap - Totem Esfinge National Geographic Brasil - Ouro

Livraria, Papelaria e Afins - Semipermanente
Dinap - Display Golaço Col. Copa do Mundo Fifa - Ouro
Dinap - Display Torre Eiffel - Prata
Dinap - Display Estádio de Placar - Bronze

Livraria, Papelaria e Afins - Permanente
Dinap - Display Templo Aventuras na História - Ouro
Dinap - Display Passarela de Elle - Prata
Dinap - Display Biblioteca - Col Clássicos Abril - Bronze

Materiais de Promoção e Merchandising - Temporário
Laborprint - Cenário Mc Lanche Feliz - Ouro
AZ4 Group - Stopper Coração - Prata
GL Comunicação - Móbile Expositor - Bronze

Materiais de Promoção e Merchandising - Semipermanente
RTM Display - Combo Del Valle Frut - Ouro
Dinap - Display Vitória-Régia - Prata
Dinap - Strip de Mapas Guia Quatro Rodas - Bronze

Materiais de Promoção e Merchandising - Permanente
Dinap - Display Carrinho - Guia Quatro Rodas Ruas - Ouro
Dia Comunicação - Display Monta Fácil Coca-Cola - Prata

PET - Temporário
Neo Pack - Display Caixotes Pedigree - Ouro

Projeto de Trade - Temporário
O Boticário - Vitrine Dia Dos Pais - Ouro
O Boticário - Vitrine Natal 2009 - Prata
O Boticário - Vitrine Fun Milk - Bronze

Projeto de Trade - Semipermanente
Cadbury - Loja Conceito Trident Global Connection - Ouro
Fabre Comunicação - Ambientação Faber Castell / Jandaia - Prata
Eucatex - Ponta de Gôndola Eucafloor - Chatuba Santa Cruz - Bronze

Projeto de Trade - Permanente
Promovisão - Projeto Beleza e Bem Estar - Ouro
CDA Design - Nike Football Shop - Prata
Tátil Design - Vitrines Blue - Bronze

Projetos Especiais
AZ4 Group - Ponta de Gôndola Seda - Ouro
CDA Design - Quiosque Playstation - Prata
Fabre Comunicação
Revestimento de Coluna Mattel PBKids Shopping Anália Franco Bronze

Serviços
Laborprint - Caixa Shopping Villa Lobos - Ouro

Store Design - Temporário
Innova - Espaço Vivo no Fórum Empresarial - Ouro
Innova - Lojas Sazonal de Verão - Vivo - Prata

Store Design - Permamente
Droga Raia S/A. - Shining Store - Ouro
Dia Comunicação - Espaço Santander Van Gogh - Prata
DSMB - HP Store On Line Rio de Janeiro - Bronze

Technical Contest - Melhor Implantaçãoi de Tecnologia
ICB - Quasar - Ouro

Melhor Uso da Tecnologia Atual
Dinap - Totem Holográfico Col. Disney Pixar - Ouro

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Sony quer mudar jeito como varejo vende games no país

Treze meses depois de abrir escritório no Brasil, a divisão Playstation da Sony vai se dedicar, no próximo ano, a mudar a maneira como seus produtos são vendidos no varejo do país. O objetivo é massificar a venda de jogos - que, segundo o diretor da divisão, Anderson Gracias, é ignorada pelos grandes varejistas brasileiros, apegados à venda de consoles.

 
Imagem do jogo God of War III
- O varejo brasileiro está completamente viciado em consoles. Isso está completamente errado. O hardware não dá dinheiro para a indústria de vídeo games. Na verdade, temos prejuízo quando vendemos consoles. O dinheiro mesmo está na comercialização de jogos - disse Gracias, em palestra a jovens desenvolvedores na feira Brasil Game Show, evento patrocinado pela Sony. - Hoje, o consumidor que vai a um grande varejista encontra o vídeo game em uma estante ao lado de uma batedeira! E os jogos vendidos são pouquíssimos. É claro que os grandes varejistas ainda estão relutantes, mas vamos propor mudar isso.

O plano da Sony é aumentar o número de títulos disponíveis no varejo de massa e incentivar as redes a deixarem o consumidor experimentar os jogos na própria loja. A empresa vai investir no desenvolvimento de postos de vendas exclusivos para supermercados e lojas do tipo Ponto Frio e Casa Bahia , com direito à TV, consoles e muitos jogos. Um dos modelos - um espaço de 2,5m por 2,5m com uma grande poltrona - já vem sendo experimentado em um Carrefour de São Paulo. Em Campinas, segundo Gracias, também tem sido testados displays e estantes, inclusive em lojas especializadas em games.

A empresa está de olho - como todos os setores da indústria, aliás - na emergência das classes C e D. Estima-se que o Brasil tenha 40 milhões de usuários de vídeogames e 70 milhões de internautas. Gracias também destacou as condições de pagamento oferecidas pelo grande varejo.

- As lojas especializadas são nossas grandes parceiras, mas não dá para ter um negócio de games no Brasil contando apenas com elas. É preciso massificar, atingir escala. E o mercado brasileiro tem potencial para isso. Metade das vendas do jogo "God of War 3" na América Latina ocorreram no país - disse o diretor da divisão nacional do Playstation, que confirmou que no próximo ano também sairá a Playstation Network Brasil, para alívio dos gamers.

Em 2011, a Sony também quer trabalhar para reduzir a tributação de vídeo games no país, diminuindo o recolhimento de IPI pelo setor de 50% para 20%.

- O Brasil taxa games como jogos de azar, o que não é certo. A saída é fazer lobby em Brasilía, e a Sony, juntamente com outras empresas da área, já teve reuniões positivas com o governo. A manutenção dos integrantes do governo no próximo mandato também trouxe alívio, pois não precisaremos retormar as conversas do início - disse Gracias, que afirmou que a Sony vê com bons olhos, mas sem apoiá-lo oficialmente, o movimento "Jogo justo" , que trabalha pela redução dos preços de games no país.

O executivo criticou também o fato de haver poucos dados confiáveis sobre o mercado de games no Brasil, mas apresentou números segundo os quais o Playstation lidera. De acordo com Gracias, a matriz de consoles brasileira é a seguinte: da Sony, há 5 milhões de Playstation 2; 750 mil de Playstation 3; 200 mil de PSP; da Nintendo, haveria 230 mil Wiis e 200 mil Nintendo DS; da Microsoft, estima-se que haja 300 mil Xbox 360.

Outras prioridades da divisão Playstation no Brasil para 2011 são consolidar as vendas do Playstation Move (controle sensível a movimento) e expandir a utilização de TVs em 3D pelos gamers.

Fonte: O Globo

Nova Casas Bahia investirá R$ 125 milhões em 2011

Nova Casas Bahia investirá R$ 125 milhões em 2011
O ano de 2011 não será fácil para Raphael Klein, presidente da Nova Casas Bahia, resultado da fusão entre a Casas Bahia e o Ponto Frio. Embora tenha acabado de conseguir aprovar um investimento da ordem de R$ 125 milhões para o próximo ano, ele terá que fazer valer cada centavo aplicado na transferência das lojas Extra Eletro (extintas) para Casas Bahia ou Ponto Frio. Ao mesmo tempo, pretende repaginar todas as unidades do Ponto Frio localizadas em shopping centers; desbravar o aquecido mercado nordestino sem perder o controle da região Sudeste; ampliar a distribuição nacional da nova companhia; e trabalhar para que a sinergia resultante da união das duas empresas chegue a R$ 7 bilhões até o fim de 2011. São, ao todo, 1.033 lojas que precisam se tornar ainda mais agressivas para atingir todas as classes sociais. Sua meta é fechar o ano da Nova Casas Bahia com um faturamento que deve girar em torno de R$ 18 bilhões a R$ 19 bilhões e inaugurar, até dezembro, a loja-conceito do Ponto Frio no Rio de Janeiro e o centro de distribuição de Camaçari (BA).
Fonte: Brasil Econômico (via Mercado & Consumo)

Baú crediário na mira do Grupo MM

Baú crediário na mira do Grupo MM
Rede paranaense de varejo confirma o interesse em adquirir 50 lojas da marca

Após ter dado seu patrimônio como garantia do empréstimo de R$2,5 bilhões concedido pelo governo federal ao banco PanAmericano, Silvio Santos tem recebido propostas acerca das empresas que englobam o grupo que leva seu nome. Apesar de ainda não terem sido confirmadas, algumas redes já demonstraram interesse em adquirir bens do apresentador.

No caso da MM Mercado Móveis, o interesse nas lojas é anterior ao momento pelo qual passa o Grupo Silvio Santos, e está atrelado aos planos de expansão da rede que é de chegar a 200 lojas até 2012. As negociações envolvendo as instalações do Baú Crediário no Paraná começaram ainda em 2009, quando a empresa apresentou uma proposta à rede de lojas Dudony, antiga proprietária desses estabelecimentos.

A empresa de Ponta Grossa já conta com 142 estabelecimentos, dentre os quais 122 estão em todo o Paraná, 20 em Santa Catarina, sobretudo na região do Vale do Itajaí e, ainda, há uma loja em Itararé (SP). Entre reformas e aquisições de espaços físicos a MM MercadoMóveis calcula um investimento entre R$ 15 e R$ 20 milhões entre 2008 e 2012.

Fonte: Intelligence Group

Avon mantém foco no porta a porta e visa cliente emergente

Na contramão do mercado de cosméticos e beleza, que começa a adotar a abertura de lojas-conceito e ampliar o posicionamento de vendas no varejo, a Avon diz que manterá suas raízes na venda porta a porta, e prevê crescimento para o próximo ano de maneira orgânica e no ritmo da economia. Além disso, o foco em responsabilidade social chama a atenção com investimentos em campanhas contra a violência doméstica e o câncer de mama, para envolver as clientes em conceitos de saúde e bem-estar. Para abocanhar o aumento da renda e fidelizar a clientela que também saltou da classe C para a B, a empresa ainda se posiciona com novo layout e campanhas com cantoras e atrizes famosas.

A ação da Avon parece vir para se contrapor a uma das suas principais concorrentes, a Natura, que também investe na captação de revendedores e mantém suas campanhas voltadas à preservação do meio ambiente. A Natura tem aumentado o foco de produtos com insumos da Amazônia, e recentemente passou a adotar ilhas de produtos exclusivos da marca com prateleiras dentro de lojas nos aeroportos (Duty Free Shop), com os itens posicionados inclusive ao lado de produtos de marcas como L'Occitane e Victoria's Secret - tudo isso para chamar a atenção no segmento de luxo, e envolver os turistas e consumidores da alta renda que frequentam as lojas exclusivas no trânsito das viagens internacionais.

"Não pretendemos abrir lojas nem
seguir para abertura de franquias.
Nosso foco ainda é o porta a porta"
Em entrevista exclusiva ao DCI, o presidente da Avon Brasil, Luís Felipe Miranda, diz que o País representa o segundo maior mercado em vendas da Avon no mundo. "O Brasil só perde para os Estados Unidos", ressaltou. A empresa, que está presente em mais de 100 países, com 6,2 milhões de revendedoras autônomas, das quais 18% estão no Brasil, afirma que o crescimento no próximo ano deve acompanhar a economia brasileira. Miranda afirmou também que considera o aumento de revendedoras nos anos anteriores, que ficou entre 8% e 9%, e sobre a expansão afirma que todas são muito importantes. "Temos colaboradores em todas as cidades do Brasil, porém regiões como o nordeste, o norte e o sul crescem de forma mais acelerada", explicou.

O presidente também comentou a crise que acontece com umas das suas concorrentes, a Jequiti, do Grupo Silvio Santos, e não demonstrou interesse em caso de ela ser colocada à venda.

Questionado sobre a atuação da marca em outros mercados do varejo, o presidente da Avon é enfático: "Não pretendemos abrir lojas nem seguir para abertura de franquias. Hoje a área de vendas diretas cresce mais do que o varejo, segundo informações da entidade responsável pelo setor", explicou. Sobre o comércio eletrônico, destaca: "Temos e-commerce, mas pequeno. Nosso foco ainda é o porta a porta", disse.

Para agilizar a entrega, a Avon confirma até o final do ano um Centro de Distribuição (CD) em Cabreúva (SP) que obteve um US$ 150 milhões, tem área de 70 mil m² e espaço para uma fura expansão. "Para 2011, o objetivo é que a empresa siga um projeto de inovação com tecnologias, um crescimento permanente."

Posicionamento

O novo posicionamento da marca para atingir além da nova classe emergente está presente no look de mulheres dessa classe com produtos a partir de R$ 1,99. " Nos tornamos uma marca sofisticada, porém sem perder o foco na classe emergente", explicou.

Um exemplo deste posicionamento é a coleção de verão de 2011, chamada de coleção La Dolce Vita, com três cores: um nude (cor de pele), um marrom chique, e um rosa-antigo. Cada esmalte custa R$ 2,60.

Responsabilidade social

Com 125 anos de existência, a Avon já investiu US$ 800 milhões até hoje em causas centradas na melhoria da qualidade das pessoas. Em 2003 foi fundado o Instituto Avon no Brasil, que até o momento destinou R$ 22 milhões ao País, e a ação contra a violência feminina, R$ 2 milhões. "Esses projetos em que trabalhamos são uma necessidade. Não existe nada sem saúde. Conseguimos dinheiro vendendo produtos focados nessas causas, em alguns momentos.

A pessoa compra com a finalidade de o dinheiro ser entregue à causa contra o câncer de mama e contra a violência à mulher", enfatizou Miranda, que estava presente ontem no lançamento dos portais "Violência Contra as Mulheres: quebre o ciclo", projeto para cuja viabilização a Avon doou R$ 1,5 milhão.

Com plano de crescer acompanhando a economia brasileira, a Avon mantém o posicionamento porta a porta e adota linhas para fidelizar a clientela que saltou da classe C para a B.


Fonte: DCI

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Feiras e eventos comerciais agitam o turismo de negócios no Brasil neste fim de ano

Shoppings de diferentes localidades usam seus centros de convenções para receber eventos corporativos, atraindo um fluxo ainda maior de consumidores

Com a estabilidade da economia mundial, o Brasil vêm recebendo nos últimos tempos, e neste fim de ano a frequência aumenta, uma demanda cada vez maior de empresas dispostas a aquecer o turismo de negócios no País, expondo seus produtos e estreitando as relações comerciais entre os diversos segmentos da indústria e varejo, pois estas feiras e congressos realizados nos mais variados centros de convenções brasileiros, tendem a concentrar organizadores, empresas e varejistas, todos com o mesmo interesse. E é inegável afirmarmos que estes eventos representam uma boa fatia do mercado global.

O setor de turismo deve fechar o ano de 2010 com um crescimento de 10% a 12% em comparação a 2009. O percentual deve superar o do Produto Interno Bruto (PIB) do país, segundo o Ministério do Turismo (MTur), que aponta também que a entrada de passageiros vindos do exterior já atingiu recorde no Brasil. Somente no mês de agosto, 722 mil pessoas vieram ao País: aumento de 32%. Os oito primeiros meses do ano superam a marca de 5 milhões de desembarques internacionais, um número histórico de acordo com o órgão federal.

Os shoppings têm papel importante no desempenho crescente deste mercado, como o Shopping Center Norte, em São Paulo, que desde 1993 conta com o Expo Center Norte integrado ao centro de compras. O local já sediou mais de 1,1 mil eventos, recebeu cerca de 150 mil empresas expositoras, e foi visitado por mais de 28 milhões de pessoas.

Nabil Sahyoun
Em Minas Gerais, dois empreendimentos oferecem seus centros de convenções para alavancar o turismo de negócios local e o seu fluxo de consumidores. Em Uberlândia, o Center Shopping dispõe do Center Convention Uberlândia, um pavimento de mais de 21 mil m² para a realização de feiras, exposições e outros eventos ao ar livre. Já no município de Ipatinga, o Shopping do Vale do Aço oferece, desde 1998, o Centro Cultural Usiminas, composto por um teatro, com capacidade para 724 espectadores; uma galeria de arte, uma sala multimídia, biblioteca, e por um jardim japonês, funcionando como um verdadeiro pólo de convivência cultural.

E o turismo de negócios no País tende a continuar caminhando a passos largos, paralelo ao incentivo feito pelos shoppings, pois até 2013 haverá um grande trabalho de qualificação envolvendo sinalização artística, aeroportos e rodovias, treinamento de pessoal, entre outras atividades pertinentes à recepção de alta demanda de turistas, gerada especialmente com a proximidade da Copa do Mundo de Futebol.

“Esta movimentação é extremamente salutar, pois gera riqueza para o nosso país, além de tornar o mercado de shoppings ainda mais estratégico, pois muitas empresas utilizam os serviços oferecidos pelos empreendimentos como critério na escolha do local para exposição de seus produtos nos centros de convenções. Bom para quem expõe, para quem fecha negócios, e para os lojistas, que recebem uma demanda ainda maior de freqüentadores”, comenta o presidente da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), Nabil Sahyoun.

POPAI Brasil realiza hoje cerimônia do Prêmio POPAI Brasil 2010 e posse da nova presidência

POPAI Brasil realiza hoje cerimônia do Prêmio POPAI Brasil 2010 e posse da nova presidência
Evento contará com a participação de agências finalistas ao prêmio, associados e convidados

O POPAI Brasil, associação dedicada ao desenvolvimento e valorização do marketing no ponto de venda, promove hoje, dia 23 de novembro, a tradicional cerimônia do Prêmio POPAI Brasil, que destaca os projetos de ponto de venda mais criativos e inovadores do ano, em 27 categorias. Este ano, a cerimônia contará também com a posse do novo presidente da associação, Romano Pansera, para gestão no biênio 2011/2012. O evento acontecerá no espaço Rosa Rosarum, a partir das 19h.

O evento é reconhecido no mercado como a principal premiação brasileira para projetos de varejo. Durante a cerimônia, cerca de 80 projetos serão premiados nas categorias Ouro, Prata e Bronze. As peças finalistas foram conhecidas no evento "PDV no Marketing Mix", que aconteceu nos dias 20 e 21 de outubro, no Centro de Convenções do shopping Frei Caneca, em São Paulo.

Participam da premiação empresas entidades de classe, autoridades, anunciantes, redes de varejo, agências e fornecedores de pontos de venda. Este ano, são esperados cerca de 450 convidados.

Também durante o evento, acontece a cerimônia de posse de Romano Pansera, eleito novo presidente do POPAI Brasil na última quarta feira, dia 17 . Pansera, que já ocupava o cargo de vice-presidente na associação, assumirá o cargo para o período de 2011 e 2012.

Romano Pansera é formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Unisinos (Universidade Vale dosa Sinos) e possui MBA em Estratégia e Gestão de Supermercados pela EAESP/FGV. É também especialista em Marketing pela Madia Marketing School e tem cursos de extensão em Negociação, Administração e Serviços pelo GVpec, e em Marketing pela FAAP. O executivo é presidente da agência Promovisão e conselheiro da ADVB - Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil.

Mais informações sobre a cerimônia ou sobre a compra de convites para o evento podem ser adquiridas pelo telefone (11) 3016-9777 ou pelo endereço eventos@popaibrasil.com.br

Serviços:
Prêmio POPAI Brasil
Data: 23/11/2010
Local: Rosa Rosaum - Rua Francisco Leitão, 416
Horário: 19h

Spoleto reúne os melhores chefs malabaristas para disputa internacional.

O Spoleto promoveu no dia 18 de novembro o 2º Campeonato Internacional de Malabarismo de Massas no Clube Monte Líbano, no Rio de Janeiro. Ao todo foram 13 chefs participantes da capital fluminense, São Paulo, Minas Gerais e ainda Espanha, divididos nas categorias iniciante e avançada. Para encantar o público e convencer os jurados, a cada ano os participantes se superam e chegam com mais novidades. Eles deram um show com performances de dança ao som de muito hip-hop e música eletrônica, números de ilusionismo, fogos e, é claro, bastante malabarismo com frigideiras, pratos, espátulas e massas.

Nessa edição, o Rio de Janeiro marcou presença no pódio dos avançados, com a conquista do primeiro lugar pelo “veterano”, chef Thiago Oliveira Faria, de 26 anos, do restaurante da Rua do Rosário (Centro do Rio), seguido por Markson Vinicius Faria (Saara), campeão iniciante em 2009, e Gildo Rodrigues (Rosário). A disputa também foi acirrada na categoria iniciante, que, pela primeira vez, registrou um empate pelo primeiro lugar. Os xarás Lucas Araújo de Souza e Lucas Costa de Souza, dos restaurantes paulista de Tamboré e Taubaté, respectivamente, foram os grandes campeões. Em segundo e terceiro ficaram Vinicius Marques Romão (Saara-RJ) e o participante internacional Ricardo Jimenez, representante da unidade de Madri, Espanha.

O espanhol Ricardo Jimenez, de 26 anos, que está no Spoleto desde 2007, cruzou o Atlântico para participar pela primeira vez do campeonato e garantiu o prêmio ao fazer sua apresentação com uma encenação de tourada. “Tudo o que fazemos de malabarismo na Espanha não se compara ao que vi aqui no Brasil. Vou passar uma temporada no Rio para aprender mais e adquirir conhecimento, para, quem sabe, concorrer novamente no ano que vem”, afirma Jimenez.

Apesar de marcar presença em campeonatos anteriores, o chef-treinador Thiago Oliveira, há cinco anos na rede, chegou como um dos favoritos e conseguiu realizar o sonho de subir ao pódio. Sua apresentação foi uma das mais celebradas e contou com cena de ilusionismo (a frigideira desceu do teto), fogos e coreografia arrojada, que animou tanto o público quanto os jurados, que o classificaram com notas altas. “Esse tipo de ação acontece todos os dias nas lojas do Spoleto. Nós, chefs, aprendemos que o mais importante é atender bem o cliente e a graça do malabarismo é um diferencial para o nosso trabalho”, declarou emocionado.

Já a divisão do primeiro lugar entre os iniciantes paulistanos Lucas Araujo de Souza e Lucas de Costa de Souza, de 19 e 20 anos, foi encarada com bom-humor. “É uma grande surpresa receber esse prêmio, já que estou no meu primeiro emprego. Trabalho no Spoleto há apenas seis meses, participo pela primeira vez do campeonato e ainda tendo a oportunidade de dividir o pódio com um conterrâneo e xará. É um grande orgulho!”, encerra o Lucas de Taubaté (SP).

Durante o evento aconteceu também o vernissage da Campanha Arte Urbana Spoleto, que contou com a participação de cinco renomados grafiteiros do país: TOZ, Mateu Velasco, Binho Ribeiro, Minhau e Chivitz. Os artistas assinam a atual coleção de pratos da rede com o intuito de difundir a street art por todo o país. Eles ainda se divertiram com as crianças que brincaram de Picollo Chef. Os pequenos aprenderam a fazer massas e algumas manobras de malabarismo juntamente com os cozinheiros.

O Campeonato Internacional de Malabarismo de Massas do Spoleto distribuiu R$ 7 mil em prêmios. Na categoria avançada os três primeiros lugares receberam R$ 2 mil; R$ 1 mil e R$ 750 respectivamente. Já na iniciante, os prêmios foram de R$ 1,5 mil; R$ 750,00 e R$ 500,00. O evento teve como jurados o cineasta Felipe Joffily, a empresária Zica Assis, fundadora da rede Beleza Natural, e o artista plástico Toz, entre outros.

Varejo investe no fast fashion de grife

Varejo investe no fast fashion de grife
Comuns já há alguns anos nos Estados Unidos e na Europa, os produtos criados por meio da parceria de estilistas renomados com redes de varejo têm tomado as vitrines também no Brasil. Nos últimos meses, nomes como Oskar Metsavaht (Osklen), Ronaldo Fraga e Renato Kherlakian (criador da Zoomp) passaram a assinar coleções de grandes lojas, num negócio que só tende a crescer com a sofisticação do consumo no Brasil. Para as redes, trata-se de uma oportunidade de atrair novos clientes vinculando seus produtos a nomes conhecidos pela qualidade e pelo caráter exclusivo das criações. Para estilistas, é a chance de alcançar um segmento de mercado mais abrangente. Esse público, que até então se mantinha distante das peças assinadas por causa do preço ou de desconhecimento, está mais exigente.
Atualmente, cerca de 40% dos móveis e objetos de decoração vendidos na rede Tok&Stok são licenciados ou assinados. Este mês, a rede colocou nas lojas pratos, canecas e tigelas, entre outros produtos, assinados pelo mineiro Ronaldo Fraga. "De todas as parcerias que fizemos, essa é a primeira vez que vimos um estilista de fato trazer clientes seus para a nossa loja", relata o gerente de design e tendências da Tok&Stok, Ademir Bueno. No lançamento da coleção em Belo Horizonte, todos os produtos foram vendidos na mesma noite. Fraga é um entusiasta das parcerias. Já fez peças para a marca de roupas Chiclets, estampas para fraldas Pampers (da Procter&Gamble) e até para latas de Leite Moça (Nestlé).

A parceria de estilistas e varejistas não é exatamente nova. Mas as iniciativas, que até então eram isoladas, agora se tornaram uma tendência. Nos últimos meses, quase todas as grandes redes populares lançaram coleções assinadas por nomes conhecidos do mundo da moda. Na semana passada, chegou às unidades da Riachuelo a coleção Rio de Janeiro, criada pelo estilista Oskar Metsavaht, dono da Osklen. A C&A, que no ano passado lançou o projeto C&A Collection, deu um passo adiante no sentido de criar parcerias duradouras com a contratação do estilista Renato Kherlakian. Egresso da Zoomp e atualmente dono da RK Denim, ele foi chamado para desenvolver a linha de jeans premium da rede, a Unique Soul Denim.

Fonte: O Estado de S.Paulo

Brasil já tem mais de um celular por habitante

Brasil já tem mais de um celular por habitante
A base de celulares teve em outubro um crescimento de 1,55% em relação a setembro, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), com a adição de quase três milhões de linhas. A base atual chega a 194,44 milhões de unidades, com uma teledensidade de 100,44 acessos a cada 100 habitantes. Do total de acessos móveis, 159,8 milhões (82,19%) são pré-pagos e 34,63 milhões (17,81%) são pós-pagos. No ano, foram habilitados 20,48 milhões de celulares, aumentando a base total em 11,77%. A Vivo continua na liderança do mercado, com participação de 30,03%, seguida pela Claro (25,58%) e TIM (24,67%).
Fonte: Mercado & Consumo

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Redes de móveis planejam lojas nas periferias

Redes de móveis planejam lojas nas periferias
A briga para atender a demanda de transferência de 30 milhões de pessoas para a classe média e o aumento do poder econômico do brasileiro tornou-se ainda mais ferrenha, principalmente entre as redes varejistas que têm por hábito atender ao público de renda mais baixa, como a Marabraz e a Casas Bahia, por exemplo.

Agora, empresas que atuam no segmento de venda de móveis começam a desenhar uma disputa geográfica na estratégia de abertura de lojas, de olho em cercar os clientes C e D e fidelizá-los, principalmente em bairros periféricos e bolsões de consumo do público emergente da Grande São Paulo, mas tem mais: as varejistas já buscam outros pontos-de-venda em outros estados, e redes que hoje não atuam fora da Grande São Paulo fazem planos para diversas regiões do País.

A Marabraz, por exemplo, acaba de inaugurar uma megaloja na região de Santo Amaro, zona sul da capital paulista e reduto de consumo do público C e D. A rede que, atualmente, possui 120 lojas no Estado de São Paulo, já tem planos de expansão, que incluem a abertura de 35 lojas em 2011 e mais 30 em 2012. "Vamos inaugurar lojas em bairros como Cidade Dutra, Diadema e Parque São Lucas, bem como em cidades como Campinas, Limeira e Jacareí, pois nosso objetivo é atender as classes B, C e D", explica o diretor Nasser Fares.

A nova loja, localizada em um dos mais tradicionais pontos de comércio popular da capital paulista, integra o plano de expansão da rede que, este ano, já abriu pontos na Baixada Santista e dentro do Shopping Interlar.

Para o coordenador do núcleo de varejo da Escola Superior de propaganda e Marketing (ESPM), Ricardo Pastore, pontos-de-venda em regiões onde a população possui menor poder aquisitivo devem apresentar crescimento. "São Paulo é o maior mercado do País e muitas regiões ainda podem e devem ser exploradas, assim como cidades como Ribeirão Preto e Sorocaba", afirma.

Segundo o especialista, as classes C e D estavam ausentes do mercado por falta de poder econômico; com a mudança em seu perfil, os varejistas se viram obrigados a buscar alternativas para atender a esta demanda. "É preciso mapear o perfil geográfico de algumas regiões de São Paulo para identificar potenciais pontos-de-venda porque podemos ter uma grande surpresa. Às vezes você não tem uma população residente, mas existe um público que trafega por ali. Exemplo disso é a Avenida Rebouças, que tem um corredor que conecta a população de Taboão da Serra. O lojista precisa considerar esses aspectos", recomenda.

Para ele, o crescimento econômico obriga o varejista a se revitalizar, pois ele não pode ficar dependente de um shopping: "É necessário ampliar as oportunidades de mercado e buscar potenciais pontos-de-venda nas ruas de grandes centros", diz.

Regiões

Com foco na demanda das classes C e D, o Magazine Luiza, por exemplo, ampliou seus negócios no nordeste, ao aumentar seus pontos-de-venda em nove estados da região, o que resulta no aumento de 30% do número de pontos-de-venda. A rede, que em julho assinou contrato de compra e venda das Lojas Maia, acredita que crescerá este ano e trabalha com uma expectativa de faturamento de R$ 6 bilhões.

A entrada da rede - empresa que tem uma trajetória de 52 anos - no mercado do nordeste coincidiu com sua consolidação no mercado na região da Grande São Paulo. Desde 2008, a empresa alcançou 1,6 milhão de novos clientes no principal polo econômico do País.

A Casas Bahia é outra rede que apostou em outras regiões: hoje ela atua em 10 estados, entre eles o da Bahia, que conta com filiais em cidades como Candeias, Feira de Santana e Lauro de Freitas. Mas não é só: a rede pretende estar presente em todos os estados em até três anos.

"Outras regiões do País, como o nordeste, contam com um grande potencial para os varejistas e devem despontar como focos de grande interesse para varejistas que pretendem ampliar seus negócios nos próximos anos", avalia Ricardo Pastore.

Esta tendência se confirma no que se refere à Marabraz. De acordo com o diretor Nasser Fares, a rede pretende crescer dentro do Estado de São Paulo nos próximos três anos, mas, a partir de 2014, os pontos-de-venda devem incluir outros estados do País, como a região do nordeste. "Acreditamos que o mercado de móveis deve melhorar e apostamos muito na região da Grande São Paulo, mas, claro, seguindo nossos planos, existe, sim, uma perspectiva grande de seguir para outras regiões", explica o diretor.

Vendas

Para agilizar e facilitar as vendas da rede, a Marabraz também traz, em breve, outra novidade. Conhecida por trabalhar com carnês como sistema de pagamento, a rede espera iniciar 2011 colocando um cartão à disposição para seus clientes. A varejista está firmando parceria com a Caixa Econômica Federal e vai oferecer mais uma opção de crediário.

"Não acredito que a venda cresça com o cartão, de imediato, pois o setor de móveis ainda não está aquecido, mas o aumento do poder econômico e o maior número de pessoas com casa própria vai se refletir lá na frente." Trazer mais opções de pagamento sempre é visto com entusiasmo, avalia o diretor da rede. Claro que os juros dos cartões de crédito no País ainda são um ponto negativo. De acordo com pesquisa do Instituto Datafolha, 56% da população consideram este o maior problema dos cartões, mas o parcelamento e a segurança fazem uma parte da população dispensar o uso de dinheiro.


Fonte: DCI

Natal chega mais cedo às lojas neste ano

Natal chega mais cedo às lojas neste ano
Produtos importados mais baratos e crédito de sobra aquecem o consumo já em novembro, antes mesmo da alta temporada de vendas

A temporada de vendas de Natal, que começou no dia 15 de novembro e vai se estender até o dia 24 de dezembro no calendário das varejistas, chegou mais cedo neste ano. O dólar barato fez com que os fabricantes de eletroeletrônicos, por exemplo, baixassem os preços às vésperas da safra de fim de ano, sobretudo de produtos mais sofisticados, que possuem mais componentes importados ou são totalmente fabricados no exterior.

A possibilidade de comprar produtos mais em conta, aliada às formas de parcelamento mais atraentes, levou os consumidores para as lojas antes mesmo do pagamento do 13º salário, o que provocou um movimento atípico de vendas nos dois últimos meses.

A Associação Comercial de São Paulo prevê que as vendas vão crescer 12% já em novembro, uma taxa recorde. Em outubro, as vendas do comércio aumentaram 10,9%. Essa aceleração do consumo já foi sentida pelo varejo na primeira quinzena deste mês, às vesperas da temporada de Natal.

Marcel Solimeo, economista-chefe da entidade, acredita que o percentual de 12% será mantido em dezembro. Para ele, as pessoas não estão apenas antecipando as aquisições de fim de ano e, sim, gastando mais.

“Vendemos mais TVs em setembro do que durante a Copa (em junho) e mais produtos de linha branca (eletrodomésticos) em outubro do que no Dias das Mães”, afirma Hugo Bethlem, vice-presidente para assuntos corporativos do Grupo Pão de Açúcar, a maior varejista do País e a dona das redes Extra, Ponto Frio e Casas Bahia.

Em anos de Copa do Mundo, as vendas de televisores normalmente ficam concentradas no primeiro semestre, que costuma responder por 60% da demanda naquele exercício. Mas, com a forte procura nesses últimos meses, 2010 será diferente. “As vendas no segundo semestre devem ser iguais às dos seis primeiros meses do ano”, afirma José Fuentes, vice-presidente da Samsung, marca líder em televisores de LCD no Brasil.

“Já nem temos mais televisores 3D em estoque. Estamos esgotados nessa categoria”, diz o executivo da multinacional coreana, cujos aparelhos com imagens em três dimensões são a grande sensação nesta temporada de Natal.

A Samnsung, afirma Moline, já se prepara agora para as liquidações de janeiro, evento que foi incorporado ao calendário de marketing das varejistas e também transformou-se em forte período de vendas. Muitos consumidores esperam para fazer compras de itens mais caros, como eletroeletrônicos, depois do Natal, à espera de pechinchas, e as expectativas são de que as liquidações mantenham o varejo aquecido no início de 2011.

Importados invadem o varejo

Segundo Oliver Römerscheidt, gerente de negócios da consultoria GfK, os consumidores estão comprando produtos mais sofisticados, que ficaram mais acessíveis com a queda do dólar em relação ao real. Refrigeradores “side by side” (com dois gabinetes), lavadoras-secadoras de roupa com porta frontal, fabricados fora do Brasil, e fogões de seis bocas, por exemplo, ganharam mais espaço nas lojas, assim como aconteceu durante os primeiros anos do Plano Real, quando o País adotava a paridade cambial.

Neste ano, as vendas de refrigerados cresceram 8% entre janeiro a agosto , mas, em faturamento, esse aumento foi de 10% em relação a igual período de 2009, já que os consumidores estão adquirindo produtos mais caros, afirma a GfK. A mesma tendência é verificada no mercado fogões: em unidades vendidas, o crescimento neste ano foi de apenas 1%, mas, em faturamento, as vendas aumentaram 6,3%. No segmento de lavadoras, houve até mesmo uma redução no número de unidades vendidas, de 3,9%, mas, em valor, as vendas cresceram 0,5%.

Novas marcas

A Samsung começou a importar eletrodomésticos produzidos na Coreia a partir de junho deste ano. “Estamos testando o mercado para a implementação de uma fábrica de linha branca no Brasil”, afirma Molinero. A decisão de iniciar a fabricação no Brasil não leva em conta as variações cambiais, por se tratar de um investimento de longo prazo, acrescenta o executivo. A Panasonic anunciou há poucos dias que vai construir uma fábrica de refrigeradores e lavadoras no Brasil em 2011.

A entrada dessas novas marcas deve mexer com o mercado de linha branca, que é dominado no Brasil por duas grandes multinacionais, a americana Whirlpool, dona das marcas Brastemp e Consul, e a sueca Electrolux.

Por enquanto, a aceitação aos produtos importados tem sido um sucesso, afirma o vice-presidente da Samsung. “Para o Natal, já vendemos tudo que importamos para o varejo”, diz Molinero.

Hábitos de consumo

A experiência mostra, contudo, que a diferença de hábitos de consumo pode ser um entrave às importações. E as lavadoras com porta frontal são um exemplo. No Brasil, os consumidores preferem lavadoras com a porta na parte superior, o que permite que ela seja aberta durante a lavagem. A Bosh foi obrigada a fechar a sua linha de produção de lavadoras com porta frontal em São Paulo pela falta de demanda.

Mas isso está mudando, avalia o vice-presidente da Samsung. “As lavadoras com porta frontal hoje são associadas a produtos premium, de alta qualidade”, afirma.
Fonte: IG

E-consumidor não perdoa atraso na entrega

E-consumidor não perdoa atraso na entrega
Para especialista da TGestiona, empresa do Grupo Telefônica, a tendência do e-consumidor é não comprar novamente em sites que não entregam no prazo. A logística tornou-se o calcanhar-de-aquiles das lojas virtuais para não perder clientes e aproveitar a melhor época de vendas do ano, o Natal


Que o Natal é a melhor data do ano para o varejo em geral, até aí nenhuma novidade. Mas o comércio convencional tem enfrentado cada vez mais a concorrência das lojas virtuais, cujas vendas nessa época do ano, desde 2003, crescem sempre acima dos dois dígitos, de acordo com o e-bit. E, segundo estimativas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, o e-commerce brasileiro vai crescer 40% neste Natal, época que concentra 16% de todas as transações realizadas no ano. Para dar uma idéia, as três semanas que antecedem o dia 25 de dezembro equivalem a oito semanas de um período normal. Fica evidente a importância das lojas virtuais se prepararem muito be m para aproveitar o “boom” das vendas nessa época.

Mas como aproveitar o Natal para faturar mais e não frustrar o consumidor ou, pior, perder a confiança em sua loja? “Sempre ansiosos, as pessoas que moram nos grandes centros urbanos tendem a não voltar a comprar em sites que não entregam no prazo”, afirma o diretor de Logística da TGestiona (www.tgestiona.com.br), empresa do Grupo Telefônica, Marcelo José de Sousa.

Especialista em entrega, principalmente, de produtos eletroeletrônicos para o consumidor final, pelo atendimento a grandes operadoras de telefonia, varejistas e fabricantes, “a TGestiona tem uma média histórica de 98% de performance de entrega no prazo na região Sudeste, enquanto o mercado trabalha com índice de 80% de pontualidade”, comemora Sousa.

Além do alto índice de eficiência na entrega, a empresa do Grupo Telefônica presta outros tipos de serviços que tornam-se verdadeiros “agrados” para o consumidor, como a instalação e a configuração de TVs de LCD, telefones móveis e computadores, de acordo com a necessidade do comprador.

“Frustrar um cliente que aguarda com ansiedade a sua compra, nesse caso, um presente de Natal para uma pessoa querida, no prazo prometido é algo impensável para as lojas virtuais e tradicionais e para nós que realizamos a logística dos produtos vendidos por elas”, desabafa Sousa, da TGestiona.

Fonte: SEGS

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Condor vai investir R$ 360 milhões em expansão

Condor vai investir R$ 360 milhões em expansão
A rede paranaense de supermercados Condor, 11ª colocada no ranking nacional, pretende abrir três novas lojas por ano até 2014, em um programa de investimentos de R$ 360 milhões. A empresa, que faturou R$ 1,4 bilhão no ano passado, pretende aumentar suas vendas em 40% nos próximos quatro anos. Atualmente, a empresa conta com 29 pontos de venda no Paraná (16 supermercados e 13 hipermercados), com previsão de abertura de mais uma unidade este ano em Curitiba (PR).
Fonte: Mercado & Consumo

Four Style é nova opção de franquia no Brasil

Four Style é nova opção de franquia no Brasil
A grife de moda Fitness e Wellness FOUR STYLE anuncia que vai começar a venda de franquias para expandir sua marca. Pertencente ao Grupo Soares Pereira (associado à ABF), o empresário André Luiz Soares Pereira acredita que o setor deve crescer ainda mais no país devido aos preparativos para os grandes eventos esportivos que acontecerão em 2014 e 2016. Fundada em 2007, a empresa possui uma unidade própria localizada na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A expectativa é abrir 10 lojas em seis meses. Para abertura de uma loja com 35 m², a Four Style possui taxa de franquia de R$ 30 mil e um investimento bruto inicial de R$ 180 mil. O retorno estimado do capital investido varia de 24 meses a 30 meses. Com o slogan da "Atitude, entusiasmo, movimento e vibração" a nova franqueadora vende itens como bolsas, faixa de cabelo, garrafinhas, tops, bermudas, vestidos, macacões, blusas, body, calças, casacos, maios, regatas, sunguetes e sungas. O estilo é coordenado pela estilista Nena Stambovisk. A dançarina do Domingão do Faustão, Nana Nassif, foi a escolhida para estrelar o novo catálogo da marca.

Serviço:
Four Style
Tel.: (21) 2428-1837.
Site: http://www.fourstyle.com.br/

terça-feira, 16 de novembro de 2010

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Lojas Maia terá fachada do Magazine Luiza

Lojas Maia terá fachada do Magazine Luiza
A partir deste fim de semana, as 140 lojas da rede Lojas Maia, comprada pelo conglomerado Magazine Luiza em julho deste ano, passam a ter na fachada o nome de ambas as redes de varejo.

O objetivo é dar continuidade ao processo de aquisição da rede paraibana de eletrodomésticos e móveis, segundo informou ontem a executiva Luiza Trajano, detentora do Magazine Luiza, que encerrou ontem o primeiro Congresso Nacional de mercados emergentes, realizado pelo instituto Data Popular.

De acordo com Luiza Trajano, presidente da Magazine Luiza, o desafio da rede, que possui 800 mil clientes no nordeste, será mostrar que a rede Maia faz parte do grupo. A aquisição da rede Maia foi a primeira resposta do Magazine Luiza às fusões de Pão de Açúcar e Casas Bahia e à criação da Máquina de Vendas, associação da Ricardo Eletro com a Insinuante, também do nordeste.

Fonte: DCI

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Lojas Avenida reforçam presença no Norte e Centro-Oeste

Lojas Avenida reforçam presença no Norte e Centro-Oeste
As Lojas Avenida, bandeira de lojas de departamentos do Grupo Caseli, abriu ontem em Belém (PA) uma loja no recém-inaugurado Unique Shopping Marabá. A varejista, que nasceu em Cuiabá (MT) em 1978 vendendo tecidos, hoje comercializa vestuário, calçados, artigos esportivos, moda praia, acessórios e produtos para cama, mesa e banho. Amanhã, a rede abre uma loja em Inhumas (GO) e, até o final do ano, unidades em Goianésia (GO), Juarã (MT) e Lucas do Rio Verde (MT).

Fonte: Mercado & Consumo

Classes C e D representam mercado de R$ 834 bilhões no Brasil

Classes C e D representam mercado de R$ 834 bilhões no Brasil
A melhoria da renda do brasileiro aumentou o potencial de consumo das classes C e D, que já representam um mercado de R$ 834 bilhões, segundo levantamento do Instituto Data Popular. Só os jovens movimentam, de acordo com a pesquisa, em torno de R$ 96 bilhões. E para cada R$ 100,00 em mercadorias vendidas no mercado varejista, R$ 41,00 se destinaram a produtos comprados por mulheres.
Fonte: Brasil Econômico (via Mercado & Consumo)

Schin abrirá 16 cervejarias Devassa em um ano

Schin abrirá 16 cervejarias Devassa em um ano
A nova cervejaria Devassa aberta ontem ao público na capital paulista na região dos Jardins é apenas parte de uma estratégia agressiva que o Grupo Schincariol planeja pôr em prática até o fim de 2011 para fortalecer a rede por meio de estabelecimentos próprios e franqueados em todo o país. Atualmente com 28 pontos de venda da marca, a companhia pretende chegar em dezembro do próximo ano com 44 unidades e faturamento de R$ 100 milhões, montante 66,7% superior aos R$ 60 milhões previstos para 2010. Há dois anos, eram apenas nove lojas, que resultaram em R$ 9 milhões. O principal objetivo é ganhar o mercado paulista, cuja capital deve receber mais três lojas até o início do próximo ano instaladas nas regiões da praça Vilaboim (própria), Berrini e Vila Madalena (ambas franquias). Já no interior do Estado, a companhia deve abrir unidades em Ribeirão Preto e Araraquara. Apesar do Grupo Schincariol ter o mercado paulista como prioritário, a estratégia da companhia prevê também levar as cervejarias Devassa para a região Nordeste.
Fonte: Brasil Econômico

Bittencourt marca presença na 10ª edição Convenção ABF do Franchising

Bittencourt marca presença na 10ª edição Convenção ABF do Franchising
Na ocasião, a consultoria vai divulgar, para mais de 600 congressistas, inúmeras novidades para 2011
O Grupo Bittencourt, especializado em desenvolvimento, expansão e gestão de redes de franquias é um dos patrocinadores da Convenção ABF do Franchising.

A Associação Brasileira Franchising – ABF, que organiza a 10ª edição do encontro entre franqueadores e profissionais ligados ao franchising, irá realizar o encontro entre 17 e 21 de novembro, no Hotel Iberostar, na Praia do Forte, Bahia.

O Grupo Bittencourt além de patrocinar a palestra de Marcos Gouvêa, sócio-diretor da GS&MD, vai participar desse mega evento no qual são esperados aproximadamente 600 congressistas, também tem o que comemorar. Em setembro desse ano a Consultoria completou 25 de atuação, são mais de 1.500 empresas que já se beneficiaram de sua expertise.

“Ninguém sobrevive no mercado empresarial tanto tempo se não oferecer um trabalho sério, inovador e qualificado”, comemora a diretora Claudia Bittencourt e adianta algumas novidades que farão parte das estratégias do Grupo em 2011e que abrilhantarão ainda mais as ações preparadas para fazer da Convenção da ABF a mais inesquecível dos últimos 10 anos.

Loja Virtual

Entre os projetos apresentados a Bittencourt vai apresentar a Loja Virtual, hospedada no site do Grupo (www.bittencourtconsultoria.com.br/consultorias/loja/), a Bittencourt sai na frente e lança no mercado mais esse serviço exclusivo para o setor de franquias. “O site já está em funcionamento, nele é possível adquirir com total comodidade livros, cursos e softwares de gestão para redes”, afirma Liana Bittencourt, sócia diretora do Grupo.

Fórum Internacional

No palco da Convenção a Bittencourt também anunciará a data do II Fórum Internacional de Redes de Franquias e Negócios. Em 2011 com o tema Educação e Desenvolvimento de Talentos nas Redes.

Lançamento da 2ª edição E- Factor

Na primeira edição do Fórum participou o palestrante internacional Greg Nathan, especializada no relacionamento Franqueado/Franqueado, na ocasião o autor lançou o livro The Franchise E- Factor, esse ano a segunda edição do livro realizada em parceria com o Grupo Bittencourt, será apresentado também na Convenção.

Sideway expande representação no setor vestuário brasileiro

Sideway expande representação no setor vestuário brasileiro
Sideway marca criada em 1989, com o intuito de atrair jovens ativos e antenados com seu perfil inovador e moderno, superando os padrões e indo além das expectativas, expande seu negócios para o ano de 2011, além de fechar seu balanço de 2010 com crescimento.
Durante esses 21 anos de atuação, a marca já esta presente em mais de 681 lojas multimarcas vendendo em 17 estados. “Nossa maior concentração de vendas esta em São Paulo,(capital e principais cidades interioranas), o que representa em torno de 40% do total das vendas da marca, Minas Gerais vem em segundo lugar com 14%, Paraná com 13% fica em 3°, seguidos de Espírito Santo, Santa Catarina, Rio de Janeiro com 6%”, comenta Leo Ribeiro, coordenador de marketing da Sideway.

Trabalhando com duas principais coleções de seu segmento de mercado, a empresa, cresce em média 20% de faturamento ano, o que representa o aumento de vendas em pontos ativos.

“Alcançamos nossa meta de crescer 20% em pontos de vendas no ano de 2010, bem como o crescimento de 20% no faturamento total da marca”, comemora Leo.

Além do crescimento em vendas e produção, a empresa investiu em novas tecnologias de fabricação e na contratação de profissionais graduados em suas respectivas áreas. Um delas foi Barbara Gandolfi Matera, que carrega em seu currículo mais de 20 anos de experiência em confecção. Na Sideway ocupará o cargo de Coordenadora de Estilo, trazendo em sua bagagem passagem por empresas como Pupi Confecções Infantil, First Level, Morena Chá, Remoli, Grupo Pasquini & Santos, entre outras.

Para a área de Marketing, Leo Ribeiro integrou o time de profissionais, que tem como objetivo, fortalecer a marca, as suas ações de merchandising e com isso, elevar o nome da Sideway no circuito fashionista masculino. Com experiência em grandes empresas de comercio varejista, como Ellus, Grupo Valdac e Pura Mania, capacitação nas áreas de comunicação, comercial e marketing, Leo ocupa o cargo de Coordenador de Marketing.

Para integrar a área de Vendas, Daniel Saeda gerenciará o departamento, que tem como meta para 2011 o crescimento de 20% de vendas, inclusive em novos pontos de ação

“Para o próximo ano, a empresa espera expandir a penetração em outros estados como Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Norte e Nordeste. Além disso, tem planos de investimentos de forma maciça e consistente em comunicação, melhorando e aproximando a operação dos consumidores, e para isto, desenvolvem modernas ferramentas de CRM, melhorando e capacitando a equipe de estilo além de reestruturar a força comercial afim de ter uma boa cobertura do território nacional”, finaliza Daniel, gerente de Vendas, que tem em seu currículo passagem pelas empresas Grendene, Calçados Samello, Sulfabril, Grupo Vicunha entre outras.

Pantene e Koleston têm ação itinerante no PDV

A NewStyle desenvolveu o “Motor Beauty de Pantene e Koleston”, caminhão supercompacto transformado em um minissalão de cabeleireiro. A estrutura volante circulará durante os próximos quatro meses pelas ruas de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Goiânia e Distrito Federal, com paradas em cerca de 80 pontos de venda.
A ativação atende desde lojas do grande varejo até o canal de perfumarias e funcionará em formato de rodízio, visitando os principais PDVs das marcas. O veículo estará estacionado em pontos estratégicos e vai oferecer serviços como a aplicação de coloração e/ou tratamentos e diagnóstico dos fios. No interior do veículo, um verdadeiro salão de beleza.

Durante todo o dia, as consumidoras que comprarem produtos de Pantene ou Koleston no ponto de venda onde o veículo estiver estacionado, poderão aproveitar os benefícios do Motor Beauty. Basta apresentar a nota fiscal de compra dos produtos para ganhar a aplicação! Os profissionais do Motor Beauty ainda farão análise e diagnóstico capilar com uma máquina especializada, indicando os produtos de cada linha mais adequados para cada consumidora.

A ação acontece também dentro das lojas. Uma promotora aborda as consumidoras próximo às gôndolas de produtos, ressaltando os benefícios e diferenciais das marcas. Para saber as lojas que o Motor Beauty percorrerá, ligue no 0800 701 1551 (Pantene) ou 0800 701 9276 (Koleston).

Fonte: Divulgação

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Varejo abre vagas para temporários neste final de ano

Varejo abre vagas para temporários neste final de ano
Àqueles que buscam o primeiro emprego ou querem retornar ao mercado de trabalho, o período de Natal é uma ótima oportunidade. As contratações de final de ano dão chances para as pessoas ganhem um dinheiro extra, e por vezes definitivo, tendo em vista que o comércio varejista oferece a oportunidade de um funcionário temporário se tornar efetivo.

Mas para que isso aconteça é necessário que o empregado se destaque e mostre diferenciais dos demais, como ser prestativo, ter dinamismo, competência e dedicação.

Os shoppings e comércios varejistas se destacam nesta época do ano, pois são setores que mais abrem vagas para poder dar conta da demanda das compras de final de ano. Neste ano a estimativa da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) é que o setor tenha mais de 130 mil vagas para trabalhadores temporários.

O Natal é a principal data no calendário varejista, com destaque para o volume de vendas, e segundo dados da Fecomércio, a estimativa é que as vendas cresçam em torno de 12% em relação ao mesmo período do ano passado, na Grande São Paulo.

Os Shopping Metrô Tatuapé e Boulevard pretendem abrir cerca de 1.500 vagas para empregadores temporários fazendo com que a estação do Metrô Tatuapé se torne um verdadeiro pólo de compras. Para pleitear uma vaga temporária, os interessados podem procurar as lojas que estejam com avisos de vagas ou similares. “Praticamente todas as lojas reforçarão seus quadros de funcionários para atender a uma demanda de público que ultrapassa 1 milhão e 700 mil pessoas nesse período”, afirma Andréia Perini, gerente de marketing do Shopping Boulevard Tatuapé.

Lojas de diferentes segmentos devem fazer contrações para atender a demanda do fim de ano.

Pessoas com ou sem experiência e de todas as idades terão a oportunidade de trabalhar no Shopping D em estabelecimentos de diversos ramos, como calçados, eletroeletrônicos, vestuário, assim como segurança, faxina entre outras vagas. De acordo com a gerente de marketing do empreendimento, Elizabeth Guimarães, a estimativa é que as vendas aumentem em cerca de 15% nesta época de festas. “As lojas abriram cerca de 500 vagas. Portanto, esse deve ser o efetivo necessário para atender às necessidades de cada uma neste fim de ano”.

O shopping Market Place não fica atrás e também faz diversas contratações para o fim de ano. “Considerando o bom desempenho pelo qual está passando, o Market Place, ao longo do ano, tem a expectativa otimista de aumentar em cerca de 20% as vendas para o Natal de 2010”, revela João Colette, gerente geral do shopping.

Só na parte administrativa do shopping, serão contratados 40 funcionários temporários. O diferencial este ano é o exclusivo “hot site de Natal”, que se trata de um canal exclusivo dentro do site do shopping, dedicado à época, tendo como objetivo prestar um serviço diferenciado e exclusivo aos clientes. No endereço eletrônico será possível consultar informações sobre preços, acessar lista de presentes e consultar as melhores dicas de compras.

O shopping Aricanduva - o maior da América Latina-, pretende contratar dois mil funcionários temporários para o fim de ano em suas mais de 500 lojas. Segundo o gerente Cleber Perfeito existem chances de efetivação. “Quase 50% dos temporários acabam sendo efetivados”, relata.

A Decathlon também vai aumentar o número de funcionários para atender a demanda. “A previsão é contratar 15 temporários, que iniciarão as atividades entre novembro e dezembro”, adianta Rodrigo Emygdio Pereira, diretor da Decathlon Aricanduva.

Grupo Pão de Açúcar inaugura amanhã Extra em Paulínia e Dourados

Grupo Pão de Açúcar inaugura amanhã Extra em Paulínia e Dourados
Com investimento total de R$ 36 milhões, rede comemora seu mês de aniversário com a abertura de dois novos hipermercado nas cidades e geração de 1700 empregos

O Grupo Pão de Açúcar inaugura no dia 10 de novembro, às 9h00, o primeiro hipermercado Extra em Paulínia e Dourados. Com investimentos de R$ 18 milhões em cada unidade, a nova loja de Paulínia será aberta na Avenida José Paulino, 2600 – Jardim América e a de Dourados na Avenida Av. Marcelino Pires – Centro.
Ancorado no tripé inovação, preços baixos e variedade de produtos, o Extra é reconhecido como o Hipermercado da família brasileira e chega à cidade com um inovador conceito de loja agregando economia, qualidade e variedade de produtos em um ambiente moderno, bonito e agradável.

São mais de 30 mil itens, de itens básicos para refeição até as mais modernas novidades tecnológicas, disponíveis num único local e que fazem do hipermercado a melhor solução de compras da região. Em Paulínia, a nova unidade funcionará de segunda a domingo, das 07h as 22h. Já em Dourados, o funcionamento será das 07h as 23h.

Aniversário

E a inauguração acontece no mês de aniversário do Extra. Para isso, a rede preparou uma das campanhas comerciais mais agressivas do ano. A idéia é festejar a data e possibilitar a antecipação das compras natalinas. Com a Campanha A Melhor Festa de Aniversário do Brasil, válida entre os dias 27 de outubro a 30 de novembro, o Extra reuniu e intensificou em um único mês, cinco grandes dinâmicas promocionais, com ofertas em alimentos e não alimentos.

Faz parte do DNA da rede buscar reunir todas as soluções de compra para os clientes e oferecer economia e qualidade. O consumidor que for a loja vai encontrar um festival de diferentes ações promocionais: Grandes Descontos, indica produtos com preços especiais que são bem mais baratos; Embalagem Econômica, que garante que o consumidor leva mais produtos e pagando menos; Compre Ganhe, que premia os clientes com outro produto ou brinde; Extra Oferta, preços baixos e muito especiais; e Extra Vantagem, quanto mais de um produto o consumidor leva, menos ele paga.

Além desse pacote promocional, a um mês do Natal, nos Hiper e nos Super, na compra de R$ 40 determinados produtos de cada marca participante da campanha, o cliente ganha um panetone de fabricação própria. No Fácil, a cada R$ 40,00 em produtos Qualitá e Taeq, o cliente recebe um panetone Qualitá.

Franquias colhem bons resultados na Rio Franchising Business

Franquias colhem bons resultados na Rio Franchising Business
Segundo empresários, os resultados foram melhores que o esperado
Empresas como a rede MegaMatte e D'pil, que participaram da Rio Franchising Business obtiveram um retorno maior do que o esperado na edição de 2010 da feira de franquias que terminou no ultimo sábado depois de três dias de negócios no Rio de Janeiro. Durante três dias de evento, 18 mil visitantes passaram pelo Riocentro, elevando a projeção de negócios para R$ 50 milhões.

A MegaMatte realizou mais de 300 cadastros de interessados em franquear a MegaMatte, tanto no Rio quanto em outros estados. A intenção é fazer, no mínimo, 200 atendimentos. O resultado foi melhor do que o obtido no mesmo evento, em 2009. Segundo a diretora executiva da rede, Fátima Rocha, o grande diferencial da edição deste ano foi a presença de empreendedores de vários estados e da forte vontade que demonstraram em obterem negócios próprios por meio das franquias. A MegaMatte tem interesse em ampliar sua expansão na capital do Rio mesmo, Região dos Lagos, Região Serrana, Baixada Fluminense.

Já a D'pil, franquia especializada em fotodepilação inteligente, investe seu potencial de negócios no Rio de Janeiro expandindo não apenas na região metropolitana, mas, sobretudo, para o interior do estado. Com mais de 200 unidades inauguradas em apenas 12 meses de abertura ao franchising, a rede estreou na Rio Franchising Business 2010 com o objetivo de ampliar sua presença sobretudo na região metropolitana do Rio de Janeiro. No seu primeiro dia de participação já foram realizados 50 cadastros de visitantes interessados em fazer negócios com a franqueadora cujo investimento inicial para uma loja de 35m² é de R$ 75 mil. Ao final de três dias 260 cadastros haviam sido feitos por interessados em obter franquias da marca.

"Entramos no mercado com uma proposta inovadora e com um plano de expansão agressivo. Os clientes e franqueados acreditam fortemente no negócio e na empresa. Não se arrependem. Isso nos torna cada dia mais fortes no Brasil", analisa o diretor geral Danny Kabiljo.

"O setor de franchising brasileiro nunca esteve tão aquecido, desde que o sistema de franquia foi iniciado no Brasil há cerca de 30 anos. As grandes redes, quando pensam em franquear seu negócio tem em mente o Rio de Janeiro. E os grandes eventos que aconteceram na cidade, sem dúvida, marcar ainda mais essa posição privilegiada para o franqueado. A feira não poderia ter acontecido em momento tão oportuno. Os resultados são ótimos", afirma o presidente da seccional Rio de Janeiro da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Alain Guetta.

Serviço
Associação Brasileira de Franchising (ABF-Rio) - Av. Treze de Maio, 23 Gr. 401 - Centro, Rio de Janeiro. Tel.: (21) 2292-5104 Site: http://www.abfrj.com.br/

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Fototica investe em projeto pioneiro de prevenção de perdas

Fototica investe em projeto pioneiro de prevenção de perdas
Meta é controlar os furtos e obter uma redução imediata de, no mínimo, 50% das ocorrências
Contrária à cultura do seu mercado de atuação, a Fototica, uma das maiores empresas de ótica do País, tomou a dianteira e apostou em um projeto pioneiro no ramo de ótica no Brasil, implantando antenas antifurto e etiquetas de controle em lojas com maior incidência de perdas, localizadas em shopping centers e ruas com grande movimento. "Não existiam projetos semelhantes para que a empresa pudesse se basear e mensurar tanto os custos iniciais, quanto o retorno sobre o investimento, logo, houve uma certa desconfiança. Após um período de testes, que resultou em uma redução de até 80% das perdas, o projeto foi rapidamente aprovado e viabilizado", explica Joemir Vicente Stampini, coordenador de loss prevention da Fototica.

Inicialmente a Fototica investiu cerca de 1% da renda bruta de cada loja em equipamentos de segurança eletrônica fornecidos, por meio de locação, pela Plastrom Sensormatic. No total foram adquiridas antenas Ultra*Line - de duas a 12 unidades por loja, dependendo do tamanho da entrada de cada uma -, etiquetas Ultra*Lock e câmeras para a criação de um circuito fechado de televisão (CFTV).

Com essa tecnologia, a Fototica consegue dispor os produtos com mais tranquilidade e segurança, deixando-os disponíveis para os clientes provarem. "O autosserviço contribui para o aumento de vendas e, consequentemente, para a redução das perdas. Protegidos, os produtos evitam os furtos e facilitam a gestão sobre o desempenho da loja", destaca Gustavo Maciel, gerente de produtos da Plastrom Sensormatic. Para tanto, é preciso selecionar as soluções ideais, que sejam discretas e eficientes. "As etiquetas são finas e não atrapalham na hora de provar os óculos, já as antenas possuem um design mais moderno e clean que não interferem no layout das lojas", observa.

Com essas implementações, a Fototica, em pouco tempo, já conseguiu controlar os furtos internos e externos, diminuindo as ocorrências em, no mínimo, 50%. "As empresas tem a falsa sensação de que os sistemas de segurança são muito caros e que as perdas não precisam de controle, pois o investimento será maior que as mesmas. Porém, a realidade nos mostra que o impacto das perdas é bem maior que o investimento. A Fototica quebrou todas essas barreiras e vem colhendo bons frutos relativos a esse trabalho", enfatiza o coordenador.

Diante disso, a meta agora é estender o projeto para as demais lojas da rede presentes em todo o país. Ao todo a Fototica conta hoje com 110 lojas distribuídas em seis Estados nacionais, o que gera um volume de 2,2 milhões de atendimentos por ano. "Se conseguirmos implantar soluções como estas na maioria desses estabelecimentos, acreditamos que os resultados em receitas superarão as expectativas", enfatiza Stampini.

E para apoiar esse projeto, a Fototica deve manter a Plastrom Sensormatic como parceira. "Eu já conhecia a empresa de experiências anteriores e sabia que ela possuía os melhores equipamentos, além da oferta mais adequada de suporte técnico e preço abaixo da concorrência. Mesmo assim, fizemos uma comparação com outra marca presente no mercado e constatamos que a Plastrom Sensormatic seria a melhor prestadora de serviço", finaliza o coordenador.