Postagens

Mostrando postagens de outubro, 2010

Municípios brasileiros se rendem à indústria de shoppings

Carentes de centros de compras, algumas cidades preparam-se para receber empreendimentos de grande porte, movimentando o varejo regional A indústria de shoppings espera receber, até o fim de 2012, cerca de cem novos centros de compras, segundo expectativa da Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping). E muitas regiões que não eram atendidas por este mercado passarão a contar com seus empreendimentos, ostentando o título de pioneiros nestes locais, e tornando-se bases de avanço ainda maior do varejo destas cidades. O Shopping Cidade Paranavaí, previsto para chegar ao município paranaense de mesmo nome até o segundo semestre de 2012; Via Verde Shopping, o primeiro centro de compras do estado do Acre, com expectativa de inauguração para agosto de 2011; North Shopping Barretos, no interior paulista, previsto para abrir suas portas no próximo mês; Shopping Pelotas (RS); Shopping Pátio Marabá e Unique Shopping Parauapebas, estes dois no estado do Pará, são alguns dos empreend

"Nova classe média" ganha seu primeiro Shopping Center

Imagem
Mais Shopping Largo 13 inaugura hoje ; totalmente comercializado e com expectativa de receber mais de 50 mil pessoas por dia, empreendimento marca a chegada de um modelo pioneiro à capital paulista A partir da sexta-feira, 29 de outubro, o enorme contingente populacional que circula nas imediações do Largo Treze de Maio, no bairro de Santo Amaro, ganha, finalmente, um shopping center para chamar de seu. Em sua maioria, usuários da mega oferta de transportes públicos da região, entre metrô, trem metropolitano e terminal de ônibus, boa parte desta população está inserida na nova classe média brasileira, um dos maiores fenômenos da economia e responsável pelo crescimento das vendas no varejo nos últimos anos. No entanto, independente dos avanços registrados em sua capacidade de consumo e de seus anseios por mais conforto e qualidade, a nova classe média – estimada em metade da população brasileira, pouco representa na frequência dos mais de 400 shopping centers tradicionais do país. Seg

O PDV no Marketing Mix e a evolução do varejo brasileiro

Por Leonardo Lanzetta* Entre os dias 20 e 21 de outubro, o POPAI Brasil e a ABA realizaram mais uma edição do evento PDV no Marketing Mix. Reconhecido como um dos principais eventos com foco em ponto de venda do ano, tanto por sua amplitude quanto pela conciliação de todas as interfaces do segmento de varejo, a edição 2010 trouxe palestras nacionais e internacionais e uma feira de projetos com o tema "PDV: Cooperação Crescente para Conquistar o Shopper". Mais do que atual, o tema foi explorado e discutido em todas as suas formas, sob a ótica do varejo, do anunciante e das agências, em benefício do desenvolvimento e da evolução do ponto de venda no Brasil. Esse ano, a primeira novidade do evento foi o aumento perceptível da qualidade das peças inscritas ao prêmio POPAI Brasil e expostas na feira. Para os visitantes que tiveram a oportunidade de avaliar os projetos, ficou claro que os criativos brasileiros estão ainda mais flexíveis e ousados, produzindo peças diferenciadas

Nicoboco apresenta coleção verão 2011

Imagem
Tecidos exclusivos, estampas à mão e misturas de materiais, artes, cores e detalhes estão presentes na linha Masculina, Feminina e Acessórios A Nicoboco, empresa genuinamente brasileira voltada para o segmento de surf, street e sport wear, apresenta a mais nova coleção da marca: Verão 2010/11. De acordo com o diretor de desenvolvimento da Nicoboco, Sergio Ruksenas, a novidade está nos tecidos exclusivos e diferenciados. "A Moda Masculina foi criada com uma grande variedade têxtil onde se destacam o reciclável, raports, mesclas e strechs", revela Ruksenas. Influenciada por um estilo casual, o diretor de desenvolvimento afirma que o resgate e o reinvento de técnicas e estilos já existentes com grande força de listras criativas, tipografia, desenho à mão, é o que dá a cara à nova coleção. "Outro diferencial poderá ser encontrado nas peças desenvolvidas com o trabalho de estamparia em cilindro criadas especialmente para dar exclusividade ao consumidor", ressalta.

Shopping Grande Rio contrata temporários para vendas de fim de ano

Este ano o Shopping Grande Rio abrirá 670 vagas temporárias, sendo a maioria delas destinadas às áreas de vestuário feminino, infantil e eletroeletrônico. A loja de vestuário masculino South é um exemplo: serão contratados 30 funcionários entre caixas, vendedores e estoquistas para suprir a demanda que aumenta muito no fim de ano. Para se inscrever, é preciso ter idade acima de 18 anos, morar próximo ao local e ter disponibilidade de horário. Não precisa ter experiência, mas sai na frente quem tiver. O salários dos vendedores são comissionados e os demais ganharão um salário mínimo (R$ 510). Os interessados devem ir ao local com currículo com foto. Na loja Hering, além de vagas para vendedores e estoquistas, (são 13 no total) há ainda a opção de assistente de loja, que ajuda na arrumação e nas vendas. Já no Ponto Frio são 15 vagas para vendedores e caixas e a experiência anterior é necessária. Algumas lojas pretendem aproveitar esses funcionários posteriormente de acordo com seu desem

Livro Sugerido: O que as mulheres querem? - Paco Underhill

Imagem
"O que as mulheres querem?" é o novo livro do autor do bestseller "Vamos às compras!" O ator e diretor Mel Gibson bem que tentou se infiltrar no universo feminino para descobrir “Do que as mulheres gostam”, um de seus filmes de maior sucesso; mas é Paco Underhill, especialista em pesquisa de mercado, que através de suas pesquisas e estudos, traz à tona no livro O que as mulheres querem?, lançado no Brasil pela Campus-Elsevier, pelo cenário mundial com observações perspicazes e aplicações práticas para ajudar todos a se adaptarem às novas realidades. À medida que muitas mulheres se tornam ricas, poderosas e independentes, as escolhas e preferências delas transformam o ambiente comercial de diversas maneiras importantes, do carro à comida; de como compramos e suprimos nossas casas a como jogamos, brincamos e utilizamos a internet. Em resumo, como gastamos nosso dinheiro. A predominância social e profissional das mulheres em todo mundo é um evolução que rapidamente s

Perfumaria é o setor que mais cresceu no varejo

O setor de perfumaria e cosméticos foi o que mais cresceu no varejo nacional. Dados divulgados nesta segunda pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que este segmento registrou crescimento de 2,6%, garantindo destaque ente os dez principais itens do varejo. Além disso, o estudo mostra que as vendas do varejo como um todo aumentaram em 10,4%, resultado que é recorde entre os meses de agosto, desde quando a pesquisa foi iniciada. Para Filipe Sabará, diretor de negócios da Beraca, uma das líderes globais em insumos da biodiversidade brasileira para a indústria de cosméticos, os dados refletem o ótimo momento dos mercados nacional e internacional. A unidade de beleza é a que registra maior salto no faturamento da empresa, que só entre o primeiro trimestre deste ano e o de 2009 cresceu 76%. Ainda em 2010, a companhia pretende alavancar o crescimento médio de 14% ao ano e o faturamento de R$ 100 milhões. Fonte: Alshop

Dois terços da classe C não leem rótulos

Imagem
Consumidor mostra-se disposto a levar uma vida saudável, mas não se informa corretamente Pesquisa da Apas foi feita em 8,2 mil lares: 44% das classes A e B não leem rótulos e são 30% nas faixas D e EAs letrinhas são miúdas mesmo. Muitas vezes estão espremidas na tampa, no fundo da embalagem, ou em um cantinho do rótulo. Mas não é tão difícil assim ler o rótulo de produtos alimentícios e de bebidas. Mesmo assim, menos da metade dos consumidores tem o hábito de ler as informações sobre ingredientes e propriedades nutricionais desses itens. Uma pesquisa encomendada pela Associação Paulista de Supermercados (Apas) à Kantar Worldpanel, em 8,2 mil lares pesquisados no primeiro semestre deste ano, mostra que 44% das pessoas das classes A e B disseram que têm o costume de ler rótulos. Entre os da classe C, a fatia é de 38%. No conjunto dos consumidores das faixas D e E, o número cai para 30%. "A falta do hábito de ler rótulos é uma contradição em um mercado no qual o consumidor estaria

"Extra supermercado" abre mais 16 lojas

Imagem
Inaugurações acontecem em S. Paulo e Rio de Janeiro para conversão de lojas Comprebem e Sendas nos dois Estados O Grupo Pão de Açúcar avança em seu projeto de expansão da bandeira Extra Supermercado. A rede investe R$ 14 milhões na inauguração de dezesseis novas lojas no dia 27 de outubro, sendo onze originárias da rede CompreBem, em São Paulo, e cinco Sendas, no Rio de Janeiro. Com essas aberturas, já são 55 lojas da rede presentes nos Estados de S. Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Ceará. O plano de conversão prevê a finalização das conversões até o final de 2011, o que deve posicionar a rede de supermercados como a maior do País, com mais de 170 pontos de venda. As primeiras lojas viradas em agosto desse ano já demonstram o sucesso de vendas, com elevação de até dois dígitos frente ao faturamento das mesmas unidades nas antigas bandeiras. O Extra Supermercado se caracteriza como uma loja de bairro completa com destaque para as seções de perecíveis e alimentos. Com a expansão da

Rio Franchising Business 2010 atrai empresários do Sudeste interessados em franquias

Redes como MegaMatte e D'pil já planejam negócios para 2011. Empresários e empreendedores vão se encontrar na próxima semana no Rio de Janeiro durante a Rio Franchising Business 2010. A feira de negócios realizada pela ABF-Rio coloca a cidade como referência no segmento de franchising. Considerada uma das 10 maiores do mundo, investidores visam ampliar o volume de negociações em decorrência da participação no evento. Redes como MegaMatte e D'pil já planejam negócios para 2011 a partir de contatos feitos com candidatos a franqueadores durante a feira. O evento acontece no Riocentro, de 4 a 6 de novembro, e ocupará uma área de 6.500m2, são 160 marcas expositoras e a expectativa é receber 18 mil visitantes. Com mais de R$ 30 milhões em negócios gerados em 2009, a 4ª edição a feira tem a expectativa de movimentar R$ 40 milhões em volume de negócios em 2010. "A ABF-Rio está completando 20 anos de existência. Estamos fortes, capitalizados e representativa quando o assunto é

Especialistas discutem o setor de moda no franchising

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) mais uma vez realiza o encontro de profissionais do setor de moda, no próximo dia 28 de outubro, com o objetivo de discutir sobre a gestão de empresas atuantes da área, com temas relevantes do dia a dia. Representantes da Chilli Beans, Havaianas, Hering, Puket, Via Uno e Morumbi Shopping estarão presentes para compartilhar suas experiências. É uma excelente oportunidade para conhecer tendências, estilos e inovações de um setor que está sempre em constante evolução. Confira a programação completa no site www.abf.com.br. Serviço: 2º Simpósio de Moda da ABF Data: 28 de outubro, das 8h30h às 13h30 Endereço: Av. das Nações Unidas, 10.989, conj. 112 – Vila Olímpia

Mr. Mix realiza evento para apresentar modelo de negócios para futuros franqueados

Imagem
O objetivo é expandir a rede que atualmente já soma 22 unidades No dia 28 de outubro, próxima quinta-feira, às 9h, a Mr. Mix, maior rede especializada em milk shakes do mercado, vai promover um evento para apresentar seus produtos e modelo de negócios para potenciais investidores. Batizado de Mr. Mix Day, o encontro acontecerá na capital paulista, na Franchising Store, loja especializada em venda de franquias. Na ocasião os participantes terão a oportunidade de degustar os produtos vendidos nas lojas da Mr. Mix e conhecer detalhes do negócio, além do plano de expansão da rede. Com 22 lojas em operação, e oito em processo de abertura, a Mr. Mix pretende encerrar o ano de 2011 com 50 operações, ampliando a presença em estados como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Quem comparecer ao evento e formalizar o contrato de franquia até o final de novembro contará com algumas condições especiais. Para participar do Mr. Mix Day os interessados podem fazer a inscrição por meio do tele

Alshop dá dicas para quem quer garantir a vaga após trabalho temporário

Com cenário positivo e a indústria de shoppings crescendo a passos largos, a partir da chegada de novos empreendimentos por todo o Brasil, o setor varejista espera incrementar suas lojas com a contratação de aproximadamente 130 mil trabalhadores temporários que irão atuar nos períodos que antecedem à data natalina de 2010. Este é o número constatado segundo pesquisa realizada pela Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) junto a dezenas de marcas do setor de todo o País, um crescimento de 10% sobre o mesmo período do ano anterior, diante do efetivo de 119 mil profissionais contratados pelo setor no ano passado. Conforme comportamentos anteriores, cerca de 75 mil destas vagas serão preenchidas por pessoas com idade entre 18 e 40 anos. Mas o candidato que deseja garantir a sua permanência no ponto de venda deve ficar atento à algumas regras básicas de conduta, pois a avaliação é constante por parte de seus superiores no período anterior à contratação definitiva. “Primeir

Vendas do varejo crescem 7,9% em setembro

De acordo com o IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas), último trimestre será de otimismo para o comércio brasileiro O mês de setembro fechou com aumento de 7,9% nas vendas, em comparação ao mesmo período de 2009, segundo a pesquisa realizada pelo IAV-IDV (Índice Antecedente de Vendas) com os 35 maiores varejistas do país, associados ao Instituto. Esta taxa supera ligeiramente a última previsão, no qual foi projetado um crescimento de 7,4%. O IAV-IDV aponta para um último trimestre otimista. Em outubro, a expectativa é que se atinja uma taxa de crescimento de 7,7% em relação a igual mês do ano anterior. Em novembro, este número sobre para 7,9%, e volta aos 7,7% para o último mês de 2010. De acordo com o Índice, a média de vendas do comércio neste ano será de 7,1%, a maior da série histórica, pois as taxas registradas em 2008 e 2009 foram 3,9% e 3,6% respectivamente. Os setores do varejo ligados a bens duráveis, como material de construção, móveis, eletrodomésticos e informática,

Curso de Marketing Promocional e Merchandising

O curso abrange os conceitos e as tendências do marketing promocional aplicado ao varejo, bem como aplicações práticas e estudo de casos. Público Alvo Estudantes e profissionais de comunicação e marketing, administração, profissionais do varejo e empresas que desejem atuar de forma mais estratégica e eficaz na comunicação no ponto-de-venda. Conteúdo Programático Mercado e Conceitos • Mix de marketing X Mix de comunicação; • Comunicação above the line X below the line; • Marketing, publicidade e propaganda; • Marketing promocional e digital – um casamento efetivo; • Promoção institucional X Promoção de vendas; • Merchandising editorial; • Trade marketing: relação entre indústria e varejo. Promoção • Promoção institucional: Valorizando a imagem da empresa; • Visão estratégica de promoção de vendas; • Itens e ações promocionais; • Legislação de promoção com premiação. Merchandising no Ponto-de-Venda • Evolução do varejo e do PDV; • Comportamento do consumidor: n

Blitz: De volta !

Imagem
Ola a todos ! Já fazia algum tempo que não postava nada na coluna Blitz. Seguem algumas fotos: Toda vez que menciono alguma questão envolvendo a exposição de embalagem no ponto-de-venda, sempre me vem à mente as embalagens do whisky White Horse, que cria um desenho unico, utilizando todas as faces da embalagem. Interessante vitrine criada na loja HP do Shopping Vila Olimpia (SP). O chão espelhado (perceba a linha tenue que divide os suportes) cria uma profundidade que destaca ainda mais os elementos luminosos que servem de suporte para as peças. Sensacional ! Casas Bahia com novo conceito? Adorei essa nova Casas Bahia, no Shopping ABC (SP), com desenho mais limpo e organizado, longe do amontoado de produtos do desenho antigo. No Rio, tive a oportunidade de conhecer a famosa Banca do David, que em minha opinião, se um dia já foi algo revolucionário, já está na hora de se recriar novamente. No varejo, nada é definitivo. Ainda no Rio, encontrei unidades do Bob´s e a

Fnac abre maior Apple Shop da América Latina

A Fnac inaugura hoje no MorumbiShopping, em São Paulo, uma Apple Shop de 200 metros quadrados, o maior espaço do gênero dedicado a produtos Apple na América Latina. As Apple Shops são ambientes totalmente focados no conceito Apple, criando uma experiência de compra diferenciada, com a oferta de toda a linha de produtos da marca, acessórios e produtos de terceiros para uso doméstico ou profissional. O local conta com consultores treinados pela Apple e consultores de vendas Fnac, disponíveis para dar explicações sobre a tecnologia Mac. Além disso, as Apple Shops oferecem regularmente demonstrações das soluções Apple e de seus produtos, além de eventos e workshops. Fonte: Mercado & Consumo

Walmart reforça planos e volta olhos para a classe C do Brasil

De olho no crescimento das classes C e D brasileiras, o Walmart irá investir para ampliar a rede nordestina TodoDia, que possui 112 lojas pelo País. A ideia é ampliar a atuação nos mercados emergentes, tanto que para isso terão US$ 14 bilhões de investimentos em 2011, ante os US$ 12,2 bilhões previstos para este ano, principalmente em unidades no Brasil, México e China. Em 2012, a companhia prevê um volume ainda maior: de US$ 13,5 bilhões a US$ 14,5 bilhões. O Walmart prevê até dobrar seus aportes no mercado americano (entre US$ 7,5 bilhões e US$ 8 bilhões), em relação aos investimentos previstos entre US$ 3,5 bilhões e US$ 4 bilhões para o ano fiscal de 2010. Uma das principais características do TodoDia é ter em seu quadro de funcionários pessoas do bairro, o que garante também o atendimento mais personalizado da rede aos clientes. A bandeira aposta em conceitos como açougue, padaria e farmácia próprias, de olho na tendência do mercado, em que o novo consumidor quer ir para um hiper

Extra traz para consumidores móveis com certificação ambiental

Produtos com o Selo Biomóvel garatem o cuidado com o meio ambiente em todas as fases de vida do móvel Alinhado a política de responsabilidade socioambiental e apoio aos fornecedores que preservam e respeitam o meio ambiente, o Extra começa a disponibilizar, em suas 105 lojas do formato Hipermercado, móveis de jardim com o selo Biomóvel. A certificação comprova que os produtos seguem rigorosos princípios de sustentabilidade desde a pré-produção até a fase de destino final. No Extra, os móveis vendidos com o selo são da linha Garopaba do fornecedor Espaço Casa e Jardim. Por enquanto, a rede oferece duas mesas e dois tipos de cadeiras com a certificação. Para Hugo Bethlem, Vice Presidente Executivo do Grupo Pão de Açúcar, a idéia é ampliar o mix de produtos com essa preocupação ambiental nas lojas do Extra. “É fundamental que os setores se unam e possam replicar as boas práticas. A parceria reforça a preocupação das empresas em informar ao consumidor a importância de adotar hábitos su

Plastrom Sensormatic apresenta diretor de soluções e satisfação do cliente

Carlos Eduardo Santos será responsável por oferecer consultoria e indicar soluções que resultem em maior satisfação do cliente Para buscar novas oportunidades de negócios e, ao mesmo tempo, fortalecer e estreitar o relacionamento com seus clientes, a Plastrom Sensormatic, empresa especializada em soluções de prevenção de perdas, acaba de contratar Carlos Eduardo Santos como diretor de soluções e satisfação do cliente. Santos é formado em Direito e Administração de Empresas e possui MBA em Gesão de Riscos e Segurança Empresarial pela FECAP-SP. Além disso, é membro do Provar - Programa de Administração de Varejo da Fundação Instituto de Administração (FIA) - e executivo do varejo atuante nas áreas de Auditoria, Controles Internos, Gerenciamento de Riscos e Prevenção de Perdas. Além dessas funções, leciona Prevenção de Perdas, Gerenciamento de Riscos e Direito em cursos Pós-Graduação e MBA na FIA/PROVAR e FAPI/FESP. O diretor também é autor do livro “Manual de Prevenção de Perdas e Ge

Riachuelo dispara e prevê vender R$ 3 bilhões este ano

Imagem
Com a meta de a1cançar o primeiro lugar no pódium no Brasil na categoria como rede nacional do varejo de vestuário e acessórios, a Riachuelo tem apresentado forte desempenho e pode obter faturamento de R$ 3 bilhões, segundo analistas do mercado. No ano passado a empresa teve receita estimada em R$ 1,9 bilhão e ficou atrás da Lojas Renner, que faturou em torno de R$ 3,024 bi. Entre as estratégias para ganhar mercado e superar a concorrência, a meta é investir R$ 1,7 bilhão até 2013 para dobrar a área de vendas, de 240 mil metros quadrados para 480 mil metros² no período, ampliando a rede das atuais 114 para 190 lojas, nos próximos três anos. Até o final do ano serão inaugurados mais 10 pontos de venda. De acordo com o presidente do Grupo Guararapes - controladora da Riachuelo - Flávio Rocha, a expansão deve abrir 8 mil postos de trabalho, aumentando para 22 mil o contingente de colaboradores. Além da Riachuelo, o Grupo é dono da confecção leva seu nome, além de um shopping center, o

MMartan deve atingir 140 lojas em 2011

Josué Gomes da Silva, da Coteminas e da Abit, diz que alta do algodão é "até boa" A MMartan deve chegar ao próximo ano com 140 lojas inauguradas. A informação é de Josué Gomes da Silva, presidente da Coteminas, que comprou o controle da varejista especializada em cama, mesa e banho em abril de 2009, por R$ 55 milhões. No primeiro semestre deste ano, a rede de lojas contava com 112 lojas. No primeiro semestre do ano passado, eram 82 pontos de venda.. Fonte: Valor Economico

Cencosud quer abrir 30 lojas Bretas em três anos

O grupo chileno Cencosud planeja abrir nos próximos três anos 30 lojas da rede mineira Bretas, cuja aquisição foi anunciada no final de semana passado. Com a compra, por cerca de US$ 800 milhões, a empresa duplicou sua presença no mercado brasileiro, onde já estava presente com as bandeiras GBarbosa, Família e Perini. A Bretas possui atualmente 62 lojas. UOL Economia

C&A inaugura loja flagship em SP

A C&A, uma das principais varejistas de moda do país, abre hoje uma unidade flagship no Shopping Iguatemi, em São Paulo, apresentando um novo conceito de loja. O ponto de venda combina atributos como elegância, ousadia, brilho, calor, energia, sensualidade e tecnologia. Uma das inovações na arquitetura é um painel indoor de LED. A loja tem espaços exclusivos para a venda de produtos assinados por designers, com destaque para uma área permanente do São Paulo Fashion Week (SPFW) que trará novidades em moda e design. O atendimento contará com consultores de moda; os uniformes dos funcionários são assinados pelo estilista Reinaldo Lourenço; e a exposição das coleções tem como base o estilo de vida das mulheres. Já o espaço dedicado a lingerie é totalmente reservado e conta com um minibar que confere um clima ainda mais intimista. Há ainda ambientes especializados nas áreas de acessórios e jeans. Para o público infantil, há uma área nova, a C&A Kids. O espaço de moda infantil co

Mercado eleva previsões de inflação, mas mantém a de Selic

Previsão é que a taxa de juros básicos encerre 2010 em 10,75% O mercado elevou sua previsão de inflação neste e no próximo ano, mas manteve as estimativas para o juro básico e o crescimento do país, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira. O prognóstico para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) deste ano subiu para 5,20%, ante 5,15% na semana anterior. O de 2011 alcançou 4,99%, frente a 4,98% no relatório passado. Já a previsão para o dólar apresentou queda, passando de R$ 1,75 na semana passada para R$ 1,70 nesta semana. O mercado estima que a Selic encerre 2010 no patamar atual de 10,75% ao ano e termine 2011 em 11,75%. Para o crescimento da economia brasileira, as estimativas foram mantidas em 7,55% neste ano e 4,50% no próximo. O Copom (Comitê de Política Monetária) inicia nesta terça-feira (19/10) a reunião de dois dias para determinar a nova taxa básica de juros do país. Fonte: Folha Online

Vendas do varejo brasileiro sobem 10,4% em agosto

GS&MD - Gouvêa de Souza analisa que o crescimento foi generalizado: todos os setores do varejo e Estados do país fecharam o mês em alta. Números divulgados pelo IBGE mostram que as vendas do varejo brasileiro tiveram em agosto um crescimento de 10,4% em relação ao mesmo período do ano passado, fazendo com que o acumulado de 2010 ficasse em 11,3% na comparação com os primeiros oito meses de 2009. “A continuidade da expansão do varejo reflete a contínua melhoria das condições macroeconômicas do país, com maior volume de crédito; aumento da renda da população; e alta confiança do consumidor”, afirma Luiz Goes, sócio-sênior e diretor da GS&MD - Gouvêa de Souza. No varejo ampliado, que inclui Veículos e motos, partes e peças; e Material de construção, o desempenho foi ainda mais forte, com expansão de 14% em agosto e 12,2% no acumulado de 2010. Isso porque as vendas desses setores tiveram expansão de, respectivamente, 19,3% e 19,9% no mês. O desempenho do varejo brasileiro fic

Lojas devem contratar cerca de 5 mil temporários para vendas do fim de ano

As festas de fim de ano costumam aquecer as vendas no comércio com a busca dos consumidores por produtos e presentes. E o aumento da procura pode ser uma oportunidade para quem está em busca de emprego. De acordo com o Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista-DF), cerca de 5 mil pessoas devem ser recrutadas, por meio de contrato temporáro, nas 18 mil lojas do Distrito Federal, para reforçar o quadro de funcinários das empresas. O número se assemelha ao de 2009. Cristina Ferreira Reis, 21 anos, atualmente é subgerente da loja Zinzane, no Brasília Shopping, onde ingressou em 2009 como vendedora temporária. "Eu fiquei uns três meses e fui efetivada", conta. A subgerente, que era empregada doméstica desde os 14 anos anos, explica que o funcionário deve se esforçar para conseguir o cargo. "Quando eu entrei, era época de Natal. Tem que chegar mais cedo e sair mais tarde. Correr atrás mesmo. Além disso, a pessoa deve ter o perfil adequado. Muitas vezes o cliente chega

Dia da Criança indica Natal forte

Vendas crescem 12% no País em relação à mesma data de 2009 e superam as taxas atingidas no Dia das Mães, dos Namorados e dos Pais O bom desempenho de vendas alcançado no Dia da Criança, que superou as expectativas dos empresários e atingiu a maior taxa de crescimento entre as datas comemorativas do ano, deve garantir alta de dois dígitos no Natal de 2010. Duas pesquisas divulgadas ontem indicam que o comércio varejista faturou entre 11% e 12% mais na semana do Dia da Criança deste ano na comparação com o mesmo período de 2009. Pesquisa nacional da Serasa Experian revela que o faturamento do comércio entre os dias 5 e 11 deste mês aumentou 12% em relação à semana que antecedeu a data em 2009. Esse resultado superou a previsão inicial dos empresários do varejo que esperavam uma alta de 10,3% na comparação anual. Levantamento feito pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que se refere às vendas só da capital paulista, confirma os resultados nacionais da Serasa Experian. De 1º

POPAI Brasil e ABA promovem PDV no Marketing Mix nos dias 20 e 21 de outubro

Durante o evento, estarão expostos as peças candidatas ao Prêmio POPAI Brasil O POPAI Brasil, associação dedicada ao desenvolvimento e valorização do marketing no ponto de venda, em parceria com a ABA (Associação Brasileira de Anunciantes) promove nos próximos dias 20 e 21 de outubro a feira e congresso PDV no Marketing Mix. A edição 2010 traz o tema "PDV: Alianças Para Operar o Mundo Sem Fronteiras" e será realizado no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. O principal objetivo da feira será discutir como a aliança entre o mundo real e o virtual multiplica as fronteiras do ponto de venda, de pequeno, médio ou grande porte. O evento discutirá o novo papel do varejo, que tem como desafio a expansão das marcas, a ampliação do relacionamento com os consumidores e ativação de novas vendas. O congresso do PDV no Marketing Mix abordará o processo de decisão de compra atual e as oportunidades para investimentos no varejo, com foco em novidades e tecnologia. A palestra c

‘Google’ de preços do varejo será lançado amanhã em São Paulo

Com o nome de PesquiseJá, ele foi criado para monitorar, em tempo real, os preços de produtos alimentícios e de higiene em supermercados e outros estabelecimentos. A ideia é oferecer um serviço de comparação para o próprio varejo, além de indústria, atacado e setor transformador, como hotéis, restaurantes e bares. “Hoje no mercado, ninguém disponibiliza esse tipo de informação. As empresas têm de ligar para os fornecedores. Nosso cliente se cadastra e recebe uma identificação e senha para acessar as informações pelo site (www.pesquiseja.com.br)”, explica Fernando Menezes, sócio-proprietário da empresa. O site de pesquisa oferecerá até 16 informações sobre os produtos, como preço, participação na gôndola, promoção e posicionamento de cestas de produtos. O cliente pode escolher no cadastro se quer acessar dados de cestas com 30 a 150 itens e também preços de marcas líderes, intermediárias ou de menor valor. Menezes não divulgou o preço mensal pelo serviço, mas afirmou que o gasto reto

Mercado de flores ganha espaço na internet

À medida em que o comércio eletrônico cresce média de 30% ao ano, segmentos que ainda têm pequena participação nesse setor bilionário conquistam espaço com o avanço do número de e-consumidores no País. Nesse cenário, as floriculturas virtuais, que detêm quase 2% do faturamento de R$ 10,6 bilhões no ano passado, estão crescendo em ritmo acelerado. Somente no primeiro semestre, o e-commerce movimentou a cifra de R$ 7,8 bilhões, crescendo à taxa de 40%, acima do esperado para o período. A são-caetanense Giuliana Flores aproveita esse momento para investir e abocanhar fatia maior deste bolo. O plano é abrir um centro de distribuição no Rio de Janeiro até o fim do ano. A localidade é a segunda maior em vendas para a floricultura, que faz entregas em mais de 1.000 cidades. "Teremos condições de atender os clientes no mesmo dia em que fazem os pedidos", diz o diretor da loja, Clóvis Souza. Também estão no radar Distrito Federal, Minas Gerais e Paraná. Mensalmente, o site receb

Dia da Criança fica abaixo da previsão de lojas

Após o Dia da Criança, os shoppings fecham com expectativa menor do que o esperado pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). A entidade previa um crescimento de 16,25% em relação ao ano passado. No entanto, o índice ficou abaixo da previsão em São Paulo. Mesmo assim, os porta-vozes dos empreendimentos afirmam que foi um dos melhores Dia da Criança que o mercado varejista teve. Um exemplo foram as vendas do Shopping Interlagos que cresceram cerca de 10%. O fluxo de público também foi 8% maior se comparado a igual período do ano passado. Segundo a superintendente do Shopping Interlagos, Carla Bordon Gomes, na relação de artigos mais vendidos os brinquedos, sobretudo os eletrônicos, se destacaram na data sazonal. "Quem também esteve bem posicionado nas vendas desta vez e conquistaram os consumidores foram os celulares, seguidos por roupas infantis", afirmou o porta-voz. O Central Plaza localizado entre a região do Grande ABC e a capital paulista foi o qu