quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Franchising em números: Setor de franquias cresceu 16,9% em 2011 e expectativa é manter o ritmo para este ano

O faturamento do setor foi de R$ 88,8 bilhões. De acordo com a ABF, o bom momento da economia e o aumento de renda da população foram os grandes motores desse crescimento

A Associação Brasileira de Franchising – ABF anuncia hoje que o segmento de franquias do Brasil cresceu 16,9% em 2011, atingindo o faturamento de R$ 88,8 bilhões. Atualmente, o franchising representa 2,3% do PIB nacional (considerando um crescimento do PIB de 3,5%, em 2011).

O estudo da ABF revela que o setor cresceu um pouco mais do que o esperado e que o bom momento da economia nacional e o aumento da renda da população foram os principais motivos dessa alta.

Os dados foram compilados pela ABF, tendo como base as 2.031 marcas de franquias atuantes no País. Para 2012, a entidade acredita que o ritmo de crescimento fique em torno de 15%. “O crescimento do setor é sustentável e acompanha a economia do País, apesar de estar crescendo muito acima do PIB”, afirma Ricardo Camargo, diretor executivo da ABF. Segundo ele, 15% de crescimento para 2012 é um excelente número e pode até ser considerado conservador, uma vez que estão previstos 43 novos shopping centers ao longo de 2012.

O número de redes em operação no Brasil cresceu 9,5% e o número de unidades (franqueadas e próprias) chegou a 93.098, que significa um incremento de 7,8% em relação ao ano anterior. Essa expansão resultou na abertura de mais de 60,5 mil novos postos de trabalho. O setor é responsável hoje por mais de 837 mil empregos diretos. Em 2012, o franchising será responsável por 913 mil empregos.

O crescimento no número de unidades poderia ser ainda maior, de acordo com o levantamento. Porém, o alto custo dos imóveis (luvas, aluguéis etc) registrado em praticamente todas as regiões do País inibiu a abertura de novos pontos de venda. “As redes de franquia avaliam minuciosamente o ponto comercial, pois nem sempre é possível repassar o custo do aluguel para o preço do produto ou serviço oferecido. No último ano, esse custo aumentou entre 2% e 4%, principalmente, no primeiro semestre”, explica o executivo.

O número de microfranquias, cujo investimento inicial é de até R$ 50 mil, saltou de 213 para 336, em 2011. Elas já representam 17% do total de marcas e 4% do faturamento do setor, ou seja, R$ 3,7 bilhões.

Em 2011, surgiram 176 novas franquias no mercado. Desse total, muitas são marcas já conhecidas do consumidor brasileiro, mas que somente no ano passado adotaram o modelo de franquias como forma de expansão. Entre elas, destacam-se a TAM Viagens, o supermercado Dia%, a loja de roupas Arte na Rua e as marcas Lupo, Hope, entre outras.

O interesse no Brasil continua alto e, por isso, muitas redes internacionais continuam sondando o mercado nacional. A tendência é de aumento de marcas estrangeiras em operação no Brasil nos próximos anos. Já as redes nacionais, apesar do grande potencial da economia local, não deixaram de pensar na internacionalização. Ao final de 2011, 90 marcas brasileiras já possuíam operações no exterior. Elas estão presentes em 58 países, em todos os continentes, o que representa 4,7% do total das marcas nacionais.

Crescimento por Setor

No ranking de faturamento, os cinco segmentos que mais cresceram em 2011 foram: Hotelaria e Turismo (85,9%), Móveis, Decoração e Presentes (35%), Esportes, Saúde, Beleza e Lazer (24,3%), Negócios, Serviços e Outros Varejos (14,9%), Alimentação (14,5%) e Acessórios Pessoais e Calçados (13,15%).

“Os setores que mais cresceram estão relacionados principalmente com o aumento de renda da população e com o ingresso definitivo das mulheres no mercado de trabalho, o que gera aumento de serviços como alimentação fora do lar, lavanderias, reparos domésticos, além de serviços de beleza, saúde e entretenimento”, explica Ricardo Camargo. Ainda segundo ele, o faturamento apresentado pelo segmento de Alimentação também teve influência do aumento de preços, que foram repassados aos consumidores. Já o setor de Vestuário não conseguiu repassar o aumento dos custos para os consumidores, devido à alta concorrência.

O expressivo crescimento do setor de Hotelaria e Turismo se deve, principalmente, à TAM Viagens que inaugurou 115 operações ao longo de 2011. A cadeia de hotéis Accor também inaugurou oito novas unidades e o hostel Che Lagarto, 11 novas operações no Brasil.

O grande destaque do setor de Móveis, Decoração e Presentes foi a Dicico, que conta com 51 unidades em operação. A imobiliária Century 21, por exemplo, saltou de 30 para 124 unidades. A Casa do Construtor inaugurou 24 novas lojas e a MultiCoisas, 31.

No segmento de Esporte, Saúde, Beleza e Lazer os destaques foram: O Boticário, que abriu 128 novas lojas, e a Água de Cheiro, que incrementou a rede com 206 novas lojas. Já as Óticas Carol e Diniz inauguraram 68 e 81 novas unidades, respectivamente. Outro grande destaque nesse setor foram as empresas de depilação. Apenas a Não+Pêlos inaugurou 295 unidades em 2011.

O segmento de Negócios, Serviços e Outros Varejos reúne empresas como lojas de conveniência, supermercados, petshop e serviços em geral. Só o supermercado Dia% inaugurou 113 lojas, atingindo um total de 489 pontos. A rede de conveniência AM/PM inaugurou 92 lojas e a BR Mania, 259. Outros destaques nesse setor foram a Dr. Resolve, com 378 novos franqueados, e a Praquemarido, com 35.

O setor de Alimentação continua crescendo de forma contínua. Em 2011, cresceu 14,5% e foi responsável pelo ingresso de 54 novas marcas. Entre elas, estão empresas de iogurtes e sorvetes. Só de iogurtes são 23 redes em operação no Brasil. Das marcas já conhecidas do público, destacam-se a Subway, com a inauguração de 140 lojas, o Bob’s com 93 novas unidades, o Spoletto com 41 e o Giraffas com 35. As redes Cacau Show e Brasil Cacau colaboraram com 100 novas lojas cada uma.

O setor de Acessórios Pessoais e Calçados apresentou um crescimento orgânico, puxado pelas 83 novas lojas da Havaianas e pelas 62 novas unidades da Chilli Beans.

Já o segmento de Limpeza e Conservação foi impactado pela abertura de 23 novas operações da 5 à Sec, 19 da Dry Clean e 17 da rede Dr.Jardim.

O segmento de Veículos está exclusivamente ligado a serviços e não à venda de automóveis. A Localiza, por exemplo, inaugurou 37 novas lojas, a rede de troca de óleo Lubrax+ abriu 76 e outros serviços não param de crescer como o de vistoria de autos, rastreamento e pintura.

O setor de Informática e Eletrônicos teve o crescimento impulsionado pela rede de lojas da operadora Oi e da recém-inaugurada Nokia, que já conta com 19 lojas.

O setor de Vestuário cresceu 7% em faturamento, o que mostra que a competição está acirrada e o repasse de aumentos não está sendo bem aceito pelo consumidor, que está pesquisando mais e aproveitando melhor as promoções. Nesse setor, destacam-se principalmente as cadeias de roupas íntimas como Lupo, Valisere, Hope e Casa das Calcinhas.

Crescimento do Faturamento das Franquias x Crescimento do PIB











Empresários e dirigentes lojistas discutem no interior rumos do SPC

Encontro aproximou lojistas e tratou de detalhes do Sistema de Proteção ao Crédito, o SPC

Centenas de lojistas e dirigentes de CDLs de nove municípios, da região da Serra, Campanha e Vale dos Sinos estiveram reunidos na noite desta terça-feira (28), na cidade de Farroupilha. O objetivo do encontro foi esclarecer dúvidas em relação a nova realidade do funcionamento do Sistema de Proteção ao Crédito, o SPC. O presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, ressaltou o trabalho associativista que vem sendo feito em todo o estado.

- Precisamos manter a unidade. Temos hoje 151 cidades do RS com banco de dados dentro do nosso SPC. Não existe um estado que não estejamos presentes. Estamos tratando com grandes redes, fizemos testes e fomos elogiados pela robustez do sistema. Todas as grandes redes estarão também registrando diretamente do seu banco de dados. É desagradável falar nesse assunto, mas o que queremos é que o lojista continua tendo vez, voz e voto na formação dos preços dos produtos do SPC - disse.

O representante da classe lojista gaúcha também criticou o desgastante debate em torno do tema do banco de dados do SPC.

-Ao invés de estarmos tratando de assuntos que são importantes para o desenvolvimento das nossas lojas, de estarmos nos preparando para enfrentar concorrência, estamos ainda discutindo a manutenção do banco de dados associativista que é algo que pertence a cada um de vocês - discursou Vitor Augusto Koch aos lojistas.

O anfitrião do encontro, presidente da CDL de Farroupilha, destacou o esforço que vem sendo feito na busca pela qualidade do serviço oferecido ao consumidor.

- A presença de todos só vem reforçar a maneira como agimos, valorizando o que é nosso. Foi o que a gente fez ao longo desses 40 anos - declarou o presidente da CDL de Farroupilha, Gilmar Luis Gasperin.

A cidade de Caxias do Sul também foi representada no evento. O município carrega o importante título de 2ª maior Câmara de Dirigentes Lojistas do Brasil, em número de participantes, totalizando 5 mil associados. O presidente da CDL de Caxias do Sul, Paulo Magnani, destacou a qualidade do trabalho que vem sendo feito com o Serviço de Proteção ao Crédito.

-As informações que estão no banco de dados do SPC são nossas e usadas de forma segura para ajudar a evitar a inadimplência. Temos uma parceria com o Serasa que está forte. Quem optou por outros serviços, certamente, não tem informações de municípios como o de Farroupilha - declarou Magnani.

O encontro foi realizado no Restaurante Parque dos Pinheiros, em Farroupilha. Também estiveram presentes o presidente da CDL Jovem do RS, Marcos Carbone; o superintendente da FCDL-RS, Leonardo Neira; o vice-presidente da CDL de Farroupilha, Altair de Oliveira; o presidente da CDL de Antônio Prado, Luiz Carlos Boeno; o executivo da CDL de Bento Gonçalves, Alexandre Grassioli; diretoria executiva da CDL de Flores da Cunha, a presidente da CDL de Garibaldi, Elisete Ceratti, o presidente da CDL de Novo Hamburgo, Remi Carasai; o vice-presidente da CDL de São Marcos, Rudimar Zardo e o presidente da CDL de Vacaria, Adelino Dariva.

A Força do Interior no consumo de ovos de Chocolate

O interior de São Paulo foi responsável por 23,3%* do consumo de ovos de chocolates em 2011, um dos índices mais altos entre todas as regiões brasileiras. Para agradar ao público cativo e apaixonado por chocolates, a Nestlé traz novidades que prometem agradar a todos os perfis de consumidores. Um dos lançamentos é o ovo Classic Trilogia (480g), que reúne três sabores em um único produto: ao leite com recheio de avelã, branco com recheio de frutas vermelhas e dark com recheio de chocolate ao leite. Outra novidade é o Classic Cookies (450g), uma combinação de chocolate branco com biscoitos Negresco e recheado de bombons de chocolate branco. Os lançamentos estão disponíveis em todo o país.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Primeiro Festival de Cinema no Santa Cruz Shopping

Serão apresentados 7 documentários dirigidos por alunos do curso de Cinema Digital
O Santa Cruz Shopping, em parceria com o Ministério da Justiça e da Cultura e a produtora de audiovisual Meldro Criatividades, realiza, no dia 7 de março, às 18h30, o primeiro Festival de Cinema da região. No evento, serão apresentados sete documentários produzidos por jovens entre 14 e 29 anos, que estão concluindo o Curso Livre de Cinema Digital, com duração de seis meses.

Com os curtas Luthieria - Família Vieiras, NOPH – Histórias de Santa Cruz, Casa da Rua do Amor, Palhaçadaria, Mundo, mundo... Se eu me chamasse Raimundo, Além da última estação e Ilha de liberdade, o projeto pretende descobrir personagens influentes na cultura da vida cotidiana de Santa Cruz.

De acordo com o diretor do projeto Cinema Digital, Roberto Melo, o curso contribuiu para o enriquecimento cultural da população local. “A experiência nos mostrou que existem diversas iniciativas e pessoas dedicadas a contribuir para o crescimento do bairro”, diz. Além da exibição no shopping, os curtas serão divulgados em redes sociais, celulares e DVD.

SERVIÇO:Santa Cruz Shopping apresenta documentário dirigido por alunos do curso de Cinema Digital
Data: 7 de março (quarta-feira)
Horário: 18h30
Local: Solar dos Araujos, espaço anexo do Santa Cruz Shopping
Entrada: Gratuita


Pesquisa de Trade Marketing

Pesquisa de Trade Marketing
INVENT® mostrará panorama geral e tendências da atividade de Trade Marketing no Brasil

Profissionais de segmentos distintos e das mais diversas empresas atuantes no Brasil serão convidados a participar de uma pesquisa que revelará como as organizações e seus profissionais vêm trabalhando o Trade Marketing em suas estratégias com clientes. O Sumário Executivo bem como opiniões de especialistas da área será disponibilizado aos profissionais que participarem desta iniciativa.

Definir o papel do Trade Marketing em uma empresa pode parecer simples, mas hoje esse é um grande desafio para muitas organizações brasileiras que enfrentam mudanças constantes no cenário dos negócios.

Parte importante da estratégia comercial (que engloba marketing e vendas), o Trade Marketing é uma área relativamente recente no Brasil e vem se consolidando como um elemento importante na interação com os canais de distribuição e alavancagem dos resultados.

Após as transformações vivenciadas no varejo brasileiro, como o aumento de sua complexidade e força, e as mudanças observadas nos hábitos dos consumidores/shoppers, o profissional de Trade Marketing vem trabalhando para enfrentar alguns grandes desafios, entre eles: aliar as estratégias de marketing e as necessidades do departamento de vendas aos interesses dos clientes – canais de distribuição, maximizar o valor oferecido a esses canais, garantir que essa equação de valor seja rentável para ambos (indústria e canais) e, por último, evitar ser “dominado” pelos grandes varejistas, cada vez mais influentes na decisão de compra do consumidor/shopper.

Mas como as empresas têm estruturado seus departamentos de Trade Marketing de modo a enfrentar esses desafios?

Segundo Adriano Amui, diretor do INVENT® – Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing, algumas grandes indústrias já possuem amplo conhecimento e estrutura suficiente para atender todas as categorias de negócios. Mas muitas ainda estão formando sua estrutura e colherão seus frutos com o tempo.

“A empresa não precisa necessariamente ter um quadro de Trade Marketing. O que ela precisa é reconhecer as funções de trade e incumbir alguém de realizá-las (...). As empresas que não assumirem as responsabilidades de trade marketing não serão competitivas. Elas terão mais dificuldade de relacionamento com os canais intermediários, menor eficiência em suas ações e maior probabilidade de, em curto e médio prazo, ficarem fora do jogo. O shopper decide a compra no ponto-de-venda. O jogo está lá, voltado para ele. Uma venda perdida não se recupera mais.” afirma Amui.

Nessa perspectiva, o INVENT® propõe uma leitura atual de como se comportam as estruturas de Trade Marketing no Brasil, identificando suas funções como departamento nas empresas, seu estágio de desenvolvimento, o perfil do novo profissional da área e suas expectativas, além de oportunidades e tendências para os diversos segmentos.

Para isso, convida todos os profissionais que trabalham com vendas, trade e marketing, e que conheçam ou tenham contato com a estrutura de trade em sua organização a responderem uma pesquisa sobre como está organizada a estrutura de Trade Marketing de suas empresas. Este mapeamento promoverá conhecimento e atualização, estimulará a análise crítica e direcionará as estratégias das empresas que desejam manter sua vantagem competitiva.

A pesquisa estará disponível no site do INVENT®, na página do Facebook ou diretamente através do link http://migre.me/85OC2 até dia 02/04. Os respondentes gastarão em média dez minutos e terão acesso não só ao resultado, mas a um conteúdo exclusivo que contará com opiniões de renomados especialistas.

Informações:
www.inventrade.com.br

Vendas dos supermercados crescem 3,84%

Vendas dos supermercados crescem 3,84%
Alta ocorreu em janeiro, em comparação ao mesmo mês de 2011
As vendas reais do setor supermercadista em janeiro de 2012 cresceram 3,84%, em relação a janeiro de 2011, de acordo com o Índice Nacional de Vendas, divulgado mensalmente pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em comparação a dezembro de 2011, houve uma queda real de -19,36%. Esses índices já foram deflacionados pelo IPCA do IBGE.
Em valores nominais, o Índice de Vendas da Abras apresentou crescimento de 10,30% em relação ao mesmo mês do ano anterior e queda de -18,91% sobre o mês anterior.

“O setor supermercadista inicia o ano com um crescimento no mesmo patamar verificado em 2011. Já a queda apurada em relação a dezembro é esperada, afinal, por ocasião das festas de final de ano, dezembro é o mês mais forte em vendas para o setor”, avalia o presidente da Abras, Sussumu Honda.
AbrasMercado

Em janeiro, o AbrasMercado, cesta de 35 produtos de largo consumo, analisada pela GfK, apresentou queda de -0,55%, em relação a dezembro de 2011. Já na comparação com o mesmo mês do ano anterior, o AbrasMercado apresentou alta de 4,25%, passando de R$ 303,97 para R$ 316,88.

Os produtos com as maiores altas em janeiro, na comparação com o mês anterior, foram: tomate, com 9,97%; cebola, com 8,85%; e feijão, com 6,23%. Já os produtos com as maiores quedas foram: leite em pó integral, com -3,27%;frango congelado, com -2,62%; e leite longa vida, com -2,48%.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Portobello Shop acelera expansão em 2012

A Portobello Shop, única rede de franquias do segmento de revestimentos cerâmicos no Brasil, inaugurou em 2011 cinco novas franquias, totalizando, assim, 106 lojas em todo o país. Em 2012, porém, a franqueadora irá acelerar ainda mais sua expansão, planejando a inauguração de cerca de 20 lojas, estando seis delas já em fase final de implantação. “2011 foi muito especial para a Portobello Shop. Demos continuidade a nosso plano de expansão, ampliando o nosso programa de relacionamento com arquitetos e outros especificadores, capacitando ainda mais a nossa equipe", explica o diretor da Portobello Shop, Juarez Leão. “O aquecimento do mercado de construção civil, aliado ao desejo crescente do consumidor por produtos diferenciados e de fácil utilização, tem impulsionado as nossas vendas”, continua o diretor.

Em 2012, o foco da expansão da Portobello Shop serão os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, mas a rede continua a oferecer oportunidades em todo o Brasil. “A Portobello Shop tem um sólido plano de expansão, em que identifica as cidades com potencial para suas franquias. Isso reduz o risco dos investidores e favorece as vendas. Por outro lado, a marca Portobello já é consolidada no mercado de revestimentos cerâmicos, sendo bem recebida nas praças onde é representada”, afirma Juarez.

Atualmente, a Portobello Shop busca investidores interessados em abrir franquias em praças específicas, com capital e sólido conhecimento em gestão de empresas (a lista completa pode ser conferida no site www.portobelloshop.com.br). “APortobello Shop oferece todo o suporte para seus franqueados, incluindo sistemas, treinamentos e acompanhamento in loco. Em contrapartida, esperamos uma pessoa disposta a investir em um mercado que cresce em ritmo acelerado e que possa gerir de forma adequada as atividades da empresa”, ressalta o diretor.





Varejo aponta para ampliação de lojas e crescimento de faturamento

Varejo aponta para ampliação de lojas e crescimento de faturamento
Sondagem realizada pela consultoria Boucinhas&Campos indica ampliação de lojas e crescimento de faturamento no segmento de Varejo para os próximos anos

Pesquisa também avaliou os desafios, as soluções e a gestão de estoques realizada pelas empresas

Sondagem realizada pela Boucinhas&Campos - única consultoria brasileira com 100% de capital nacional - com os principais players do segmento de Varejo mostra a previsão do mercado para os próximos anos. Para 43% dos respondentes, a expectativa para suas empresas é de crescimento, contando com a ampliação do número de lojas e crescimento de faturamento. Investimentos na cadeia logística, melhorias nos processos para maior controle, aprimoramento em mecanismos de gestão e planejamentos estratégicos seguem, em segundo lugar, apontados por 21% dos entrevistados. “Estes devem acompanhar o crescimento dos próximos anos, seguindo as necessidades de acordo com a realidade de cada empresa”, afirma Celeste Boucinhas, sócia diretora da consultoria.

Os treinamentos aparecem em menor proporção, em terceiro lugar, com 7%. “Apesar de serem mais aplicados, as empresas estão deixando este item em uma ordem menor de prioridade para os investimentos em 2012”, comenta Celeste.
Adequação do processo de inventário, terceirização de inventários e reestruturação dos procedimentos do planejamento estratégico configuraram outras perspectivas para os anos seguintes (29%).

Desafios para o setor

A sondagem também mostrou que a gestão de estoque, a mão de obra e a logística são os principais desafios para o segmento. Os respondentes indicaram que o principal desafio para a gestão e prevenção de perdas está na exatidão do estoque, indicado por 43% dos participantes. “O controle sadio e a medição acurada das diferenças de estoque, com baixo custo, são os itens que aparecem com o maior percentual”, comenta Celeste.

A mão de obra apareceu como a segunda causa mais comentada por 29% dos entrevistados devido à falta de colaboradores qualificados/experientes no ramo, acarretando em contratações insatisfatórias e alto turnover.

Em seguida destaca-se o desafio da gestão de transporte, que influencia diretamente na logística de distribuição, com 21%. O desafio de lidar com a gestão de produtos perecíveis aparece com um percentual menor de 14%.

O valor para adquirir novas tecnologias também é visto como uma dificuldade relevante para 7% dos entrevistados. Outras questões apareceram de forma mais pulverizada como: dificuldades em estruturar de forma eficiente a área de gestão de estoque, evitar perdas derivadas de fraudes e reduzir os dias de estoques por melhorar a rentabilidade.

Soluções

A principal ação, apresentada por 36% dos entrevistados, como resposta aos desafios indicados, é a realização de capacitação e treinamento com os colaboradores. As empresas também vêm investindo na melhoria de seus processos com o objetivo de aumentar o controle, ação de 29% das empresas representadas. A realização de inventários representou 21% das respostas. Investimentos em geral e segmentação com foco em controle sobre determinados produtos aparecem na sequência com 14% das respostas.

Gestão dos inventários

A gestão dos inventários pelas empresas foi outro item apresentada na sondagem. 46% dos respondentes disseram que terceirizam o inventário ou parte dele. Quando questionados de que maneira, 50% comentaram que terceirizam todo o processo, 33% deles somente o inventário anual e 17% o mensal.

“Como solução para garantir informações precisas sobre o estado do estoque, a realização de inventários ganha um caráter estratégico para a gestão e tende a se intensificar para os próximos anos”, afirma Celeste. “Os dados mais significativos apresentados sobre essa questão apontam a importância que a realização dos mesmos tem sobre o reabastecimento das lojas. Apesar dessa significância, existe uma resistência por parte dos entrevistados à terceirização destes serviços. Esse dado pode ser explicado pela estrutura dos estabelecimentos pesquisados, mas também esse serviço necessita ser repensado.”, complementa Celeste.

O levantamento indicou ainda que a maior parte dos entrevistados, 50%, realiza o inventário mensalmente. Já 23% dos inventários são realizados trimestralmente. Para os demais, 15%, ocorrem semanalmente e quadrimestral. Outra modalidade apresentada é a de inventários rotativos, utilizado por 8% da amostra. Os demais casos são específicos, como empresas que estão passando por uma reestruturação ou questões pontuais.

Para mensurar o inventário, 57% das empresas utilizam a avaliação do histórico de perdas para sua avaliação qualitativa. Avaliar o desvio padrão do inventário terceirizado (29%), bem como avaliar o desvio padrão do inventário interno (36%), segue como práticas recorrentes. Apenas 7% utilizam a margem de erro pós-inventário.

Para a grande maioria dos entrevistados, 79%, o inventário é utilizado tanto para parte contábil como para reabastecimento de lojas. Da amostra selecionada, 14% utilizam o inventário apenas para parte contábil.

As estimativas para meta de perdas representam realidades distintas para os participantes da amostra, considerando o tamanho e contexto em que estão inseridos. Das empresas participantes destacam-se as estimativas entre 3% e 2,8% com 22% das empresas. Também segue o mesmo percentual companhias que operam com estimativas de perda entre 1,5% e 1%. 14% trabalham com meta entre 2,5% e 2% e outros 14% entre 1% e 0,5%.

Metade das empresas está próxima a meta de perda, entre 10% a 0% da quebra operacional. 14% dos entrevistados estão entre 30% e 20%. Um dos participantes informou que até o momento seu índice está abaixo da meta prevista.

Sobre a sondagem

O levantamento considerou como amostra os 20 maiores players do setor de Varejo.


ABF e Editora Lamonica lançam livro comemorativo 25 ANOS da ABF

Publicação celebra os 25 anos do franchising e 105 do trade varejo

Para celebrar o sucesso de dois dos modelos de negócio mais importantes na economia brasileira, franquias e o trade varejo, a ABF e a editora Lamonica Comunicação Multicanal lançam, em grande estilo, uma obra histórica: “25 anos de Franchising/ABF, 105 de Varejo”.

Recheada de fatos, fotos históricas, personagens importantes do setor e relatos das principais lideranças dos segmentos, a publicação comemorativa mostra a trajetória ascendente, interativa e vitoriosa do franchising brasileiro e varejo nacional, dois setores fundamentais para a economia brasileira; destaca o trabalho forte e contínuo da ABF - Associação Brasileira de Franchising - que em muito contribui para fortalecer a imagem do setor de franquias no Brasil e no exterior, além de exaltar a nova cara do varejo após a ascensão das classes sociais. No jubileu de prata da ABF, o livro trará também, depoimentos das grandes marcas do franchising, verdadeiros ícones dessa história de sucesso.

Para o publisher José Lamonica, os últimos cinco anos do franchising foram mais dinâmicos, graças à ABF: “A gestão da entidade ajudou a posicionar a franquia como modelo de negócio e comprovar sua eficácia”, ressaltou.  Lamonica acredita, ainda, que o franchising brasileiro tem muita personalidade e um grande poder de influência no mercado, por isso merece ter sua história contada e reverenciada em todos os tempos.

Impresso nos idiomas português, inglês e espanhol, o livro será lançado em junho de 2012, na festa especial da ABF em comemoração à data de aniversário da entidade. A distribuição será dirigida para o trade varejo e disponibilizada nas redes de livrarias, câmaras de comércio, bibliotecas das 400 universidades do País, das áreas de Administração, Marketing, Economia e outras correlatas ao tema.



Giuliana Flores comemora crescimento de 47% em 2011

Giuliana Flores comemora crescimento de 47% em 2011
Empresa de vendas de flores online atribui o expressivo crescimento do ano passado com o contínuo investimento em qualidade. Atualmente, a empresa detém 55% de market share na área de venda de flores pela internet

Apoiada no aquecimento do comércio eletrônico nacional, a Giuliana Flores, loja virtual líder na venda de flores pela internet, anuncia crescimento de 47% no ano de 2011, em comparação ao mesmo período do ano de 2010. Além disso, a empresa constatou um crescimento de 50% na visitação de páginas, alcançando o número de 1,8 milhão de Page Views por mês. Atualmente, a empresa detém 55% de market share*, na área de vendas de flores pela web.

Para alcançar esse crescimento, a marca vem investindo principalmente em mídias online, com foco na fidelização da identidade da marca no universo virtual. No Facebook, a empresa investe fortemente em links patrocinados. Em ações offline, a Giuliana Flores ainda investe em revistas e em rádios, painéis em aeroportos e pontos estratégicos da cidade de São Paulo. Para 2012, o foco é aumentar a verba para campanhas de marketing e publicidade.

Segundo Juliano Souza, gerente de marketing da Giuliana Flores, a obtenção desses resultados é fruto da dedicação da marca com o cliente. “Na Giuliana Flores temos a preocupação de renovar e atualizar constantemente as opções de produtos oferecidos no site, gerar novas parcerias e manter as antigas, criando oportunidades que instiguem a vontade do cliente em presentear”, afirma.

Ao investir em parcerias com marcas como Claro Clube, Grupo Nova PontoCom (Extra, Pão de Açúcar, Casas Bahia), Itaú Colaboradores, entre outros, a empresa atingiu o número de aproximadamente 250 mil produtos no ano. Rosas Colombianas, flores com chocolate e flores com pelúcias foram os produtos mais procurados pelos internautas durante o ano.

Para 2012, a floricultura online espera um crescimento em ritmo otimista. “Pretendemos crescer 50% neste ano e para isso, continuaremos investindo em mídias online e offline, manteremos a qualidade dos nossos produtos e buscaremos novas parcerias. Está em nosso projeto para este ano bolar estratégias que satisfaçam ainda mais às necessidades que nossos clientes buscam”, finaliza Souza.




sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Suspeita de furto e abordagem podem virar problema para varejista

Suspeita de furto e abordagem podem virar problema para varejista
Solução está em treinamento adequado e investimento em equipamentos de inteligência

O caso de uma mulher flagrada por câmeras de segurança furtando produtos de um empório de luxo no bairro dos Jardins, em São Paulo, chamou a atenção dos especialistas em prevenção de perdas: com várias passagens pela polícia, ela é também suspeita de chefiar uma quadrilha especializada em ações do mesmo tipo dentro de supermercados, bares, restaurantes e grandes eventos. O episódio traz à discussão uma das maiores preocupações dos varejistas: como abordar suspeitos de furto sem causar constragimentos e outros imprevistos? A resposta para esse problema está no treinamento adequado dos funcionários, aliado ao uso inteligente dos equipamentos de segurança eletrônica.

De acordo com a pesquisa “11ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro”, a mais recente feita pelo Provar, com 103 varejistas, os furtos feitos por pessoas não ligadas à operação (funcionários e fornecedores) responderam por 77% das ocorrências. A pesquisa também revelou que, em 2010, o varejo registrou quase R$ 8 milhões em furtos, tanto internos quanto externos. Algumas lojas usam a segurança eletrônica para inibir o furto e não abordam o autor, mesmo quando é possível fazer um flagrante: é que muitas vezes o autor abre processo por danos morais e a defesa pode custar mais caro do que o produto furtado.

Gilberto Vasconcelos, diretor-geral da Plastrom Sensormatic, explica que esse risco é comum, mas pode ser drasticamente reduzido com o treinamento adequado dos funcionários da área de prevenção de perdas da empresa. “A Plastrom Sensormatic tem diversos tipos de consultoria que podem, por exemplo, ensinar a melhor maneira de abordar um furtador, sem que ele sofra constrangimentos. A empresa oferece treinamento conceitual e prático nas áreas de prevenção de perdas, auditoria operacional, auditoria de processos, consultoria em prevenção de perdas e segurança empresarial”.

Vasconcelos diz que os treinamentos aliados às soluções oferecidas pela Plastrom Sensormatic auxiliam o varejista a reduzir suas perdas e aumentar o lucro da loja, sem prejudicar a qualidade do atendimento ou gerar contratempos. “Temos, por exemplo, uma solução inteligente que filma e grava todas as ações no checkout de maneira organizada, registrando os fluxos de pessoas com informações detalhadas e separadas por ponto de atendimento, dia, hora, produto ou qualquer segmentação desejada pelo gestor do varejo. Tudo isso dificulta uma possível fraude no caixa e ajuda o lojista a gerenciar e acompanhar o atendimento ao cliente”.

Para 2012, a Plastrom pretende investir mais de 20% de seu faturamento em novas soluções para o varejo brasileiro e também na nacionalização de produtos que hoje ainda são importados da parceira Tyco International. “Já estamos com três produtos inéditos para o Brasil e pretendemos trazer outras novidades para o mercado, sempre pensando no conceito de store performance, ou seja, em como melhorar a gestão da loja e aumentar as vendas”, completa o executivo.


Workshop aborda sobre logística e entrega no e-commerce

Workshop aborda sobre logística e entrega no e-commerce
Assunto será discutido no próximo dia 01 de março, durante a quinzena temática “Tributos&Entregas”, que ainda contará com um grupo de estudos e um pocket
Um dos maiores entraves que o e-commerce nacional ainda encontra é quanto à logística. E, para debater o assunto mais a fundo, o Projeto E-Commerce Brasil, oferecido por iMasters, Abril e IBM, realiza o Workshop “Estratégias para melhor uso dos Correios e as opções de entregas privadas”.

O evento acontece no próximo dia 01 de março (quinta-feira), em São Paulo, e ocorrerá durante a quinzena temática de “Tributos & Entrega”, que se inicia no dia 27 de fevereiro. A quinzena também reúne outros encontros como um grupo de estudos, que acontece dia 07 de março, e um pocket, que encerra a quinzena no dia 09 de março.

O Workshop contará com a participação de especialistas de mercado como Mariana Carvalho, Diretora Comercial da CNTLog, Ricardo Michelazzo Co-Founder da e-Comm, entre outros.

A quinzena temática de “Tributos & Entrega” é oferecida pela CNT Log e pela E-COMM, consultoria de e-commerce. Dividido em 20 quinzenas temáticas, o Projeto E-Commerce Brasil conta com um calendário que abordará os principais pontos a serem debatidos no comércio eletrônico brasileiro, visando não só o desenvolvimento contínuo do setor, mas também a busca incessante pela excelência.

O projeto E-Commerce Brasil é mantido pelas empresas: Grupo iMasters, Grupo Abril, IBM, Accurate, Allin, Aunica, BuscaPé Company, Buy Buy, Café Azul, Certisign, Ciashop, ClearSale, CNT Log, Cobre Bem, Comenta, Completa Logística, Dotstore, dp6, eNext, ExactTarget, Hybris Software, Internet Innovation, JET e-Commerce, KPL Soluções, Locaweb, Mercado Livre, MercadoPago, Moip, NeoAssist, Nova eComm, PayPal, Profite, Pukis, RedFeet, Scup, Sieve, Site Blindado, Softvar, Tuilux, Uniconsult Sistemas, Virid e VTEX.

O Calendário de atividades E-Commerce Brasil 2012 pode ser encontrado no site: http://www.ecommercebrasil.com.br/calendario/

Agenda Workshop
Assunto: Estratégias para melhor uso dos Correios e as opções de entregas privadas
Data: 01 de março de 2012
Horário: 09h às 13h
Local: GS Meeting Place - Av. Brg. Luís Antônio, 2050 - Bela Vista, SP.
Sala Diamante II - 11o andar.




quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Multilaser prioriza beleza e praticidade no lançamento de pasta e bolsa femininas para notebooks

Para garantir ainda mais estilo e delicadeza às mulheres que precisam levar o notebook para todos os lugares, a Multilaser está com dois imperdíveis lançamentos: a pasta Ella e a bolsa Essencial. Voltadas para aparelhos de até 14”, ambas as novidades destacam-se pela fabricação com material de alta qualidade, beleza e preço.

Com design moderno e prático, a pasta Ella está disponível em duas opções de cores: rosa e preto. A novidade é fabricada com nylon de alta qualidade, possui bolsos externos, alça removível e compartimento macio com forro de algodão. Preço sugerido para o consumidor final: R$ 89,90.

Já a bolsa Essencial diferencia-se pela beleza e funcionalidade. O lançamento conta com bela estampa na parte externa e um estiloso forro na cor vermelha. Além disso, vem com exclusiva nécessaire para pequenos objetos. Disponível na cor preta, a moderna bolsa tem diversos bolsos internos e um fecho interno que protege ainda mais o notebook.


Vinho chileno fornecido com exclusividade pela Coop é destaque em premiação

Vinho chileno fornecido com exclusividade pela Coop é destaque em premiação
Fornecido com exclusividade pela Coop – Cooperativa de Consumo, no Estado de São Paulo, o vinho Doña Dominga Andes Vineyard Gran Reserva 2010 foi um dos destaques no 9º Prêmio Anual de Vinhos do Chile.
Nove juízes, cada um representando diferentes países, foram os responsáveis pela escolha dos melhores vinhos chilenos e o Doña Dominga foi eleito o melhor na categoria Carmenère.

Este vinho é um dos mais de 100 rótulos de marcas exclusivas da Coop, que abrangem vinhos e espumantes nacionais e importados de Portugal, França, Uruguai, Chile, Argentina e Itália.

Por ser associada à Rede Brasil de Supermercados (RBS), a Coop disponibiliza grande variedade de vinhos com preços bastante competitivos. Além disso, os apreciadores dessa bebida ainda encontram na unidade Joana Angélica, em São Caetano do Sul, uma adega interativa – serviço informatizado para escolha de vinhos. Com este serviço o cooperado pode escolher o tipo de vinho que melhor acompanhe uma determinada massa, carne, peixe ou queijo. Em seguida, é possível imprimir a receita escolhida.

Perfil da Coop: Considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina, a Coop possui 29 unidades de distribuição, localizadas no ABC, São José dos Campos, Sorocaba, Piracicaba, Tatuí e São Vicente e mais de 1,5 milhão de cooperados. No ranking da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) figura na 13ª posição.

Varejo cresce com emprego e renda

Varejo cresce com emprego e renda
Apesar de subir menos em 2011, comércio registra aumento de 6,7%

Em 2011, o comércio varejista registrou crescimento de 6,7% e o comércio varejista ampliado (que inclui automóveis e material de construção) cresceu 6,6%. Apesar do aumento, essa alta indica um resultado, para o ano, inferior ao ocorrido em 2010, quando, devido à recuperação da crise de 2008, acumulou altas respectivas de 10,9% e de 12,2%.

O dinamismo do comércio doméstico do País é resultado de um mercado de trabalho aquecido e que tende à formalização. O aumento da renda proporcionou a queda na taxa de pobreza (indivíduos pertencentes à classe E no total da população) de 26,7%, em 2002, para 12,8% em 2012. Ao mesmo tempo, o percentual de brasileiros pertencentes à classe média saltou de 37% para 50% da população total na última década.

Em dezembro de 2011, a taxa de desemprego atingiu o menor nível registrado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), alcançando 4,7%. Desde 2003, o Brasil criou quase 17,3 milhões postos formais de trabalho.

As vendas no varejo também são influenciadas pela política de valorização do salário mínimo. Em 2012, o salário mínimo passou de R$ 545 para R$ 622, o que poderá injetar mais de R$ 50 bilhões no mercado interno. Desde 2002, o aumento real é de 66%.

O menor ovo com surpresa chega com exclusividade ao Extra e Pão de Açucar

O coelho da Kinder antecipa a Páscoa e chega antes ao Extra e ao Pão de Açúcar. As lojas das redes já estão comercializando com exclusividade o Kinder Ovo de Páscoa de 40 gramas, o único ovo menor de 100gr com surpresa do mercado.
Além do chocolate ao leite, as novidades chegam em duas linhas: uma com os agarradinhos da Natoons e outra com os caminhões Monsters para Maxi. São oito diferentes opções divertidas para também estimular a criatividade e a interação entre pais e filhos. Os ovos de chocolate estão à venda com exclusividade no Extra e no Pão de Açúcar pelo preço de R$ 11,49.

Sobre Kinder Ovo – Presente há 16 anos no Brasil, kinder é uma marca do grupo italiano Ferrero, que está no mercado mundial há mais de 45 anos. Todos os seus produtos são ricos em leite e com pequenas porções de chocolate. As surpresas de Kinder Ovo estimulam a imaginação e a capacidade cognitiva, pois em sua maioria são de montar. A série atual apresenta 70 novas surpresas.
Sobre a Ferrero - O Grupo Ferrero nasceu da paixão de uma família italiana por conceber ideias inovadoras e transformá-las em confeitos, bombons e cremes. O Grupo, que começou suas atividades na cidade de Alba, na Itália, há mais de 60 anos, transformou-se hoje no quarto maior produtor global de doces e chocolates, cujo maior trunfo é preservar a autenticidade artesanal nos processos de fabricação e a mais alta qualidade em matérias-primas, resultando em produtos inigualáveis e de elevado frescor.

Criador de mais de 35 marcas, atualmente o Grupo Ferrero tem 38 sedes comerciais e 18 unidades de produção distribuídas nos seis continentes. É uma companhia que pensa globalmente, foca o desenvolvimento internacional, mas age localmente, pois não descuida de suas relações e responsabilidade com as comunidades locais e com a cultura dos países em que atua.
Sobre a Ferrero no Brasil - O Grupo Ferrero chegou ao Brasil em 1994, comercializando seu primeiro produto no País: o Kinder Ovo. No ano seguinte, lançou no mercado nacional Ferrero Rocher, Tic Tac e Kinder Bueno. Em 1997, inaugurou sua fábrica na cidade de Poços de Caldas (MG) e iniciou a produção de Ferrero Rocher no Brasil. Atualmente, a fábrica brasileira também produz Nutella e, além de suprir a demanda interna, atende a países como Alemanha, Argentina, Canadá, México, França, Itália, Equador, Rússia e Estados Unidos. Com sede comercial em Curitiba (PR), o portfólio da Ferrero no Brasil é composto por Ferrero Rocher, Nutella, Kinder Ovo, Kinder Bueno, Kinder Chocolate, Kinder Joy, Tic Tac e Ferrero Collection.


Shoppings da BRAMALLS em São Paulo exibem temporada 2012 de óperas e balés do The Royal Opera House

Os espetáculos serão transmitidos no Cinemark dos shoppings VillaLobos, Granja Vianna, Tamboré e Mooca Plaza, sendo dois ao vivo

Os Shoppings da BrMalls de São Paulo transmitem nos cinemas Cinemark a temporada 2012 de óperas e balés do The Royal Opera House (ROH), de Londres. De 25 de fevereiro até 29 de maio, o evento ocupará as salas de cinema dos Shoppings VillaLobos, Granja Vianna, Tamboré e Mooca Plaza Shopping. A atração é exclusiva da rede Cinemark e atrairá o público com uma leitura mais moderna dos espetáculos mais famosos do mundo como Cendrillon (Cinderela), Macbeth, Il Tritico e outras. Ao todo, serão oito apresentações em high definition e com legendas em português, sendo que “Romeu e Julieta” e a ópera “Rigoletto” serão ao vivo.

A proposta do Cinemark é levar aos seus espectadores um conteúdo diferenciado e de qualidade, em conexão com uma proposta cultural que visa conquistar um público de todas as idades. Os ingressos dessa temporada podem ser adquiridos no site da Rede (www.cinemark.com.br) ou na bilheteria dos Shoppings da BrMalls, duas semanas antes de cada espetáculo. Os valores variam entre R$ 60 (inteira) e R$ 25 (meia).

Sobre os espetáculos

O primeiro espetáculo escolhido para abrir a temporada é “Tosca” (nos dias 25, 26 e 28 de fevereiro), de Giacomo Puccini. Dirigida por Duncan Macfarland e regida por Antonio Pappano, a ópera possui três atos e conta uma história fascinante com um final trágico, incluindo drama e paixão. Totalmente cantada em italiano, a produção detalhista de Jonathan Kent é baseada no ambiente histórico de Roma em 1800, um mundo conturbado pela política, pela ânsia de controle da sociedade e por mistérios, retratada pelos cenários de Paul Brown. Angela Gheorghiu é a diva Floria Tosca e seu amante Cavaradossi é interpretado por Jonas Kaufmann. Bryn Terfel faz um fabuloso Scarpia, o chefe da polícia.

Em março, nos dias 10, 11 e 13, é a vez de “Giselle”, um dos mais influentes de todos os balés românticos. O papel-título apresenta o poder transcendental do amor da mulher face à traição, sendo um dos papéis mais tecnicamente exigentes e emocionalmente desafiadores da dança clássica. Marianela Nuñez é Giselle e Rupert Pennefather interpreta Albrecht. O balé possui dois atos, com coreografia de Marius Petipa, direção de Peter Wright e cenários e figurinos de John Macfarlane, que acentua os contrastes à medida que a história evolui entre o mundo humano e o sobrenatural.

Ainda em março, o balé “Romeu e Julieta” será exibido ao vivo, no dia 22. Este, composto por três atos, foi o primeiro balé em sessão integral do coreógrafo Kenneth MacMillan. Sergei Polunin, como Romeu, e Lauren Cuthbertson, como Julieta, traz matizes novos às personagens dos jovens amantes. Os realistas cenários renascentistas criados por Nicholas Georgiadis, com alguns detalhes originais recentemente restaurados, constituem o ambiente. A regência fica por conta de Pavel Sorokin.

Em abril, nos dias 14, 15 e 19, a rede exibe “Cendrillon”, no original em francês, ópera mais conhecida no Brasil como “Cinderella”. A produção, uma novidade no repertório do ROH, é assinada por Laurent Pelly, cujos trabalhos anteriores na casa incluem a bem-sucedida montagem de “La Fille Du Régiment”, além de “L’Elisir d’Amore” e “Manon”, da última temporada. Joyce DiDonato tem o papel principal, com Alice Coote contracenando como o príncipe encantado – como ela já fez no papel de “Principal Boy”. A fada madrinha é interpretada por Eglise Guttiérez, nesta versão da história infantil que conquistou imensa popularidade na coletânea de contos de fada escrita pelo francês Charles Perrault. Os pontos altos da partitura incluem as danças orquestrais do baile, a Marcha das Princesas e os duetos apaixonados entre o príncipe e a Cinderella. Bertrand de Billy, musicólogo francês, é o regente dessa ópera, que tem direção de Laurent Pelly.

A ópera “Rigoletto”, de Giuseppe Verdi, estreia ainda em 17 de abril, ao vivo, cantada em italiano. Verdi retrata o destino de suas épicas personagens – o atormentado bufão Rigoletto (Dimitri Platanias), que tenta se vingar do seu patrão, o Duque de Mantova (Vittorio Grigolo), um sedutor desalmado que inconsequentemente seduz sua inocente filha Gilda (Ekaterina Siurina). É baseada na controvertida peça “Le Roi S’Amuse” (“O Rei se Diverte”), de Victor Hugo. Com regência de John Eliot Gardiner e direção de David McVicar, a ópera possui três atos. Os figurinos de época são de Tanya McCallin e os cenários de Michael Vale.

“Così Fan Tutte” (“Assim Agem Todas”), de Wolfgang Amadeus Mozart, será exibida nos dias 28 e 29 de abril e 3 de maio. Terceira ópera de autoria de Mozart e Da Ponte, esse conto satírico de traição e confiança testada até o limite é uma comédia com elementos sérios. Thomas Allen, o tenor favorito do The Royal Opera, volta ao palco encabeçando um grande elenco de cantores, sob a batuta do regente alemão Thomas Hengelbrock.

Ainda no mês de maio, nos dias 12, 13 e 15, “Il Trittico”, ópera de Giacomo Puccini, será a primeira apresentação completa pelo The Royal Opera de Il Trittico (O Tríptico), de Puccini, desde 1965. Em vez de uma narrativa única apresentada num programa vespertino inteiro, Puccini apresentou três obras contrastantes de um único ato. “Il Trittico” chegou ao Covent Garden londrino em 1920, mas raramente foi apresentado num programa completo. O regente é Antonio Pappano e o diretor Richard Jones.

Fechando a temporada, é a vez de “Macbeth”, de Giuseppe Verdi, ópera em quatro atos, cantada em italiano e regida por Antonio Pappano. Exibida nos dias 26, 27 e 29 de maio, o espetáculo mostra a paixão de uma vida de Verdi pela obra de Shakespeare. Musicalmente falando, as pinceladas-mestras de Verdi são os coros macabros das bruxas, as fortes “cores” orquestrais evocativas e o grande destaque dado ao papel da “feia e malvada” Lady Macbeth. Simon Keenlyside e Liudmyla Monastryrska interpretam o aristocrata escocês e sua ambiciosa e malvada esposa, que incentiva o marido a cometer um assassinato para impulsionar sua carreira. O baixo-barítono americano Raymond Aceto assume o papel de Banquo, vítima de assassinato e símbolo da consciência.

O Varejo Precisa se Reinventar para Sobreviver

Por Soeli de Oliveira*
A competitividade globalizada impõe novos conceitos de produtos, processos e formatos de lojas. A cada dia surgem novas tecnologias e inovações na forma de ser e de operar os negócios.

O desenvolvimento contínuo de novas tecnologias e inovações geram uma crescente ampliação de benefícios aos clientes e asseguram a competitividade das empresas.

Por mais que essas novas tecnologias agreguem valor, o elemento humano ainda é fundamental para o bom desempenho das vendas. Sabe-se que clientes gostam e compram mais em lojas que possuem vendedores motivados, qualificados e dispostos a atendê-los.

Por maiores que sejam os avanços tecnológicos e a disponibilidade de produtos e informações na internet, gente ainda gosta de ser atendida por gente que as ajude a escolher e a tomar as melhores decisões. A prova disso é o grande número de pessoas que desligam o telefone ao serem atendidas por secretárias eletrônicas, e o espantoso volume de carrinhos de compras abandonados, sem compras concretizadas, nos sites de comércio eletrônico. Em alguns sites, o número de compras iniciadas e não terminadas é superior aos pedidos fechados.

Três tendências são hoje uma constante no varejo: a busca por conveniência, a customização e a indulgência.

Conveniência

No ritmo frenético atual as pessoas valorizam cada vez mais a oferta de facilidades e conveniências. Comprar tem de ser sinônimo de prazer e não de sacrifício. Os clientes ditam o mix dos produtos, como querem as embalagens, as entregas e o pagamento. Varejistas que não facilitam as compras, impondo formas de pagamento que favorecem apenas os seus processos internos sem levar em conta o que é mais conveniente para os clientes estão com os dias contados.

Customização

Reconhecer e respeitar a necessidade dos clientes de serem tratados e atendidos como importantes e únicos, faz parte do modo de ser e proceder do varejo contemporâneo.

Comerciantes que concebem seus negócios apenas como transações comerciais, a simples troca de produtos e serviços por dinheiro, conseguirão no máximo ser sobreviventes “bóias-frias” do varejo.

Para crescer e até mesmo para se manter no mercado, clonar ou apenas neutralizar as ações da concorrência não são mais suficientes.

As necessidades dos consumidores estão mais sofisticadas e o alto desempenho no varejo está reservado aos que entenderem que estão diante de um novo mercado, formado por novos consumidores, que nas suas compras buscam além de coisas comuns. Estão atrás de produtos, serviços e atendimento personalizados, feitos sob medida para eles.

Indulgência

O sentimento de “eu mereço” é cada vez mais perceptível na sociedade atual. Muitos produtos de luxo são comprados muito mais como forma de recompensa emocional do que pelo desejo de demonstrar status.

Uma posição sólida no mercado e na mente dos clientes está reservada para os que conhecem os clientes em profundidade e buscam a inovação e a diferenciação com persistência, de forma a tornar a experiência de compra um momento inesquecível.

(*) Soeli de Oliveira é Consultora e Palestrante do Instituto Tecnológico de Negócio nas Áreas de Varejo, Vendas, Motivação e Atendimento.

Franquias: Compromisso com o empreendimento e identidade com a cultura da empresa

Por Arlan Roque*

Pronto. Você decidiu: será um empresário, será dono do próprio negócio. E como o segmento de negócios franqueados está em evidência, decidiu também que será um empresário franqueado. Mas será que sua decisão foi pautada em pontos concretos?

Quando uma pessoa decide abrir sua própria empresa, esta decisão é originada por diversos motivos, sendo que a principal delas, normalmente costuma ser a busca pela independência.

Partindo desta premissa, quando sua decisão é procurar uma franquia, algumas análises e reflexões prévias são muito importantes, pois a franquia, sem dúvidas, é uma opção em que o risco do negócio é minimizado.

Atenção, observe que não menciono aqui que o risco do negócio não existe, mas que pela natureza do segmento (franchising), ele tende a ser minimizado.

Rédeas em suas Mãos e Compromisso

No entanto, a franquia pela sua própria natureza, requer de você um vínculo que está longe de ser um vínculo trabalhista. Por outro lado, também não o coloca na categoria de empresário independente.

Você se torna um empreendedor híbrido, pois assume o compromisso de atuar de acordo com regras estabelecidas pela franqueadora.

Assume o compromisso com você mesmo de trabalhar diariamente e esquecer do tempo em que existiam férias anuais. Afinal, você agora é empresário, tem uma empresa em suas mãos, optou pelo sistema de franquias, tem o suporte de sua franqueadora em diversos aspectos, mas o dia a dia está em suas mãos.

Identidade com a Cultura da Empresa Franqueadora

Há também de se levar em consideração a cultura da franqueadora. Eis que você se pergunta: “as franqueadoras não são todas iguais ? Pois a lei de franquias é uma só e somente muda o ramo de negócio?”.

Este é um ledo engano, pois cada organização franqueadora possui sua cultura, ainda que pertença ao mesmo ramo de negócio. E isso é algo como seu DNA, é único.

E, veja, não estou aqui classificando como certo ou errado, mas simplesmente lembrando a necessidade de se entender um pouco da cultura da franquia que você está vislumbrando antes de tornar-se um franqueado. Pois se não houver identidade cultural, este casamento nasce fadado ao fracasso; por outro lado, havendo identificação, não haverá limites para seu sucesso !!!

Analise, informe-se e faça bons negócios !

(*) Arlan Roque é Gestor de Franchising na área de Expansão com foco em abertura de novas unidades, relacionamento com a rede e roll out de lojas e também colunista do site Guia do Franchising (www.guiadofranchising.com.br)

sábado, 18 de fevereiro de 2012

“Alegria” é a atração infantil do Boulevard São Gonçalo

O domingo (dia 26/02) promete ser animado no Boulevard São Gonçalo. Para retomar as atividades infantis do shopping, o espetáculo interativo Alegria colocará a garotada para cantar, dançar e brincar, às 17h. O espetáculo, que tem agradado crianças de 1 até 10 anos, apresentará ritmos variados, como xote, frevo, samba, afro-reggae e rock. O repertório inclui ainda músicas de Hamilton Catette.

Além de muita música, o espetáculo inclui manipulação de bonecos e caracterizações de personagens. A plateia, incluindo os adultos, participa das brincadeiras de trava-línguas, estátua e muitas outras surpresas.

Serviço:
Evento: Espetáculo Alegria promete agitar o Boulevard São Gonçalo
Data: 26 de fevereiro (domingo)
Horário: 17h
Duração do espetáculo: 1h15
Entrada: Gratuita
Boulevard São Gonçalo: Av. Pres. Kennedy, 425 - São Gonçalo - RJ.

Encerra neste sábado o Liquida Tchê!

Encerra neste sábado o Liquida Tchê!
Campanha que movimentou o varejo gaúcho termina no final de semana

As ofertas originadas pelo Liquida Tchê! se despedem neste sábado (18/02). A campanha promovida pela Federação das Câmaras e Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS) esteve por 18 dias aquecendo o comércio gaúcho e abrangeu milhares de lojistas em todo o estado. A estimativa é que, ao final da campanha, tenham sido movimentados aproximadamente R$ 2 bilhões em negócios. Um dos municípios que aderiu à campanha foi Frederico Westphalen, localizada na região do Médio Alto Uruguai.

- Fevereiro é o 1° mes de maior numero de vendas de mercadorias do ano, pois com o Liquida Tchê! as vendas aumentaram e a loja está sempre com muitos consumidores diariamente- salientou a lojista e Diretora da CDL de Frederico Westfalen, Sandra Salton.

Entre os destaques nas vendas, segundo o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, foram aparelhos de climatização como ar condicionado, split e ventiladores. Além disso, o setor de confecção também apresentou bons resultados. Já entre os eletrônicos, as vendas foram grandes em aparelhos de smartphone e aparelhos blue-ray.

O Liquida Tchê! se estendeu por todo o Estado e teve acolhimento de praticamente todos os setores do varejo. A ação proporcionou descontos superiores a 50%, além dos benefícios já concedidos com a redução do IPI em produtos da chamada linha branca.

Apesar de oficialmente encerrada a campanha, depois da data lojistas poderão continuar praticando preços promocionais.


Vendas em janeiro caem em comparação a dezembro Abramat: Vendas em janeiro caem em comparação a dezembro

Vendas em janeiro caem em comparação a dezembro Abramat: Vendas em janeiro caem em comparação a dezembro
De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) 2012 não teve um bom início. Na comparação com dezembro de 2011, os números apresentaram uma queda de 5,7%, em janeiro.

No primeiro mês de 2012 houve uma estabilização no número de empregados do setor da indústria de materiais de construção. Já em relação a janeiro/2011, houve um crescimento de 4,5%. Houve também um crescimento no número de empregados na indústria de materiais de acabamento, sendo superior ao número de empregados no setor de materiais de base.

Para este ano de 2012, as expectativas apontam um crescimento de 4,5% do faturamento da indústria de materiais de construção, apoiadas na continuidade dos programas do governo (PAC e Minha Casa Minha Vida), nas previsões de aumento da disponibilidade de crédito imobiliário e no crescimento previsto para a economia brasileira neste ano, que deverá manter os níveis de emprego e renda.

Segundo Walter Cover, presidente da ABRAMAT, nesse inicio de ano ocorre um reposicionamento natural na situação de estoques em função das fortes vendas de dezembro, e ainda é cedo para identificar as reais tendências de consumo para 2012. “Estamos contando com uma politica econômica que promova investimentos sem inibir o consumo das famílias como ocorreu na primeira metade de 2011” finaliza Cover.


Walmart.com.br lança hotsite especial para o Oscar® com descontos de até 40%

Em homenagem a todas as edições da maior premiação de cinema do mundo, o e-commerce do Walmart lança o hotsite www.walmart.com.br/oscar com descontos especiais em DVD´s e Blu-Rays, promoções exclusivas, além do concurso cultural que premia o melhor discurso, como se fosse o vencedor do prêmio, com uma TV LCD 46” 3D da Sony. O site entra no ar a partir de 17/02 e destaca filmes já premiados que terão descontos de acordo com a quantidade de estatuetas recebidas.

Os fãs da sétima arte poderão buscar seus clássicos preferidos por categorias como melhor atriz, ator, diretor, filmes animados, vencedores por década e até por premiações (Globo de Ouro, Cannes). No hotsite é possível encontrar títulos a partir de R$ 9,90, kits com dois Blu-Ray Disc a partir de R$ 59,90 e acervo do colecionador com títulos exclusivos, edições especiais e extras.

A ação traz também o concurso cultural “E o Oscar vai para...” que premia com uma TV LCD 46” 3D da Sony, um aparelho de Blue-Ray Player 3D S480 da Sony e kits especiais de DVD e Blue-Ray. Para participar, basta fazer um discurso que simule o vencedor do prêmio. As frases deverão ser postadas no hotsite até o dia 27/02 (é necessário ter conta no Facebook). Os cinco melhores discursos serão conhecidos no dia 01/03 (confira regulamento completo no hotsite).

Bombril aposta no carnaval como estratégia de marketing

Bombril aposta no carnaval como estratégia de marketing
Empresa celebra a festa mais popular brasileira com patrocínio a VAI-VAI e ao Camarote Bar Brahma e com campanha publicitária.

A Bombril escolheu a principal manifestação cultural brasileira para estreitar o relacionamento com clientes estratégicos, propiciar uma experimentação diferenciada da marca, homenagear as mulheres e reforçar a diversidade de seu portfolio.

A exemplo dos anos anteriores, a empresa patrocina o Camarote Bar Brahma, fornecendo ao evento o envelopamento dos banheiros e macacões vermelhos para os uniformes modernos e casuais das equipes de limpeza, compostas por um “exército” de cerca de 350 pessoas. A Bombril oferece ainda, com exclusividade, todo o material necessário para a limpeza e a conservação dos camarotes e leva uma exposição de produtos para cada banheiro do local.

Mas a participação da Bombril no Carnaval de São Paulo em 2012 não se limita a isso. Pelo terceiro ano consecutivo, a companhia conta com um camarote dentro do Camarote Bar Brahma para recepcionar seus convidados, entre eles parceiros comerciais e celebridades como Monica Iozzi, Geovanna Tominaga, Gisele Fraga, Helô Pinheiro, Vanessa Menga, Brunete Fraccaroli, Maria Cândida, Luisa Micheletti, Paula Lima, Soninha Francine, Juliana Jabour, entre outros.

Marisa Orth e Carlos Moreno, estrelas da campanha publicitária de Carnaval da Bombril, também marcam presença no espaço da empresa e desfilam pela VAI-VAI. Na campanha publicitária, assinada pela DPZ e veiculada no início de fevereiro, eles aparecem como passista e sambista, respectivamente, ao lado do logotipo da empresa forrado de lantejoulas e o mote “Mulheres Evoluídas são assim: brilham no trabalho, brilham em casa e ainda sobra tempo pra brilhar na avenida”.

A campanha teve como objetivo ressaltar a homenagem que a empresa presta às mulheres no Carnaval 2012 através de um feito inédito para a Bombril: o patrocínio a uma escola de samba. Ao som do samba enredo “Mulheres que Brilham – A força feminina no progresso social e cultural do país” do Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba VAI-VAI, a companhia entra literalmente na avenida, compondo as alas Rainha dos Lares e Mulher 1001 Utilidades com os funcionários da Bombril e convidados.

E para personificar o título do enredo “Mulheres que Brilham – A força feminina no progresso social e cultural do país”, a VAI-VAI e a Bombril levarão também para o Sambódromo do Anhembi ninguém menos que Claudia Raia.

A atriz, que além do desfile da escola de samba abrilhantará o camarote da empresa dentro do Camarote Bar Brahma, será o grande destaque do carro alegórico dedicado às divas.

Marcos Scaldelai, diretor de Marketing da empresa, explica a razão para tamanho investimento no Carnaval: “Escolhemos a festa mais popular brasileira por sua magnitude e pela mobilização de milhões de pessoas para prestar mais uma homenagem àquela que é a grande responsável pela evolução da empresa nestas mais de seis décadas: a mulher. Além disso, a circulação de pessoas nos camarotes durante os dias de folia é intensa e diversificada. Os convidados e o público estão dispostos a interagir com as marcas e a compartilhar o momento de festa. Por isso, escolhemos o Carnaval para reforçar nossos produtos de limpeza, estreitando o relacionamento entre os nossos clientes e as marcas”, reforça.



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Newstyle e "Trident com Banana" levam mais alegria para o carnaval de Salvador

A banda Chiclete com Banana apresentará nova versão de uma de suas músicas mais famosas em versão exclusiva para Trident


Chiclete com Banana já é sinônimo de muita diversão e alegria no carnaval de Salvador. A novidade é que na festa deste ano a banda lançará um novo hit para o verão, criado especialmente para a marca de chicletes Trident.

Na voz de Bell Marques, a música mais famosa do grupo, “Quero Chiclete”, terá uma nova versão destacando a marca, lançada no pré-carnaval baiano, no último sábado, dia 11 de fevereiro, na Praia do Forte. Ouça, em primeira-mão, a nova versão de “Quero Chiclete”. O hit (anexo) está disponível também nas redes sociais, inclusive, na fan page da marca no Facebook: facebook.com/TridentBrasil

Durante o carnaval, Trident estará presente em todos os blocos da banda Chiclete com Banana – Nana Banana, Camaleão e Voa-voa – no Crocodilo, comandado por Daniela Mercury, e no Banana Coral, levando ativações assinadas pela NewStyle.

E, para reforçar o posicionamento “Vamos Rir Mais” da marca, Trident interage com o público também na Central do Carnaval, onde mais de 100 mil pessoas retiram os abadás dos principais blocos e camarotes. Os visitantes poderão se tornar artistas e arrasar ao lado da Banda AoVivokê e, quem cantar, vai ganhar Trident. Esta ativação acontecerá também no Camarote Expresso 2222, gerando ainda mais visibilidade para a marca.

Toda a estratégia de carnaval da marca em Salvador é da agência NewStyle.

Ki Doguinho cria receita exclusiva para doação a orfanatos

A Ki Doguinho, empresa especializada em mini lanches delivery, está transformando a massa excedente da fabricação de sanduíches em uma receita exclusiva de pão doce, que será doado semanalmente a orfanatos cariocas. “Pensamos em uma alternativa para não desperdiçar todo esse alimento e colaborar com instituições que cuidam de crianças, nosso principal público-alvo”, explica Luis Carlos Alves, fundador da marca e idealizador do projeto.

Responsável também pela doação de lanches para o Pró Criança Cardíaca há seis anos, a empresa espera distribuir cerca de 500kg de pão doce por mês. A ação está prevista para começar ao final do mês.

As instituições interessadas em participar do projeto podem fazer contato pelo telefone: 3873-7019.

Coleções de moda praia descem das passarelas para adequarem-se às consumidoras

Cada vez mais versáteis e inovadores, os modelos de moda praia devem ser usados com equilíbrio para evitar gafes
No país onde não há padrão para biotipos de corpos sobram dúvidas na hora de escolher o biquíni. As coleções propõem novidades e as confusões tomam conta das praias. Segundo o estilista responsável pela produção dos desfiles da Feira Intimasul, Gustavo Werner, os diversos modelos apresentados nas passarelas abrangem todos os tipos de corpos. O truque está em usar os modelos adequados para valorizar os aspectos positivos do corpo.

-Onde não há volume deve-se usar adereços drapejados, laçinhos e franzidos. Não se deve provocar volume onde ele já existe. O ideal é usar tecidos estampados que façam os olhos fugirem do que queremos esconder- afirma Gustavo.

As estampas são fortes aliadas pra compor looks modernos e práticos, porém a escolha deve ser cuidadosa para não acabar dando o efeito contrário, segundo o especialista.

- A combinação de estampas e cores sólidas é muito moderna e deve ser usada como fuga para as imperfeições, tendo cuidado com as misturas e figuras miúdas. Hoje em dia não existe mais uma regra, tanto os oito como os oitenta estão presentes na vanguarda da passarela - explicou.

O estilista salienta que há tendências não só para as magrinhas, como para qualquer modelagem de corpo feminino, mas também há dicas que devem ser seguidas para evitar gafes.

-Para as mulheres magras as tangas mais largas são as mais adequadas, optar pelos detalhes laterais para propor volume. Já para as de quadril largo, evitar o uso dos modelos fio dental e da tanga muito pequena, embora a brasileira abuse desse modelo, substituí-lo pelos que desviem a atenção dessa região é uma boa alternativa. Os modelos Vintage e Hot Pants, cuja tanga tem o cós mais alto, são as opções para as gordinhas esconderem mais áreas - completou o estilista.

As novidades para o segmento poderão ser conferidas na Feira Intimasul, Feira de Negócios da Moda Íntima, Praia e Fitness do Rio Grande do Sul, que acontecerá em Guaporé entre os dias 15 e 17 de julho de 2012.

Serviço:

Feira de Negócios da Moda Íntima, Praia e Fitness do Rio Grande do Sul
Local: Associação dos Motoristas - Guaporé
Data: 15, 16 e 17 de julho de 2012
Horário: das 10hs às 19hs
Apoio: Prefeitura Municipal de Guaporé, Secretaria da Indústria e Comércio de Guaporé, Sebrae, Ajoli, CIC e CDL-Guaporé.
Intimasul

O município de Guaporé, importante e ascendente pólo produtor de moda íntima da região Sul do país, se prepara para receber a 5ª edição da Intimasul, Feira voltada ao público lojista de moda íntima, praia e fitness. Voltado para lojistas, atacadistas, representantes comerciais e fornecedores o evento movimentou em sua última edição aproximadamente R$ 2 milhões em negócios, se consolidando como referência no setor.

Entidades de Novo Hamburgo se unem para desenvolvimento do comércio na região

Entidades de Novo Hamburgo se unem para desenvolvimento do comércio na região
CDL de Novo Hamburgo reforça parceria com Associação Comercial e Industrial de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha

Lojistas da região do Vale dos Sinos se mobilizam para deixar o varejo ainda mais forte na região. Segundo o diretor secretário da FCDL-RS, e Presidente da CDL de Novo Hamburgo, Remi Carasai, o comércio na região ultrapassou a indústria na importância dentro do PIB do município e é um importante gerador de emprego e renda na cidade.

- A cidade de Novo Hamburgo hoje não é mais somente a indústria que predominou ao longo de muitos anos. O comércio ganhou muita força porque estamos em uma posição privilegiada, na passagem de quem vem de Gramado, Canela e no caminho de todos que saem de Porto Alegre - disse Remi.

Na última semana integrantes da diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), de Novo Hamburgo, fizeram uma visita de cortesia ao novo presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha (ACI), Marcelo Clark Alves.

- Não é possível ter entidades puxando para lados opostos. Tivemos a posse do novo presidente da ACI, e fomos muito bem recebidos. A ideia é convocar uma nova reunião para que todas as entidades como Sindilojas, CDL, ACI SESC, Sebrae e Senai trabalhem juntos numa mesma direção fortalecendo o comércio na cidade de Novo Hamburgo gerando emprego e renda para população - completou.

O varejo da região está participando da campanha do Liquida Tchê! que oferece descontos ao consumidor até o próximo dia 18. Em todo o Rio Grande do Sul, a estimativa é que mais de 75 mil lojistas tenham aderido às promoções.

Playtech lança loja virtual

Playtech lança loja virtual
Loja de instrumentos musicais aposta em modelo de e-marketplace com expectativa de faturar em média R$100 mil mensais durante o primeiro semestre da operação

Em 2011, o e-commerce no Brasil representou 60% de todo o comércio eletrônico da América Latina, de acordo com levantamento da consultoria eMarketer. O estudo prevê que haverá 30 milhões de consumidores virtuais no país no ano da Copa do Mundo, o que tornará o Brasil responsável por mais da metade das vendas na América Latina.

No entanto, o número de empresas ingressando no mercado eletrônico brasileiro por meio de shoppings virtuais vem crescendo gradualmente. Um exemplo disso é a PlayTech, pioneira no mercado brasileiro de instrumentos musicais a montar uma operação de e-commerce.

Em meio à evolução dos negócios da empresa através de uma loja virtual lançada em 1999, o gerente de e-commerce da PlayTech, Márcio Seixas, explica a decisão de ingressar no Rakuten Shopping Online, ressaltando o objetivo da rede de lojas de ampliar seu público-alvo, além de continuar líder em vendas on-line de instrumentos musicais no Brasil. “Acreditamos fortemente na expansão da Rakuten no Brasil em virtude do seu grande sucesso no exterior e esperamos com isso crescermos juntos”, diz o executivo.

Com uma loja matriz inaugurada em 1985 na rua Santa Ifigênia e mais cinco filiais espalhadas pelo estado de São Paulo, a PlayTech conta com uma estrutura nunca vista no segmento, oferecendo seus produtos na loja virtual afim de atingir até os que não sabem tocar um instrumento, mas gostariam de aprender, já que este mercado vem mudando nos últimos tempos com a intensa massificação do público consumidor.

Segundo Seixas, o investimento na abertura da loja virtual no Rakuten foi muito baixo. “Por já termos uma operação na Rakuten EC (unidade de negócios da Rakuten especializada em plataformas de e-commerce), a integração foi bem rápida e contamos com todo o apoio da equipe Rakuten. Também utilizamos os profissionais da nossa equipe do e-commerce na mobilização pela subida da loja, além dos profissionais da nossa agência associada.”

A expectativa de faturamento da PlayTech no Rakuten é de cerca de R$ 100 mil mensais dentro de menos de seis meses. Praticamente todo o mix de produtos da empresa se encontra na loja virtual para ser comercializado, desde simples encordoamentos de violão até complexos sistemas de áudio profissional. “Guitarras, baixos, violões, teclados, pianos, baterias, caixas de som, fones, microfones são alguns exemplos dos produtos que comercializamos”, diz ele.

Em meio à forte concorrência que a PlayTech enfrenta no segmento de música atualmente, uma das alternativas encontradas para se diferenciar foi a abertura da loja virtual como uma forma de expansão das vendas por meio do comércio eletrônico, uma atividade que está se difundindo cada vez mais entre lojistas brasileiros.

Acesse a loja da PlayTech no Rakuten Shopping Online: http://PlayTech.loja.rakuten.com.br/



quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Bangu Shopping e Jardim Botânico promovem curso gratuito de capacitação para moradores da Zona Oeste

Investindo na democratização da educação e cultura da Zona Oeste, o Bangu Shopping, em parceria com o Jardim Botânico, o Instituto Flora e o SENAR/RJ, promove o Plantar Bangu. O curso é gratuito, com duração de nove meses, e tem como objetivo a capacitação de jovens aprendizes em práticas profissionais ligadas à área de paisagismo e jardinagem.

Com uma equipe formada por técnicos do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, educadores e instrutores com diversas formações, o projeto visa um trabalho multi e interdisciplinar. As aulas teóricas e práticas acontecerão no próprio Bangu Shopping, onde os alunos terão a oportunidade de fazer a manutenção dos vasos, canteiros e jardins.

Além das oficinas de fundamentos de arborização e jardinagem, que têm o enfoque no aprendizado específico da flora nativa e na escolha de espécies vegetais para o tratamento paisagístico urbano, serão realizadas dinâmicas para o desenvolvimento de relações interpessoais, estimulando valores que possibilitam a formação sadia e integrada dos participantes entre si e com a comunidade.

O Bangu Shopping foi o primeiro empreendimento do grupo Aliansce a promover esse tipo de projeto educacional. De acordo com o superintendente, Luis Antônio Marques, a iniciativa beneficiará os jovens que não tem tantas oportunidades. “Nosso objetivo é oferecer práticas sustentáveis à população da região, buscando não só o crescimento do shopping”.

Para participar, os interessados precisam morar em Bangu ou em bairros adjacentes, ter entre 15 e 19 anos, cursar regularmente a escola e pertencer a famílias que recebam até três salários mínimos mensais. Ao fim do curso, os dez alunos receberão certificados emitidos pelo SENAR/RJ.

SERVIÇO:
Bangu Shopping cria curso gratuito de capacitação para moradores da Zona Oeste
Duração: nove meses
Aulas: de 8h às 11h45, segunda, quartas e sexta
Local: Bangu Shopping
O Bangu Shopping fica na Rua Fonseca, 240, Bangu. O telefone de contato é (21)2430-5130.

Central Plaza Shopping premia com sacolas retornáveis.

Central Plaza Shopping premia com sacolas retornáveis.
Com o slogan “"Garanta sua sacola retornável! Sem sua ajuda o mundo é inSustentável”", o Central Plaza Shopping se engaja nessa importante ação social e convida seus consumidores a fazer o mesmo. E, para incentivá-los, de 15 de fevereiro a 04 de março, estará presenteando seus clientes com uma linda Sacola Retornável.
Para adquirir o presente, basta apresentar durante o período da campanha, cupons e/ou notas fiscais que somem o mínimo de R$ 70,00 em compras efetuadas nas lojas do Central Plaza Shopping. A troca dos cupons será realizada no estande da promoção localizado no Corredor Principal, de segunda a sábado, das 10 às 22 horas, e domingos e feriados, das 14 às 20 horas. A campanha é limitada a duas sacolas por CPF.

Para mais informações sobre tudo que acontece no empreendimento acesse: www.centralplazashopping.com.br ou nas redes sociais através do Twitter: @central_plaza; Facebook: www.facebook.com/central.plaza1; Orkut: Central Plaza Shopping; ou Flickr: Central Plaza Shopping.



Clube Colombo é o mais novo canal de relacionamento virtual da Lojas Colombo

Clube Colombo é o mais novo canal de relacionamento virtual da Lojas Colombo
A Lojas Colombo está colocando no ar mais um canal permanente de relacionamento com clientes e todas as pessoas interessadas em estreitar a comunicação com a rede. Estreou nesta semana o Clube Colombo - www.clubecolombo.com.br - site que se diferencia pela linguagem mais leve, layout mais atrativo e pela diversidade de conteúdo.

Desenvolvido pela área de comunicação da Colombo em parceria com a BRA Digital, de Novo Hamburgo (RS), o Clube Colombo tem atualizações diárias e traz dicas e reportagens nas áreas de gastronomia, saúde e bem-estar, tecnologia, cultura, comportamento, além de ofertas e promoções para os internautas - que contam ainda com espaço para deixar seus comentários sobre publicações feitas no site.

Já nesta semana, o Clube Colombo lança a sua primeira promoção: “Férias de Verão Colombo’, que a partir da interatividade vai garantir a 3 vencedores um Kit Praia - formado por barraca, guarda-sol e cadeira de praia. Basta ficar de olho nas palavras-chaves que serão postadas todos os dias. Na sexta-feira, é só enviar as palavras que foram postadas e preencher um formulário disponível no site. Na próxima semana será feita a divulgação dos vencedores.

O novo canal de comunicação no ambiente virtual chega para reforçar o mix de ferramentas de relacionamento que a rede varejista já mantém com seus clientes, a exemplo do site (www.colombo.com.br), com foco mais voltado ao e-commerce e a Revista Colombo, publicação bimestral distribuída nas versões impressa e digital.

O novo site pode ser acessado diretamente pelo www.clubecolombo.com.br ou através de link no e-commerce da Colombo www.colombo.com.br. Para conectar seus clientes e interessados a mais essa inovação, a Colombo irá divulgar o novo site através de e-mail marketing que será enviado aos mais de 800 mil clientes da web e a todos os consumidores que cadastraram seu e-mail nas lojas físicas localizadas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Minas Gerais.



terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Mega Recuperação, da Serasa Experian, auxilia na reabilitação do crédito de consumidores inadimplentes

Mega Recuperação, da Serasa Experian, auxilia na reabilitação do crédito de consumidores inadimplentes
Para usufruir dos benefícios de mercado - como a redução do IPI para a linha branca, vigente até março, por exemplo -, clientes com débito na praça podem regularizar o pagamento de pendências financeiras quando procurados por seus credores.

As sucessivas reduções da taxa básica de juros, a reversão das medidas macroprudenciais, a queda do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) nos empréstimos e o recuo do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para a linha branca e também para automóveis são vantagens financeiras reais para os consumidores. E esse cenário pode ser um estímulo para que clientes com restrições de crédito se reabilitem.

Para facilitar o encontro e a consequente negociação entre as partes, a Serasa Experian oferece às empresas a ferramenta Mega Recuperação. Trata-se de uma tecnologia que ajuda a segmentar a carteira de inadimplentes de acordo com a probabilidade de pagamento que cada cliente apresenta, considerando-se seu perfil comportamental no mercado. As informações são agrupadas e direcionadas para ações de recuperação específicas.

A Mega Recuperação também identifica qual a maneira mais eficaz de contatar este consumidor. “Em alguns casos, a comunicação errada pode inviabilizar um acordo”, opina Marcelo Kekligian, presidente da unidade de negócios Decision Analytics da Serasa Experian. “Por isso a solução Serasa Experian identifica quem deve ser buscado por carta, SMS ou ligação telefônica. A abordagem certeira ajuda as empresas tanto na redução de custos operacionais como na conquista de melhores índices de recuperação.”

Levantamento da Serasa Experian aponta que as empresas utilizaram o produto Mega Recuperação em 2011 reduziram os custos operacionais e garantiram melhores resultados. ”A abordagem correta facilita a fidelização do consumidor e evita conflitos com os bons clientes”, diz Marcelo.


E-commerce brasileiro registra crescimento de 32% na primeira quinzena do ano

E-commerce brasileiro registra crescimento de 32% na primeira quinzena do ano
Lojas virtuais faturam R$ 1,05 bilhão na primeira quinzena de 2012, com 2,78 milhões de pedidos realizados.
Os saldões da primeira semana de janeiro movimentaram o e-commerce brasileiro, gerando um faturamento de R$ 1,05 bilhões. Segundo levantamento do e-bit, foi registrado um aumento de 32% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o valor foi de R$ 802 milhões. “Os números comprovam que o ano de 2012 vai quebrar recordes. As lojas virtuais devem investir em estrutura para conseguirem dar conta desse avanço de mercado”, diz Pedro Eugênio, CEO do Busca Descontos, portal responsável por trazer ao e-commerce brasileiro a Black Friday e o Boxing Day.

Em apenas duas semanas, foram 2,78 milhões de pedidos realizados pela internet, um crescimento de 35% comparado à mesma fase de 2011. Quanto ao valor do ticket médio, houve uma leve queda de 2%, passando de R$ 388 para R$ 379. O valor ainda é maior do que a média do ano passado inteiro, de cerca de R$ 350.

Outro dado positivo foi a redução nos atrasos das entregas, que no início de 2011 eram de 19% e caíram para 16%. Os produtos de alto valor agregado se mostraram como os preferidos dos consumidores. Os eletrodomésticos foram os mais vendidos, seguidos pelos de informática e eletrônicos. Em quarto lugar ficou o setor de casa e decoração, seguido de perto pelo de livros e revistas.

Multiplan compra participação de 30% no Shopping Vila Olímpia, em São Paulo

Multiplan compra participação de 30% no Shopping Vila Olímpia, em São Paulo
A Multiplan anuncia a aquisição de 30% de participação no Shopping Vila Olímpia, em São Paulo, aumentando para 60% a participação total no empreendimento. A negociação, feita com a Brookfield, teve o valor de R$175 milhões, pagos à vista. A aquisição segue a estratégia do grupo de deter participação majoritária nos shoppings de seu portfólio.

Inaugurado em novembro de 2009, o Shopping Vila Olímpia possui 28.201 m² de Área Bruta Locável (ABL) e localização privilegiada, ao lado de áreas nobres como Vila Nova Conceição, Moema e Itaim. Em 2011, o empreendimento registrou crescimento de 31,6% nas vendas em relação a 2010.

O Shopping Vila Olímpia possui 191 lojas, distribuídas por quatro pisos, um centro gastronômico completo, boliche de última geração e cinema com sete salas, sendo duas no conceito premium, além de um sistema de estacionamento inteligente, que sinaliza por meio de luzes a disponibilidade das 1.578 vagas. Assinado por Sig Bergamin e Paulo Baruki, com concepção de Júlio Neves, o projeto arquitetônico do centro comercial teve inspiração na estética fabril do início do século XX, quando a região era ocupada por fábricas e armazéns.

Sobre a Multiplan

A empresa é pioneira no setor de shopping centers no Brasil. Desenvolve, opera e detém uma das melhores carteiras de shoppings do país com 14 unidades próprias – BarraShopping e New York City Center, no Rio de Janeiro; BH Shopping, DiamondMall e Pátio Savassi, em Belo Horizonte; MorumbiShopping, Shopping Anália Franco e Shopping Vila Olímpia em São Paulo; ParkShoppingSãoCaetano, em São Caetano (SP); RibeirãoShopping e Shopping Santa Úrsula, em Ribeirão Preto (SP); ParkShopping, em Brasília; ParkShoppingBarigüi, em Curitiba e BarraShoppingSul, em Porto Alegre.

Possui atualmente quatro shoppings em construção: JundiaíShopping, no estado de São Paulo, ParkShoppingCampoGrande e VillageMall, na cidade do Rio de Janeiro, e Parque Shopping Maceió, em Alagoas.

O portfólio de 14 shoppings em operação totaliza uma ABL de 590.419 m², mais de 3.800 lojas e tráfego anual de consumidores estimado em 159 milhões.A Multiplan detém participação média de 69,5% em seus shoppings.

A empresa conta ainda com operações estratégicas no setor de incorporação imobiliária residencial e comercial, gerando sinergia com as atividades relacionadas aos shoppings centers.

Sobre o Shopping Vila Olímpia

Inaugurado em novembro de 2009, o Shopping Vila Olímpia possui 191 lojas, um piso dedicado à alimentação, boliche com 12 pistas automatizadas e sete salas de cinema Kinoplex, entre elas as duas primeiras salas Platinum do grupo Severiano Ribeiro. O shopping também conquistou no segundo semestre de 2011 o título de a melhor praça de alimentação de shopping de São Paulo, escolhida pela Revista Época São Paulo. A praça também conquistou o primeiro lugar do guia anual Divirta-se Shoppings, do jornal O Estado de S.Paulo


segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Makro expande conceito Speciale para mais 15 lojas

Makro expande conceito Speciale para mais 15 lojas
Espaço premium é repensado e passa a ser integrado aos estabelecimentos
Quatro anos após a sua concepção, o Speciale Adega & Emporium - espaço diferenciado dentro das lojas Makro com oferta de produtos especiais como vinhos, espumantes, destilados, condimentos e frios importados e de primeira linha para o cliente do segmento de food service – passa por uma reformulação estrutural.

O espaço teve o seu conceito repensado e, para atender melhor às necessidades dos clientes, deixa o formato de loja dentro da loja e passa a ser integrado ao estabelecimento. Contudo, a identidade e a diferenciação que já existia no conceito anterior serão mantidas, inclusive com o atendimento especializado, disponíveis para sugerir e explicar sobre produtos e apoiar a escolha dos clientes.

A mudança é estratégica para o Makro, pois facilitará a circulação e as compras. “Essa adaptação beneficiará o cliente profissional. A ideia é que o acesso a todo o sortimento do Speciale seja facilitado”, informa Artur Illiano, gerente de Operações e Vendas do Makro Speciale Adega & Emporium.

Os vinhos continuarão a ser o foco no novo espaço, e serão acompanhados de ficha técnica com informações sobre a uva, região e dicas de harmonização. Também serão oferecidas mais opções de destilados e produtos gourmet, como condimentos, azeites, acetos balsâmicos, massas e molhos, entre outros.

A primeira loja a receber este novo conceito foi o Makro Interlagos, em 31 de janeiro. Até o fim do ano, mais 15 estabelecimentos da rede, nas várias regiões do Brasil, receberão o Speciale. As 10 unidades no antigo modelo - nas lojas do Butantã, Vila Maria, São Bernardo, Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Bauru, Sorocaba, Rio de Janeiro e Salvador - também passarão por remodelação.

“Pretendemos consolidar o Makro Speciale como o melhor do segmento atacadista em sortimento e serviços de vinhos, destilados e gastronomia. Além das mudanças no espaço físico, seguimos investindo nos melhores profissionais, além de buscar as melhores parcerias com a indústria alimentícia de todo o mundo”, diz o executivo.


Jack Daniel`s lança versão superpremium no Pão de Açucar

Em parceria especial com a rede de supermercados, Jack Daniel’s Single Barrel passa a ser comercializado nas principais lojas da rede no país

A partir do final de fevereiro, os fãs de Jack Daniel´s terão mais um motivo para comemorar: o Jack Daniel’s Single Barrel, whiskey superpremium da família Jack Daniel´s, chega pela primeira vez às gôndolas do mercado varejista brasileiro, por meio de uma grande parceria com a rede Pão de Açúcar.

Com a crescente demanda de consumidores que buscam por whisky superpremium, categoria que apresentou um crescimento de 56,8% de 2009 para 2010 (fonte: IWSR,2011), a marca viu a oportunidade de aumentar a representatividade de seu produto mais premium dentro do portfolio atual, garantindo maior acessibilidade ao consumidor, ampliando assim a distribuição também para as gôndolas dos supermercados.

“Acreditamos muito no potencial de Single Barrel dentro da rede, por se tratar de um whiskey de qualidade ímpar e produzido de uma forma exclusiva e personalizada, em linha com as necessidades dos consumidores do Pão de Açúcar, que buscam cada vez mais por produtos diferenciados e de altíssimo valor agregado.” argumenta a gerente da marca no Brasil, Priscilla Gomes.
Negociada desde setembro de 2011, a parceria é estratégica para ambas as marcas. O Pão de Açúcar será a primeira grande rede do Brasil a comercializar o Jack Daniel’s Single Barrel, que atualmente tem venda exclusiva nas principais delis do país e distribuidores que atendem a bares e restaurantes.

Os barris são selecionados pelo destilador mestre Jeff Arnett especialmente para as lojas da rede. O processo, totalmente artesanal, dura aproximadamente três meses e cada barril é engarrafado manualmente em elegantes garrafas de 750 ml, que levam a assinatura do Mr. Jack em alto relevo no vidro. São rotuladas com o número do barril, de qual fileira do armazém foi retirado e a data que o whiskey foi engarrafado.

As novidades não param por aí. As garrafas virão acompanhadas dos próprios barris vazios com uma placa personalizada do Pão de Açúcar. Além disso, cada garrafa terá uma medalha de bronze informando que foram especialmente selecionadas pelo mestre destilador Jeff Arnett.

O nome Pão de Açúcar será gravado em um tijolo na parede da ‘Single Barrel Society’, localizada na Destilaria Jack Daniel, em Lynchburg.

O processo de produção do Jack Daniel´s Single Barrel

Na destilaria de Jack Daniel´s localizada em Lynchburg, no Tennessee, estão os armazéns de amadurecimento onde descansam os barris de carvalho que acondicionam o Jack Daniel´s Single Barrel Tennessee Whiskey.

Localizados na parte mais alta dos armazéns de madeira, onde o frio e o calor são mais rigorosos, os barris sofrem a maior variação de temperatura durante o seu amadurecimento.

Ao longo dos anos, durante o verão, os poros dos barris de carvalho se abrem, permitindo que parte do whiskey se infiltre. Já no inverno, os poros se contraem, forçando o whiskey para fora, carregando consigo não só uma cor âmbar, mas também sabores sutis como os açúcares caramelizados do interior carbonizado do barril, características peculiares do Jack Daniel´s.

O destilador mestre de Jack Daniel´s, Jeff Arnett, separa os barris de whiskey com o gosto mais suave, a cor mais rica e com o sabor mais intenso. Esses barris são destinados para o Buy the Barrel: o programa de compra do barril Jack Daniel´s Single Barrel (recebe esse nome porque cada garrafa contém whiskey de um único barril), disponível para interessados de qualquer parte do mundo.

Serviço:
Venda do Single Barrel nas lojas do Pão de Açúcar

• Pão de Açúcar Ricardo Jafet: R. Prof. Serafim Orlandi 299, Vila Mariana – São Paulo/SP
• Pão de Açúcar Real Parque: Av. Major Sylvio de Magalhães Padilha, 13000 – São Paulo/SP
• Pão de Açúcar Riviera: Av. Aprovada, 329, Quadra C, LOTE 01 modulo 27 – Riviera de São Lourenço/SP