quarta-feira, 31 de agosto de 2011

ABF-Rio oferece módulos para interessados em Franchising

ABF-Rio oferece módulos para interessados em Franchising
Os interessados em investir em Franchising, um dos setores que mais cresce no país e só em 2010 faturou mais de R$ 75 bilhões, podem participar, a partir de 1º de setembro, de módulos do Programa de Capacitação em Franchising da ABF-Rio.

O curso completo, realizado na sede da ABF-Rio, no Centro, tem a duração de sete semanas, com encontros sempre às quintas, das 9h às 18h. Para Fátima Rocha, presidente da Associação Brasileira de Franchising Seccional Rio de Janeiro, o objetivo é abastecer com informação específica os franqueados, franqueadores, advogados e consultores, além de estudantes com perfil empreendedor. Os interessados podem entrar em contato para mais informações pelo e-mail comunicacao@abfrj.com.br

Anunciada fusão entre Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco

A Drogaria São Paulo e Drogarias Pacheco anunciaram nesta terça-feira uma fusão entre os negócios de varejo farmacêutico e a criação da Drogarias DPSP S.A. As negociações haviam sido notificadas ainda na ultima semana.

Segundo o comunicado lançado pelas empresas, a nova companhia será a maior empresa nacional no comércio de varejo em produtos farmacêuticos e a 7ª maior rede de varejo do país, entrando no mercado com a receita bruta de R$ 4,4 bilhões. Juntas, as empresas têm 691 lojas atuando em 5 estados diferentes.


Em agosto, houve a fusão das empresas Drogasil e Droga Raia, formando uma nova líder absoluta no varejo farmacêutico brasileiro até então, com receita bruta de R$ 4,1 bilhões. A fusão anunciada nesta terça-feira ultrapassa este nível de varejo dentro do critério de faturamento. Ainda assim, a Raia Drogasil segue na frente em número de lojas, com 720 drogarias em nove estados.


Listado no Novo Mercado da Bovespa, a nova empresa terá 57% seu capital à mercê dos atuais acionistas da Drogasil e 43% vai ser disposto aos acionistas da Droga Raia.

A gestão da Drogarias DPSP S.A. vai ser compartilhada entre o Grupo Carvalho e o Grupo Barata, com igual poder de definição e implementação de estratégias na companhia. A empresa vai ser presidida por Gilberto Martins Ferreira e terá como presidente do Conselho de Administração, Samuel Barata.

A companhia não se pronunciou a respeito do novo número de pontos, nem sobre os ganhos de sinergia.



Fonte: SRZD

Pós-Graduação da Panamericana prepara para atuar no Varejo

Pós-Graduação da Panamericana prepara para atuar no Varejo
Curso voltado a graduados em diversas áreas capacita profissional a criar interior de lojas, comunicação visual e produtos que possam ser comercializados nesses locais


Antigamente, lojas eram apenas meios de exibir produtos para consumidores. Bastava abrir um ponto de venda e esperar que viessem em busca das mercadorias. Hoje, a realidade é outra. Lado a lado, lojas disputam a atenção do público que circula pelas ruas e shoppings do país. Assim, criar um espaço alinhado à personalidade da marca, em sintonia com o que deseja seu público e que ofereça uma experiência única a ponto de fidelizá-lo é imprescindível para o sucesso de varejistas no mercado atual.

Foi com base na crescente demanda por profissionais preparados a atender este segmento que a Panamericana Faculdade de Arte e Design criou o curso de Pós-Graduação em “Design para o Varejo: Visual Merchandising e Marketing”, com duração de um ano e meio.

Voltado a bacharéis em Publicidade e Propaganda, Administração e Gestão, Arquitetura, Design e Marketing, o curso tem por objetivo capacitá-los a criarem tais espaços, a comunicação visual de ambientes comerciais e ainda prepará-los a conceberem produtos que possam ser comercializados nesses locais.

Entre as disciplinas que serão abordadas no curso, estão:

Conhecer conceitos e fundamentos do design de interiores aplicados ao espaço comercial;

Estudar a sociedade e o comportamento do consumidor contemporâneo, buscando identificar seus anseios e motivações para a efetivação da compra;

Refletir prospectivamente sobre a comunicação visual, produtos e espaço comercial na era do varejo digital;

Discutir e Solucionar problemas pertinentes a este campo de atuação;

Desenvolver pesquisas científicas.

As aulas acontecem aos sábados, das 9h às 17h, na sede da Panamericana Faculdade de Arte e Design, localizada na Avenida Angélica nº1900, Higienópolis, São Paulo.

Mais informações: http://www.escola-panamericana.com.br/



segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Shopping ABC passa por revitalização

Centro de compras em Santo André moderniza ambiente para celebrar seus 15 anos

Com 15 anos de história, o Shopping ABC está modernizando seu ambiente. A revitalização das áreas do centro de compras de Santo André deve ser finalizada em novembro, trazendo diversas novidades.

Com a transformação, pisos, guarda-corpos, colunas e a fachada receberão troca de todo o revestimento, ganhando cores e acabamentos mais leves. A obra está sendo realizada inteiramente de madrugada, a partir das 22h, para não interferir no funcionamento do empreendimento e inclui trabalho diário de limpeza e organização para que, todas as manhãs, o local esteja apropriado para receber visitantes.

“A escolha por uma linha de materiais mais modernos e clean segue o conceito de que as lojas têm que ser mais iluminadas que o mall, tornando sua identificação mais simples e proporcionando um passeio agradável aos clientes”, afirma Julio Ferreira, arquiteto e gerente de operações do Shopping ABC.

O shopping possui 126.595 metros quadrados. Ao todo, são sete pisos, sendo quatro dedicados às lojas e outros três para estacionamento. Dentre as partes já concluídas de sua reforma estão os novos toaletes, forros, iluminação, estacionamento (incluindo área VIP); e o ABCdário, fraldário com infra-estrutura completa para os cuidados com os bebês durante as compras.

O centro de compras concentra 265 operações, incluindo 11 lojas-âncora, como Tok Stok, Fast Shop, C&A, Renner, Riachuelo, Lojas Americanas, Mais Valdir, Peg & Faça, entre outras. Em 2011, pontos de venda de marcas famosas e exclusivas na região chegaram ao shopping, como Desfrutti, Le Postiche Concept Store, Casa das Cuecas, Ecko, L’Occitane, Valisere e Empório Bijux.

Coleta Seletiva
Neste ano, o Shopping ABC também implantou o projeto de coleta seletiva, com o qual administra o descarte de embalagens em suas dependências. Inaugurado recentemente, o espaço para triagem serve para a separação entre os lixos orgânicos e recicláveis. O projeto beneficia o meio ambiente destinando mensalmente uma grande quantidade de materiais descartados para o reaproveitamento. Em média, 800 kg de latas, 18.000 kg de papelão e 1.200 kg de plástico passam pela coleta seletiva do centro de compras todos os meses.

Serviço:
Shopping ABC
Horário: segunda-feira a sábado das 10h às 22h, domingo das 14h às 20h
Endereço: Av. Pereira Barreto, 42. Santo André/SP. Tel.: (11) 3437-7222

Óticas Carol quer chegar a 2014 com vendas de R$ 800 milhões

Com a perspectiva de sair das atuais 350 lojas para cerca de 900 nos próximos três anos, a rede Óticas Carol espera ampliar suas vendas dos atuais R$ 250 milhões para cerca de R$ 800 milhões até o ano da Copa do Mundo. Considerada uma das maiores redes do setor, a empresa inaugurou há pouco mais de um ano, em Barueri (SP), um laboratório digital próprio, que, além de lentes convencionais, é capaz de produzir lentes de alta qualidade em tecnologia digital, e com isso acredita estar preparada para a expansão do número de lojas, de olho inclusive no aumento da renda da população emergente brasileira.

Fonte: DCI (via Mercado & Consumo)

Outback Steakhouse abre dois restaurantes no Grande ABC

A região do Grande ABC ganhará nos próximos meses duas unidades da rede de restaurantes Outback Steakhouse: em São Bernardo do Campo, no Shopping Metrópole, e em São Caetano do Sul, no ParkShopping. A unidade do Metrópole será a 31ª da rede no país e entrará em operação no dia 29 deste mês, com cerca de 550 metros quadrados e capacidade para atender 248 clientes.
Em novembro, será a vez da cidade de São Caetano do Sul receber um restaurante, no ParkShopping local.

Fonte: Mercado e Consumo

Praxis Education é parceira da Rede PitStop criada pelo Grupo Comolatti

Praxis Education é parceira da Rede PitStop criada pelo Grupo Comolatti
O grupo já comemora a expansão de mais de 500 pontos de vendas em 173 municípios

Com objetivo de criar estratégias inovadoras, desbravar espaços inexplorados de mercado e aprimorar o varejo de peças e reparadoras no Brasil, a Distribuidora Automotiva (Grupo Comolatti), um dos principais representantes do setor de distribuição de autopeças no País, criou um suporte de gestão de varejo para atuar no segmento.

Trata-se da Rede PitStop que segue os parâmetros do modelo já existente em mais de 30 países da Europa em operação há 20 anos e que adota o formato associativista, com o credenciamento de lojas e oficinas já estabelecidas no mercado. A proposta tem como missão repassar know-how aos associados e permite o aperfeiçoamento da formação e capacitação profissional. Também criou o Clube do Conhecimento que reúne os empresários que fazem parte da rede para capacitação e palestras técnicas dos mais v ariados temas ligados ao negócio. Em 2010, foram realizados 20 encontros que garantiram a capacitação de mais de 600 profissionais.

A Rede PitStop oferece consultoria de campo para auxiliar os associados na melhoria de processos de controle de estoque, gestão financeira, layout para a disposição dos produtos, ações de marketing, entre outras atividades ligadas às áreas operacional e administrativa.

“A ideia foi embalada pelo crescimento da frota circulante nos últimos anos, o varejo de autopeças que possui mais de 38 mil lojas em todo o País e a organização de rede que é uma realidade em outros países e se tornou uma tendência no Brasil”, conta o presidente do Grupo Comolatti, Sergio Comolatti e acrescenta: “Estudamos vários mercados e vimos que o sistema de rede poderia contribuir para o fortalecimento do varejo de autopeças e oficinas, um setor muito pulverizado que carece de informações e gestão empresarial”.

O projeto PitStop começou a ser implantado em janeiro de 2009, em Ribeirão Preto, interior do Estado de São Paulo e expandiu de forma expressiva em pouco tempo. A Rede já chegou a mais de 500 pontos de vendas entre lojas e oficinas, localizadas em mais de 173 municípios nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A padronização da comunicação visual preserva o nome do estabelecimento, remodelando a fachada com as cores e formato adotado pela marca, além do logotipo PitStop que identifica a loja como unidade da rede. Os estabelecimentos que fazem parte da Rede PitStop constataram melhoria da gestão do negócio.

CAPACITAÇÃO EM FOCO

Especializada em canais de vendas, varejo e franquias, gestão financeira, planejamento de negócios, entre outro, a consultoria Praxis Education, foi convidada para aplicar seus conhecimentos e práticas bem sucedidas na área de capacitação a todos os membros associados da Rede PitStop.

“A participação da Praxis Education consiste na aplicação de cursos, especialmente elaborados para os empresários associados a Rede PitStop”, explica Adir Ribeiro, sócio-fundador, diretor comercial/marketing da consultoria e instrutor do curso.

Segundo o especialista o foco é auxiliar na melhoria de processos de controle de estoque, gestão financeira, layout para a disposição dos produtos, ações de marketing, entre outras atividades ligadas às áreas.

“Treinamos esses profissionais associados à Rede PitStop e tem sido muito gratificante poder contribuir para o desenvolvimento deles. São pessoas cheias de disposição e vontade de aprender sobre gestão dos negócios”, conclui Adir Ribeiro.

Todas as lojas de autopeças independentes do Brasil que se associam a rede PitStop recebem suporte dos consultores cuja ações visam proporcionar o desenvolvimento das vendas nos estabelecimentos. Só no ano passado, foram realizadas 4.500 consultorias de campo para atender a rede.

Além de Adir Ribeiro, participam também Maurício Galhardo, Leonardo Marchi, outros dois sócios da Praxis Education, ministrando cursos sobre Finanças, Fluxo de Caixa, Gestão Tributária, Marketing no ponto de venda, layout da loja e disposição dos produtos, entre outros.

Os integrantes da Rede PitStop, se reúnem, periodicamente, no Clube do Conhecimento para participarem de relevantes discussões e compartilharem cases e aplicações práticas.

“Desses encontros nascem boas ideias e estratégias que podem aumentar as chances de se realizar bons negócios em um mercado altamente competitivo como esse de peças”, diz Adir Ribeiro.


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

CONAREC 2011 começa nessa terça-feira.

CONAREC 2011 começa nessa terça-feira.
“Como engajar o consumidor à sua causa” é o tema do CONAREC 2011, o maior evento mundial de relacionamento com o cliente

Presidentes e executivos de empresas nacionais e multinacionais, jornalistas renomados e celebridades formadoras de opinião se reúnem para debater o tema, em 30 e 31 de agosto, em São Paulo

“Como engajar o consumidor à sua causa” é o tema da 9ª edição do Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente – CONAREC 2011. Considerado o maior e mais prestigiado evento mundial de relacionamento com o cliente, o CONAREC acontecerá no Hotel Transamérica nos dias 30 e 31 de agosto de 2011, em São Paulo.

Realizado pela revista Consumidor Moderno e organizado pela Padrão Eventos, com apoio da ABRAREC – Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente, a programação é variada e envolve debates, palestras, apresentações e formatos interativos, com o objetivo de garantir o melhor aproveitamento possível do conteúdo, além de intenso networking, geração de negócios e oportunidades. Mais do que encantar ou cativar o cliente com seus produtos e serviços, o CONAREC 2011 se propõe a descobrir o que realmente move o consumidor a ‘vestir a camisa’ e abraçar uma causa. É um perfeito panorama da realidade do mercado, em um cenário dominado pela fragmentação das mídias.

O consumidor se depara com o paradoxo da escolha e a incapacidade do marketing tradicional em responder às novas demandas. É nesse contexto que entra a força do engajamento. Às empresas, não basta apenas terem consumidores; é preciso engajá-los e dotar a marca e os negócios de senso de propósito. Somente assim, poderão constituir um vínculo sólido com seus clientes e garantir a perenidade dos negócios.

O que faz com que os consumidores sejam fiéis num mercado que oferece inúmeras opções de produtos e serviços?
O que torna certas empresas tão especiais, a ponto de não serem trocadas por nenhuma concorrente?
O consumidor se identifica com os valores da empresa?
Isto o faz sentir-se parte de uma grande causa?

Estas são algumas perguntas que o CONAREC 2011 pretende responder, investigando o que faz o consumidor adotar causas e criar vínculos com o cliente, estabelecendo laços de fidelidade que o marketing tradicional não é capaz de proporcionar.

Painéis diversificados

Marcelo Tas, o irreverente jornalista e apresentador do CQC, é o responsável pela abertura do evento. Ele comanda a plenária ‘A Comédia Corporativa: Por que as empresas falam o que fazem, mas não fazem o que falam?’.

Na sequência, o jornalista Chico Pinheiro é o mediador do debate ‘O consumidor à procura de causas. Como alinhar as expectativas dos clientes, dos colaboradores e dos acionistas a esta nova realidade’. O tema será discutido por presidentes de grandes corporações: Artur Grynbaum - O Boticário, Antônio Carlos Valente da Silva - Telefônica, Wagner Pinheiro - Correios, Roger Ingold - Accenture, Enéas Pestana - Grupo Pão de Açúcar e Dilma Pena - Sabesp

Mais palestras e debates acontecerão em salas especiais e divididas por assunto: Consumidores e Comunidades, Contact Center e CRM, Marketing, Novas Mídias e RH e Gestão de Pessoas.

Executivos de grandes companhias como Banco Itaú, GfK, TIM, Net, SAP, Samsung, IThink, SKY, Semp Toshiba, FIAT, McDonald’s, Vivo , Habib’s , Editora Abril, Visa Vale, Accenture, Unimed, Positivo Informática , Algar Telecom e muitas outras vão debater temas como: A atuação das empresas nas redes sociais. Dialogar, interagir e comunicar? Ou dá para ofertar, vender e marquetear? A inteligência analítica no diálogo com cliente na era da colaboração. O engajamento dos consumidores às marcas no processo de inovação O seu colaborador é também o seu cliente. Como engajá-lo ao seu negócio?

Encerramentos ilustres

O CONAREC 2011 encerra o primeiro dia com a presença da ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, no painel ‘Sustentabilidade. Afinal, se todas as empresas praticam a sustentabilidade, por que somos insustentáveis e o consumidor desconfia das empresas?’.

Juntamente com Marina Silva, debaterão o tema Marcos Bicudo - presidente da Philips, Marcos Eduardo Ferreira - presidente da Mapfre e Armando Enner Valle Junior - VP de Assuntos Institucionais e Sustentabilidade da Whirlpool.

No dia 31,o painel de encerramento ‘As causas que engajam os famosos’ contará com as presenças de Lobão, Astrid Fontenelle, Val Marchiori, Marina Person, Paulo Zulu e Caroline Bittencourt. A grade completa do evento pode ser conferida no site: http://www.conarec.com.br/

SERVIÇO:
Evento: CONAREC 2011 – Congresso Nacional das Relações Empresa-Cliente
Tema: “Como engajar o consumidor à sua causa”
Quando: 30 e 31 de agosto de 2011
Onde: Hotel Transamérica - Av. das Nações Unidas, 18.591 - São Paulo – SP
Mais informações: Visite o site http://www.conarec.com.br/  ou ligue para (11) 3125-2244

Shopping Frei Caneca ganha Espaço Família

Novo local é mais uma opção do empreendimento para receber toda a família com muito conforto. A partir de agora, pais, mães e filhos passam a ter mais comodidade durante o passeio pelo Shopping Frei Caneca.

O empreendimento acaba de inaugurar o seu primeiro “Espaço Família”, totalmente dedicado aos cuidados de higiene e de bem-estar para bebês e crianças. O projeto, que ocupa uma área de 60m², prioriza uma ambientação clean, colorida e com materiais de fácil manutenção. Os tons pastéis, verde, palha e branco remetem à infância e levam a assinatura da arquiteta Lilian Bark Liu.

No novo espaço as mamães contam com uma sala exclusiva para amamentação, alimentação e papinha, devidamente equipada com poltrona, cadeirão, forno de micro-ondas e filtro de água. Trocadores acolchoados e sanitário infantil complementam a infraestrutura. Além disso, em parceria com a Hypermarcas, o shopping ainda disponibiliza produtos de higiene como fraldas Pompom, lenços umedecidos Protek Baby, sabonete líquido e loção de limpeza linha baby Hidrogen, palinetes e algodão York. Há também serviço de empréstimo de carrinhos de bebês, que garante ainda mais comodidade aos pais durantes as compras.

De acordo com Andréia Perini, gerente de Marketing do Shopping Frei Caneca, a novidade reforça a preocupação do empreendimento em oferecer iniciativas voltadas a toda família. “Já somos amplamente reconhecidos por nossas opções de lazer e entretenimento, como teatros, cinemas, shows, exposições e serviços. Agora estamos ainda mais estruturados para receber as famílias que nos visitam em busca de compras e diversão”, diz.

Além do Espaço Família, o Shopping Frei Caneca dispõe do Espaço Kids. O Espaço Kids, por exemplo, oferece atividades educacionais, sustentáveis, artísticas, culturais, performáticas, cênicas e circenses para o público infantil. É uma opção de lazer segura, além de proporcionar alternativas lúdicas para as crianças que acompanham seus pais às compras. A programação é diferente a cada data comemorativa e inclui conteúdo pedagógico com o auxílio de material diferenciado.

Espaço Família – Shopping Frei Caneca
Endereço: Rua Frei Caneca, 569 – Cerqueira César– São Paulo – SP – 5º Piso.
Horários de funcionamento: segunda a sábado das 10h às 22h, e domingos e feriados das 14 às 20h.
Serviços gratuitos.

GS&MD – Gouvêa de Souza apresenta estudo mundial sobre o consumidor on-line

GS&MD – Gouvêa de Souza apresenta estudo mundial sobre o consumidor on-line
Compras pela Internet crescem principalmente no Brasil. País se destaca também na utilização das compras coletivas.
A GS&MD – Gouvêa de Souza anunciou seu o 2º Estudo Global Neoconsumidor, realizado em 15 países, incluindo o Brasil, em parceria com o Ebeltoft Group.
O estudo avalia como os consumidores em todo o mundo estão incorporando as ferramentas digitais às suas decisões de compra. O primeiro levantamento dessa natureza e abrangência foi feito em 2009 e, agora, com a segunda edição, é possível comparar essa evolução e projetar os movimentos futuros desse mercado. O trabalho contou com a participação de 700 internautas entrevistados por país – Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Chile, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, México, Portugal, Reino Unido, Romênia e Turquia –, pesquisados durante o mês de junho de 2011.
A principal constatação é que 96% dos internautas brasileiros já realizaram compras pela Internet, o que coloca o Brasil no topo do ranking do consumo digital. A média mundial é de 90% e quase não cresceu nos últimos dois anos. Em 2009, na primeira edição, o índice do Brasil foi de 92% e a média dos demais países, 88%.
Segundo a pesquisa, os consumidores internautas estão mais confiantes e dispostos a aderir ao comércio eletrônico. Se, em 2009, 64% consideravam a Internet um ótimo ambiente de compras, este ano o número chegou a 71%.  
“Aos poucos os internautas mais céticos estão vencendo as barreiras e preconceitos e experimentando o consumo on-line”, diz Luiz Goes, coordenador do estudo. Daqueles que ainda não experimentaram a compra via Internet, no Brasil, 59% preferem tocar o produto antes da aquisição, 48% receiam fornecer informações bancárias na rede, 37% valorizam o contato pessoal com o vendedor, 41% evitam passar informações pessoais e 41% têm medo de não receber o produto após o pagamento. “De 2009 para cá, caíram significativamente os índices referentes às razões para não comprar on-line”, explica.
Mesmo aqueles que ainda não fazem a compra efetivamente pela rede também estão influenciados pela Internet. O estudo revelou que, em 2009, 49% dos internautas verificavam as informações on-line e compravam na loja física; em 2011 esse número saltou para 84%.
Uma importante comprovação é que, embora o comércio eletrônico esteja em pleno crescimento, o consumidor continua valorizando a loja física. “A loja física continua sendo importante e reforça o conceito multicanal do neoconsumidor”, explica o coordenador da pesquisa.
Por outro lado, o consumidor está cada vez mais bem informado e disposto a pesquisar antes de tomar sua decisão de compra. Prova disso é que hoje 81% dos internautas brasileiros utilizam sites de comparação de preços, contra 73% em 2009.
Grande destaque ficou por conta das compras coletivas. Desconhecidas em 2009, hoje já conquistaram 51% dos consumidores no Brasil. Nos demais países, somente 28% experimentaram essa modalidade. Apenas 1% dos entrevistados brasileiros afirma nunca ter ouvido falar, enquanto nos outros 14 países foram 18%

Dados por categorias de produto - Brasil
O setor que mais cresceu em vendas on-line nos últimos dois anos foi o de Cosméticos, saltando de 29% para 51%. “Apesar do grande crescimento, a loja física ainda é a grande preferência do consumidor”, afirma Goes.
O mesmo não aconteceu com o setor de Eletrônicos. As vendas on-line subiram de 56% para 76%. Já a compra pela loja física caiu de 94% para 88%, em 2011.
Na categoria que reúne Vestuário, Calçados e Acessórios também houve diminuição da compra pela loja física – 98% para 93%. Esse tipo de compra pela Internet passou de 22% para 43%.
Em Alimentos, 34% dos brasileiros disseram comprar pela Internet em 2011, contra 28% em 2009. Neste segmento, a compra pela loja física também diminuiu: de 97% em 2009 para 92% em 2011.

Acesso à Internet pelo celular
Segundo o estudo, apesar de muitos consumidores ao redor do mundo ainda não terem experimentado o pagamento móvel, eles acreditam nessa tendência.
Em 2009, apenas 30% dos entrevistados brasileiros disseram acessar a Internet pelo celular, contra 49% que já o fazem hoje. Desses usuários, porém, somente 9% consideram este um ambiente seguro para fornecer dados e informações, enquanto apenas 18% se declaram seguros para comprar por esse canal.
De novo o consumidor nacional aparece como pioneiro: 35% deles acreditam que o pagamento móvel é uma tendência para o futuro, contra 27% da média do consumidor global.



"Panorama Global das Franquias do Setor de Alimentação" é apresentado pela ABF

"Panorama Global das Franquias do Setor de Alimentação" é apresentado pela ABF
Pesquisa mostra que redes de alimentação cresceram 16,8% em 2010 e apostam em novos mercados para manter ritmo de expansão acelerado  Regiões Nordeste e Centro-Oeste receberão o maior número de novas lojas nos próximos anos

A ABF- Associação Brasileira de Franchising e a ECD,consultoria especializada em Food Service, anunciaram ontem os resultados da pesquisa “Panorama Global das Franquias do Setor deAlimentação”, realizada durante os meses de maio e junho de 2011 com 46 redes de franquia, ou seja, 40% das que operam no mercado.

A pesquisa revela o desempenho desse mercadoem 2010, comparado ao ano de 2009 e também aponta  as expectativas dosegmento para 2011 e os próximos dois anos (até 2013). “Oobjetivo da ABF é identificar as principais tendências e desafios para asfranquias do segmento de Food Service, um dos mais representativos do sistema”,explica Ricardo Bomeny, presidente da ABF.

O faturamento dasredes participantes da pesquisa cresceu 16,8% em 2010 e alcançou um faturamentode R$ 9,254 bilhões, o quecorresponde a 61% do faturamento do setor.

A expectativa paraesse ano é ainda maior. “As franquias de alimentação pesquisadas esperamcrescer 18,6% em 2011”,afirma João Baptista Jr, coordenador do Grupo Setorial de Redes de Alimentaçãoda ABF.

Segundo ele, essenúmero poderia ser ainda maior. “O setor enfrenta desafios muito grandes como afalta de mão de obra, a alta expressiva nos custos dos imóveis e problemaslogísticos que atrapalham uma expansão maior”.

A amostra da pesquisafoi dividida em seis segmentos presentes no setor de redes de alimentação:comida asiática (5%), pizza/massas (8%), comida variada (29%); doceria (1%);snack/cafeteria (16%) e sanduíches (41%).

               

Presença das lojas por Estado em 2010

Também pôde serverificado na amostra o crescimento do franchising em determinadas regiões, bemcomo perfil de cada mercado. O destaque vai para o Centro-Oeste, que tem umapresença de lojas superior às despesas com alimentação fora de casa, bem como oNordeste, que é a região com maior abertura de novas lojas. “Constatou-se queessas regiões são as novas fronteiras de expansão do sistema de franquias”,afirma Enzo Donna, da ECD Food Service, coordenador da pesquisa.

A região Sudeste continuasendo a mais representativa para o setor, com 65,7% das lojas, que equivalem àparticipação na despesa de alimentação fora de casa. A tendência, segundo apesquisa, é que para os próximos anos São Paulo e Rio de Janeiro diminuam oritmo de abertura de novas lojas. “Já Minas Gerais ainda tem espaço paracrescer”, aponta o consultor.
 
Donna ressalta a queda na participação do Sul(com 10,7% das lojas), que, apesar de representar uma grande parcela dasdespesas do brasileiro com alimentação fora do lar, possui uma limitação emrelação ao crescimento do número de lojas. “O sistema de franquias deverárepensar o modelo de negócio para essa região”, afirmou.

Osdados que aparecem dentro do quadro em laranja referem-se a participação da alimentação fora do lar do total dos gastos das famílias, de acordo com a POF(Pesquisa do Orçamento Familiar) do IBGE.

Em relação à presença das redes de alimentação noexterior, a pesquisa aponta que não é um tema prioritário na agenda dasempresas. “A crise internacional e o bom momento da economia brasileira tiraramo foco da exportação das franquias”, analisa o pesquisador.

 

Localização das lojas de franquias de alimentação

De acordo com apesquisa, o shopping continua emalta, com a maior concentração de abertura de lojas (64,7%) e a tendência émanter o crescimento. Isso se deve à praça de alimentação ser a grande âncorados shoppings, pois atrai público e gera um tráfego intenso.

Em segundo lugar aslojas de rua ficam no patamar de 24,2%, porém exigem um planejamento e análisegeográfica mais estratégica para a abertura de redes de alimentação. Já oshipermercados e galerias comerciais são menos representativos para a expansãose mantendo na casa dos 6,2% e 1,4% das lojas de alimentação, respectivamente.

Com a vantagem docusto menor, a expansão de quiosques se dá predominantemente nos shoppings, com71,1% de presença, seguida de hipermercados (13,4%), rua (7,8%) e galeriascomerciais (4,5%).


Desempenho x faturamento

Conforme já citado, a pesquisaapontou um crescimento de 16,8% em 2010 com relação a 2009. Já as expectativas para 2011, segundoa amostra, apontam que este ano deverão crescer 18,6% com relação a 2010. Emnúmero de lojas o sistema de franquias cresceu em torno de 11,5% no ano de 2010 comparado a 2009.

 

Já o faturamento médio (mensal) porloja ficou em R$223.068 mi, considerando um ticket médio de R$13,70. Numuniverso de 155.682 funcionários, o faturamento médio por funcionário (anual)chega a R$81.060, sendo que os setores de docerias, sanduíches e pizzas/massasforam os mais expressivos.



Em relação ao ticket médio e faturamento por loja o desempenho foi puxado pelosetor de sanduíches (R$378.787), seguido por comida variada (R$126.315),pizzas/massas (R$107.206), comida asiática (R$69.474), snack/cafeteria(R$50.584) e doceria (R$32.787).



O faturamento anual por m² cresceu apenas 2,5% em relação a 2009. Segundo EnzoDonna, essa média é reflexo de um problema que o sistema vem enfrentando, comoo custo de ocupação das unidades.


Expectativa de crescimento

O segmento de comida variada foi o que mais cresceu em 2010 (23,3%); seguido pelosegmento de snack/cafeteria (18,9%); pizzas/massas (13,5%); comida asiática (13,4%); sanduíches (10,8%) e docerias (5%). Na análise do segmento,percebemos otimismo em alguns setores para 2011: comida variada, docerias,sanduíches e snack/cafeteria.       

 

Em termos de público por loja e segmento, podemos observar que a pesquisa abrangeu75 milhões de pessoas no universo de 4.793 lojas, sendo que o segmento desanduíches detém maior concentração de pessoas.



           
A amostra conclui ainda que o segmento de sanduiches também representa 57% do faturamento anual (R$9.254.974) do setor.

Outros indicadores
Além das conclusões sobre o faturamento e crescimento do setor dealimentação, a pesquisa analisou alguns outros indicadores, entre eles:

Custo de ocupação – observa-se que o custo deocupação em shopping cresceu 7,4% em relação a 2009, enquanto o custo na ruacaiu expressivamente, apesar de não ser um modelo de sucesso para as franquiasde alimentação. Já o custo de ocupação em centros comerciais, galerias esupermercados teve um aumento considerável, puxado pelo setor deSnack/Cafeterias que representa 46,2%
Abastecimento – segundo a amostragem, 29% das redes utilizam sistemas de abastecimentopróprio e há uma tendência a optarem pela terceirização para evitarpreocupações. Porém, os problemas logísticos e tributários são vistos comoobstáculos para o crescimento desta terceirização especializada.
Rotatividade – como crescimento do mercado, o sistema de franquias está enfrentando dificuldadesna retração da mão de obra. O TurnOver teve um aumento de 7,1% com relação a2009, o que significa que metade do quadro de funcionários foi renovado.
Capacitação e Treinamento – a forte expansão do sistema de franquias apresentaum desafio para o setor, como garantir a qualificação necessária de mão deobra. Os treinamentos continuam, sendo uma ferramenta fundamental para osistema de franquias. A pesquisa mostra que os treinamentos estão concentradosem períodos trimestrais e semestrais.
Principais Conclusões
  • 46 franquias do segmento de alimentação participaram da pesquisa.
  • A amostra abrange um total de 4.793 lojas, que representam um faturamento anual de R$ R$9,254  bilhões (61% do faturamento total do sistema de franquias no Brasil).
  • A amostra foi dividida entre seis segmentos presentes no setor de redes de alimentação. São eles: comida asiática (5%); pizza/massas (8%), comida variada (29%); doceria (1%); snack/cafeteria (16%) e sanduíches (41%).
  • O ticket médio geral é de R$ 13,70.
  • O ticket médio do segmento de comida asiática continua sendo o maior do sistema de franquia (R$ 26,43).
  • O segmento de alimentação cresceu 16,8% em relação a 2009.
  • Em número de lojas o crescimento do setor ficou em torno de 11,5% se comparado com 2009.
  • A expectativa é saltar para 18,6% em 2011.
  • O maior número de lojas próprias está no Sudeste (65,7%), mas as regiões que devem ter o crescimento mais expressivo nos próximos anos são o Centro-Oeste e o Nordeste.
  • O shopping continuará atraindo o maior número de lojas nos próximos três anos.
  • Em termos de participação no faturamento, o segmento Sanduíches ainda lidera com 57%.
A amostra apresenta os principaisproblemas que afligem o setor. “Podemos perceber que os custos externos, como, matéria-primae ocupação, são os desafios mais difíceis de administrar, assim como os problemasde mão de obra e tributários, que continuam dificultando a expansão do sistema”,analisa João Baptista da Silva, do Comitê Setorial de Food Service da ABF.

Mais informações: http://www.abf.com.br/


Varejo espera fechar agosto com alta de 6,9% nas vendas

Varejo espera fechar agosto com alta de 6,9% nas vendas
De acordo com o IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), deve haver a consolidação de um cenário positivo para os próximos três meses.
 
O IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), estudo realizado todos os meses pelo IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) com seus associados, aponta alta de 6,9% em agosto, em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa para os dois meses seguintes também é de crescimento, sendo 6,5% em setembro e 6,8% em outubro, consolidando um cenário positivo, após ajustes nas políticas monetária e fiscal efetuados entre o final de 2010 e início deste ano, que causaram uma desaceleração no ritmo verificado nos meses anteriores.
 
Para os próximos meses, o segmento de bens não-duráveis, que contribuiu com cerca de 40% no índice da Pesquisa Mensal do Comércio, estima crescimento entre 4% e 5%, números mais discretos se comparados aos outros segmentos. Já o setor de bens semiduráveis, como vestuário, calçados, livrarias e artigos esportivos, projeta crescimento entre 7% e 11%, diante da expectativa pelas vendas das liquidações de inverno, férias escolares, Dia dos Pais e Dia das Crianças. O varejo de bens duráveis, como móveis, eletrodomésticos e material de construção, também aponta crescimento, com taxas próximas dos 10% até outubro.
 
É importante lembrar que o cenário econômico foi fortemente afetado pelo rebaixamento dos títulos do governo dos Estados Unidos pela agência de classificação Standard & Poor´s (S&P), agora já de volta ao seu patamar original, pelo pacote de reestruturação da economia italiana, a terceira maior da zona do euro, e pela possibilidade de rebaixamento dos títulos do governo francês. Estes fatores afetaram fortemente as bolsas internacionais, reacendendo o medo de um repique da crise de 2008.
 
IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas)-Criado em outubro de 2007, o IAV-IDV é um índice que consolida a evolução das vendas efetivamente realizadas pelos associados do IDV (Instituto para o Desenvolvimento do Varejo), com o intuito de projetar expectativas para os próximos meses e, assim, servir de base de informação para a tomada de decisão dos executivos do varejo.
 
Para se chegar aos números apresentados pelo IAV-IDV, as empresas associadas reportam seus próprios resultados e suas expectativas sobre vendas no futuro. Em seguida, estas respostas são ponderadas de acordo com o respectivo porte de cada empresa, para que se alcance indicadores como o volume de vendas e o faturamento nominal. Os dados extraídos pelo indicador têm permitido uma visualização mais ampla do comportamento do mercado para um período futuro de até três meses.
 
Perfil
 
O IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo) representa 35 empresas varejistas de diferentes setores, como alimentos, eletrodomésticos, móveis, utilidades domésticas, produtos de higiene e limpeza, cosméticos, material de construção, medicamentos, vestuário e calçados. Atuante em todo o território nacional, o IDV tem como principal objetivo contribuir para o crescimento sustentável da economia brasileira, além do desenvolvimento do varejo ético e formal.

Conheça as empresas associadas: Bob´s, C&A, C&C Casa e Construção, Casa Show/TendTudo, Decathlon, DPaschoal, Drogasil, Droga Raia, Fnac, Fototica, Grupo Dimed-Panvel, Grupo Pão de Açúcar, Insinuante, Itapuã Calçados, Kalunga, Leo Madeiras, Leroy Merlin, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Lojas Cem, Lojas Leader, Lojas Renner, Lojas Riachuelo, Lojas Marisa, Magazine Luiza, mmartan, O Boticário, Pernambucanas, Polishop, Quero-Quero Casa e Construção, Ráscal, Telhanorte, Tok&Stok, Walmart e GS&MD- Gouvêa de Souza.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Várzea Grande recebe a 21ª franquia da rede Casa&Coisa Utilidades

Várzea Grande recebe a 21ª franquia da rede Casa&Coisa Utilidades
Domésticas, presentes, reparos e novidades com qualidade de atendimento são diferenciais da marca

Soluções para o dia a dia e praticidade são o foco dos produtos oferecidos pela rede de franquias Casa&Coisa. O segmento do “faça você mesmo” tem mostrado uma grande evolução nos últimos anos. Segundo a Abinee - Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, o faturamento da indústria de eletroeletrônicos cresceu 18% no primeiro semestre de 2010, em relação à igual período de 2009. O destaque nos seis primeiros meses do ano foi o setor de utilidades domésticas, que cresceu 42%. Na sequência, as vendas de equipamentos industriais subiram 29%, enquanto as de componentes, 27%. Nesse ritmo, a franquia Casa & Coisa está em plena expansão em todo País. A estimativa é terminar 2011 com mais de 25 unidades em funcionamento em todo País, um crescimento de 83%, ou seja, a marca deve expandir 10 vezes mais que a média do setor que é de 8% segundo dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Ainda segundo a ABF, o número de redes no Mato Grosso deve aumentar nos próximos anos. A participação na quantidade de franquias atualmente representa apenas 1% das unidades distribuídas em todos os Estados brasileiros. No Mato Grosso, assim como no país, o número de franquias é crescente e muitas empresas buscam o Estado que possui potenciais franqueados.

Em 2010, a quantidade de franquias chegou a 86.365 mil e um faturamento de R$ 75 bilhões em todo o Brasil. Aproveitando essa boa fase, a Casa&Coisa, franquia fundada em São José do Rio Preto-SP, abre no próximo dia 26 de agosto sua 21ª loja em Várzea Grande, Mato Grosso. Os empresários Fernando Roberto Catena e Kassio Rodrigo Catena apostam no crescimento acelerado das franquias e investiram na rede Casa&Coisa como um negócio com uma ótima oportunidade de retorno. Várzea Grande possui uma população predominantemente urbana de aproximadamente 253 mil habitantes em 2010.

Está em conurbação com a capital Cuiabá. As duas cidades fazem parte da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, que possui mais de 834 mil habitantes. Várzea Grande foi nomeada em 2010 a cidade mais industrial e comercial do estado de Mato Grosso superando até a famosa Rondonópolis e ficando em 26º lugar em questão nacional. Com o lançamento do primeiro Shopping Center de Várzea Grande, previsto para 2012, o Guanás Shopping Center, a economia da cidade deve crescer mais e movimentar mais ainda o comércio municipal. A maior parte da população é composta por mulheres: 50,39% mulheres contra 19,61% homens.

Segundo o IBGE, houve um crescimento de 17,37% em dez anos — ou 1,73% ao ano. Com um mercado favorável, a loja de Várzea Grande será implantada num amplo espaço seguindo todas as características estruturais e visuais da marca Casa & Coisa e deve gerar oito empregos diretos. A unidade contará com pelo menos 3,5 mil itens em exposição, entre eles acessórios para banheiro, cabides, chuveiros, materiais elétricos, eletro portáteis, eletrônica, escadas, ferramentas, ferramentas elétricas, fios, iluminação, informática, jardinagem, lâmpadas, lazer, limpeza, linha automotiva, lixeiras, organizadores, papelaria, parafusos e buchas, pilhas, prateleiras, presentes, produtos natalinos, produtos químicos, reparos hidráulicos e segurança.

Outro diferencial é a facilidade para estacionar no local.

Franchising

No país, o faturamento total das franquias alcançou no ano passado a marca de R$ 75.987 bilhões, conforme dados da ABF. O número de redes em operação no país cresceu 12,9% e o número de unidades (franqueadas e próprias) chegou a 86.365, o que significa um incremento de 8% em relação ao ano anterior. Essa expansão resultou na abertura de mais de 57 mil novos postos de trabalho.

O setor é responsável hoje por mais de 777 mil empregos diretos. Casa & Coisa O sistema Casa & Coisa de franquias se destaca no mercado pelo excelente conceito de negócio, competitividade nos preços, elevado padrão de qualidade dos produtos e, principalmente, pelo atendimento diferenciado, com profissionais qualificados que atuam como consultores.

Hoje a Casa & Coisa está presente em São José do Rio Preto/SP (3 lojas), Belém/PA (2 lojas), São Paulo/SP, Ribeirão Preto/SP, Santos/SP, Indaiatuba/SP, Araçatuba/SP, Campinas/SP, Campo Grande/MS (2 lojas), São Luís/MA, Salvador/BA, Itabuna/BA, Fortaleza/CE, Maringá/PR, Uberlândia/MG, Cuiabá/MT.


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Pós-Graduação da Panamericana prepara para atuar no Varejo

Pós-Graduação da Panamericana prepara para atuar no Varejo

Curso voltado a graduados em diversas áreas capacita profissional a criar interior de lojas, comunicação visual e produtos que possam ser comercializados nesses locais

Antigamente, a maioria das lojas funcionava apenas  como meio de exibir produtos para consumidores. Bastava abrir um ponto de venda e esperar que viessem em busca das mercadorias. Atualmente, a realidade é outra. Lado a lado, as lojas disputam a atenção do público que circula pelas ruas e shoppings do país. Assim, criar um espaço alinhado à personalidade da marca, em sintonia com o que deseja seu público e que ofereça uma experiência única a ponto de fidelizá-lo é imprescindível para o sucesso de varejistas no mercado extremamente competitivo de hoje.

Foi com base na crescente demanda por profissionais preparados a atender este segmento que a Panamericana Faculdade de Arte e Design criou o curso de Pós-Graduação em “Design para o Varejo: Visual Merchandising e Marketing”. Com duração de um ano e meio, a aula inaugural  contou com a participação especial de Lincoln Seragini, um dos mais respeitados especialistas em identidade de marca e design de embalagens do Brasil.

Voltado a bacharéis em Publicidade e Propaganda, Administração e Gestão, Arquitetura,  Design e Marketing, o curso tem por objetivo capacitá-los a criarem tais espaços, a comunicação visual de ambientes comerciais e ainda prepará-los a conceberem produtos que possam ser comercializados nesses locais.

Entre as disciplinas que serão abordadas no curso, estão:

·         Conhecer conceitos e fundamentos do design de interiores aplicados ao espaço comercial;

·         Estudar a sociedade e o comportamento do consumidor contemporâneo, buscando identificar seus anseios e motivações para a efetivação da compra;

·         Refletir prospectivamente sobre a comunicação visual, produtos e espaço comercial na era do varejo digital;

·         Discutir e Solucionar  problemas  pertinentes  a  este  campo  de atuação;

·         Desenvolver pesquisas científicas.

As aulas acontecem aos sábados, das 9h às 17h, na sede da Panamericana Faculdade de Arte e Design, localizada na Avenida Angélica nº1900, Higienópolis, São Paulo. As inscrições estão abertas até o final de agosto.


INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:
http://www.escola-panamericana.com.br/

Geraldo Alckmin participa de reunião do IDV

Geraldo Alckmin participa de reunião do IDV
Governador do Estado de São Paulo falou sobre a Lei Hora Certa, a questão tributária, geração de empregos e a infraestrutura logística para os próximos anos

O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, participou nesta segunda-feira (22/8) da reunião plenária do IDV (Instituto para Desenvolvimento do Varejo), na capital paulista. Durante o encontro, foram debatidos assuntos como a Lei Hora Certa, Substituição Tributária, geração de empregos e projetos de infraestrutura e logística esperados para o Estado até 2014. Um dos objetivos principais do IDV foi apresentar o varejo como um setor forte e que quer ser ouvido na elaboração dos novos projetos de lei do Estado.

De acordo com Luiza Helena Trajano, vice-presidente do IDV, o varejo tem participação fundamental no desenvolvimento econômico do país e deve ser levado em consideração. “Nosso objetivo principal não é pedir nada, mas contribuir com tudo o que será feito pelo setor para evitar futuros apagões”, afirma. No encontro, Alckmin prometeu verificar uma melhor maneira de regulamentar a Lei Hora Certa, que obriga lojas a entregar produtos com data e hora marcadas.

O setor varejista participará da regulamentação da lei. Na ocasião, o IDV detalhou as dificuldades desta lei para as empresas, sua incompatibilidade com as leis municipais, as despesas das empresas e a falta de consonância com as políticas ambientais e de sustentabilidade.

O governador também mostrou-se favorável à simplificação tributária, pois não haverá renúncia fiscal e desonerará as empresas. Sobre a substituição tributária, Alckmin acredita que possa haver uma parceria entre governo e varejo, que gere menor carga tributária sem alterar o valor da arrecadação. “Isso é possível com o combate à sonegação.

É bom para os bons empresários e estimula uma competição saudável. Como consequência, gera desenvolvimento para o Estado”, diz. Em sua apresentação, o IDV mostrou que o nível de contratação no varejo é superior ao nível da economia.

O varejo tem se destacado como um contratante muito forte, que só perde para a administração pública como gerador de empregos no país. O governador afirmou que o Estado tem 34 mil vagas no Emprega São Paulo e que não são preenchidas por falta de qualificação. Por esta razão, o governo criou o programa Via Rápida para o Emprego, com 137 cursos de no máximo três meses, que exigem apenas que a pessoa seja alfabetizada. O IDV sugeriu ao governador que sejam criados, também, cursos de capacitação voltados às necessidades do varejo, setor que mais oferta vagas de primeiro emprego.

O governador finalizou apresentando as obras do governo na área de infraestrutura logística no Estado. Até 2014, pretende entregar obras de ampliação ou melhorias no Ferroanel (trechos norte e sul) e Rodoanel (leste e norte); na Rodovia Tamoios; no Porto de Santos e no Porto de São Sebastião; além de concessão de aeroportos regionais.

Para Fernando de Castro, presidente do IDV, ter conhecimento de tais investimentos anima o varejo, que tem a área de logística como um dos principais pilares do desenvolvimento do setor. “Ficamos felizes em saber de todos estes projetos e também vamos reunir outras propostas para o desenvolvimento do setor. Nosso objetivo nesta reunião foi promover maior aproximação entre varejo e governo, e conseguimos atingir nossa meta”, conclui Castro.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Rede de franquias Miss Hollywood completa um ano de existência

Rede de franquias Miss Hollywood completa um ano de existência com 15 unidades em funcionamento e estima dobrar a rede até o fim de 2011

Fundador da rede Emagrecentro, líder no segmento de estética e emagrecimento, Dr. Edson Ramuth usou toda sua experiência de mercado para desenvolver o Miss Hollywood -- um salão de beleza temático em que as clientes podem se associar --, que acaba de completar um ano de existência, com 15 unidades em funcionamento no país e previsão de dobrar sua rede até o fim do ano. Além do projeto visual do salão com paparazzi e estrelas da calçada da fama, o grande diferencial do Miss Hollywood é o conceito inovador do Club da beleza, com o qual é possível utilizar qualquer um dos serviços oferecidos, pagando uma mensalidade fixa, independente do valor correspondente a cada serviço.

Divido em quatro categorias - bronze, prata, ouro ou diamante, de acordo com a quantidade dos serviços semanais que pretende utilizar -, o Club da beleza oferece ao associado a flexibilidade de escolher semanalmente os serviços que mais lhe convier, por um custo mais baixo do que se os escolhesse isoladamente.

"O conceito do Miss Hollywood faz dele um sucesso entre as clientes, que encontram uma maneira econômica de cuidar da aparência, e os franqueados, que vêem na rede uma opção de abrir um negócio com baixo investimento inicial e rápido retorno"afirma Ramuth.

No Club da beleza as mensalidades oferecidas são a partir de R$59,90 e os contratos têm duração mínima de seis meses. Miss Hollywood pertence ao Grupo Multifranquias, que reúne também as redes Emagrecentro, Emagrecentro Fitness, Light-Depil e AutoSpa Express.

AMPRO apoia e sedia Curso de Marketing de Incentivo nos dias 23 e 24 de agosto

AMPRO apoia e sedia Curso de Marketing de Incentivo nos dias 23 e 24 de agosto

Associados possuem 15% de desconto na inscrição do evento que traz palestras dos consultores Edmundo Monteiro e Renato Avanzi

A AMPRO (Associação de Marketing Promocional) recebe o Curso de Marketing de Incentivo nos próximos dias 23 e 24, no Auditório da entidade, em São Paulo. O objetivo do evento é preparar os futuros gestores para as oportunidades e funcionalidades que a ferramenta oferece, tanto no aspecto participativo quanto no operacional, desenvolvendo o potencial dos funcionários com novos conhecimentos, comportamentos e hábitos, e, consequentemente, ampliando a produtividade da equipe.

O encontro, destinado a profissionais e estudantes dos cursos de Administração e demais interessados, terá caráter de treinamento, com exposições, análises de cases, exercícios práticos de dúvidas dos participantes e elaboração de campanhas de incentivos, possíveis de serem aplicadas no cotidiano das empresas.

O Curso será ministrado pelos consultores Edmundo Monteiro, que também é VP da AMPRO, professor universitário e sócio-diretor executivo da Agência Peoplemais, e Renato Avanzi, professor do MBA, da pós-graduação da ESPM e de cursos intensivos, além de consultor associado do IIR Training e em projetos de comunicação integrada, relacionamentos e marketing corporativo.

Dentre os assuntos a serem abordados no evento estão: ‘O que é o Marketing de Incentivo’; ‘Onde e quais áreas da empresa pode ser utilizado’; ‘Mitos do Marketing de Incentivo’; ‘A importância do Briefing’; ‘O pensamento estratégico nas oportunidades do Marketing de Incentivo’; ‘Como montar e preparar uma campanha’; ‘Como montar um cheque list da campanha’; ‘O processo criativo’; ‘Diferenciais para gerar residual’; ‘Como avaliar os resultados obtidos’; e ‘Restrições nas premiações’.

Serviços:
Curso de Marketing de Incentivo
Local: Auditório AMPRO
Endereço: Rua Padre Garcia Velho, 73 - Cobertura – Pinheiros - São Paulo (SP)
Data: 23/08/2011 e 24/08/2011
Horário: das 9h às 18h
Telefone: (11) 3815-9998
Investimento: Associados R$637 e Não Associados R$750

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Fiscalização flagra trabalho escravo em confecções da marca Zara

Fiscalização flagra trabalho escravo em confecções da marca Zara
Empresa diz que vai regularizar a situação

Trabalhadores bolivianos foram encontrados trabalhando em condições análogas à escravidão em três confecções de São Paulo que são fornecedoras da marca de roupas Zara por fiscais do Ministério do Trabalho. Segundo a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo, três fornecedores foram alvos da investigação, dois na capital e um em Americana, no interior paulista. Na capital, as duas oficinas eram de bolivianos, mas segundo o SRTE eram de responsabilidade da Zara. Ao todo, as duas tinham 15 funcionários.

As duas oficinas foram fechadas pelo SRTE. Os trabalhadores receberam indenização conjunta de R$ 140 mil. Uma adolescente de 14 anos chegou a ser encontrada trabalhando em uma das oficinas - ela contou que só podia sair do local, onde também morava, com autorização dos chefes. "A conclusão é que o único responsável por essas duas oficinas era a Zara, pois esses trabalhadores só produziam peças destinadas à empresa, seguindo os padrões dela", disse à Folha Online o auditor Luís Alexandre de Faria, do Ministério do Trabalho. As duas oficinas receberam 48 autuações por infrações que incluiam excesso de jornada - que chegava a 16h por dia -, falta de pagamento de férias e falta de descanso semanal.

Americana

Em Americana, o caso foi aberto em maio. Cerca de 50 bolivianos foram encontrados no local em condições precárias de moradia e sem higiene. A oficina era subcontratada pela Zara, mas não trabalhava exclusivamente para a empresa. Todos os casos foram encaminhados para o Ministério Público.

Irregularidades

A Inditex, empresa espanhola responsável pela Zara, reconheceu em comunicado as irregularidades dos fornecedores. Segundo a empresa, ela não tinha conhecimento dos fatos e exigiu que o fornecedor que terceirizou o serviço regularizasse a situação "imediatamente". A Inditex informou ainda que vai reforçar a fiscalização do sistema de produção do fornecedor e das demais confecções que são suas parceiras no país.

Fonte: Folha

Shopping ABC abriga exposição com histórias da região

Shopping ABC abriga exposição com histórias da região

No próximo dia 19, sexta-feira, o Shopping ABC completa 15 anos de história e inaugura a exposição comemorativa que faz uma retrospectiva de suas mudanças e memórias.  A mostra é composta por paineis com imagens e textos que contam a trajetória do empreendimento e das cidades de Santo André, São Bernardo e São Caetano.

As peças trazem depoimentos e dados históricos da região, relatando a fundação de suas primeiras ruas, endereços comerciais e escolas. Ao todo, são nove murais com curiosidades do Shopping ABC e da comunidade que estarão espalhados pelos quatro pisos de lojas. Nas escadas rolantes, grandes adesivos trarão mais capítulos importantes desses 15 anos.

A retrospectiva vai desde os tempos pré-inauguração até os dias de hoje, com a modernização do Shopping ABC, que, em 2011, renovou seu logo e identidade visual, além dos pisos, colunas e fachada, que estão passando por obra de revitalização. Neste ano, marcas famosas e exclusivas na região chegaram ao local, como Ecko, L’Occitane, Valisere e Empório Bijux, entre outras.

“Em seus 15 anos, o Shopping ABC consolidou-se como ponto de referência de lazer, cultura, passeio e compras. Esta será uma oportunidade de seus frequentadores conferirem partes interessantes dessa grande história”, diz Felipe Wasserman, gerente de marketing do shopping. A exposição estará aberta ao público gratuitamente todos os dias, até 15/09.

Exposição “15 anos do Shopping ABC”
Data: de 19 de agosto a 15 de setembro
Horário: segunda-feira a sábado das 10h às 22h, domingo das 14h às 20h
GRATUITA
Endereço: Av. Pereira Barreto, 42. Santo André/SP. Tel.: (11) 3437-7222
www.shoppingabc.com.br

McDia Feliz vai mobilizar sete shoppings administrados pelo grupo Aliansce

McDia Feliz vai mobilizar sete shoppings administrados pelo grupo Aliansce
 Sete shoppings administrados pelo grupo Aliansce no Estado do Rio de Janeiro vão "vestir a camisa" da solidariedade, dia 27 de agosto, durante o McDia Feliz. Juntos, os shoppings Bangu, Carioca, Caxias, Grande Rio, Passeio, Via Parque, e Boulevard Campos vão se mobilizar para potencializar as vendas de Big Mac nos restaurantes McDonald´s. Ao longo do dia, serão realizadas ações de marketing para ajudar a aumentar a venda do sanduíche, além de brincadeiras, atividades recreativas e apresentações culturais gratuitas nas lojas. Para evitar filas e aumentar a arrecadação haverá venda antecipada de tíquetes do sanduíche Big Mac nos dias 24, 25 e 26 de agosto nos Shoppings. Toda a arrecadação no Estado do Rio de Janeiro vai para a Casa Ronald McDonald que hospeda de crianças e adolescentes com câncer.

Histórico - No Brasil, o McDia Feliz foi realizado pela primeira vez em 1988, em São Paulo, se estendendo para todo o país em 1990. Uma vez por ano, todas as lojas da rede McDonald’s destinam os recursos arrecadados com a venda do sanduíche Big Mac a projetos de instituições que lutam pela cura do câncer infantojuvenil em todo o Brasil. Somente em 2011 serão apoiados 73 projetos de 59 entidades beneficentes. No Rio de Janeiro, a Casa Ronald McDonald, instituição que oferece hospedagem, alimentação, transporte e suporte psicossocial aos pequenos pacientes em tratamento e suas famílias que estão fora de suas cidades, será beneficiada pela campanha. Desde o início do projeto no Brasil, em 1988, o McDia Feliz vem beneficiando aproximadamente 30 mil crianças anualmente, apoiando cerca de 100 instituições. Até hoje já foram arrecadados mais de R$ 114 milhões com a campanha.


terça-feira, 16 de agosto de 2011

Telasul PDV lança concurso Ponto de Vista para criar expositor

Telasul PDV lança concurso Ponto de Vista para criar expositor
Projeto vencedor entrará na linha de acessórios da marca

A Telasul PDV, de Garibaldi (RS) lança o concurso Ponto de Vista. Voltado a estudantes de design e arquitetura e designers freelancers, o concurso vai premiar o melhor projeto de expositor de óculos com um iPad. Além disso, o projeto vencedor entrará na linha de acessórios da Telasul PDV.

De 12 de agosto a 21 de outubro os interessados em participar podem inscrever seus projetos através do site www.telasulpdv.com.br/pontodevista. Cada participante poderá enviar até três projetos que ficarão disponíveis em uma galeria online no site do concurso, junto com os demais projetos já cadastrados e terão a possibilidade de compartilhá-los nas redes sociais. Terminado o período de inscrições, a Telasul PDV vai escolher, através de uma comissão julgadora, os três melhores projetos que irão a votação popular no site a partir do dia 31 de outubro.

O vencedor será o autor do projeto mais votado e será conhecido no dia 30 de novembro de 2011.

Concurso Ponto de Vista | Telasul PDV
Quando: Inscrições de 12 de agosto a 21 de outubro
Como: Através do site www.telasulpdv.com.br/pontodevista


Fórmula 70/20/10 é tema de Workshop em São Paulo

Fórmula 70/20/10 é tema de Workshop em São Paulo
Abrasce e BrandWorks promovem evento para apresentar um novo conceito de gestão da inovação em shopping centers

`Infelizmente não fui eu que criei!`. Com essa afirmação Luiz Alberto Marinho, sócio-diretor da BrandWorks ─ empresa especializada em marketing de varejo ─ fala da admiração pela fórmula 70/20/10 que será tema do primeiro Workshop promovido pela BrandWorks em parceria com a Abrasce, dia 13 de setembro, das 8h30 às 18h.

O evento tem caráter exclusivo, com limite de 40 participantes, e se será realizado na Casa do Saber. `Escolhemos um lugar informal e, ao mesmo tempo, aconchegante, com sofás, em vez de cadeiras, no andar de cima de uma livraria, tudo para que possamos oferecer um dia gostoso e rico em troca de ideias e conhecimentos`, afirma Fernanda Valenti, gerente de educação e pesquisas da Abrasce. `Esse é mais um formato de curso que complementa nossa programação`, acrescenta.

Na apresentação, Marinho percorrerá pelos conceitos da fórmula 70/20/10 e como os shopping centers podem colocá-la em prática. `Inovar envolve riscos, mas também pode trazer grandes recompensas.

Empresas poderosas, como a Coca-Cola, já perceberam que podem viabilizar seus processos de inovação por meio da fórmula 70/20/10`, explica ele. Com a participação de Bia Granja (youPIX), Marina Pechlivanis (Umbigo do Mundo) e Rui Piranda (Giovanni + DraftFCB), o evento abordará, ainda, novas estratégias, como a construção do senso de lugar, o marketing do amor, o storytelling, a comunicação 3.0 e o incrível potencial das redes sociais.

Maiores informações:
http://www.portaldoshopping.com.br/

55a Franchising University

55a Franchising University
A Franchising University é um curso intensivo de Formação de Executivos em Franchising onde são explorados todos os aspectos relevantes do sistema de franquias. O conteúdo envolve o funcionamento completo de uma rede, desde a estratégia inicial de expansão à implantação e gestão da mesma.

Além de conceitos teóricos, como aspectos legais e estrutura financeira, o curso compreende cases de sucesso, com a participação de especialistas de diversos segmentos, permitindo a troca de experiências entre os participantes e a visualização prática do conteúdo apresentado. O curso conta com consultores do Grupo Cherto e com profissionais do segmento, trazendo diferentes visões do mercado. No último dia do curso será realizada uma visita a uma empresa franqueadora para ver na prática como funciona uma operação de franchising bem estruturada. Trata-se da melhor oportunidade para conhecer tanto em tão pouco tempo sobre o Franchising.

CONTEUDO
O Franchising no Mundo dos Negócios: Como o Franchising pode interagir com as demais atividades da empresa. Desenvolvendo uma Estratégia de Sucesso: Como avaliar e definir o caminho do seu negócio Receitas e Taxas do Franqueador: Avaliação financeira dos negócios Franqueador/Franqueado. Aspectos Legais: Principais questões jurídicas que afetam o negócio, bem como a necessidade de ter Contratos de Franquia e Circular de Oferta de Franquias estruturados e transparentes Fundo de Marketing: Como estruturar e operacionalizar o fundo de marketing de sua rede Expansão & Pontos Comerciais: Como definir o processo de expansão da rede, evitando riscos para a operação e como selecionar os melhores pontos comerciais. Vendas & Seleção: Como elevar suas chances de atrair e selecionar franqueados com perfil adequado Processos & Manuais: Como estruturar processos e formatar/redigir manuais. Consultoria de Campo: Como montar uma estrutura efetiva, capaz de agregar valor à operação e apoiar a rede de franqueados Gestão de Rede: Como desenvolver ferramentas e melhorar o relacionamento, garantindo melhores resultados e evitando conflitos

Visita à empresa franqueadora: Para avaliar na prática o funcionamento de uma operação de Franchising bem sucedida.

Ao final de cada dia serão ministradas palestras de especialistas do setor, proporcionando visão e experiências práticas sobre temas relevantes ao Franchising. Conteúdo


INSTRUTORES
Américo José da Silva Filho
Instrutor parceiro da Cherto, graduado em Comunicação Social, com especialização em Marketing e formado pela Franchising University. Atua em treinamento e consultoria nas áreas de vendas e atendimento, motivação, qualidade e serviços, atendendo empresas como Bayer, O Boticário, Bradesco, Bob’s, Casa do Pão de Queijo, Claro, Oi, e outros. Autor de livros e artigos sobre atendimento e vendas.

Andrea Belavenuto
Gerente de Real Estate da Franchise Store, graduada pela Franchising University e em Direito – Faculdades Toledo/SP, MBA em Gestão de Projetos – FGV/RJ e pósgraduada em Direito Empresarial – PUC/SP. Atua há 8 anos em expansão e implantação de redes de franquias como Lacoste, MMartan, Nokia, Yoggi, Andarella, Santa Lolla, La Martina, Onodera, Café Jardim, entre outros.

Andrea Oricchio Kirsh
Sócia do escritório CUNHA | ORICCHIO | RICCA | LOPES Advogados, graduada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com especialização em Direito Civil e Comercial. Especialização na área de canais de distribuição e franchising.

Denis Santini
Sócio-Diretor da MD Comunicação, Ex Diretor e Fundador da AFRAS – Associação Franquia Solidária. É membro do conselho editorial da Revista Franquia & Cia, Palestrante da ABF e da Cherto. Atua no Segmento de Franchising e Varejo desde 1993, desenvolvendo ações de comunicação para diversas empresas. Autor do Livro “Marketing para Franquias”. Fernando Campora Sócio e Diretor do Grupo Cherto e presidente da International Franchising Consultants Network (IFCN). Formado em Administração pela EAESP/FGV, coordenou mais de 400 projetos de estratégia de canais de vendas. É co-autor dos livros “Franchising – uma estratégia para expansão de negócios” e “Mais que Franchising”.

Filomena Garcia
Sócia e diretora do Grupo Cherto e da Franchise Store, publicitária com MBA pela Universidade de São Paulo e pela Universidade de Nashville – EUA, graduada pela Franchising University e especializada em Varejo pela FGV-SP. Co-autora do Livro: “Franchising – Uma Estratégia para a Expansão de Negócios” e “Marketing para Franquias”.

Luciana Morse
Graduada pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, sócia principal da MORSE ADVOGADOS ASSOCIADOS, com atuação voltada à completa assessoria jurídica em franchising, e vasta experiência na prestação de assessoria em contratos relativos aos mais variados setores da atividade empresarial, societária e civil.

Marina Dalul
Sócia e Diretora da divisão de Planejamento do Grupo Cherto, professora da Franchising University. Graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas/SP com extensão na New York University (Stern School of Business). Coordenou mais de 100 projetos de planejamento de expansão de negócios. Mônica Landi Consultora de Processos do Grupo Cherto, graduada em Comunicação Social. Já atuou, como Consultora e Redatora de Processos, em projetos para empresas como: Formule1, Novotel, Living, Instituto Unibanco, Ichiban, Koni Store, Café Jardim, Hering, Devassa, QG Pasteis, etc.

O QUE INCLUI:
  • Seminário expositivo, com aulas dinâmicas e utilização de apresentações e filmes;
  • Franqueadores e especialistas expõem conceitos e práticas bem-sucedidas;
  • Cases práticos e reais, baseados na experiência de quem entende de Franchising;
  • Textos e matérias de revistas, jornais e publicações especializadas, no Brasil e no exterior; ƒƒ
  • Ferramentas, modelos de formulários e check-lists, possibilitando a aplicação prática em sua própria empresa
  • Material didático impresso
  • Apresentações
  • Certificado de participação
  • Almoço e coffee-breaks
  • Visita e transporte para a empresa franqueadora no último dia do curso.
COMO CHEGAR
Mercure São Paulo – Jardins Alameda Itu, 1151 – Cerqueira César

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES
Entre em contato pelo tel. (11) 3549-9910 ou e-mail: atendimento@cherto.com.br

INVESTIMENTO:
R$ 3.980,00 - Para pagamentos à vista será concedido o desconto de 5%.