quinta-feira, 30 de junho de 2011

Casino aumenta participação no Pão de Açúcar para 43,1%

Casino aumenta participação no Pão de Açúcar para 43,1%
O grupo francês de distribuição Casino aumentou seu capital na CBD Pão de Açúcar em 6,2%, o que levou sua participação no maior grupo de supermercados no Brasil a 43,1% do capital.
"Com este novo aumento significativo da participação, o grupo reafirma seu compromisso no Brasil", destaca o Casino, um dia depois do anúncio de um projeto de fusão entre a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) e a filial brasileira do Carrefour.

O custo e as circunstâncias da operação não foram divulgados. As novas ações adquiridas são preferenciais e não têm direito a voto. Portanto, não alteram o controle da CBD, exercido em conjunto pelo grupo Casino e a família Diniz.

Tradicionalmente, a participação do Casino era efetuada através da Wilkes, a holding conjunta com a família Diniz. Mas desde que surgiram os primeiros boatos sobre negociações entre Pão de Açúcar e Carrefour, o Casino aumentou a participação direta na CBD em duas ocasiões.

Em um primeiro momento, adquiriu 3,3% a mais de títulos em meados de junho e agora 6,2% adicionais. Uma fonte do grupo afirmou que o Casino fará tudo para bloquear o projeto de fusão Pão de Açúcar-Carrefour.

Ao mesmo tempo, o Casino anunciou que reorganizará sua estratégia na América Latina: sua filial colombiana Exito, da qual o grupo francês possui 54,8%, efetuará um aumento de capital de US$ 1,4 bilhão para acelerar a expansão. A empresa colombiana utilizará parte dos recursos arrecadaos para comprar as filiais uruguaias do Casino (Disco e Devoto) por US$ 746 milhões.

Fonte: UOL

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Sócio francês do Pão de Açúcar diz que Abilio Diniz ignora ética

Sócio francês do Pão de Açúcar diz que Abilio Diniz ignora ética
Fonte: UOL Economia

A rede varejista francesa Casino, sócia do Pão de Açúcar, publicou anúncio nos principais jornais brasileiros nesta quarta-feira criticando duramente a proposta de fusão entre o Pão de Açúcar e o Carrefour (empresa também francesa).

No texto, chamado "Comunicado ao mercado", o Casino diz que o empresário Abilio Diniz, dirigente do Pão de Açúcar, desrespeitou a lei e a ética.

"O Carrefour e o sr. Abilio Diniz ignoraram deliberadamente tanto a lei e os contratos quanto os princípios fundamentais da ética comercial", diz a nota.

A assessoria de imprensa do Pão de Açúcar disse que a empresa já se pronunciou por meio da Comissão de Valores Imobiliários (CVM), órgão que fiscaliza o mercado de ações. Ontem, a empresa emitiu um comunicado dizendo que "recebeu, nesta data (quarta-feira, 28), correspondência que contempla uma proposta de associação das atividades da CBD com os negócios do Grupo Carrefour".

O Casino pagou em 2005 para assumir o controle do Pão de Açúcar a partir de julho de 2012. Se o negócio com o Carrefour for confirmado, o Casino perde esse comando. O Casino e o Carrefour são concorrentes na França.

A nota do Casino afirma que o Pão de Açúcar passou semanas negando informações e qualificou a operação de ilegal. "Trata-se de proposta estruturada em conjunto, em segredo e de forma ilegal."

Ver em tamanho maiorConheça a trajetória do grupo Pão de AçúcarFoto 1 de 13 - Em 1948, o imigrante português Valentim dos Santos Diniz funda a doceira Pão de Açúcar. Era o início do maior grupo varejista do Brasil DivulgaçãoO Casino, que já havido informado que pediria arbitragem internacional para impedir qualquer negócio do Pão do Açúcar com o Carrefour, voltou a mencionar na nota a disposição de uma batalha judicial para vetar o acordo. "O Casino vem a público para afirmar que deseja apenas o pleno e contínuo respeito à letra e ao espírito dos contratos em vigor. Estamos confiantes que as leis e as autoridades brasileiras não permitirão que prevaleça qualquer ameaça ou estratagema destinado a violar direitos legitimamente constituídos de acordo com as leis do país."

Veja a seguir a íntegra do anúncio divulgado pelo Casino:

"Comunicado ao Mercado

Após semanas de negar informação ao Casino, à Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) e ao mercado, foram finalmente divulgados, ontem, os termos de uma operação envolvendo um fundo de investimentos, o sr. Abilio Diniz e o Carrefour. Trata-se de proposta estruturada em conjunto, em segredo e de forma ilegal, com o objetivo de frustrar as disposições do acordo de acionistas que regem a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) e, indiretamente expropriar do Casino os direitos de controle adquiridos e pagos no ano de 2005.

Ao conduzir estas negociações, o Carrefour e o sr. Abilio Diniz ignoraram deliberadamente tanto a lei e os contratos quanto os princípios fundamentais da ética comercial.

O Casino tem sido um acionista leal da CBD, comprometido e de longo prazo, desde 1999, quando foi convidado pelo sr. Abilio Diniz e sua família para se tornar o maior acionista da companhia, numa época em que a CBD passava por sérias dificuldades.

Em 2005, em nova demonstração de compromisso com o Brasil e com a CBD, o Casino adquiriu do sr. Abilio Diniz e de seus familiares o direito de se tornar controlador da CBD em 2012. Não se tratou então, como não se trata ainda hoje, de um investimento financeiro ou especulativo, mas, sim, de um compromisso de longo prazo no Brasil, por parte de quem tem mais de 110 anos de história no varejo.

Reafirmamos mais uma vez nosso compromisso com o Brasil e com a CBD, bem como com seus colaboradores, sua administração, seus clientes, seus fornecedores e demais stakeholders.

Também queremos reiterar nosso apoio ao crescimento continuado da CBD, respeitando sempre sua identidade e nacionalidade brasileira.

O Casino vem a público para afirmar que deseja apenas o pleno e contínuo respeito à letra e ao espírito dos contratos em vigor. Estamos confiantes que as leis e as autoridades brasileiras não permitirão que prevaleça qualquer ameaça ou estratagema destinado a violar direitos legitimamente constituídos de acordo com as leis do país."

terça-feira, 28 de junho de 2011

ABIESV promove evento com Mario Ponci da Chillibeans

A ABIESV (Associação Brasileira da Industria de Equipamentos e Serviços para Varejo) traz mais um evento de destaque para o varejo: a palestra “Como construir uma marca de sucesso, baseada em pessoas”.

Esta palestra apresentada por Mario Ponci, diretor de Expansão da Chillibeans, aborda um tema extremamente relevante nas práticas varejistas, que é justamente a importância das pessoas no processo de contrução de uma rede de sucesso.

Com uma grande história construida na Chillibeans, Mario Ponci irá mostrar este assunto através das lentes de uma marca que virou mania, inclusive entre os seus colaboradores.

O evento acontecerá dia 14 de julho, das 8:30 as 11:30, no Hotel Renaissance (SP), mais informações (11)5548-7124 ou secretaria@abiesv.org.br

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Plastrom Sensormatic oferece consultoria para o varejo

Plastrom Sensormatic oferece consultoria para o varejo
Produtos e soluções auxiliam na redução de perdas dos lojistas

As perdas no varejo brasileiro giram em torno de 2%, segundo pesquisa realizada pelo PROVAR/FIA. Em 2009 ficaram em 1,77%, contra 2,05% registrados no ano anterior. A maior parte é decorrente de quebras operacionais (30,9%). Furtos externos são a segunda maior causa de perdas, com 20,4% dos casos.

Para Carlos Eduardo Santos, diretor de soluções e satisfação do cliente da Plastrom Sensormatic, principal empresa provedora de soluções para aumentar a performance do varejo, esses dados mostram que ainda são necessários muitos investimentos no setor. “E não somente na compra de equipamentos de segurança, mas também em mão de obra qualificada”, explica o executivo.

Quando um varejista instala um pequeno sistema de câmeras, por exemplo, pode obter um resultado de até 40% de redução de perdas. Para auxiliar seus clientes, a Plastrom Sensormatic trabalha não somente com a venda de produtos de segurança, mas também fornece uma consultoria especializada para cada tipo de segmento. “Nosso objetivo não é simplesmente reduzir as perdas, mas tornar a loja do cliente mais rentável e mostrar como isso pode ser feito através de uma solução completa que atenda todas as suas necessidades”, destaca o diretor.

Um bom exemplo de solução eficiente para o varejista são os vídeos analíticos que permitem o monitoramento da loja e ao mesmo tempo faz uma análise de marketing, pois é capaz de indicar, por exemplo, os locais e produtos mais cobiçados pelos clientes. O software permite a análise das "hot zones" (zonas quentes) do local, criando rastros dos caminhos mais utilizados pelos compradores. "Com esses dados em mãos, o dono do estabelecimento pode dispôr as promoções ou peças de maior interesse de venda nesses locais para facilitar o acesso e estimular a compra", observa Santos.

Outros produtos mais comuns também contribuem para a eficiência do local. As antenas e etiquetas anti-furto aliadas às câmeras de CFTV (Circuito Fechado de Televisão) são inibidoras de furtos externos e internos. “Alguns produtos são etiquetados na origem, ou seja, o sensor é instalado no código de barras do produto. Essa estratégia faz com que o produto se transforme de um alvo fácil em uma “armadilha” para os ladrões, que ao passarem pela antena vão dispará-la imediatamente”, esclarece.

Sobre a Plastrom Sensormatic
Fundada em 1987, a Plastrom é uma empresa especializada em soluções de segurança eletrônica para o mercado corporativo. Em 1991, firmou uma joint-venture com a norte-americana Sensormatic (líder mundial no segmento), pertencente ao Grupo Tyco Electronics, formando a Plastrom Sensormatic. Dois anos depois, conquistou a liderança do setor de segurança eletrônica, com 80% de participação de mercado. Especialista em prevenção de perdas no varejo, sua missão é gerar valor para a sociedade, fornecer tecnologias e soluções de maior benefício para clientes - de pequenas a grandes companhias. Paralelamente, a Plastrom Sensormatic oferece serviços de suporte aos clientes como assistência técnica, CNR (Centro Nacional de Reparo), treinamentos de equipes operacionais e Casa do Cliente. Como resultado, possui em seu portfólio 7.600 clientes, 33.000 lojas e as 50 maiores empresas dos mais diversos segmentos da indústria e varejo no Brasil. Para mais informações, acesse http://www.sensorbrasil.com.br/.

ABF e SEBRAE lançam novas franquias a partir de incubadoras

ABF e SEBRAE lançam novas franquias a partir de incubadoras
Viabilizadas por uma parceria com o SEBRAE, projetos pilotos foram lançados durante a ABF Franchising Expo
A partir do convênio com o SEBRAE Nacional, que visa criar projetos para fomentar o mercado de franchising no Brasil a Associação Brasileira de Franchising (ABF) realizou um projeto piloto com pequenas empresas incubadas que foram formatadas em modelos de franquias. Os primeiros resultados dessa parceria foram apresentados durante a ABF Franchising Expo 2011, realizada de 08 a 11 de junho em São Paulo: a clínica de estética Welness, de São José do Rio Preto e o restaurante Sobá, de Campo Grande.

Segundo o SEBRAE, o Brasil possui cerca de 500 incubadoras de pequenas empresas. Por meio de um estudo detalhado, a ABF verificou que muitas delas têm grande potencial para se tornarem franquias. Com isso, a associação decidiu contratar uma consultoria especializada em formatar esse tipo de negócio para realizar um projeto piloto as com duas empresas selecionadas por um rigoroso processo. “O objetivo da ABF é estender essa iniciativa e apoiar cada vez mais as pequenas empresas”, afirmou o diretor executivo da entidade, Ricardo Camargo.

Para viabilizar o projeto foi criada uma metodologia de planejamento, estruturação e formatação dessas empresas, cujos negócios foram identificados os que mais tinham potencial para se transformarem em redes de franquias de sucesso. Um dos pratos símbolos da capital de Mato Grosso do Sul, o Sobá era vendido nos restaurantes da Feira Central de Campo Grande como parte da Incubadora Municipal de Alimentos Norman Edward Hanson. Já a Clínica Wellness está no mercado há seis anos com a proposta de revolucionar o conceito de atividade física, integrando o trabalho de fisioterapeutas e educadores físicos, para que possam trabalhar juntos na prevenção, reabilitação e manutenção da saúde.

O projeto piloto teve início em maio de 2010, após a seleção das duas marcas e contou com toda a assessoria da ABF, SEBRAE e Praxis, desde a sua estruturação, padronização, formatação de manuais, documentação jurídica, projeto de marketing, treinamento e tudo o que é necessário para formatar uma rede de franquias. “Foi uma experiência totalmente diferente acompanhar todo esse processo, orientar empresários que quase não tinham informação e estrutura e ver o negócio amadurecer e se desenvolver na prática”, afirmou o consultor Adir Ribeiro, da Praxis Education, responsável pelo projeto.

Tanto a Clínica Wellness como o restaurante Sobá de Campo Grande estrearam em estandes independentes durante a ABF Franchising Expo, com uma estrutura pronta para vender franquias e disponibilizar seus produtos e serviços ao mercado e possíveis investidores e agora aguardam realizar o sonho de transformar uma pequena empresa em um grande negócio.

Informações sobre incubadoras de franquias: http://www.sebrae.com.br/customizado/inovacao/acoes-sebrae/incubadora-de-empresas

terça-feira, 21 de junho de 2011

Shioó adota sacolas biodegradáveis

Shioó adota sacolas biodegradáveis
Preocupada com o meio ambiente, a marca de moda feminina Shioó acaba de implantar em suas lojas sacolas biodegradáveis.
A partir de julho as sacolas plásticas serão totalmente extintas das lojas Shioó e os clientes levarão suas compras nas sacolas que não danificam o ambiente.

Essa iniciativa reforça a preocupação ambiental da marca, que busca a conscientização de seus clientes. “A marca preocupa-se com o uso consciente e não aceita o desperdício. É uma luta reciclar, é mais caro do que o próprio produto, mas temos a preocupação interna em passar esse valor para o cliente e fazer com que ele passe essa idéia adiante.”, diz Cláudia Branco, gerente geral da Shioó.

Hortifruti lança Projeto Ícones

Projeto de Comunicação trará ícones que identificam as propriedades nutricionais de frutas, legumes e verduras para uma alimentação saudável.


Fazer uma alimentação adequada para ter uma vida mais longa e saudável, evitar doenças e manter o peso em dia é a dica de médicos, nutricionistas, especialistas e até dos amigos. Mas, na maioria das vezes as pessoas não conseguem identificar quais as propriedades funcionais de cada fruta, legume e verdura que vão comprar. Para facilitar essa escolha, a Hortifruti criou o projeto “Ícones”.

O objetivo é utilizar símbolos que facilitem o reconhecimento das propriedades das frutas, legumes e verduras (FLV’s). A idéia de criar os ícones nasceu devido a demanda dos clientes da Hortifruti que sempre perguntam aos nutricionistas da rede sobre as propriedades funcionais do produto que estão comprando. “ O consumidor tem muitas informações sobre as vantagens que os FLV´s representam na sua alimentação. O difícil é se lembrar delas na hora da compra. Resolvemos isso com os Ícones que de uma maneira prática e objetiva vão responder ao consumidor a seguinte pergunta: é bom pra que?”, explica Fabio Hertel, Diretor de Comunicação e Novos Negócios da Hortifruti.

Fabio explica, ainda, que o projeto de comunicação começa nas 22 lojas da Hortifruti, mas pretende sair da loja e se transformar em um serviço para a comunidade. “Apostamos nesse projeto como um diferencial no atendimento e na prestação de serviço, que auxilie nas escolhas dos produtos. Com os Ícones, os clientes poderão fazer suas compras certos de que estão levando os produtos mais adequados para o beneficio que buscam”, diz Fabio Hertel.

Para que os clientes possam identificar os Ícones, a Hortifruti fará uma sinalização em cada produto e disponibilizará legendas espalhadas pela loja, em cartazes, folhetos e no carrinho de compras. Os Ícones também estarão nas sacolas, no site e em vídeo explicativo nas redes sociais.

“Os Ícones darão informações preciosas sobre as propriedades funcionais de cada produto. Esta é uma interação educativa que mesmo as crianças vão adorar. Queremos passar essa informação para os clientes de forma gradual para que a alimentação saudável se transforme cada vez mais em um hábito natural e cotidiano”, completa Fabio Hertel.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Empresários e clientes já se adaptaram à lei que proíbe sacolas plásticas

Empresários e clientes já se adaptaram à lei que proíbe sacolas plásticas
Na opinião de 82,94% dos entrevistados não houve queda nas vendas

Ao completar dois meses amanhã, a lei que proíbe o uso das sacolas plásticas no comércio de BH é bem aceita por empresários e clientes. Pesquisa da CDL/BH com 300 empresários apontou que:
  • 70,13% dos empresários concordam com a lei
  • 57,69% já estão oferecendo sacolas compostáveis
  • A cobrança da sacola biodegradável está sendo feito por 64,37% dos empresários
  • Segundo os empresários, 54,04% dos clientes já estão indo às compras com a própria sacola retornável
  • Na opinião de 82,94% dos empresários não houve queda nas vendas em função da proibição das sacolas de plástico
Fonte: CDL BH

Fórum debate tendências do varejo no noroeste do Paraná

Fórum debate tendências do varejo no noroeste do Paraná
Sebrae/PR, com apoio do Sistema Fecomércio/PR, realiza a segunda edição do Varejo em Revolução, entre 18 e 22 de julho; evento acontecerá simultaneamente em quatro municípios da região

Maringá, Umuarama, Paranavaí e Campo Mourão serão sedes, simultaneamente, de 18 a 22 de julho, da segunda edição do Fórum Varejo em Revolução. A iniciativa é do Sebrae/PR e do Sistema Federação do Comércio do Paraná (Sistema Fecomércio/PR), em parceria com entidades locais. O objetivo é analisar e discutir a velocidade e o impacto das tendências de mercado do setor varejista, considerado como um dos mais competitivos da atualidade.

Segundo o gerente da Regional Noroeste do Sebrae/PR, Luiz Carlos da Silva, o evento destaca a ideia de “revolução” porque esta é a realidade do varejo no Brasil. “Os empreendimentos têm buscado, rapidamente, se adequar às características competitivas para enfrentar, inclusive, os negócios internacionais, que veem o Brasil como um país em potencial”, explica Luiz Carlos da Silva.

Inseridos nesse cenário, o gerente regional do Sebrae/PR salienta a importância de os empresários se manterem atualizados. “É preciso debater aspectos que elucidam a ‘revolução silenciosa’, porque é um processo sem volta e que apresenta um consumidor ávido por comodidade e que valoriza aspectos que antes não tinham relevância, mas que agora fazem a diferença”, complementa.

O consultor do Sebrae/PR em Maringá e gestor dos projetos de varejo, Marcelo Wolff, também chama a atenção para a dinâmica do setor. Ele afirma que, com o evento, o Sebrae/PR traz especialistas renomados para explorar temas que devem contribuir para sanar carências de gestores das empresas em áreas como atendimento, inovação e tecnologia para varejo, ambientação de loja e gestão.

“Vale frisar que não é um evento de motivação. Trata-se de uma mobilização simultânea, no noroeste do Paraná, para tornar o conhecimento acessível, despertando os empresários para a busca de novas práticas, de alvos concretos e tomadas de decisões mais seguras e assertivas”, destaca Marcelo Wolff.

Palestras

Para isso, a programação do Varejo em Revolução, na região, soma as seguintes palestras: “Marketing Sensorial: Explorando os Sentidos e as Emoções do Consumidor”, com a palestrante e sócia-diretora da Shopfitting, Heloísa Omine; “Cenários e Tendências para o Setor do Comércio”, conduzido pelo coordenador do setor de Comércio e Varejo de Bens e Serviços do Sebrae/PR, Osmar Dalquano Junior.

Já o consultor, mestre em Administração, e editor do site www.e-commerce.org.br, Dailton Felipini, vai explanar sobre “E-commerce: Como Vender com Sucesso pela Internet”. Outra palestra é “O Comportamento do Consumidor no Varejo”, abordada pelo PhD em Administração e professor universitário, Francisco Giovanni David Vieira, e pelo mestre em Engenharia de Produção, Galileu Limonta Maia, que atua como consultor na área de Marketing.

“Usando Tecnologia no Varejo para Vender Mais e Melhor” é o tema de Dagoberto Hajjar, que há 12 anos atua na área de tecnologia e negócios do Citibank e ABN – Amro Bank. Haverá ainda a palestra “Comerciante: Hoje quem Compra é Você!”, ministrada pelo especialista em Marketing, estratégia de vendas e inteligência de negócios, Toni Lourenço.

Destaque também para “Vendas – Excelência em Ação”, a ser ministrada pelo palestrante Aly Baddauhy Junior, especialista em vendas, liderança e comportamento; e para a palestra “Mídias Sociais e o Impacto no Varejo”, que será conduzida pelo consultor do Sebrae/PR, Leandro Krug Batista, especialista em Marketing e Planejamento Estratégico de Negócios.

Para o Varejo em Revolução, também estão programados workshops, que começam a partir do segundo dia de Fórum e que consistem em consultorias coletivas que discutirão o tema da noite anterior. “A ideia não é repetir a palestra, mas aprofundar o conhecimento, favorecer a troca de experiências e o esclarecimento de eventuais dúvidas”, explica Marcelo Wolff.

Inscrições

Interessados em participar do Varejo em Revolução têm até 13 de julho para se inscrever em qualquer um dos escritórios do Sebrae/PR, no noroeste do Paraná. Em Maringá, a entidade fica na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, nº 1.116, telefone (44) 3220-3474. No município, a inscrição também pode ser feita no Sindicato dos Lojistas do Comércio e do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar) telefone (44) 3026-4444.

Em Campo Mourão, o escritório do Sebrae/PR localiza-se na Rua Santa Cruz, nº 1.085, Centro, telefone (44) 3523-2500. Já em Paranavaí, o endereço é Rua Souza Naves, nº 935, Centro, telefone (44) 3423-2865. E em Umuarama, a entidade está localizada na Avenida Brasil, nº 3.404, Centro, telefone (44) 3622-7028.

Nas quatro cidades, as palestras serão realizadas a partir das 19h30 e os workshops iniciam às 9 horas. Informações sobre os temas que serão destinados a cada município também devem ser obtidos no Sebrae/PR. “Vale frisar que para participar do evento não precisa estar vinculado a algum programa do Sebrae/PR. Basta ter interesse”, esclarece Marcelo Wolff, consultor da entidade.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Mundo Verde inaugura loja vitrine na Oscar Freire

Mundo Verde inaugura loja vitrine na Oscar Freire
Um dos pontos de comércio mais elegantes do país recebe a mais nova unidade da marca de produtos naturais e bem-estar Mundo Verde.
A Mundo Verde, chega a Oscar Freire, uma das ruas mais chiques da capital econômica do país, São Paulo. No dia 18 de junho (sábado), a nova unidade abre as portas para proporcionar qualidade de vida aos consumidores da região, por meio, de produtos orgânicos, naturais e ítens que proporcionam bem-estar.

A franqueada da loja, Carmen Dias Carneiro, 57 anos, geólogoga e designer morou durante seis anos nos Estados Unidos, país conhecido por ser o reduto do fast-food. Quando voltou ao Brasil foi visitar uma amiga em Petrópolis e conheceu a Mundo Verde. “Sou cliente da loja desde 1988 e achei que estava na hora de proporcionar todo o conceito que acredito de vida saudável para as pessoas”.

Com espaço muito claro e ensolarado a nova loja de 200m² terá uma nutricionista full time para auxiliar o consumidor e certamente será uma vitrine, devido sua localização. Considerada uma das ruas mais luxuosas do mundo a Oscar Freire concentra uma população de alto poder aquisitivo. Na região circulam pessoas formadoras de opinião, e com grande propensão a consumir e divulgar a marca na sociedade.

A loja oferecerá aos consumidores uma variedade de produtos sob medida para o público da região com cerca de 5 mil itens, que incluem alimentos naturais, orgânicos, diet, light, além de diversos tipos de chás, suplementos para atletas, fitoterápicos, livros, CDs de relaxamento e presentes artesanais e ecologicamente corretos.

A expectativa de crescimento no estado, que possui 39 lojas, é forte. Só na capital paulistana são 32 lojas em operação, com previsão de inauguração de mais 24, entre capital e interior, só neste ano.

Segundo o diretor de expansão da marca, Marcos Leite, a inauguração da loja em um local tão concorrido e em meio às grifes mais famosas do mundo demonstra a mudança no comportamento do brasileiro no que tange a alimentação. “Queremos levar alimentação saudável e bem-estar para todas as regiões. Pretendemos chegar a 450 lojas no Brasil até 2015”, diz ele.

O diretor de marketing, Donato Ramos, aposta na nova unidade para consolidação da rede no país, já que muitos formadores de opinião são freqüentadores da região. “ A nova loja na Oscar Freire coloca a Mundo Verde entre as principais marcas de varejo do Brasil”, diz ele.

A loja foi construída na preocupação de se ter o menor impacto ao meio ambiente. Materiais ecológicos como madeira de demolição, lâmpadas econômicas, ar condicionado ecológico, que reduz em 40% os gastos com energia. Toda a implementação de arquitetura sustentável se tornou padrão nas lojas Mundo Verde desde início de 2010, a iniciativa foi uma das premiadas do “Prêmio de Design ABF - RDI 2010", na categoria máster. O prêmio foi promovido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) em parceria com a associação americana Retail Design Institute (RDI).

Mundo Verde Oscar Freire
Rua Oscar Freire, 295 – São Paulo
de segunda a sexta de 9 às 20horas. Aos sábados de 10 as 18horas.
Telefone: (11) 3063-5675.

Pizzarias lucram mais com delivery durante o inverno

Pizzarias lucram mais com delivery durante o inverno
Mesmo antes de começar oficialmente o inverno, no dia 21 de junho, o frio já está presente há algumas semanas na rotina do brasileiro.

Durante o período mais gelado do ano, as Pizzarias recebem mais pedidos do que o normal, afinal quem resiste a uma deliciosa Pizza entregue com toda a comodidade em seu lar.

No caso do delivery online Mondo Pizza, por exemplo, em relação a outras estações do ano, as vendas praticamente dobraram.

“Em dias mais quentes, geralmente as pessoas saem para comer fora, já nos dias mais frios elas preferem ficar em casa e pedir algo. Para facilitar, o Mondo Pizza aceita pedidos pela Internet, uma inovação que traz mais conforto ao cliente e mais lucratividade para a Pizzaria”, explica o gestor do projeto, Marcelo Lima.

Entre o final de maio e início de junho, durante os dias mais frios do ano, o Mondo Pizza vendeu quase 500 pizzas por semana pela internet, o que resultou em um faturamento de mais R$ 10.000,00 somando todas as Pizzarias parceiras.

Acesse e peça a sua também: www.mondopizza.com.br

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Novas lojas integram o mix do Mais Shopping Largo 13

Novas lojas integram o mix do Mais Shopping Largo 13
Segunda maior cadeia de fast food de hambúrgueres do mundo, o Burger King é a novidade que passa a integrar o mix de 400 lojas do Mais Shopping Largo 13, formado pela reunião inédita de grandes marcas do setor e pequenos varejistas. Ainda no segmento de alimentação, em breve serão inauguradas as lojas Café Donuts e o restaurante Okawari Temakeria, especializado em culinária japonesa.

Livraria Nobel, Chilli Beans, Vercin Casa de Câmbio, Óculos 775 e Makemania também estão entre as próximas marcas que chegarão ao Mais Shopping, para operar ao lado de âncoras como Magazine Luiza, Lojas Americanas, Marisa Lingerie e Drogaria São Paulo, entre outras.

Sobre o Mais Shopping Largo 13
Inaugurado em outubro de 2010
400 lojas
Praça de Alimentação com 25 operações e 1.200 lugares
8 salas de cinema da rede Cinépolis, sendo 3 salas 3D, total de1.200 lugares
Fluxo mensal: 1 milhão de pessoas
Fácil acesso pela interligação à estação Largo Treze do Metrô, à CPTrans (Terminal de Santo Amaro) e à CPTM.
Circulação diária na região de entorno: 1,3 milhão de pessoas

Lilica & Tigor mostra sua nova coleção em desfile gratuito no Caxias Shopping

Lilica & Tigor mostra sua nova coleção em desfile gratuito no Caxias Shopping
Os clientes do Caxias Shopping poderão conhecer, em primeira mão, a coleção "Tropical Inverno 2011" da grife de moda infantil Lilica & Tigor em um desfile especial no dia 19 de junho. O evento é gratuito e contará com a presença de 100 modelos mirins, clientes da loja que terão um dia de estrela. Serão dois desfiles, um às 15h, e outro às 18h, durante os quais o público vai conhecer os looks para crianças de 1 a 12 anos que a marca acaba de lançar. O desfile contará com a presença dos personagens Lilica e Tigor e da modelo Brunna Meireles, que estrelou a campanha "Tal mãe Tal Filha", da marca no Dia das Mães ao lado da atriz Camila Pitanga. A coleção "Inverno Tropical 2011" tem como tema os cavalos e os ursos. Para as meninas, a coleção de Lilica que é inspirada em equitação, cavalos e montaria, tem o rosa e o preto como cores predominantes que aparecem em calças, casacos, vestidos, saias e blusas. Para os meninos, a inspiração é a viagem que Tigor fez para o Canadá. As estampas fazem referencias às paisagens do país, com muita neve e o urso polar, amigo de aventuras de Tigor. O xadrez está presente em camisas, bermudas e casacos. Destaque para os acessórios com luvas, toucas, óculos escurs, chalés, cachecol e malas de viagem dos personagens. O Desfile da grife Lilica & Tigor é gratuito e acontece dia 19 de junho em dois horários, às 15h e às 18h, na Praça de Eventos do Caxias Shopping - Rodovia Washington Luiz, 2895 - Duque de Caxias - RJ - Telefone: 2430-5110.

Joy marca presença na 37ªFIT

Joy marca presença na 37ªFIT
Marca infantil do Grupo Morena Rosa apresenta coleção Verão 2012


Joy, marca de roupas infantil, do Grupo Morena Rosa, participa, em sua segunda edição, da 37ªFIT em São Paulo entre os dias 19 a 22 de junho. Seu stand estará localizado na Rua C, esquina com e M.

Com o público alvo voltado para crianças entre 0 a 12 anos, a empresa apresentará durante os quatro dias de feira seu mix de produtos para meninos e meninas, com sua linha fashion, acessórios e calçados.

As flores e cata ventos invadem a Coleção Verão da JOY, uma atmosfera bucólica, que evoca imagens da vida no campo, florais doces e românticos, passarinhos, uma verdadeira pausa para respirar, catando sopros, sonhos e sentimentos, catando mil elementos...

As formas e referências são retrô, giram pela década de 50 e 60 em um clima bem comportado, onde o romantismo marca sua presença nos vestidos acinturados, com detalhes em delicados babados, pregas e saias rodadas. As formas também apresentam a linha em A e a cintura baixa. As calças possuem modelagem skinny, boyfriend e carot, que caracteriza-se por quadril amplo, gancho baixo e comprimento até o tornozelo. Para completar bodys confortáveis e graciosas jardineiras e macacões.

As estampas incluem uma composição de florais e cata ventos, poás e xadrezes. A cartela de cores destaca os tons de pêssego, laranja, amarelo, lilás, magenta, rosa claro, areia, acquamarine e branco.

Para os meninos uma coleção com novas propostas em tecidos exclusivos, formas e detalhes. Destaque para as camisas jeans e xadrezes, batas em tecido maquinetado, pólos e uma variedade de jeans e bermudas com modelagem skinny e confort para composição.

A cartela de cores transita pelos tons de azuis índigo e turquesa, tons de goiaba, laranja, amarelo, branco e cáquis. Uma coleção moderna, versátil e muito sofisticada.

Mais informações: www.joy.com.br

Griletto inaugura segunda loja em Curitiba (PR)

Griletto inaugura segunda loja em Curitiba (PR)
A comida caseira e sofisticada vai estar disponível no Shopping Jardim das Américas

O Griletto, rede de franquias especializada em grelhados e parmegianas e uma das que mais cresce no País, inaugura a segunda unidade em Curitiba, agora no Shopping Jardim das Américas. Há menos de um mês a rede abriu uma unidade no Shopping Cidade.

A empresa já conta com uma loja no Estado (Londrina) e vai abrir em junho mais uma unidade na capital, no Shopping Estação, completando quatro pontos no Paraná.

Um dos segredos do Griletto foi juntar o menu predileto do brasileiro - arroz, feijão, carne, salada e batata - e transformá-lo em culinária requintada. Além das opções rápidas (menu Express), o consumidor pode “montar” seu próprio prato escolhendo entre picanha, salmão, strogonoff e outros grelhados e mais três acompanhamentos, isso além de massas, pratos especiais e sobremesas, tudo a preços muito acessíveis.

A nova unidade será comandada pelo quarteto de empresários Cássio Andrade, Rubens Olívio, Bianca Batagello e Bárbara Batagello, também franqueados da unidade do Shopping Cidade. “Queremos fazer com que o público curitibano conheça a qualidade do Griletto e o incorpore ao seu dia a dia”, diz Bianca.

Dando sequência a seu programa de crescimento no País, até o primeiro semestre de 2012 o Griletto pretende inaugurar mais 40 unidades. Hoje, no total, são mais de 60 lojas em funcionamento nos principais shoppings brasileiros.

Magazine Luiza compra lojas do Baú da Felicidade por R$ 83 milhões

Magazine Luiza compra lojas do Baú da Felicidade por R$ 83 milhões
Barulho do dia:
O Magazine Luiza (MGLU3) anunciou nesta segunda-feira acordo para a aquisição das lojas do Baú da Felicidade, do Grupo Sílvio Santos, por R$ 83 milhões, "considerando que as lojas não terão nenhuma dívida ou caixa a serem pagos integralmente na data de fechamento da transação (31 de julho de 2011)", afirma a companhia em comunicado.

O acordo envolve 121 lojas nos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, segundo o documento.

Fonte: UOL

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Patroni Pizza fecha parceria com RestauranteWeb e passa a atender online

Patroni Pizza fecha parceria com RestauranteWeb e passa a atender online
Cerca de 50 lojas da rede de pizzarias e massas passará a disponibilizar as facilidades de realizar o pedido via internet pelo site do RestauranteWeb

Com objetivo de levar mais facilidade ao consumidor na hora de efetuar um pedido, a Patroni Pizza, maior rede de pizzarias do Brasil e uma das mais premiadas no segmento de franquias de alimentação do País, fechou parceira com o RestauranteWeb, portal especializado em delivery online na área gastronômica, e passa a disponibilizar a opção ao cliente de realizar o pedido via internet.

Cerca de 50 lojas da marca, que já contam com o serviço de delivery, passarão a também receber os pedidos online. Os restaurantes estão espalhados pelos estados em que o RestauranteWeb disponibiliza os serviços (Rio de Janeiro, São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Maranhão).

Com a nova opção de delivery online, o consumidor terá à disposição o cardápio completo da Patroni Pizza, onde pode elaborar o pedido, sabendo quanto vai pagar exatamente, evitando telefones ocupados, e o pedido é enviado direto à loja de atendimento mais próxima do local solicitado. Outra vantagem é que o cliente tem a opção de programar o pedido.

De acordo com Rubens Augusto Júnior, Presidente da Patroni Pizza, essa parceria com o RestauranteWeb é muito importante para desenvolver cada vez mais a marca. “Ampliamos nossos serviços e passamos a oferecer mais comodidade e praticidade aos nossos clientes, principalmente aqueles que residem nas grandes metrópoles que buscam excelência em refeições e vivem o ritmo agitado de trabalho. Além disso, a parceria com o RestauranteWeb foi precursora do nosso sistema de Call Center, tudo com um grande diferencial, personalizado e de fácil navegabilidade, melhorando a eficácia e triagem logística, onde após a recepção e atendimento, o pedido é enviado automaticamente à loja de atendimento mais próximo”, afirma.

Além de realizar o pedido de forma cômoda, rápida e eficiente, os consumidores também passarão automaticamente a fazer parte do Programa de Fidelidade do RestauranteWeb, onde a cada compra efetuada, o internauta acumula pontos para trocas por brindes, incluindo um vídeo game Nintendo Wii.

Verdades absolutas no varejo

Verdades absolutas no varejo
Ola a todos.
Em algumas discussões com amigos do mercado, sempre colocamos em xeque as questões envolvendo a ciência do varejo. Em minha opinião, o varejo é um dos mais afetados canais frente às transformações de comportamento da sociedade.

Durante décadas ou podemos dizer até mesmo séculos convivemos com um varejo que pouco evoluiu. Algo como praticamente um posto principal de trocas entre os produtores e os consumidores dentro da cadeia de distribuição, assim sendo em termos atuais, podemos dizer que até pouco tempo atrás, o canal varejo, pouco havia criado ou inovado em sua maneira de conversar com o público consumidor.

Não há como negar, conforme já falamos em outros posts, sobre a velocidade de transformação na qual a sociedade vem sofrendo, principalmente em decorrência do incrível volume de informações as quais compartilhamos dia-a-dia. O volume de informações, somado a capacidade de compartilhar conhecimentos faz com que sociedade e seus meios de agir e consumir novos produtos se altere de maneira constante e dinâmica.

Dentro desse cenário, ainda fico perplexo quando encontro livros (me referindo a lançamentos) ou mesmo palestrantes que trazem idéias totalmente retrógadas a respeito do varejo, com um olhar raso e principalmente congelado sobre o nosso mercado, como se o mesmo ainda agisse da mesma forma que há 10, 15 anos.

Pessoas que defendem as mesmas teorias ou apresentam os mesmos conhecimentos sem buscar novas referencias ou novas pesquisas. Acredito que assim como o varejo, o marketing também é uma das ciências que vem se transformando constantemente. Poucas são as teorias de marketing que sobreviveram ao tempo sem precisar serem revistas, por mais recente que sejam.

A cada novo dia, surgem novas teorias, novos gurus, o que a meu ver, são verdadeiros caça-níqueis.

Acredito que a simples idéia de se buscar fama sobre uma teoria fixa já me parece retrógada.
Em minha opinião, se existe alguma questão que dificilmente pode ser absoluta, está nas teorias criadas para o varejo. Eu mesmo em cursos e palestras que realizo, costumo a dizer que tudo o que se aprende sobre varejo pode daqui a 2, 3 anos estar completamente defasado.

Não que nenhum conhecimento sirva, ao contrário, o conhecimento e as práticas do futuro serão exatamente uma evolução daquilo que se faz hoje, por isso, acredito que devemos estar constantemente conectados e informados, buscando anteceder passos e processos, se mantendo jovial e forte em frente à concorrência.

Leia, compartilhe, troque experiências, experimente. Essas são as maneiras mais seguras de estar certo daquilo que se faz.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
@falandodevarejo

Programa capacita mais 40 empresas do varejo no Paraná

Programa capacita mais 40 empresas do varejo no Paraná
VarejoMAIS, resultado de uma parceria entre Sebrae/PR e Sistema Fecomércio/PR, vai atender 40 empresas em dois municípios da região
O Sebrae/PR e o Sistema Fecomércio/PR iniciaram, em junho, um atendimento a mais de 40 empresas do comércio varejista de Honório Serpa e Flor da Serra do Sul, municípios do sudoeste do Paraná. Com o Programa VarejoMAIS - Mais Vendas, Mais Competitividade, as empresas vão receber informações, desenvolver novas estratégias e ampliar seus resultados com vistas à melhoria competitiva. Nas duas cidades, as prefeituras municipais e as associações comerciais são parceiras locais do Programa.

Durante o VarejoMAIS, os lojistas aprendem como melhorar e ampliar a gestão da carteira de clientes, definir novos produtos, serviços e processos, aprimorar a administração da loja, desenvolver a equipe de trabalho, fidelizar clientes, aumentar o volume de vendas e a qualidade dos serviços ofertados a consumidores cada vez mais exigentes. Temas como vendas, promoções, visual de loja, marketing, recursos humanos, finanças, atendimento, inadimplência, entre outros, também são trabalhados com os empresários.

O consultor do Sebrae/PR, Sabino Oltramari, destaca que o Programa atende micro e pequenas empresas do varejo que buscam no aprimoramento contínuo o seu diferencial de mercado. “O VarejoMAIS tem feito a diferença nas empresas em todas as cidades onde já aconteceu ou está acontecendo. É um programa que tem uma evolução metodológica, ou seja, inicia com o Varejo em Ação e o município que o desenvolve se habilita para a sequência do programa com o VarejoMAIS Tradicional e o VarejoMAIS Fase Dois”, destaca Sabino.

De acordo com o consultor, o diferencial do Programa está na atuação com ações práticas dentro de módulos que direcionam para uma boa gestão da empresa. Num segundo momento, os módulos tratam sobre como tornar o ambiente atrativo para receber os clientes e, finalmente, o Programa trabalha a retenção dos clientes na empresa, ou seja, a venda propriamente dita. “Dessa forma, o empresário é capacitado para uma melhor gestão, para criar um ambiente atrativo e, ainda, a equipe é preparada para um bom atendimento. Isso tudo ajuda atender a competitividade que o setor exige”, completa o consultor.

No VarejoMAIS, cada uma das mais de 40 empresas participantes vai receber 96 horas de capacitação, entre treinamentos, consultorias e palestras. Segundo o secretário de Indústria e Comércio de Flor da Serra do Sul, José Joceli da Silva, a parceria com o Sebrae/PR e Fecomércio/PR será importante para os lojistas. “Nosso comércio tem na maioria micro e pequenas empresas. Elas, melhor preparadas, produzem melhores resultados e isso reflete na economia do município”, analisa o secretário.
Em Honório Serpa, a empresária Roseli Gaio participa com o propósito de melhorar seu empreendimento, principalmente na parte de gestão e serviços. Roseli acredita que o Programa vai ajudar os empresários individualmente e, também, no contexto local, uma vez haverá a troca de informações durante sua realização. “A gente tem a referência de outros programas do Sebrae e, o VarejoMAIS vem específico para a realidade do lojista, o que aumenta suas chances de sucesso.”

Esforço conjunto

O presidente do Sindicomércio e representante da Fecomércio/PR, Nilo Garbim, destaca, além da evolução empresarial, o apoio das instituições parceiras, que foi fundamental para a realização do Programa em Honório Serpa e Flor da Serra do Sul. “Temos um exemplo do que é possível fazer quando empresários, poder público e entidades de classe rumam juntos para o desenvolvimento de sua cidade. É um registro importante, assim como será o resultado do VarejoMAIS para os lojistas que estão participando”, projeta Garbim.


Fonte: Aqui Sudoeste

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Loja Modelo é atração para varejista na ABF Franchising Expo

Loja Modelo é atração para varejista na ABF Franchising Expo
Desenvolvido pelo Sebrae-SP, espaço é utilizado para mostrar erros mais comuns cometidos por empresários e soluções para tornar comércio varejista mais atraente
Lojistas e empresários do comércio varejista terão uma atração especial na ABF Franchising Expo 2011. Durante o evento, que acontece entre os dias 8 e 11 de junho, na capital, o Sebrae-SP apresentará a Loja Modelo. Nela, visitantes poderão analisar e comentar erros comuns no visual de uma loja, além de receber dicas de como melhorar o layout, sem custos.

A Loja Modelo é um espaço destinado a empresários do varejo. Nela, recebem orientação sobre gestão, marketing, finanças e demais temas que impactam diretamente nos resultados de um pequeno comércio. A iniciativa tem como objetivo orientar o empresário, de forma lúdica e experimental, sobre como aperfeiçoar o ambiente de uma loja, partindo de soluções simples até as mais sofisticadas, melhorando as vendas de modo geral.

Durante a ABF Franchising Expo 2011, a Loja Modelo contará com visitas orientadas para fornecer explicação técnica sobre os itens mais importantes dentro de uma loja. Nesta versão, a loja é voltada à moda feminina. Nela podem ser encontrados itens típicos de uma loja e que atendem ao Ciclo Visual Merchandising, como vitrine, layout, iluminação e exposição de produtos, além de tecnologias de segurança e automação acessíveis ao pequeno varejista.

Programa Comércio Varejista

A Loja Modelo faz parte do Programa Comércio Varejista. A primeira versão da loja foi apresentada ao público no ano passado, durante a Feira do Empreendedor. Mais de 900 visitantes participaram das visitas guiadas durante o evento.

Lançado pelo Sebrae-SP, como versão piloto, em 2006, o Programa Comércio Varejista foi reformulado e passou a ser oferecido em todo o Estado desde março. Voltado para todo o segmento do comércio varejista, atende em especial lojas de confecções para público jovem e adulto, masculino e feminino.

O primeiro ciclo de atividades do Programa prevê palestras, visitas de consultores aos estabelecimentos, diagnósticos empresariais e consultorias individuais e coletivas. “Avaliamos fachada, vitrines, iluminação, acesso à loja, disposição dos produtos, facilidade de locomoção. São 20 itens fundamentais para que o cliente sinta-se bem naquele ambiente, faça suas compras e decida voltar”, explica o consultor do Sebrae-SP, José Carmo Oliveira. A partir deste relatório individual, são sugeridas melhorias e acompanhados os resultados.

Na etapa seguinte, o foco das atividades fica sobre a gestão. “Nós montamos, com o empresário, um cronograma de visitas para resolver questões sobre Tecnologia da Informação, finanças, estrutura de atendimento e de relacionamento com clientes. Ao todo, são quatro visitas à loja, com atendimento individual”, completa Oliveira. O ciclo completo do Programa leva de três a quatro meses.

Varejistas interessados no Programa poderão receber mais informações também durante a ABF Franchising Expo. As visitas orientadas à Loja Modelo são gratuitas, oferecidas a todos os visitantes da feira. A ABF Franchising Expo é uma realizada anualmente pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Neste ano, o evento acontece entre os dias 8 e 11, no Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte.

Serviço
Visitas orientadas à Loja Modelo durante a ABF Franchising Expo 2011
Data: de 8 a 11 de junho
Local: Expo Center Norte (rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme. São Paulo – SP)
Horário: das 13h às 21h (de 8 a 10/06) e das 12h às 18h (no dia 11/06)
Atividade gratuita, mediante inscrição prévia, no local.
Mais informações: 0800 570 0800


Fonte: inteligemcia

Dia dos Namorados

Dia dos Namorados
A queda da temperatura trazida pela - chegada do inverno tem sido bem recebida pelas empresas do comércio varejista nacional: elas esperam um bom desempenho de vendas por conta do Dia dos Namorados, o próximo dia 12 de junho. Os mais animados são os empresários e executivos que atuam no ramo do vestuário, que esperam limpar os estoques de olho no bolso dos consumidores interessados em aquecer, neste inverno, seus parceiros.Além da venda de roupas, a perspectiva é boa para as empresas de alimentação e entretenimento, que aguardam um aumento do tíquete médio neste período, se comparado ao da mesma época do ano passado.O otimismo se deve ao aumento do número de assalariados, à classe emergente interessada em ir às compras, por estar mais capitalizada este ano, segundo os institutos de pesquisa especializados no comércio varejista. Há, sim, tendência de cautela no crescimento do comércio varejista, pois o setor tem apresentado fortes ganhos inclusive frente ao Produto Interno Bruto (PIB), mas a expectativa ainda é de vendas melhores neste ano em relação ao ano passado.

Como no Dia das Mães, a perspectiva de filas nos restaurantes e bares por conta do Dia dos Namorados é grande. Há, ainda, outro reforço no calendário: o feriado de 23 de junho. Tudo indica que teremos quatro dias com possíveis viagens a serem realizadas pelos consumidores - o que faz a alegria dos lojistas de unidades sazonais, como as redes que atuam em cidades da moda na época do frio, a exemplo de Campos do Jordão. Além dessas lojas que atendem ao público que se prepara para o período de férias de julho, as marcas instaladas nesses centros de compras estão otimistas. Com o frio, as pessoas tendem a buscar lugares com mix de serviços, como centros de compras que ofereçam cinemas e teatros e tenham lojas próximas, também, às praças de alimentação. Afinal, o preço da comodidade, nos dias corridos de hoje, nem parece assim tão caro. Outras regiões também têm filas, como as ruas do centro da capital paulista, por onde passam centenas de pessoas em busca de produtos para comercializar em sua cidade de origem. Brás, Luz e Bom Retiro estão abarrotados de compradores ávidos pelas novidades da moda de outono-inverno.


Fonte: DCI

terça-feira, 7 de junho de 2011

Magazine Luiza lança programa para 'repatriar' funcionário nordestino

Magazine Luiza lança programa para 'repatriar' funcionário nordestino
A rede varejista Magazine Luiza, presente em estados como São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e boa parte do Nordeste e Centro-Oeste, irá criar ainda o programa "De volta para a sua terra", cujo objetivo é transferir funcionários nordestinos que trabalham em São Paulo para as filias do Nordeste. A ideia partiu da própria presidente, Luiza Helena Trajano.

- Eles querem ver painho e mainha. Já temos mais de mil funcionários que querem voltar - disse Luiza, que participou nesta segunda-feira de um evento sobre empreendedorismo feminino promovido pela Dell, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio.

Luiza ainda pensa em criar uma ação que irá designar "padrinhos" para ajudar pequenas empresas espalhadas pelo país. O objetivo é que funcionários da rede varejista prestem uma espécie de consultoria, com noções de fluxo de caixa e finanças.

- Mas são só ideias. O movimento de fusão e aquisição no setor não atrapalha as pequenas e médias empresas no Brasil. Os fornecedores, por outro lado, não querem ficar na mão de poucos varejistas. Por isso, estão focados na pulverização. É claro que volume faz diferença. Por isso, é preciso ser moderno e ter velocidade - opinou Luiza.

Helena lembrou ainda que a inflação já está sob controle a partir deste mês. Ela ressaltou que, depois de um abril com vendas fracas, é preciso um trabalho em conjunto com outras empresas para permitir que os preços não subam.

- Tem que ter um pacto. Eu estou lutando para não subir os preços. É preciso algo de 360 graus, para que todo mundo faça algo, como baixar o imposto sobre algumas matérias-primas. Acabamos de voltar de um road show da Europa, e depois fui para os Estados Unidos, e percebi que eles (os investidores, por exemplo) têm medo de a inflação voltar - comentou.


Fonte: O Globo.com


Nota do Caio: Ação polemica, com certeza.
Pode gerar tanto uma boa repercussão, uma vez que a rede pretende conquistar o coração do Nordeste, assim como uma série de idéias negativas a respeito. É necessário agir com clareza de intenções. Mas de todo modo, parabens pela iniciativa e criatividade na solução.

Shopfato - Grupo Muffato investe em comércio eletrônico

Shopfato - Grupo Muffato investe em comércio eletrônico
A cada dia cresce a procura pelas compras on-line através das ferramentas de comércio eletrônico. Antenados a estes números o Grupo Muffato entrou na rede com o site http://www.shopfato.com/. Há dois meses no mercado o site já possuí mais de 15 mil produtos cadastrados e está preparado para atender uma alta demanda de pedidos por dia.

Com 36 anos de atuação no mercado varejista, o Grupo aliou a experiência bem sucedida para se instalar no comercio eletrônico. “Nosso foco sempre foi atender à necessidade dos consumidores, por isso investimos neste novo seguimento, que visa atender um público diversificado que procura comodidade e segurança para realizar suas compras”, declarou o diretor Everton Muffato.

O Shopfato oferece uma variedade de produtos – nos setores de eletrônicos, eletrodomésticos, informática, telefonia, livros, camping, esporte e lazer, DVDs, Blu-Ray e games, casa e bazar, vinhos, bebidas e gourmet, cine e foto, mundo bebê e eletroportáteis – com todas as informações necessárias para que o consumidor possa realizar suas compras sem precisar sair de casa, garantindo toda segurança quanto a entrega.

Outra vantagem do comércio eletrônico é a disponibilidade de compra 24h. No Shopfato o consumidor também encontra um canal de atendimento on-line e telefônico (0800-7217467) para tirar suas dúvidas. “Estes canais foram criados justamente para que o consumidor não tenha dificuldade em realizar suas compras e para auxiliar aqueles que não tem o hábito de comprar via internet”, comentou o gerente de marketing do Shopfato, Marcelo Pitta.

Pitta ressaltou que a nova loja virtual do Grupo Muffato possuí uma estrutura tecnológica extremamente avançada, que garante a segurança das compras e agilidade na entrega.

O Grupo Muffato reflete a força da oitava maior rede varejista do Brasil, e entrou no mundo virtual, visando conquistar um grande público e posicionar-se entre as cinco maiores players de e-commerce do mercado nacional em pouco tempo. “Desde que iniciamos o projeto vimos a possibilidade de crescimento neste setor, investimos em um grande mix de produtos e a cada dia buscamos novas ferramentas que possam atender cada vez melhor os consumidores”, informou Pitta.

As compras no Shopfato.com podem ser parceladas em até 12X, sendo a parcela mínima de R$ 20. Além desses benefícios, os internautas encontram nas redes sociais sorteios e promoções exclusivas.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Comércio eletrônico: homens compram mais pela internet

Eles desbancam as mulheres e lideram ranking do consumo via web

O mito da mulher gastadeira acaba de ir por água abaixo. Pelo menos quando o ambiente de compras é a internet, são os homens que lideram esse ranking, segundo dados apontados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) no estudo Vendas on line no Brasil: Uma Análise do Perfil dos Usuários e da Oferta pelo Setor de Comércio, divulgado ontem. O estudo indica que 22% dos internautas do sexo masculino compraram pela internet em 2009, contra 17% das internautas do sexo feminino.

Na opinião do coordenador do curso de Comunicação e Marketing da Unifacs, professor Mateus Freire, o comportamento do consumidor na hora da compra foi o que determinou a liderança masculina no ranking de consumo pela internet.

“Para a mulher, fazer compras é uma espécie de ritual. Ela gosta de todo o processo de ir ao shopping, olhar as vitrines, manusear e experimentar o produto. E ainda aproveita para tomar um café, conversar com uma amiga. Comprar pela internet cumprindo todo esse ritual não é possível, pelo menos por enquanto”, explica.

Freire aponta que, no quesito compras, o homem é mais objetivo. “Para o homem basta ter a especificação técnica do produto e uma comparação de preços entre os sites. Ele não precisa ficar batendo perna até achar o produto que quer, nem precisa pegar fila em loja. Prefere a praticidade de comprar em casa, pagar com seu cartão, com muita comodidade e isso faz com que ele busque cada vez mais a compra pela internet ”.
Mateus Freire observa que também existe uma grande diferença entre os itens mais comprados por homens e por mulheres. “Por uma questão de convenção social, existe o estereótipo de que o homem entende mais de equipamentos eletrônicos do que a mulher. Por isso, muitas delas deixam a tarefa de comprar eletrônicos, eletrodomésticos e produtos de informática para os parceiros”.

Renda

Segundo o estudo do Ipea, em 2009 existiam 73 milhões de internautas no Brasil e 19% deles usaram a rede para adquirir produtos ou contratar serviços. O estudo define que o perfil predominante dos consumidores internautas é de pessoas com maior grau de escolaridade, com renda acima da média nacional e na faixa etária entre 25 e 59 anos.

Em relação à renda dos internautas, o estudo evidenciou que indivíduos com acesso à internet mais frequente em casa ou no trabalho possuem maior probabilidade de consumo on line em relação aos que acessam a internet de lan-houses ou telecentros.

A sondagem do Ipea mostra também que, entre 2003 e 2008, o total de empresas que abriram canais de venda pela web passou de 1.305 para 4.818, o que corresponde a apenas 0,4% do total das companhias varejistas.

A receita passou de R$ 2,4 bilhões para R$ 5,9 bilhões, aumento de 145%, mas ainda assim representa menos de 1% do total da receita do varejo brasileiro. “Esse processo de mudança está concentrado nas capitais e nas grandes cidades”, disse Luis Claudio Kubota, pesquisador do Ipea.

O comércio não especializado - hipermercados, supermercados, lojas de departamentos e mercearias, entre outros - responde por 24,7% do total das vendas on line e o de outros produtos em lojas especializadas, 73%.
O restante se enquadra no comércio de produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,2%) e de tecidos, artigos de armarinho, vestuário e calçados (2,1%).

Eletrodomésticos lideram vendas

Segundo estudo da empresa de comércio eletrônico e-bit, em 2010 foram faturados R$ 14,8 bilhões em vendas no comércio eletrônico brasileiro, um acréscimo de 40% ante os R$ 10,6 bilhões registrados em 2009. “Em 2010, foram registrados mais de 23 milhões de e-consumidores que fizeram, ao menos, uma compra on line até hoje, com 40 milhões de pedidos em todo o país”, diz a e-bit.

Desse total, aproximadamente 30% , o equivalente a R$ 4,5 bilhões, foi comercializado em períodos como Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal.

O valor médio das compras foi de R$ 373, e as categorias mais vendidas foram eletrodomésticos (14%), livros, assinaturas de revistas e jornais (12%), saúde, beleza e medicamentos (12%), informática (11%) e eletrônicos (7%).

Em relação às compras femininas, a e-bit apurou que o tíquete médio delas aumentou de R$ 240, em 2005, para R$ 314, em 2010, mas continua menor do que o tíquete médio dos homens, de R$ 425. No mesmo período, segundo a pesquisa, as mulheres internautas com mais de 50 anos passaram de 14% para 21%.

Fonte: Correio da Bahia

Varejo brasileiro já atrai mais que o chinês

Varejo brasileiro já atrai mais que o chinês
A China caiu do topo para o sexto lugar no ranking deste ano e a Índia saiu da terceira para a quarta posição. Brasil está em primeiro lugar.

O Brasil desbancou a China e assumiu pela primeira vez a liderança do ranking dos países em desenvolvimento com maior potencial de atrair investimentos estrangeiros para o varejo, aponta a pesquisa da consultoria americana A.T.Kearney. "O aumento da renda do brasileiro e a formação de uma grande classe média foram fatores decisivos para que o País atingisse essa posição", afirma Markus Stricker, sócio da consultoria.

Desde 2001, a A. T. Kearney avalia as condições de um grupo de 30 países em desenvolvimento para atrair investimentos de redes varejistas estrangeiras que já atuam em mercados maduros. Nesses mercados, as perspectivas de crescimento são menos favoráveis por causa da saturação do consumo, agravado nos últimos tempos pela estagnação econômica decorrente da crise financeira internacional.

O ranking mostra que entre os dez países mais atraentes neste ano, além do Brasil, três são da América do Sul: Uruguai e Chile, na segunda e terceira posições, respectivamente, e Peru, em oitavo lugar. Stricker destaca que o passaporte desses mercados para ascender na lista foi o fato de as suas economias terem passado muito bem pela crise e registrado no ano passado crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) na casa de 6%.

O consultor explica que são avaliadas 25 variáveis de cada país, reunidas em quatro grupos: atratividade do mercado, risco econômico e político, saturação do mercado e em quanto tempo novos players estarão presentes na região. Esse indicador é uma espécie de "farol" que orienta os executivos de grandes redes varejistas internacionais no momento em que eles avaliam onde serão feitos os investimentos.

A China, que encabeçava o ranking desde 2001, e a Índia, que ocupava as primeiras posições, perderam atratividade. A China caiu para o sexto lugar no ranking deste ano e a Índia saiu da terceira para a quarta posição. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Exame

sexta-feira, 3 de junho de 2011

General Shopping lança novo outlet na terceira região mais rica do País

Empreendimento seguirá os moldes do Outlet Premium São Paulo inaugurado há dois anos e é sucesso de público e vendas


A General Shopping Brasil, uma das líderes do ranking nacional de Shoppings Centers do Brasil e pioneira na implantação do primeiro outlet de grandes marcas do Brasil - o Outlet Premium São Paulo, anunciou ontem o seu segundo empreendimento do gênero: o Outlet Premium Brasília. O novo outlet, que deve gerar 2 mil empregos diretos e indiretos, será construído numa área localizada na BR 060, em Alexania, município satélite da capital federal - a 50 minutos do plano piloto, a 1 hora de Goiânia e a 50 minutos de Anápolis. A inauguração será em março de 2012.

A condição sócio-econômica da região e o sucesso do empreendimento localizado em Itupeva, no interior paulista, são os grandes atrativos para o novo investimento da General Shopping. Brasília, além de ser o centro das discussões políticas, é a terceira cidade mais rica do País. Goiás e o Distrito Federal juntos respondem por 5,2 milhões de consumidores, o que representa 62% da população da região Centro-Oeste.

"Vamos levar aos moradores do Centro-Oeste e demais regiões próximas o conceito dos outlets internacionais, que é reunir em um só lugar algumas das grifes mais renomadas com descontos de até 80%. Os consumidores dessa região aspiram por produtos de marcas famosas com preços mais acessíveis", afirma Alexandre Dias, diretor de Marketing e de Varejo da General Shopping Brasil.

O novo centro de compras terá 16,5 mil m² de ABL e seguirá os mesmos moldes do Outlet Premium São Paulo, primeiro empreendimento do gênero em toda América do Sul inaugurado pela General Shopping em junho de 2009. Ao todo, serão 80 lojas das principais marcas de vestuário, calçados, enxoval, entre outros, que venderão itens de coleções passadas em perfeito estado. O mix de lojas será composto por marcas internacionais e nacionais consagradas e ainda por 30% de marcas regionais. "Mais da metade dos lojistas do Outlet Premium de São Paulo devem abrir lojas na unidade de Brasília, o que mais uma vez comprova o sucesso do modelo implantado pela General Shopping no País", observa Dias.

Assim como acontece com o empreendimento de São Paulo, a localização do Outlet Premium Brasília, fora dos grandes centros, mas com fácil acesso, permitirá aos lojistas uma redução de até 70% no seu custo. Este é um dos fatores que contribuem para o preço final vantajoso para o consumidor.

O projeto tem inspiração na arquitetura do Planalto Central. A construção será em forma de Y e concentrará ao centro praça de alimentação e restaurantes. As lojas estarão distribuídas em corredores abertos e de fácil circulação. No seu entorno ficará o estacionamento para 2 mil veículos.
Outlet Premium São Paulo

Em operação a quase dois anos, o Outlet Premium São Paulo caiu no gosto dos consumidores. As vendas registraram um crescimento de 40% no último trimestre de 2010 em comparação ao mesmo período de 2009.

O sucesso do empreendimento ainda pode ser medido pela procura de lojistas que buscam espaço para locar e montar uma loja. Hoje, são 90 lojas em funcionamento e mais de 15 marcas na fila de espera. A Le Lis Blanc, por exemplo, abriu às vésperas do Natal uma loja de 320 m² e registrou filas de clientes na porta.

O empreendimento é um case de sucesso. Um prova disso é que a ICSC (International Council of Shoppings Centers), - entidade máxima que representa o setor e tem sede em Nova Iorque, convidou representantes da General Shopping para falar sobre a experiência brasileira durante evento internacional em abril, na Cidade do México.

"O Outtet Premium São Paulo se consolida como primeiro e único outlet de grifes do Brasil concebido nos moldes internacionais. Hoje, os lojistas já sabem o que os consumidores procuram. Os consumidores, por sua vez, já estão cientes que não encontrarão lançamentos, mas sim oportunidades e preços vantajosos", assinala Alexandre Dias.

A média anual de público já atinge a marca dos 5 milhões. Além de consumidores da capital Paulista e Grande São Paulo, o outlet se tornou uma opção de boas compras para os moradores de Campinas, Jundiaí e região, que juntos somam mais de 2,8 milhões de habitantes, além de consumidores do resto do País, a exemplo do que já ocorre nos modelos existentes fora do Brasil. "O Outlet Premium São Paulo é uma ótima opção de turismo de compras para quem visita São Paulo. Além disso, está ao lado de dois dos maiores parques temáticos do País: Wet´n Wild e Hopi Hari.", destaca Dias.

No mundo

Desde o lançamento do 1º oultet center inaugurado no mundo, em Reading, na Pensilvânia, em 1970, o mercado tem crescido de forma bastante acentuada. Atualmente, nos Estados Unidos existem mais de 300 operações (312) e em todo o mundo (América do Norte, Europa e Ásia) este número ultrapassa 400 shoppings, com mais de 20 mil lojas.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Mattel promove "Barbie e o Segredo das Fadas"

Promoção e materiais de pontos de venda foram criados pela Agita Brasil para apresentar DVD e a nova linha de bonecas

As vitrines das principais lojas de brinquedos do país apresentam a nova coleção "Barbie e o Segredo das Fadas", da Mattel. Cartazes, cubos, totens, adesivos e outros materiais de comunicação visual foram desenvolvidos pela Agita Brasil para encantar os clientes da marca e incrementar as vendas em todo o país.

"A campanha busca chamar a atenção das meninas através de materiais de impacto com cor e brilho, aludindo a um mundo de fadas e também ao sonho de ter seu desejo realizado", afirma Ricardo Brener, sócio-diretor da Agita.

A agência é responsável ainda pela estratégia do lançamento do DVD que traz o mesmo nome da coleção e pela mecânica e ativação da promoção nacional "Barbie Realiza os seus Desejos" que dará à ganhadora o direito de escolher um prêmio entre três opções: quarto decorado com móveis da coleção Barbie, viagem à Disney com um acompanhante, ou um dia de compras de vestuário e acessórios. O período de participação vai até 02/06 e o sorteio será realizado no próximo dia 10 de junho.


Internautas compram mais comida pela internet

Internautas compram mais comida pela internet
O número de internautas no Brasil cresce a cada ano e as facilidades trazidas pela internet estão reforçando um novo comportamento nos consumidores: a compra de comida pela internet. A carga horária pesada de trabalho e a falta de tempo são fatores decisivos que têm contribuído para tornar esse tipo de hábito cada vez mais comum.
Em comparação ao ano anterior, o número de internautas brasileiros cresceu quase 14%. Somente entre março e abril, esse aumento foi de mais de 4%.

No caso do delivery online de pizzas Mondo Pizza, o número de clientes cadastrados triplicou em relação à março do ano anterior. Atualmente, são cerca de doze mil clientes cadastrados. Cada cliente já fez em média 1,5 pedidos com pelo menos duas pizzas cada.

“Já era mais do que previsto o crescimento de usuários da internet e com isso novas formas de atendimento devem ser criadas e pensadas para atender o cliente que passa a maior parte do dia conectado à internet. Foi o que fizemos, o Mondo Pizza veio para facilitar a vida dos internautas, com apenas um clique o cliente pede uma deliciosa Pizza”, informa o diretor da empresa, Marcelo J. L. de Lima.

Dia dos Namorados: Consumidores pretendem gastar de R$ 51 a R$ 100 com o presente

Dia dos Namorados: Consumidores pretendem gastar de R$ 51 a R$ 100 com o presente
Dinheiro é a forma de pagamento preferida. Roupa foi o produto escolhido para presentear. Mais de 70,0% dos entrevistados ainda não compraram os presentes

De acordo com pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) no período de 23 a 31 de maio com 400 consumidores da capital mineira, o valor médio do presente do dia dos namorados não deve ultrapassar os R$ 100. Dos entrevistados, 39,66% estão dispostos a gastar de R$ 51 a R$ 100 com o presente e 27,49% não passarão dos R$ 50 na hora da compra. Na faixa de R$ 101 a R$ 250 estão 21,17% dos consumidores, seguido de 7,06% dos entrevistados que garantiram gastar entre R$ 251 e R$ 500. Os namorados que irão gastar acima de R$ 500,01 totalizam 4,62% dos consumidores.

Os lojistas podem se preparar: o consumidor vai deixar as compras para a última hora. Segundo 71,71% dos entrevistados as compras serão feitas este mês. “A indecisão na hora das compras e talvez a esperança de uma dica melhor por parte do namorado ou namorada, aliado à tendência de deixar tudo para a última hora movimentará as lojas no mês de junho”, explica o economista da CDL/BH, Fernando Sasso.

Local das compras – Os shopping centers são os locais escolhidos para a realização das compras com 40,53% das respostas, seguido da região central/hipercentro (24,03%), centros comerciais (14,81%), internet (5,58%) e shoppings populares (3,16%). E 11,89% dos consumidores afirmaram não ter preferência quanto ao local da compra.

Os presentes serão pagos em dinheiro segundo 40,91% dos entrevistados. A forma de pagamento parcelada no cartão de crédito vem em segunda opção com 28,03%, seguido de: cartão de débito (14,65%), à vista no cartão de crédito (9,34%), a prazo no cheque (2,27%), a vista no cheque (2,02%), parcelado no cartão da loja (1,26%), cartão da própria loja (1,26%) e carnê/crediário (0,25%).

Presente ideal – Roupa foi o item mais escolhido, com 43,34% dos votos, o que confirma a tendência de presentear com artigos úteis. Calçados e acessórios também tiveram bons votos, respondendo por 17,49% da preferência, seguido de perfumes/cosméticos (12,01%), jóias/bijuteria (7,57%), eletro/eletrônicos (5,22%), CD´s/DVD´s (3,39%), livraria e papelaria (2,61%), telefone celular (2,35%), bombons (2,09%), flores (1,83%), outros que incluem notebook, viagem e ainda não decidiu (1,04%), cama, mesa e banho (0,52%) e móveis (0,52%).

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Shoppings são alvos de franquias que procuram o Nordeste

Shoppings são alvos de franquias que procuram o Nordeste
Com alto potencial de consumo, região investe na instalação de shoppings e atrai investidores

Redes de franquias, nascida no interior do Estado de São Paulo, estão em busca de empreendedores para assumir as suas unidades franqueadas no Norte e Nordeste, considerados hoje os principais mercados emergentes do país. As regiões são consideradas estratégicas, principalmente, pela instalação de shoppings ideais para atividades de franquias. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), esses mercados correspondem a 18% do total de distribuição de unidades franqueadas do Brasil.

O mercado de Shopping Centers é responsável por 18,3% do varejo nacional e por 2% do PIB. Esses números comprovam a importância do setor, que entre 2006 e 2008 cresceu 28%.

Segundo dados da Abrasce - Associação Brasileira de Shopping Centers - em abril de 2011 o Brasil possuía 412 shoppings, sendo 17% deles nas regiões norte e nordeste, totalizando 70 malls. Até o final de 2011, os Estados dessas regiões totalizarão 75 shoppings. A previsão é que em 2012 inaugurem mais 7 centros de compras.

A proposta dos shoppings, em oferecer segurança e a facilidade de encontrar tudo no mesmo lugar, aliada a ideia de modernidade e progresso, são os maiores atrativos para os franqueadores elegerem esses empreendimentos como lugar privilegiado para instalação de novas unidades.

Empresas como Premiatto, Strato Bijuterias, Lessô, Eco Office e Casa & Coisa já possuem planos de expansão específicos para essas regiões e seus shoppings. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), a expectativa é que as regiões Norte e Nordeste cresçam 10,6% no setor em 2011 e 11,6% em 2012.

O crescimento desse mercado nessa região é um incentivo para os empresários que desejam abrir novos negócios, pois são locais ainda pouco explorados pelas redes de varejo, mas que possuem forte potencial de consumo, devido ao aumento da população de classe média e ao grande incentivo que o Banco do Nordeste vem concedendo às pessoas que desejam abrir o próprio negócio e precisam de investimentos.

O Rio Grande do Norte é para os franqueadores uma região estratégica. Há um grande mercado emergente tanto na capital, Natal, quanto em cidades do interior como Mossoró. Outras localidades como Paraopebas e Marabá, no Pará; Imperatriz, no Maranhão; Sobral e Juazeiro, no Ceará; Luis Eduardo Magalhães, na Bahia e Arapiraca, em Alagoas; também estão entre as procuradas.

Segundo Marcos Nascimento, diretor da Cia de Franchising - empresa responsável pela comercialização e expansão de redes de franquias – os principais fatores que levam as franquias a buscar esses novos mercados são: elevação da renda média da população, grandes investimentos na construção civil, crescimento do agronegócio, pleno emprego, demanda reprimida, ambiente de shopping climatizado oferecendo alternativas de lazer e entretenimento, entre outros. “Essas regiões estão ganhando investimentos em infraestrutura e vivenciando os maiores ritmos de crescimento no país, o que gera oportunidades para o turismo e lazer”, justifica o executivo.

A Eco Office, por exemplo, franquia ecologicamente correta de remanufatura de cartuchos, já expandiu seus negócios para o Rio Grande do Norte, com a implantação de unidade em Natal.

Os investidores são, na maioria, das próprias cidades e têm interesse em investir entre R$150 mil e R$ 250 mil. Eles preferem marcas novas e estão interessados em mais de uma franquia, com o objetivo de criar minirredes regionais. As vantagens em se ter regionalmente mais de uma franquia de uma mesma rede é a rentabilidade que dilui custos fixos e aumentam o poder de negociação quando o ramo necessita de fornecedores locais.

A rede de franquias Casa&Coisa abrirá mais de 15 unidades em 2011 e grande parte delas serão implantadas nas regiões Norte e Nordeste do país. Algumas lojas serão inauguradas em Belém/PA (Shopping Boulevard), São Luis/MA (Shopping da Ilha), Salvador/BA (Shopping Bela Vista), Sobral/CE, Marabá/PA e 2 lojas em Recife/PE.

Os setores de franquias que devem se destacar nessas regiões são os de alimentação, serviços e vestuário.

O franchising brasileiro é um dos mais modernos e desenvolvidos do mundo, despontando entre os 5 maiores sistemas de franquias no ranking internacional. Com um faturamento de R$ 75 bilhões em 2010, mais de 1774 redes e 90 mil unidades franqueadas, é também uma mola propulsora da economia nacional, empregando mais de 700 mil brasileiros. O sistema de franquias no Brasil é responsável por parte significativa do desenvolvimento e crescimento do PIB nacional.

Lessô inaugura loja em Goiânia

Rede de calçados femininos abre suas portas com coleção Inverno 2011

Aproveitando o forte mercado da cidade de Goiânia, os sócios Bruno e Marina Arantes inaugurarão no próximo dia 3 a primeira Lessô na cidade, no Shopping Buena Vista. A abertura da loja de calçados femininos e o lançamento da coleção inverno 2011 serão celebrados com um coquetel a partir das 18h.

Bruno justifica a escolha da marca região, por ser o estilo da mulher goiana. “Escolhi a Lessô por ter um perfil atual, que segue tendências e procura sempre juntar bem estar ao bom gosto, assim como a mulher de Goiânia”.

A região foi favorecida também pelo ótimo desenvolvimento de mercado que apresentou nos últimos tempos, um fator que pesou na escolha da região por parte do empresário. “Lessô já é uma marca consolidada no interior de São Paulo e apresentou-se em momento de expansão. Aproveitei o mercado em ascensão da cidade e trouxe a primeira franquia da marca”.

 
Lessô é uma rede de franquias em calçados, fundada em 1984 na cidade de Rio Preto. Atualmente a rede conta com 13 lojas, sendo quatro próprias e o restante no sistema de franchising. A representatividade da marca alcança as principais cidades interioranas do Estado de São Paulo, além da Bahia, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

As primeiras 200 clientes da loja serão presenteadas com uma lessonete, chinelo de borracha personalizada da Lessô.

Para mais informações, acesse: http://www.lesso.com.br/



Koni Store lança novo modelo de expansão na ABF Franchising Expo 2011

Koni Store lança novo modelo de expansão na ABF Franchising Expo 2011
Loja box é mais econômica para franqueado e servirá de padrão para expansão


Ao completar cinco anos de mercado, o KONI STORE, marca do Grupo Umbria, investe em novo modelo de negócios para expandir. Durante a ABF Franchising Expo 2011, a principal rede de culinária japonesa rápida do Brasil lança o projeto BOX. A novidade foi desenvolvida especialmente para as praças de alimentação de shopping center.

A loja Box é menor do que as demais já implantadas e o atendimento segue o padrão ‘express’, no qual o cliente faz o pedido diretamente no caixa, acompanha o preparo do prato e utiliza o espaço em comum do shopping para comer. Com investimento inicial a partir de R$ 400 mil, a marca projeta finalizar o ano de 2011 com pelo menos cinco unidades no Rio de Janeiro, São Paulo e na região Nordeste.

- Ideal para expansão, o novo modelo reúne investimento menor com operação mais enxuta, podendo ser operado por menos pessoas. Desta maneira podemos ocupar pontos comercias com dimensões menores diminuindo assim várias despesas - explica Michel Jager, sócio-fundador do Koni Store.

Um modelo experimental do Box acaba de ser inaugurado no Via Parque Shopping, Zona Oeste do Rio de Janeiro, a fim de testar bem o modelo a ser franqueado a partir de agora. O resultado vem surpreendendo. “Tivemos no primeiro mês o faturamento que aguardávamos para o final do período de maturação. Além disso, a simplicidade nesta nova operação ficou destacada”, declara Jager.

A rede investe ainda numa linha Premium para o cardápio. A coleção Gurumê (gourmet na voz dos japoneses) terá sete novos produtos num cardápio exclusivo, com ingredientes sofisticados como enguia e salmão com limão siciliano. A novidade leva a assinatura do chef Adriano Kanashiro, antigo head chef do Grand Hyatt na capital paulistana e um parceiro da marca.

Sobre o Koni Store: Pioneiro e um dos principais casos de sucesso da culinária japonesa rápida no Brasil, o Koni Store possui atualmente 35 lojas no Brasil e uma em Portugal. Oferece cardápio amplo, com opções de entradas, temakis, sashimis, rolls e yakisobas.

Desde 2008 pertence ao conceituado Grupo Umbria, detentor também das marcas Spoleto e Domino´s Pizza, que trouxe a expertise em administração de grandes redes e franquias.

Este ano a rede ganhou o Selo de Excelência em Franchising 2011, concedido pela Associação Brasileira de Franchising. O prêmio representa o reconhecimento da qualidade e excelência da empresa em relação ao seu trabalho como franqueadora e pretende estimular a melhoria do nível de atuação das empresas da área. “O resultado nos dá a certeza de que estamos cumprindo bem a nossa missão e traduz a confiança dos nossos franqueados na nossa gestão”, complementa o executivo.

Mais informações http://www.konistore.com.br/

Gentileza gera Gentileza na Hortifrui

A MP Publicidade criou uma campanha para a Hortifruti para estimular os clientes a utilizarem as sacolas retornáveis. A campanha, inspirada no Profeta Gentileza, personalidade pública do Rio de Janeiro na década de 70, terá cartazes e sinalização nas lojas com a frase "Gentileza Gera Respeito".

O objetivo é promover a conscientização ambiental, principalmente no Dia Mundial do Meio Ambiente, fomentando a utilização das sacolas retornáveis no lugar de sacolas plásticas. Por isso, na semana em que se comemora do Dia Mundial do Meio Ambiente, a rede vai estimular os clientes a presentearem alguém com uma bolsa retornável.

Ao estimular esse habito de usar de sacolas reaproveitáveis, a Hortifruti incentiva o respeito e a preservação da natureza.

Pague Menos diversifica atuação no e-commerce

A Farmácias Pague Menos acaba de assinar contrato com a Martins Comércio e Serviço de Distribuição S/A. A parceria, exclusiva no varejo farmacêutico, permitirá a venda de mais de 7 mil itens pela internet. Produtos como eletroeletrônicos, cama, mesa e banho, informática, livros e telefonia estarão disponíveis aos consumidores de todo o Brasil no site [www.paguemenos.com.br] a partir de 1° de julho.

A operação do e-commerce da Pague Menos será dividida nas plataformas Pague Menos Saúde e Beleza, com medicamentos e produtos de higiene também encontrados nas farmácias; e a Pague Menos Home, que disponibilizará os artigos oferecidos pela Martins. A iniciativa faz parte da estratégia da rede de diversificar seu mix de produtos e oferecer mais facilidade e conveniência aos clientes.

Perfil-A Farmácias Pague Menos é a maior rede de varejo farmacêutico do Brasil em número de lojas e única varejista presente nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal. Conta com mais de 430 lojas e 11 mil colaboradores que atuam em cerca de 150 municípios. Com sede na capital cearense, a empresa tem um dos maiores centros de distribuição do país, com 110 mil m² de área, sendo 50 mil m² de área construída, e capacidade para atender 1 mil pontos de venda. A rede desponta também como a primeira do varejo farmacêutico nacional nos principais rankings de empresas: Melhores & Maiores - As 1000 Maiores Empresas do Brasil (224ª posição) da revista Exame e Valor 1000 (160ª posição), do Valor Econômico. [www.paguemenos.com.br].